Quercus aponta má qualidade dos rios

Tópico em 'Media' iniciado por Brunomc 1 Out 2008 às 14:29.

  1. Brunomc

    Brunomc
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,944
    Local:
    Vendas Novas - Alto Alentejo (132m)
    Perto de um terço das 20 amostras recolhidas pela Quercus em 14 rios e ribeiras de Norte a Sul do País revelaram má qualidade da água, anunciou a associação esta quarta-feira, dia em que se celebra o Dia Nacional da Água.




    De acordo com o presidente da associação ambientalista, Hélder Spínola, os resultados obtidos “são muito maus” e comprovam o que tem sido dito pelas demais autoridades, como o próprio Instituto da Água nos últimos anos, ao reconhecer que a qualidade da água tem ainda níveis muito baixos em Portugal.
    Com o pior resultado, com a amostra a ser qualificada de água como “muito má”, surge o rio Tejo, a jusante da barragem de Niza. A montante da barragem a qualidade da água era “má”, tal como a do rio Ave (Vila do Conde), no Sado (Santa Margarida do Sado), na Ribeira Quarteira (Paderne) e no rio Mira (Odemira).

    Oito amostras foram classificadas como tendo uma qualidade “razoável”: rios Tâmega, Douro, Mondego, Alcabrichel, Tejo junto a Alhandra, Sado próximo de Alcácer do Sal e Ribeira Vidigão (Vila Verde de Ficalho).

    Entre as 20 amostras apenas quatro eram de qualidade “boa”, nomeadamente os rios Corgo (Vila Real), Vouga (S. Pedro do Sul), Tejo em Constância e Guadiana (Serpa). Só duas amostras conseguiram obter uma qualidade da água “excelente”, nos rios Tâmega (Amarnte) e Zêzere (Constância).

    Apesar de não se tratar de um estudo completo, por apenas ter sido recolhida uma amostra de cada local, para a Quercus os resultados não deixam de ser preocupantes e evidenciar o estado da qualidade da água em Portugal.
    :shocking:

    Fonte : Correio da Manhã

    http://www.correiomanha.pt/noticia....ontentid=0831F245-66F6-4D09-9F4C-58380E3B3A55
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página