Alerta de “ameaça catastrófica” por causa do calor na Austrália

aoc36

Cumulus
Registo
30 Mar 2012
Mensagens
478
Local
albufeira- montechoro
“Este é um dia muito perigoso”, alertou a primeira-ministra australiana Julia Gillard, hoje, pedindo aos seus concidadãos para terem cuidado e seguirem à risca todas as indicações das autoridades, num dia em que as temperaturas chegaram aos 45ºC.

O país tem sido atingido por incêndios em vários locais e teme-se que as zonas com maior densidade populacional também sejam atingidas. As autoridades elevaram o alerta para “ameaça catastrófica”, que significa que os incêndios podem ser incontroláveis, imprevisíveis e de rápida expansão. Vários locais têm sido evacuados como precaução.

Por enquanto, não há registo de vítimas mas está fresco na memória o “Sábado Negro” de 2009 em que morreram 179 pessoas vítimas de fogos.

Neste momento, em todo o país, há indicação de centenas de incêndios, embora nenhum apresente ameaça imediata a populações civis.

by Sapo.pt
 

Agreste

Furacão
Registo
29 Out 2007
Mensagens
10,015
Local
Aljezur (48m) - Faro (11m)
O serviço australiano teve de acrescentar a escala. A região desértica da Austrália do Sul terá atingido mais de 54ºC hoje.

41812110151321810362708.jpg


Por outro lado parece que os IPads não funcionam com temperaturas ambiente de 45ºC...

screenshot20130108at149.png
 

ecobcg

Cumulonimbus
Registo
10 Abr 2008
Mensagens
4,877
Local
Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Sydney registou 45,8 graus, a temperatura mais alta da história
A cidade australiana de Sydney registou, esta sexta-feira, a temperatura mais alta da sua história, 45,8 graus centígrados, informou a imprensa local.

De acordo com o Serviço de Meteorologia australiano, os termómetros marcaram o máximo histórico às 14.54 horas (2.54 em Lisboa), ultrapassando, assim, o recorde anterior de 45,3 graus registado em janeiro de 1939.

Desde o início do ano, esta foi a segunda vez que as temperaturas ultrapassaram os 40 graus em Sydney, uma situação só registada quatro vezes no mês de janeiro nos últimos 107 anos.

A onda de calor está a afetar sobretudo os Estados australianos de Victoria e Nova Gales do Sul.

O verão na Austrália começa em dezembro e prolonga-se até março.

JN