Oportunidades de trabalho nas áreas da Climatologia e Meteorologia

Tópico em 'Aprendizagem e Formação' iniciado por Brigantia 24 Ago 2008 às 18:46.

  1. Brigantia

    Brigantia
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2007
    Mensagens:
    2,186
    Local:
    Norte de Portugal
  2. Brigantia

    Brigantia
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2007
    Mensagens:
    2,186
    Local:
    Norte de Portugal
    © Diário da República
     
  3. Geostrofico

    Geostrofico
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Jan 2007
    Mensagens:
    63
    Local:
    Lisboa
    estejam atentos que até junho vao abrir à volta de 30 vagas para meteorologistas no IM.
     
  4. ACalado

    ACalado
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Fev 2006
    Mensagens:
    2,945
    Local:
    Covilhã 750m
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Hoje é dia de uma importante prova no concurso do IM.

    O MeteoPT.com deseja boa sorte a todos os membros do fórum que concorreram. Estamos a torcer por vós !
    O MeteoPT.com deseja também boa sorte ao IM na escolha dos mais competentes, os que partilhem muito talento com o amor pela Meteorologia.
     
  6. Chingula

    Chingula
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Abr 2009
    Mensagens:
    326
    Local:
    Lisboa
    Embora partilhando os votos aqui manifestados, tenho uma visão um pouco pessimista quanto ao futuro da Instituição criada em 1946...
    As políticas adoptadas, desde há muitos anos, para com Instituições Científicas estão erradas, os Governantes desconhecem as realidades destas Instituições, introduzindo factores perniciosos que levam à funcionalização da Ciência....
    O que tem salvo (?) a "arte" é o grande desenvolvimento que a Meteorologia tem tido a nível Mundial, a tecnologia entretanto disponibilizada e cada vez mais utilizada...por força de uma maior consciência das Populações dos Países mais desenvolvidos e que mais sofrem os efeitos de fenómenos meteorológicos adversos.
    A existência deste Forum (como outros da mesma natureza) pode contribuir significativamente para que em Portugal as coisas se alterem...
     
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Sim Chingula, obviamente muita coisa estará mal, sobretudo a nível político, e não é do partido A ou B, mas do poder em geral das últimas décadas, em tudo o que tem a ver com a ciência em geral. Tem havido muito ruído desde há muito, mas a maioria não passa de propaganda com realidades virtuais que só existem em powerpoints. Se em Portugal só no próximo ano teremos por exemplo um radar no norte do país, muita coisa estará mal por cá a nível de meteorologia e da prevenção. Se uma instituição como o IM tem que depender da venda de dados e serviços (que muitos deveriam ser públicos) para cobrir metade do orçamento, muito mal estão as coisas. Todos compreendemos as limitações que temos como país, mas caramba, há certas coisas onde não parece haver dificuldades, onde tudo se torna tão fácil e instantâneo, como por exemplo entre muitos outros, estádios de futebol pagos com o erário público (Braga, Faro/Loulé, Leiria, etc), o BPN ou mesmo o TGV, pelo que ficamos bastante espantados com as prioridades que se tomam face aos escassos recursos que existem.

    Mas há que ser positivo e ter esperança, e é esta a filosofia do fórum, que as coisas melhorem aos poucos, e que todos empurrem nesse sentido de forma construtiva. E nesse caminho parece-me importante que na instituição vá entrando gradualmente uma nova geração que traga sangue novo, dinamismo e paixão pelo que se faz, paixão e dinamismo que provavelmente se tem perdido ao longo dos últimos anos, muito necessário para contornar o marasmo em que infelizmente afundam muitas instituições públicas em Portugal. E o IM até está bastante longe de ser das piores que conheço.
     
  8. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora



    Tens razão há muito piores:thumbsup:, e tinha 2 casos, mas que logicamente aqui publicamente não os poderei contar, de como se derrete dinheiro do erário publico estupidamente.

