Análise Modelos e Alertas Oficiais - Janeiro 2010

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Vince 31 Dez 2009 às 18:25.

  1. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Neve dificulta circulação nas estradas portuguesas

    A queda de neve levou ao corte do trânsito no Itinerário Principal 4 (IP4) na Serra do Marão, entre Vila Real e Amarante, e reteve vários autocarros em Montalegre. Os acessos à Serra da Estrela mantém-se cortados e há ainda a registar condicionamentos nas cidades da Guarda, Covilhã e Viseu.

    A neve obrigou ao corte do trânsito no IP4 na Serra do Marão, entre Vila Real e Amarante, e reteve vários autocarros em Montalegre.

    Apesar de a única via cortada ao trânsito ser o IP4, os condutores deverão ter as máximas precauções em todas as estradas do distrito, principais e secundárias.

    Mais a Sul, a neve obrigou igualmente à interrupção do trânsito em algumas estradas do distrito de Viseu e em todas as vias de acesso ao maciço central da Serra da Estrela.

    O trânsito está também condicionado em algumas zonas altas da Covilhã, por isso a autarquia está a espalhar sal nas ruas para derreter a neve, que cai sem parar desde as 07:30 deste domingo.

    Três estradas no distrito de Viseu, situadas nos concelhos de Castro Daire, Cinfães, Resende e Lamego, encontram-se também cortadas.

    São elas, a EN 321, que liga Castro Daire a Cinfães, e as estradas municipais 1057, que estabelece a ligação entre S. Martinho de Mouros (Resende) e Lamego, e a 550, entre Resende e Felgueiras (concelho de Resende).

    TSF
     
  2. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,337
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
  3. thunderboy

    thunderboy
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    27 Nov 2008
    Mensagens:
    2,030
    Local:
    Alcanena/Aveiro
    Mau tempo
    Alerta para chuva "muito intensa" no Norte e Centro

    por LusaHoje

    Alerta para chuva "muito intensa" no Norte e Centro

    A Protecção Civil vai accionar hoje à noite o alerta azul em 13 distritos do Norte e Centro do país devido à previsão de chuva "muita intensa" para a madrugada de terça-feira, reforçando o dispositivo.

    Segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), o alerta azul, o mais baixo de uma escala de quatro, vai ser accionado às 22:00 nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Santarém e Lisboa, prolongando-se até as 15:00 de terça-feira.

    A ANPC explica que no alerta azul verifica-se "a existência de condições para a ocorrência de fenómenos com dimensão e magnitude normais", mas o dispositivo de protecção civil e socorro será reforçado e "as acções preparatórias para as tarefas de redução dos efeitos negativos dos eventos previstos" serão intensificadas.

    A Protecção Civil indica, também, que as pessoas devem manter-se informadas sobre a situação.

    O Instituto de Meteorologia prevê a ocorrência de períodos de chuva muita intensa durante a madrugada de terça-feira, em especial nas regiões do Norte e Centro.

    Segundo o IM, o vento vai soprar de sudoeste forte a muito forte até 75 quilómetros/hora e com rajadas até 120 quilómetros/hora, em especial nas terras altas, e a agitação marítima vai fazer-se sentir em toda a costa, nomeadamente na costa ocidental, onde a altura das ondas de sudoeste poderão atingir os cinco metros.

    Face às previsões meteorológicas, a ANPC recomenda à desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais, à limpeza dos bueiros, algerozes e caleiras, cuidados "redobrados" com actividades relacionados com o mar e com a condução de veículos, nomeadamente nas vias propensas à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água.

    A Protecção Civil levantou ao meio-dia de hoje o alerta azul que estava decretado para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra e Castelo Branco devido à queda de neve.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. NunoBrito

    NunoBrito
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    341
    Local:
    Parede - Cascais
    Precipitação forte, vento forte e agitação marítima


    De 11 de Janeiro às 20h00m até 12 de Janeiro às 15h00m

    ( Distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Santarém e Lisboa )


    Face à previsão de ocorrência de chuva por vezes forte, com especial relevância nas Regiões Norte e Centro, ao elevado teor de água presente no solo (acima dos 100%) e aos níveis elevados de armazenamento de água nas principais albufeiras portuguesas, julga-se por conveniente proceder á monitorização atenta e constante dos níveis hidrométricos nas Bacias Hidrográficas localizadas, em especial nas Regiões Norte e Centro.

    De entre estas, destacam-se as Bacias do Minho, Lima Cávado, Vouga, Mondego e Ribeiras do Oeste, sendo que para as grandes Bacias Hidrográficas do Douro e Tejo é previsível que se venham a registar níveis hidrométricos semelhantes aos verificados no final do mês de Dezembro de 2009.

