Condições climatéricas!! DAAHHH

Metman

Cirrus
Registo
27 Ago 2005
Mensagens
26
Local
Portugal
Quando era miudo não gostava nada dessas cartas pois não percebia nada (tb não é que agora perceba muito :rolleyes: ) mas agora gostava que voltassem :disgust:
 

Seringador

Cumulonimbus
Registo
29 Ago 2005
Mensagens
2,984
Local
Canelas - Vila Nova de Gaia
Hoje o JN indica na parte dedicada ao grande Porto, a ocorrência de um mini-Furacão na praia da Granja??? :confused: :disgust:
Eles não conhecem por acaso a palavra Tornado!!!!!! :mad:
Mas não se pode esperar mais... :w00t:
 

Fil

Cumulonimbus
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
3,926
Local
Bragança (740 m)
Seringador disse:
Hoje o JN indica na parte dedicada ao grande Porto, a ocorrência de um mini-Furacão na praia da Granja??? :confused: :disgust:
Eles não conhecem por acaso a palavra Tornado!!!!!! :mad:
Mas não se pode esperar mais... :w00t:

:lmao: :lmao: :lmao:

Mas houve lá mesmo um tornado? :eek:
 

Valente

Cirrus
Registo
25 Fev 2010
Mensagens
1
Local
Macau, China
Pois é... A propósito de "condições climatéricas" aqui vai um texto que, espero, chegue aos olhos dos que tanto gostam dessa expressão :eek:


A PROPÓSITO DE “CONDIÇÕES CLIMATÉRICAS”

São frequentíssimas não só nos noticiários televisivos e radiofónicos, mas também na imprensa escrita, afirmações do género: “a prova foi prejudicada pelas condições climatéricas” ou “as populações foram afectadas pelas condições climatéricas”.

Como poderemos convencer os profissionais da informação, secretários de Estado e até ministros, que a expressão “condições climatéricas”, quando se refere às condições meteorológicas que ocorreram em determinada ocasião, é uma asneira crassa?

Expliquemos então, numa linguagem simples, o porquê dessa incorrecção… O termo “clima” refere-se a valores médios dos parâmetros meteorológicos (temperatura, humidade, pluviosidade, vento, visibilidade, etc. ) que caracterizam um determinado local, país ou região, durante um período mais ou menos longo, geralmente 30 anos ou mais. Por exemplo, quando afirmamos que o clima de Sintra é caracterizado por grande humidade e temperatura amena, estamos implicitamente a referir-nos aos valores médios desses parâmetros relativos a algumas dezenas de anos.

É evidente que se nos quisermos referir ao tempo que ocorreu durante um desafio de futebol, ou à tempestade que assolou a Madeira em Fevereiro de 2010, não poderemos fazê-lo recorrendo à tal expressão. Dever-se-á, isso sim, referir as “condições meteorológicas” ou simplesmente o “tempo”.

Então por que razão se foge frequentemete à expressão “condições meteorológicas”? Creio que é pelo facto de o termo “meteorológicas”, que vem de “meteoro” (exemplo de meteoros: chuva, chuvisco, granizo, saraiva, nevoeiro, neblina, bruma, etc.), é relativamente difícil de pronunciar, pois facilmente se descamba em dizer “metrológicas”, termo que também existe mas que se refere à ciência “metrologia”, relacionada com pesos e medidas.

Já agora uma sugestão para o programa da RTP: por que não levantar esta questão no popular programa “Bom português”, emitido não só para Portugal, mas também para todo o mundo através da RTP Internacional?

Desculpem a seca (não meteorológica)

Saudações meteorológicas (e não climatéricas nem metrológicas).

Olavo Rasquinho
:rain: