Caçada por Coruche - 17 Abril 2010

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Estávamos a 17 de Abril de 2010, um sábado, que se apresentava cada vez mais nublado e quente ao longo do dia, prometiam-se trovoadas para todo o país.

gfspicape021.png


Assim sendo, e posto isto, houve cinco meteoloucos que se decidiram reunir para ir caçar trovoadas por aí.

mapacaada.png


1. FCUL
2. Moscavide
3. 1ª paragem (entre Biscainho e Coruche)
4. 2ª paragem (entre Coruche e Couço)
5. Fim da estrada (numa tentativa de chegar ao radar de Coruche)
6. Pingo Doce, Coruche
7. Afonsoeiro, Montijo


Depois de todos reunidos, lá partimos nos para a zona de Coruche, zona que achámos que seria a ideal para apanhar as ditas trovoadas. Em plena ponte Vasco da Gama, era de denotar já um grande desenvolvimento a vertical a Nordeste e Este, grandes cúmulos comentávamos nós, já todos sentíamos aquele gostinho na boca e borboletas no estômago provocada pela a ansiedade de chegar lá.
Assim sendo, e quanto mais pra Nordeste/Este ia-mos mais negro ia ficando, e nos mais ansiosos e contentes para que algo acontecesse. E assim foi, quando nos encontrava-mos a norte de um célula, começámos a avistar um belo arcus que nos deixou ainda mais esperançosos de que ia-mos esbarrar com algo grande, visto que a célula era de grandes proporções e bastante negra.

p4177903.jpg


p4177917.jpg


p4177910.jpg



O André, que ia aos comandos, era incentivado a parar para que pudéssemos fotografar e ouvir aquilo que se passava a sul de nós, e o mammatus que um de nós tinha reparado estarem mesmo por cima de nós, mas para mal dos nossos pecados encontrávamo-nos em plena estrada nacional, com rectas infinitas, e que tinha apenas valetas a seguir à guia (linha contínua), logo era totalmente impossível parar, mas após muitos km’s lá encontramos um “buraco” estávamos para aí entre Santo Estevão e os Foros de Almada.
Saímos todos do carro, ansiosos para ver e fotografar aquilo que realmente se passava, pouco tempo fora do carro e ouvimos logo um trovão, e a seguir outro e outro.

dsc06818p.jpg


dsc06822d.jpg

(Fotos do André)

A festa estava instalada, e o local não era o ideal para fotografar, toca de fugir dali e arranjar outro. Assim foi, após mais alguns km’s e comentários acerca da visão que tínhamos para a célula, lá chegamos a um sitio magnífico, um campo aberto para puder fotografar e ouvir essa bela sinfonia que estava a ser imitada pela célula.

Estávamos entre o Couço e a Azervadinha, o cenário era este, e o entusiasmo e a alegria era muita.

p4177928.jpg



Os relâmpagos sucediam-se uns aos outros, a velocidade a que avançava a célula na nossa direcção era enorme, o vento era cada vez mais fresco e forte, os relâmpagos cada vez caíam mais perto, estava na altura de regressar ao carro após muita recolha de material. Já na gaiola de ferro a chuva começou a cair com bastante intensidade lá fora, no entanto a trovoada tinha cessado, um pouco depois de termos entrado para o carro.


Após o cessar da festa, e visto que após isso o céu se tornou homogéneo como costuma acontecer após qualquer trovoada, e visto não termos mais festa por perto decidimos ir para o suposto destino que tínhamos inicialmente, que era Coruche, e a partir de lá iríamos tentar ir ao radar do IM, então assim foi, segui-mos a suposta estrada até lá, até que nos deparámos com um problema, após um recta enorme, o alcatrão acabou subitamente, seguia-se uma estrada de terra batida.

ficmos.png


E assim sendo fomos forçados a ficar por ali e a voltar para trás, mas antes disso aproveitamos para tirar umas fotos, visto que estávamos numa área alta, algo que nos tínhamos procurado para caçar a célula, mas que não conseguimos achar.

p4177938.jpg


Lá voltamos para trás, para Coruche, um pouco desiludidos com o facto de não termos conseguido dar com o radar porque a estrada não o permitiu. Após algumas voltinhas pela vila e na tentativa de arranjar uma alternativa para uma vez mais chegarmos ao radar lá desistimos, pois não havia escolha possível, era tudo terra batida.

Pela hora do lanche (17h) parámos no Pingo-doce lá da vila para lanchar e ver as imagens de satélite para ver pra onde poderíamos seguir, a ver se ainda apanhávamos mais festa, mas não havia nada de especial, aliás, nos encontrávamo-nos num buraco entre três células, elas andavam ali há volta. Mas azar ou sorte, lá houve uma das células que andava por ali à volta que se aproximou mais de nós e ainda produziu umas pingas, tinha era um desenvolvimento bastante rápido, em pouco tempo o céu ficou negro, mas a actividade eléctrica era zero.

p4177939.jpg


Seguimos pra Lisboa, estava na hora de regressar a casa, e assim foi, mas um pouco antes de chegarmos à ponte Vasco da Gama e visto que o desenvolvimento a sul era bastante interessante, decidimos seguir para o Montijo, a ver se ainda apanhávamos alguma coisa, mas nada não passou de umas nuvens mais negras e umas pingas e algum vento.

