Asteróides, cometas e meteoritos - 2009

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
A suposta queda de um meteorito ontem na Letónia

latviaimpact.jpg


[ame="http://www.youtube.com/watch?v=Z5C-Lh3UfQ8"]YouTube - Meteorīts, Mazsalaca[/ame]

Meteorito abre cratera de 20 metros na Letónia
Na noite de domingo, um meteorito caiu no norte da Letónia, abrindo uma cratera com 20 metros de diâmetro e dez de profundidade. Segundo a agência oficial Russa, RIA-Nóvosti, não há vítimas a registar.

O meteorito, que deverá ter cerca de um metro de diâmetro e uma massa de várias toneladas, aterrou numa quinta nos arredores da localidade de Mazsalaca, próxima da fronteira com a Estónia. As autoridades locais, que inicialmente não conseguiram precisar se se tratava de um meteorito ou de um fragmento de um satélite artificial, isolaram o perímetro.

À agência russa, Vladímir Svetsov, do Instituto de Dinâmica de Geosfera da Academia de Ciência da Rússia, assegurou que "o mais provável é que se trate de um meteorito de ferro com um diâmetro de cerca de um metro", e explicou que este tipo de corpo, por norma, não alcança a superfície terrestre, destruindo-se ainda na atmosfera.

O cientista acrescentou ainda que cerca de 10% dos meteoritos são de ferro e que choques com a Terra, semelhantes a este que agora aconteceu na Letónia, se registam com a frequência de uma vez por ano.
http://dn.sapo.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=1401806


Tudo indica que se tratou de um embuste/brincadeira de um grupo de estudantes de cinema (os autores do vídeo)

Latvian meteorite impact: fake

I have been getting email from people talking about a possible meteorite impact in northern Latvia yesterday. I had a blog post all ready to go saying this whole thing sounded extremely fishy to me, and before I could post it I found out this story has been confirmed as a fake. Here’s the scoop:

Some reports indicated that there were eyewitnesses to a fireball around 17:30 local time yesterday (for example, here and here).

That’s fine, but what had me very suspicious was the report of a crater about 20 meters or so across. In general, small impact don’t leave craters; or atmosphere slows meteoroids down, so anything in the meter or smaller size wouldn’t be moving quickly enough to dig a big crater. Pictures were posted to a blog; while there was nothing initially I could point to that screams "FAKE!" to me, my spidey sense was all a-tingle. Here’s one picture:

t shows the center of the crater, and again, it just didn’t look real to me. The crater is too deep for its width (most impact craters are shallower). Also, the rim is too piled up, and there’s no ejected rock or dirt sprayed out as you’d expect from an impact. Then, better pictures were posted and I could see immediately I was right; the crater simply doesn’t look real. It looks more like what someone thinks a crater should look like than what one actually does look like.

And that turns out to be the case: geologists from Tartu University confirmed the crater is not from an impact, and they even found shovel marks around the edge.

Oops!

I am always skeptical of reports like these (too bad CNN wasn’t, though, incredibly, the Daily Mail seems to have gotten this right; wonders never cease), but what really triggered my skeptalarm was this YouTube video of the supposed crater from the impact:



I didn’t believe this video at all. Look at the crater: the rim just looks like it was dug; the grass just outside it isn’t disturbed at all. Wouldn’t a flaming meteor at least singe the ground? And if I didn’t buy the crater, I really super duper didn’t buy the flaming rock sitting in the center. Meteorites tend not to be hot on impact! They decelerate violently as they come in, compressing the air in front of them. That’s why they get hot. But that happens in a few seconds, and stops while the rock is still a hundred kilometers up. It falls at terminal velocity the rest of the way for several minutes before impacting the ground.

So the meteoroid (the name for the solid part of the meteor) is falling through ice-cold air for a while before it hits. That’s why smallish meteorites are not hot. In fact, many are found to be cold right after impact!

So I was almost completely positive the video was a fake right after seeing it, and I’m glad to see my instincts were correct.

There was more reason to be suspicious, too. A rock a half meter for more across would make a fireball so intense that there would be thousands of witnesses especially given that it was late afternoon when it happened. The media reports don’t indicate it was seen by many people. No pictures of the actual fireball came out, either.

And now all of this makes sense because it’s a confirmed fake. So the only questions remaining are: why was this done? To promote tourism, as a joke, to sell tickets? And, of course, was Richard Heene involved?

Tip o’ the Whipple Shield to Mihkel Kama and Anna from StarSpace who was the first to tip me off to the story in the first place, as well as let me know it was fake.

http://blogs.discovermagazine.com/badastronomy/
 

Meteo Trás-os-Montes

Cumulonimbus
Registo
28 Jan 2007
Mensagens
4,393
Local
Carcavelos /Chaves / Vilardevós - Galiza
Explosão de asteróide na Indonésia traz dúvidas sobre a segurança do planeta

O asteróide que explodiu sobre a Indonésia com a energia de três bombas de Hiroshima no dia 08 de Outubro volta a causar medo sobre a defesa do nosso planeta contra impactos espaciais. A preocupação é maior porque cientistas não localizaram o asteróide com telescópios, e se o objeto fosse maior, poderia ter causado um desastre na região. O asteróide entrou na atmosfera no sul da Indonésia e a explosão foi ouvida por centros de monitoramento a 16 mil quilómetros do local.


Estima-se que o asteróide tinha 10 metros de comprimento e entrou na atmosfera a uma velocidade média de 72 mil quilómetros por hora. A explosão causada foi equivalente à de 50 mil toneladas de dinamite. A explosão ocorreu a aproximadamente 15 a 20 quilómetros acima do nível do mar, por isso não causou danos ao solo. Entretanto, pesquisadores afirmam que, se o objeto fosse dez metros maior, poderia facilmente ter causado enormes danos e várias mortes.

De acordo com Tim Spahr, director de um centro de exploração espacial em Cambridge (EUA), é inevitável que asteróides pequenos passem despercebidos. Até hoje, pouquíssimos objetos espaciais menores que 100 metros foram vistos e catalogados por astrónomos. “Uma pesquisa que encontre todos os objectos de 20 metros custaria muitos bilhões de dólares”, disse Spahr.

A bola de fogo causada pela explosão pode ser vista no vídeo amador feito na região (em cima).
Acredita-se que um asteróide ou fragmento de cometa de 60 metros teria causado uma enorme explosão sobre a Rússia em 1908, em Tunguska, a explosão é estimada em quase 15 milhões de toneladas de TNT. [Telegraph]
 
Editado por um moderador:

Brunomc

Nimbostratus
Registo
7 Abr 2008
Mensagens
1,977
Local
Vendas Novas - Alto Alentejo (132m)
Estima-se que o asteróide tinha 10 metros de comprimento e entrou na atmosfera a uma velocidade média de 72 mil quilómetros por hora. A explosão causada foi equivalente à de 50 mil toneladas de dinamite. A explosão ocorreu a aproximadamente 15 a 20 quilómetros acima do nível do mar, por isso não causou danos ao solo. Entretanto, pesquisadores afirmam que, se o objeto fosse dez metros maior, poderia facilmente ter causado enormes danos e várias mortes.

De acordo com Tim Spahr, director de um centro de exploração espacial em Cambridge (EUA), é inevitável que asteróides pequenos passem despercebidos. Até hoje, pouquíssimos objetos espaciais menores que 100 metros foram vistos e catalogados por astrónomos. “Uma pesquisa que encontre todos os objectos de 20 metros custaria muitos bilhões de dólares”, disse Spahr.

A bola de fogo causada pela explosão pode ser vista no vídeo amador feito na região (em cima).
Acredita-se que um asteróide ou fragmento de cometa de 60 metros teria causado uma enorme explosão sobre a Rússia em 1908, em Tunguska, a explosão é estimada em quase 15 milhões de toneladas de TNT. [Telegraph]

:surprise:
 

Brunomc

Nimbostratus
Registo
7 Abr 2008
Mensagens
1,977
Local
Vendas Novas - Alto Alentejo (132m)
Meteorito iluminou a noite no Utah


Câmaras de vigilância filmaram o momento da queda do meteorito no Estado norte-americano de Utah, na madrugada de quarta-feira. Não há registo de vítimas. Veja o vídeo.

Passava pouco das 00:00h de quarta-feira quando as câmaras de vigilância do Observatório de Milford da Universidade do Utah gravaram a queda de um meteorito.




FONTE :
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1424889


video impressionante :surprise:
 
Editado por um moderador:

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,326
Local
Inverness, Escocia
Tem sido uma quantidade de bólides estes últimos dois meses!

Este último, parece-me coincidência que não seja um resto das Leónidas
Lembro-me uma vez de tb ter havido um pequeno impacto no Médio Oriente há uns anos, em plena noite de Leónidas.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
À semelhança de outros eventos, durante alguns instantes à primeira luz do nascer do dia após a explosão e antes que o sol ficasse demasiado forte, foi possível ver nos níveis mais altos da atmosfera nuvens parecidas com as noctilucent que resultaram da explosão.

On Nov. 18, 2009, a similar-sized asteroid hit the atmosphere and exploded over Colorado and Utah in a flash of light that startled onlookers across at least eight states. Hours later, daybreak revealed the "mystery cloud" pictured right. It looks just like the debris from 2008 TC3.

Both clouds resemble icy noctilucent clouds that form naturally around Earth's poles during summer or in the aftermath of rocket launches. Researchers have long suspected that space dust can prompt the formation of noctilucent clouds by acting as nucleation points for high-altitude ice crystals. Dusty debris from exploded asteroids may serve this purpose quite nicely.

The explosion of 2008 TC3 in Oct. 2008 produced meteorites that were later recovered. The asteroid-blast of Nov. 2009 probably produced meteorites, too, although researchers aren't yet sure where they fell. Stay tuned for updates.

http://spaceweather.com/


18351394.jpg

(c) John Omohundro

67947914.jpg

(c) Don Brown

43276045.jpg

(c) Jeff Kendrick