Normais climatológicas do continente, açores e madeira

Tópico em 'Climatologia' iniciado por babuja 25 Ago 2008 às 10:24.

  1. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    Bom dia,

    antes de mais parabéns por este ponto de encontro e partilha de informação.
    Estou à procura da publicação ou dos dados constantes desta sobre NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO CONTINENTE, AÇORES E MADEIRA...onde posso encontrar!? Alguma tem esta info em pdf que possa fazer o favor de me enviar?
    Cmpr,
    T
     
  2. HotSpot

    HotSpot
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Nov 2006
    Mensagens:
    3,613
    Local:
    Moita, Setubal
    Collapse Signature Expand Signature
  3. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    Já encontrei alguma coisa mas já percebi que o melhor é adquirir algumas publicações...entretanto tenho urgência em reunir a seguinte informação:

    Preferencialmente valor médios horários mensais das temperaturas de bolbo seco e bolbo húmido de Lisboa;

    ou em alternativa, os valores máximos e mínimos mensais da temp. de bolbo seco e bolbo húmido...onde posso conseguir esta informação!?

    Alguma base de dados ou estação meteoroloica que possa fornecer esses dados através da net ou alguma organização internacional?

    Antecipadamente grato,
    Cmpr,
    T
     
  4. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    Bom dia!

    Pelo que percebi as normais climatologicas para as cerca de 80 estações são estimadas com base em modelos matemáticos. Para Lx estes dados são efectivamente registados.

    Agradeço o V/ esclarecimento para a seguinte questão:

    O que são as médias das máximas e médias das mínimas, bem como as mínimas e as máximas.

    Antecipadamente grato.
    Cmpr,
    T
     
  5. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,244
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Bom dia babuja.

    As normais climáticas que encontras nas estações no IM, não são valores estimados. São sim valores observados por várias estações distribuídas ao longo do país, a partir das quais se reúnem dados horários/diários, a fim de se construírem normais climáticas. Para isso são precisos 30 anos seguidos de observações. Ou seja, para teres uma correcta normal climática do lugar onde vives, terias de fazer registos das temperaturas máximas e mínimas, (também de precipitação, velocidade do vento....), diárias ao longo de 30 anos. Daí as séries de 30 anos: 1961-1990, ou 1971-2000.

    Agora, respondendo às tuas perguntas:

    Supõe o seguinte:

    Dia 1, Tmáx: 25,1ºC, Tmin: 14,3ºC
    Dia 2, Tmáx: 27,4ºC, Tmin: 15,2ºC
    Dia 3: Tmáx: 19,3ºC, Tmin: 13,2ºC.

    A Tmáx corresponde ao valor da temperatura mais alto verificado. No caso do dia 1, a Tmáx foi 25,1ºC. Já o Tmin corresponde à temperatura mais baixa do dia, que no caso do dia 1 foi 14,3ºC.
    Resumindo, no dia 1 a temperatura variou entre os 14,3ºC (temperatura mínima) e os 25,1ºC (temperatura máxima).

    A média da temperatura máxima corresponde ao somatório das temperaturas máximas a dividir pelo número de dias. A média das temperaturas máximas desses três dias corresponde a: (25,1+27,4+19,3)/3 = 23,9ºC
    O mesmo se faz para o cálculo da média das temperaturas mínimas.

    Quando tratamos de normais climáticas, normalmente usamos a média das temperaturas máximas e mínimas mensais. Ou seja, é aquilo que fiz para estes três dias, mas alargado ao mês todo. Por exemplo, para Janeiro somarias todas as máximas dos 31 dias e dividirias por 31 (número de dias). Obterias a média das máximas desse mês.

    Já a máxima do mês de Janeiro, corresponderia ao valor mais alto das máximas desse mês. A máxima daqueles três dias que supus são os 27,4ºC do dia 2.:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  6. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    Obrigado André pelos esclarecimentos e pela rápida resposta.
    Já agora...estou a trabalhar com valores horários, pelo que gostava também de perceber melhor a definição de amplitude térmica.
    A amplitude térmica diária será dada por: Tmáx abs - Tmin abs (valores horários) ou Tmédia máx - Tmédia min ?
     
    #6 babuja, 4 Set 2008 às 14:58
    Última edição: 4 Set 2008 às 15:26
  7. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    Já agora, os dados que obtenho depois de trabalhados os dados horários para Lisboa Portela, 1961-1990:

    [​IMG]

    [​IMG]

    quando comparo com estes valores observo uma divergência relativamente aos dados IM (abaixo apresentados)...que vos parece?

    [​IMG]

    [​IMG]

    Acho as mínimas altas e as máximas baixas?? Porquê
     
  8. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora
    A pergunta que fazes tem haver com que estações do ano?
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    8,529
    Local:
    Bragança (675m)
    Os valores apresentados como Máx. abs. e Mín abs. não serão antes valores médios da Máx. abs. e da Mín abs.?
     
    Collapse Signature Expand Signature
  10. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    Não...Tem que ver com a divergência que observo quando comparo os valores mensais que resultam do tratamento que efectuei dos dados horários para o período 61-90 com os dados do IM...em especial para as máximas e mínimas!!

    A minima horária que observo nos dados de que disponho, foi, em Jan é de 4,1ºC...de acordo com o IM foi de -0,7ºC!!

    Donde resulta esta divergência se estou a trabalhar com valor horários? ok, na verdade não são valores instantâneos, são valores médios, mas nem assim entendo esta divergência...agradeço alguém que possa esclarecer f.f.!!
     
  11. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    São valores horários...portanto são valores médios horários.
    O valor que indico como mín abs é o valor mínimo horário registado no mês com base na análise das temperaturas horárias

    Não acredito que exista uma divergência tão grande entre valores mínimos instantâneos e valores mínimos horários...
     
  12. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    8,529
    Local:
    Bragança (675m)
    Existe uma grande diferença.

    Por exemplo:

    O mínimo absoluto do mês de Janeiro para a série 1961 / 1990 é o valor mais baixo registado em todos os meses de Janeiro durante esses 30 anos.

    Se for a média do valor mínimo já nos referimos o valor médio do somatório dos valores minimos absolutos de Janeiro de 1931, 1932......até 1990.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  13. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,244
    Local:
    Arroja, Odivelas (142m)
    Olá Babuja!

    Penso que seja exactamente aquilo que o Dan já explicou.

    E até dou um exemplo mais claro para melhor perceber:

    O valor para a "Maior Máxima" que tem para o mês de Agosto é de 36,0ºC.
    De certeza absoluta que em 30 anos houveram dias mais quentes em Lisboa nesse mês. Não é incomum de todo, haver 2 ou 3 dias em Agosto com máximas de 38-39ºC em Lisboa. Da mesma forma há Agostos mais frescos. Este ano, por exemplo, a máxima mais alta não deve ter ido muito além dos 34ºC.
    Claro que em termos de médias, e ao final dos 30 anos, o valor de 36ºC é bem provável que seja a média dos valores máximos absolutos referentes a cada mês, tal como o Dan explicou.
    E o mesmo para a temperatura mínima.

    A amplitude térmica média diária da sua tabela, é a diferença entre a Máxima absoluta e a mínima absoluta do bolso seco.

    A média horária, tanto do bolbo seco como do bolbo molhado não é mais do que a média da temperatura verificada num bolbo e noutro nas cerca de 720 ou 744 que um mês tem (24h diárias a multiplicar por 30 ou 31 dias).

    Por fim, a humidade relativa média horária, e se não estou em erro, resulta de uma fórmula que relaciona a temperatura média horária do bolbo seco, com a temperatura média horária do bolbo molhado.
    Isso tem a ver com os psicrómetros. Quanto maior a diferença entre a temperatura média horária do bolbo seco e o bolbo molhado, menor será a humidade relativa.

    Por exemplo, se a diferença de temperatura não variar ao longo do tempo em ambos os bolbos, significa que o ar está saturado de água = humidade a 100%.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  14. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    ok, deve ser isso mesmo...esqueci-me que os valores com que estou a trabalhar, embora sejam valores horários, não deixam de ser valores médios para o periodo 1961-1990, daí que não coincidam com os valores máximos e mínimos instantâneos registados.

    Agradeço os V/ esclarcimentos;)
    Cmpr,
    T
     
  15. babuja

    babuja
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Ago 2008
    Mensagens:
    10
    Local:
    FAro
    Restam-me algumas dúvidas relativamente à amplitude térmica...como os dados que disponho são horários e o que pretendo é determinar a temperatura sol-ar horária, dada por Tsol-ar= tmax - (amplitude térmica x constante tabelada em ordem a tempo), poderei falar de amplitude termica horária ou apenas de amplitude diária?

    E é dada por Tmax - Tmin ou pode ser dada por Tmédia max ou Tmédia mín? É que os resultados são substancialmente diferentes...

    Obrigado!
     

Partilhar esta Página