Brincar aos médicos na Internet pode magoar

*Dave*

Nimbostratus
Registo
29 Jun 2008
Mensagens
1,912
Local
ASM (Idanha-a-Nova) - Covilhã
Fica o aviso...

Brincar aos médicos na Internet pode magoar

Os cibercondríacos (hipocondríacos da net), que brincam aos médicos na Internet procurando sintomas, prognósticos ou o tratamento de uma doença que pensam ter, correm o risco de ter problemas de saúde.
Lusa

«Os motores de busca podem aumentar a angústia relativa à doença», escrevem Ryen White e Eric Horvitz no estudo conduzido pela Microsoft e divulgado ontem..

A Internet, com as suas inumeráveis fontes de informações «tem o potencial de aumentar a ansiedade das pessoas que têm poucos ou nenhuns conhecimentos médicos, particularmente quando é utilizado para procurar um diagnóstico», sublinham os autores.

Para estes cibercondríacos, sintomas banais e inofensivos podem ser interpretados como sinais de uma doença grave.

Por exemplo, um internauta que sofra de dores de cabeça pode concluir que tem um tumor no cérebro ou, se tem dores no peito, que vai ter um enfarte.

«Estes factos (…) podem provocar uma ansiedade, um investimento em tempo e despesas de saúde inúteis», alertam White e Horvitz.

Este estudo foi conduzido para levar os teóricos dos motores de busca a «melhorarem a procura e a navegação para as pessoas que se viram para a rede para interpretar os seus sintomas» e determinar «os desafios colocados pela ´Cibercondria´. A investigação da Microsoft estudou as consultas de 515 internautas no sítio health.msn.com.

Segundo o estudo, oito em cada dez norte-americanos já procuraram informações médicas na Internet.

Fonte: http://www.destak.pt/artigos.php?art=16695
 

trepkos

Nimbostratus
Registo
10 Out 2008
Mensagens
1,564
Local
Eborae
Soube de casos sobre isso, pessoas que nada tinham mas de tanto verem na net, julgavam ter a doença em fase terminal, este tema tem de ser muito bem controlado pela familia.