Decidimos regressar mesmo a casa desta vez, com a esperança que em Lisboa houvesse uma “recepção de boas vindas” visto estar um pouco negro para tal zona também, mas não, era apenas fogo de vista.

Concluída a caçada e cada em sua casa, foi altura de reflectir, foi sem dúvida um dia cansativo, emotivo e cheio de adrenalina, apesar de termos apanhado pouca coisa e não termos conseguido chegar ao radar, ainda apanhamos algo, para além de que tivemos todos juntos, o convívio foi muito bom, e é pra repetir.

Em resumo, uma caçada interessante e poética.
 
Editado por um moderador:

actioman

Cumulonimbus
Registo
15 Fev 2008
Mensagens
2,052
Local
Elvas (~300m)
Grande aventura!!! :w00t: E grande grupo de Meteoptianos! :D

E o resultado está à vista! Digna dos anais aqui da casa! Parabéns pelo desfrute e obrigado pela partilha! Boas imagens e excelente descrição, detalhada e bem documentada!. :thumbsup: :palmas:

Não vi foi as fotos dos Mammatus? não as conseguiram?

Um abraço!
 

Daniel Vilão

Super Célula
Registo
22 Mar 2007
Mensagens
6,978
Local
Ribafria-Alenquer / Moscavide / Degracia
apesar de termos apanhado pouca coisa e não termos conseguido chegar ao radar, ainda apanhamos algo, para além de que tivemos todos juntos, o convívio foi muito bom, e é pra repetir.

E ainda avistámos por acidente, a EMA de Coruche. Mais uma vez, a estrada não permitiu a imobilização do veículo.
Fica para uma próxima e havemos de conseguir infiltrar-nos no terreno.

Foi com um enorme gosto que participei nesta saída, porque para todos nós é uma saída, acima de tudo, com muito convívio.

Venham mais. ;)
 

rozzo

Staff
Registo
11 Dez 2006
Mensagens
2,470
Local
Alcochete/Lisboa
Oi, não vou colocar muitas fotos, até para não estar a colocar muita coisa repetida, pois naturalmente tirámos todos ao mesmo! :p
Ficam só algumas!

Mammatus ao início


Shelf cloud? Wall cloud? Perto do Couço
Tempestade a chegar (que passou poucos km's ao lado)


De outro ângulo a mesma


Já mais tarde, uma que estaria para os lados de Setúbal


E umas "pseudo-artísticas" só para ser diferente do resto do conjunto :p

 

tomalino

Cumulus
Registo
12 Out 2006
Mensagens
198
Local
Santo António dos Cavaleiros e Torre de Moncorvo
Foi sem dúvida uma grande caça, só a visão do arcus valeu a pena!:thumbsup:
Apesar de ter tido um contratempo com a minha máquina, tirei algumas fotos com o telemóvel e com um máquina digital.
Deixo aqui algumas do telemóvel, sendo a primeira em Coruche e as outras no Montijo:





Esta é pena o prédio e os postes, mas é só para se ter uma dimensão da célula:



Tirei ainda algumas fotografias ao arcus com a máquina analógica, quando revelar o rolo ponho aqui;)
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,089
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Apesar de ter tido um contratempo com a minha máquina, tirei algumas fotos com o telemóvel e com um máquina digital.

Mesmo a grande velocidade, e a desviar-me dos buracos, ainda conseguiste tirar esta fotografia engraçada:

Semttulo5.jpg


-----------------------

Bem, que mais hei-de acrescentar?
A tarde começou meteorologicamente com muita acção, mas depois tudo se desvaneceu em fumo.

Ao inicio prometia...

DSC06834.jpg


Semttulo4-4.jpg


dsc06866x.jpg


Depois tive de me virar para algo mais artístico e poético, como diria o rozzo. :p

Semttulo1-4.jpg



Ainda quisemos visitar o radar de Coruche, mas percebemos que o alcatrão não ia até lá.
Por vezes é preciso ter em atenção a enormes rectas, que podem acabar assim:

Semttulo2-7.jpg
DSC06888.jpg


Parámos a tempo, de espatifar o carro... :hehe:

E em redor, um céu quase homogéneo.

DSC06890.jpg



No regresso a Lisboa, ainda vimos algumas formações engraçadas.

DSC06904.jpg



E por fim, no Afonsoeiro (Montijo), a despedida, com uma boa célula na Arrábida.

Semttulo3-1.jpg



Foi, de facto, uma tarde bem passada!
Venham mais e mais! :w00t:
 

actioman

Cumulonimbus
Registo
15 Fev 2008
Mensagens
2,052
Local
Elvas (~300m)
Que grande registo!

Os Mammatus do rozzo e o tom claramente esverdeado na primeira foto ao Arcus do tomalino estão uma maravilha! :w00t::thumbsup:

Renovo pois os meus parabéns a todos sem excepção! ;)