150 mil cabras usadas no combate aos fogos

Mago

Nimbostratus
Registo
25 Out 2006
Mensagens
1,668
Local
Beira Interior
150 mil cabras usadas no combate aos fogos
Norte Animais vão limpar matas nas zonas fronteiriças dos distritos de Bragança e da Guarda
2011-08-12
GLÓRIA LOPES
Cerca de 150 mil cabras vão prevenir a ocorrência de fogos, limpando campos e matas nas zonas fronteiriças dos distritos de Bragança e Guarda e nas zonas de Zamora e Salamanca. O projecto transfronteiriço Self Preservation arranca brevemente em Espanha.
ng1606534.jpg

Os autarcas transmontanos têm boas expectativas sobre o projecto, que propõe a prevenção de incêndios - em zonas de risco e de difícil acesso - com cabras, "animais flexíveis, que se adaptam a todos os terrenos, e que comem tudo por onde passam", explica Fernando Pintor, da Associação Nacional de Criadores de Caprinos de Raça Serrana. A iniciativa vai funcionar em torno de uma empresa de participação pública e privada, com 51% do capital do agrupamento e 49% de privados, que optimizará a sua sustentabilidade económica na produção e comercialização de leite e derivados, gerando uma oferta laboral de 700 postos de trabalho. Os rebanhos poderão ficar a cargo do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Duero-Douro.

Fonte: Jornal de Noticias

Será que isto resulta mesmo????
 

duero

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2009
Mensagens
1,038
Local
valladolid
Por supuesto resulta. Las cabras comen practicamente de tudo, arrasan toda vegetación, incluso os arvores pequenos.

As cabras ainda comen a ropa das persoas.
 

Paulo H

Cumulonimbus
Registo
2 Jan 2008
Mensagens
3,159
Local
Castelo Branco 386m(489/366m)
Com cabras talvez funcione, embora tenha algumas dúvidas.. Duvido que cabras comam estevas, giestas ou rebentos de mimosa (acácias), mas pronto, alguma coisa comem porque já vi, mas não comem o que referi!

Já as ovelhas são mais exigentes, não comem metade da variedade de coisas que as cabras comem!

Quando se perguntarem se porque aqui há cabras e não ovelhas ou vice-versa, tenho um segredo/truque que vos pode ajudar: onde há xisto há cabras, onde não há existem ovelhas! Portanto não se pode estar a extrapolar uso de animais da mesma espécie por todo o país, é pura ignorância! Em terras de xisto dão-se certas espécies botânicas, onde em terras de granito não se dão! Em terras de calcario desconheço, não são características da minha região!
 

Seattle92

Nimbostratus
Registo
22 Set 2010
Mensagens
668
Local
Portugal
Isto já começou a ser falado há cerca de um ano. Agora pelos vistos a notícia voltou, não sei se efectivamente houveram desenvolvimentos.

Se for para a frente estou curioso para ver como se reflecte na população do lobo ibérico a sul do Douro. A faixa que vai do Douro até à Guarda (encostada à fronteira) é uma das zonas onde as alcateias praticamente desapareceram na última década (talvez ainda haja uma no Sabugal).

Isto significa um aumento brutal de oportunidades de alimento para o lobo, mas também pode significar o regresso do ódio contra o animal.