Bolívia debaixo de água

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Pois sempre que á La Nina eles sofrem imensas chuva devido ás montanhas isto é a cordilheira dos Andes que obrigam o ar quente que vem do mar (devio á água quente La Nina) a subir e formam-se mais nuvens.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Pois sempre que á La Nina eles sofrem imensas chuva devido ás montanhas isto é a cordilheira dos Andes que obrigam o ar quente que vem do mar (devio á água quente La Nina) a subir e formam-se mais nuvens.

Só para rectificar uma coisa Mário pois parece que fizeste aí uma confusão.
O que se passou/passa na Bolívia e também noutros países como o Brasil é efectivamente calor, humidade e elevados niveis de CAPE/Instabilidade.

Mas o que descreveste são os efeitos do El Ninõ, mais calor e humidade em parte da América do Sul devido à água mais quente no Pacífico, mas actualmente estamos com o fenónomo inverso, a La Ninã, água fria, anomalia negativa na regiões Nino do Pacífico.


Anomalias dia 15/Fevereiro

sst-1.gif


Então se estamos na La Ninã porque é que temos naqueles países tanto calor e humidade e não frio e ou tempo seco? Porque para já é Verão lá, depois porque o fenónomo não define em exclusivo o estado do tempo, há todos os outros factores também. Em termos sazonais é que se pode dizer que um ou outro tem determinado padrão e provocam ou ajudam a determinadas condições.

Outro factor que pode ter a sua importância é que apesar da estarmos com La Ninã, esta diminuiu ou acabou mesmo na região costeira (região 1+2) havendo agora até uma pequena anomalia positiva. E a sul da região Nino 1+2 até estão bastante quentes.

Regiões:

regioes.gif



Anomalia por região:

sst-2.gif