    Poderão ainda verificar-se:

    • Cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;

    • Inundações nas zonas historicamente mais vulneráveis;

    • Aumento do número de acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou ao arrastamento de materiais sólidos para a via;

    • Danos em estruturas montadas ou suspensas;

    • Eventuais dificuldades com embarcações e possibilidade de acidentes junto à costa devido à agitação marítima.


    A ANPC recomenda à população a tomada das necessárias medidas de precaução e especial atenção:

    • Às informações da Meteorologia e às indicações da Protecção Civil transmitidas pelos órgãos de comunicação social;

    • À desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes que possam ser arrastados;

    • À limpeza dos bueiros, algerozes, caleiras e respectivos sistemas de escoamento;

    • Aos cuidados redobrados com actividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos, passeios à beira-mar e estacionamento de veículos na orla marítima;

    • À condução de veículos, nomeadamente nas vias propensas à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou arrastamento de materiais sólidos para a via.

    A Autoridade Nacional de Protecção Civil, através do Comando Nacional de Operações de Socorro, continuará a acompanhar permanentemente a situação em estreita colaboração com o Instituto de Meteorologia, difundindo os comunicados que se julguem necessários.

    Fonte: www.proteccaocivil.pt
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Depois da neve e frio, ventos fortes e chuva intensa por todo o país

    Todo o território nacional está sob alerta laranja e amarelo por causa dos ventos fortes e chuva. À tarde, as condições meteorológicas melhoram

    A região Norte está em alerta laranja por causa dos fortes ventos e, no litoral, da chuva.

    O resto do país está em alerta amarelo, por causa da chuva e vento - caso de Lisboa -, apenas por causa do vento - e forte ondulação marítima no Algarve -, ou apenas chuva - no interior alentejano.

    Apesar das previsões serem mais favoráveis para Lisboa e distritos limítrofes, às 8 da manhã era nesta região que se registava os ventos mais fortes.

    Na capital as rajadas eram de 43,2 km/h, valores dos mais intensos verificados no país.

    Para a tarde, prevê-se uma melhoria das condições climatéricas em Portugal, que passam a vento moderado e a aguaceiros, à excepção do Algarve para onde se prevêem ventos fortes e chuva.

    SOL
     
  6. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Motociclistas e veículos com capota de lona devem evitar Ponte 25 de Abril

     
  7. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Alerta para chuva e vento fortes no Norte e Centro

     
  8. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    [​IMG]
    CopyRight@Wetter3.de

    PREVISÕES DO INSTITUTO DE METEOROLOGIA
    Previsão para 2ª Feira, 25 de Janeiro de 2010
    Céu pouco nublado ou limpo, aumentando gradualmente de nebulosidade a partir da tarde na região Norte. Possibilidade de ocorrência de aguaceiros para o final do dia nas regiões do interior Norte, que serão de neve acima dos 600 metros.
    Vento em geral fraco (10 a 20 km/h) de nordeste, soprando moderado
    (20 a 35 km/h) na região Sul. Nas terras altas, o vento soprará moderado (25 a 35 km/h) de nordeste, tornando-se forte (40 a 50 km/h) com rajadas da ordem dos 70 km/h a partir da tarde na região Sul.
    Descida de temperatura, em especial da mínima. Formação de geada, em especial nas regiões do interior.
    ESTADO DO MAR
    Costa Ocidental: Ondas de noroeste com 1,5 a 2,5 m. Temperatura da água do mar: 15/16ºC
    Costa Sul: Ondas de sudoeste com 1 m. Temperatura da água do mar: 17ºC
    Previsão para 3ª Feira, 26 de Janeiro de 2010
    Regiões Norte e Centro:
    Céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se com períodos de muito
    nublado até ao início da manhã na região Norte. Vento em geral fraco (10 a 20 km/h) de nordeste, tornando-se moderado (20 a 35 km/h) a partir da manhã.
    Nas terras altas, o vento soprará forte (35 a 55 km/h) de nordeste.
    Acentuado arrefecimento nocturno com formação de geada.
    Região Sul:
    Céu pouco nublado ou limpo, aumentando gradualmente de nebulosidade
    a partir do meio da manhã com ocorrência de aguaceiros fracos durante a tarde. Vento fraco a moderado (10 a 30 km/h) de nordeste, soprando
    temporariamente forte (35 a 45 km/h) no litoral. Nas terras altas, o vento soprará forte (35 a 55 km/h) de nordeste.
    Acentuado arrefecimento nocturno com formação de geada nas regiões
    do interior.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Temperaturas baixam, vento aumenta

     

Partilhar esta Página