Asteróide 2012 DA14 irá passar "tangente" à Terra no dia 15/02/2013

ecobcg

Cumulonimbus
Registo
10 Abr 2008
Mensagens
4,877
Local
Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
Mais um asteróide, a passar bem perto de nós.:D Vai passar abaixo dos satélites geostacionários. É mesmo "à tangente"!:calor::D

Asteroide vai passar 'tangente' à Terra

Um asteroide com 50 a 80 metros de diâmetro e 130 mil toneladas de peso vai, numa perspetiva astronómica, passar muito perto da Terra no dia 15 de fevereiro, a uma velocidade de 28.000 km/h.


Parece um número fatal, mas a verdade é que um asteroide vai passar a uma velocidade de 28.000 km/h precisamente a uma distância mínima de 28.000 km da Terra no dia 15 de fevereiro.

Detlef Koschny, responsável pela monitorização destes objetos errantes na Agência Espacial Europeia (ESA), organização a que Portugal pertence, garante que "as simulações feitas em computador mostram que uma colisão com a Terra não vai acontecer pelo menos durante este século". No entanto, do ponto de vista astronómico, os 28.000 quilómetros de margem entre o nosso planeta e o asteroide podem ser considerados uma tangente.

O asteroide chama-se 2012 DA14, foi descoberto no ano passado por astrónomos amadores espanhóis apoiados pela ESA, tem um diâmetro de 50 a 80 metros e pesa cerca de 130 mil toneladas.

Os satélites geoestacionários, isto é, com uma órbita que acompanha o movimento de rotação da Terra, estão a uma distância maior: 36.000 quilómetros de altitude.

300 satélites de comunicações fora de perigo

São satélites de comunicações e há mais de 300 operacionais no espaço, mas Detlef Koschny garante que "não há perigo de colisão para estes satélites, porque o asteroide vai deslocar-se mais abaixo e não vai intersetar a cintura geoestacionária".

O 2012 DA14 estará mais perto da Terra às 19h40 (hora de Lisboa) do dia 15 de fevereiro e poderá ser visível nos céus da Europa por qualquer pessoa que tenha um bom par de binóculos e saiba para onde os apontar. A ESA explica em detalhe como fazê-lo .

Os cientistas calculam que, se este asteroide fosse composto essencialmente de ferro e caísse na Terra, provocaria uma cratera com cerca de 1,5 km de largura, muito parecida com a célebre cratera do Arizona, nos EUA.

Europa e EUA estudam naves que intercetem asteroide binário

Em meados de janeiro, a ESA lançou um apelo à comunidade científica internacional para fazer propostas de investigação que ajudem a desenvolver um projeto conjunto da Europa e dos EUA para intercetar um asteroide binário que ameace a Terra.

O projeto chama-se AIDA (Asteroid Imapct and Deflection Mission) e envolve a operação simultânea de duas pequenas naves espaciais, onde uma delas seria lançada em rota de colisão com o mais pequeno dos dois asteroides.

O impacto alteraria a velocidade e o modo como os dois asteroides rodavam um sobre o outro, mudando a sua rota de colisão com a Terra.
http://expresso.sapo.pt/asteroide-vai-passar-tangente-a-terra=f785777

2012da14a_s.jpg


http://neo.jpl.nasa.gov/news/news177.html
 

Teles

Cumulonimbus
Registo
7 Dez 2007
Mensagens
2,210
Local
Rio Maior
tens a certeza do que estas a dizer? não se ve a vista desarmada?

Apesar de viajar tão próximo da Terra, 2012 DA14 não será visível a olho nu, brilhando no máximo a uma magnitude aparente de 7,5. Durante o encontro, o asteróide percorrerá uma trajectória de sul para norte, passando pelo seu ponto de maior aproximação à superfície terrestre pelas 19:25 (hora de Lisboa). A passagem ocorrerá pelo lado nocturno do nosso planeta, a uma velocidade relativa de 7,82 km.s-1, o suficiente para tornar este objecto num alvo particularmente veloz. A sua viagem pela esfera celeste será tão rápida que cobrirá cerca de 120º em apenas 4 horas, movendo-se no ponto de maior aproximação à Terra a cerca de 0,8º por minuto!
Os melhores locais para assistir à sua passagem serão a Austrália, a Ásia e a Europa Oriental. Infelizmente, este evento não será visível a partir do Brasil. Em Portugal, o asteróide surgirá acima do horizonte a nordeste, pouco depois das 20:00 (hora de Lisboa), brilhando a uma magnitude máxima de 8,0. No entanto, o seu brilho diminuirá rapidamente, tornando-o inacessível à maioria dos telescópios amadores antes de se posicionar de forma favorável no céu nocturno.
 

Miguel96

Cumulonimbus
Registo
13 Fev 2011
Mensagens
3,129
Local
Espinho, distrito de Aveiro
Para que quadrante tenho de apontar os binóculos para ver o asteróide e se neste momento já dá para ver?
 

ecobcg

Cumulonimbus
Registo
10 Abr 2008
Mensagens
4,877
Local
Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
Não sei se terá ou não a ver com o 2012 DA14, mas ocorreu mais um avistamento de dimensões relevantes na zona de São Francisco, esta madrugada:

485393_10151456688739169_1422883915_n.jpg

Foto colocada no facebook do Reed Timmer


 
Editado por um moderador:

camrov8

Cumulonimbus
Registo
14 Set 2008
Mensagens
3,288
Local
Oliveira de Azeméis(278m)
épa não tem nada a ver toda a gente o diz os cientistas dizem que mais querem, o asteroide passou longe de são francisco, o maximo foi na zona leste da europa quando passou por nos ja ia a afastar-se