    Em relação ao investimento na meteorologia em Portugal, vai ter que morrer bastantes pessoas para que haja fundos para haver modelagem(previsão), tal como aconteceu em Espanha, onde o governo diponibilizou fundos para modelagem depois da morte de muitas pessoas no sul dos Pirinéos há alguns anos atrás.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  9. Geostrofico

    Geostrofico
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Jan 2007
    Mensagens:
    63
    Local:
    Lisboa
    ECEARTH
    Âmbito: Concurso para atribuição de 1 Bolsa de Investigação no âmbito do projecto europeu ECEARTH, para trabalhar com modelos climáticos globais e regionais e produzir cenários globais e consequentes cenários regionais.
    Entidade Contratante: Instituto de Meteorologia, I.P.
    Descrição: Duração e Regime de Actividade:

    Bolsas anual, renovável até 3 anos, com início previsto a 1 Janeiro 2010, em regime de exclusividade, conforme regulamento de bolsas do Instituto de Meteorologia (IM), I.P., para trabalhar na sede do IM.
    Objecto de Actividade:

    (i) Instalação e optimização/configuração no IM das versões do modelo ECEARTH (http://ecearth.knmi.nl/) e dum modelo regional do clima;
    (ii) Produção de cenários globais e regionais a preparar para o Intergovernmental Panel for Climate Change 5th Assessment Report e informação relevante para a Estratégia Nacional para as Alterações Climáticas;
    (iii) Interpretação dos resultados obtidos e suas aplicações, incluindo participação na elaboração de relatórios e artigos em revistas científicas.
    Habilitações Académicas (mínimas):

    Licenciatura (5 anos), Mestrado ou Doutoramento em Ciências Geofísicas, Meteorologia, ou em áreas afins.
    Remuneração anual:

    10.430€ ou até 28.840€, de acordo com as habilitações e curriculum do candidato.
    Orientação Científica:

    Doutor Pedro Viterbo
    Data de início e de conclusão do prazo do Concurso:

    de 2 Novembro a 4 de Dezembro 2009.

    Entrega de candidaturas :

    As candidaturas, que devem necessariamente incluir todos os
    documentos referidos, devem ser remetidas por email para: pedro.viterbo@meteo.pt

    Data de Publicação : 2009-11-02
    Data de Limite Recepção Candidaturas: 2009-12-04
    Contacto: Doutor Pedro Viterbo
    Email: pedro.viterbo@meteo.pt
     
  10. LAMP

    LAMP
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    31 Ago 2010
    Mensagens:
    53
    Local:
    Lisboa / Maceda
    Têm também a Força Aérea a admitir pessoal, todos os anos, na área de Meteorologia, tanto para pessoal licenciado, como para pessoal com o 11º ano apenas... Para mais informações mantenham-se a par, no site da F.A.P., acerca dos concursos e admissões na especialidade de OPMET e TOMET.
     
  11. HugoFrança

    HugoFrança
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    30 Nov 2010
    Mensagens:
    11
    Local:
    Livramento, Funchal ( 245 m )
    alguém tem informações sobre oportunidades recentes de trabalho nestas áreas na ilha da Madeira?
     
  12. rossby

    rossby
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Mar 2007
    Mensagens:
    158
    Local:
    Ponta Delgada - São Miguel
  13. Geostrofico

    Geostrofico
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Jan 2007
    Mensagens:
    63
    Local:
    Lisboa
  14. rossby

    rossby
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Mar 2007
    Mensagens:
    158
    Local:
    Ponta Delgada - São Miguel
    Sim e já fechou:(
     
  15. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    8,554
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Concurso para atribuição de 1 Bolsa de Investigação, Pós-Doc, no âmbito do projecto europeu TRIDEC , para trabalhar no desenvolvimento de arquitecturas inteligentes adequadas ao processamento de grandes volumes de dados associados a situações de crise, em particular aplicadas à detecção de tsunamis e à estimativa dos danos estruturais causados pelo tsunami.

    DESTINATÁRIOS

    Habilitações Académicas (mínimas): Doutoramento em Ciências Geofísicas, Meteorologia, ou em áreas afins.

    Remuneração anual: 20.930€ a 28.840€, de acordo com as habilitações e curriculum do candidato.

    Link: http://www.meteo.pt/pt/quemsomos/concursos_contratos/bolsas/bolsadetail.html?f=/pt/quemsomos/concursos_contratos/bolsas/textos/bo_bi_tridec_10.html
     

Partilhar esta Página