Furacão Ophelia

Tópico em 'Tempo Tropical' iniciado por rozzo 10 Out 2017 às 15:45.

  1. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    1,969
    Local:
    Lisboa
    Tendo em conta a proximidade actual aos Açores, e o seu possível interessante trajecto nos próximos dias, certamente irá haver muita "animação" de previsões e cartas e observações relativamente ao sistema, portanto o seu seguimento será feito neste tópico.

    Obrigado!
     
    joselamego, Fil, Teya e 11 outras pessoas gostaram disto.
  2. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    5,270
    Local:
    Fatima
  3. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,318
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    [​IMG]

    Possível mas menos provável.
     
  4. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    5,270
    Local:
    Fatima
  5. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,318
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Aviso 6. 25 milhas náuticas -> 46 kms.

    A 72h a intensidade prevista é reduzida para 70 nós (anteriormente 75). Continua cat. 1 moderado.
     
  6. lserpa

    lserpa
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    29 Dez 2013
    Mensagens:
    2,240
    Local:
    Horta, Matriz, (120 metros)
    Portanto, seguindo a linha lógica, provavelmente na próxima atualização a rota poderá sofrer alguma alteração... não sei se 5 nós será impactante o suficiente para gerar esse tipo de alteração...


    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
     
    Collapse Signature Expand Signature
    joselamego, Wessel1985 e luismeteo3 gostaram disto.
  7. fablept

    fablept
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Nov 2008
    Mensagens:
    1,098
    Local:
    Ponta Delgada - Açores
    Em sistemas tão a norte no atlântico, não há voos de reconhecimento? Não tenho certeza, mas acho que no Alex enviaram um drone (???)..

    Se não há voos de reconhecimento, as estimativas de vento é tudo estimativas pelas imagens de satélite?
     
    Collapse Signature Expand Signature
  8. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    5,270
    Local:
    Fatima
    Tropical Storm OPHELIA
    As of 12:00 UTC Oct 10, 2017:


    Location: 31.6°N 38.5°W
    Maximum Winds: 55 kt Gusts: N/A
    Minimum Central Pressure: 996 mb
    Environmental Pressure: 1017 mb
    Radius of Circulation: 180 NM
    Radius of Maximum Wind: 30 NM
    Eye Diameter: N/A

    11:00 AM AST Tue Oct 10
    Location: 31.5°N 38.3°W
    Moving: SE at 5 mph
    Min pressure: 1002 mb
    Max sustained: 50 mph
     
    joselamego gostou disto.
  9. lserpa

    lserpa
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    29 Dez 2013
    Mensagens:
    2,240
    Local:
    Horta, Matriz, (120 metros)
    Yep, a rota afasta-se de Sta Maria.



    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
     
    Collapse Signature Expand Signature
    joselamego e Wessel1985 gostaram disto.
  10. lserpa

    lserpa
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    29 Dez 2013
    Mensagens:
    2,240
    Local:
    Horta, Matriz, (120 metros)
    É verdade caro conterrâneo, é tudo por estimativa... ao menos se já tivéssemos radar, embora que em cima do joelho, saberíamos com o que estaríamos a lidar...



    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
     
    Collapse Signature Expand Signature
    joselamego, Wessel1985 e fablept gostaram disto.
  11. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,318
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    O cone dos >4 dias é sempre o mais volátil. Depende de muita coisa e os modelos têm mais dificuldade com os sistemas pequenos.

    No nosso caso, houve mais sucesso com o Gordon de 2012... ->
    http://www.nhc.noaa.gov/archive/2012/graphics/al08/loop_5W.shtml

    ... do que com o Gordon de 2006 -> http://www.nhc.noaa.gov/archive/2006/graphics/al07/loop_5W.shtml

    Nos últimos anos os modelos têm ganho muita eficiência mas os meteorologistas continuam a ser apanhados de surpresa com algumas intensificações explosivas.

    Voos de reconhecimento frequentes só no Atlântico. No Pacífico são ocasionais e não tenho conhecimento de voos feitos por outros IM's.
     
    #11 Orion, 10 Out 2017 às 16:25
    Última edição: 10 Out 2017 às 16:42
    joselamego, Wessel1985 e lserpa gostaram disto.
  12. Hawk

    Hawk
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    26 Nov 2006
    Mensagens:
    248
    Local:
    Funchal
    Só para dar um pouco mais de emoção, no mapa de probablidades do NHC, a Madeira pode apanhar tanto do vento como S. Miguel :) Provavelmente vai mesmo passar a meio dos arquipélagos e ficam os 2 a ver navios... Por falar em navios, pelo menos alguma da ondulação deve afectar as ilhas.
     
    joselamego, Wessel1985 e lserpa gostaram disto.
  13. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,318
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    :lol:

    [​IMG]

    Nem a própria Marinha dos EUA, que usa o modelo, acredita. Na saída das 00z o furacão chegava a major mais cedo (e atingiria Sta. Maria em cheio como cat. 2)...

    [​IMG]

    ... mas no aviso das 06z o máximo que dão são 75 nós (cat. 1 moderado a forte).

    [​IMG]
     
  14. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,318
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
  15. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    11,318
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    arranjaram o ICON e este modelo tem uma perspetiva muito semelhante à do GFS... viragem abrupta para nordeste que pouparia o continente mas seria uma ameaça para as ilhas.

    Considero esta animação bastante útil para se perceber a interação entre a frente e o ciclone:

    [​IMG]

    A frente desintegraria a simetria dos ventos do ciclone. Contudo, vento adicional surgiria da interação (com a frente):

    [​IMG]

    Em teoria as ilhas seriam poupadas ao pior do vento, se bem que um aviso teria obrigatoriamente que ser emitido. A transição extra-tropical, que ocorreria no mar após a passagem pelos Açores, seria violenta (as rajadas saem da escala... >180km/h).

    [​IMG]

    A interação da frente com o ciclone vai aumentar a intensidade da primeira. O ciclone tem no seu centro uma AP a rondar os 55-60 mms e está integrado numa pluma tropical, que alimentará a frente, com uma AP nos 40-50 mms. Há potencial para chuva muito intensa, especialmente no G. Oriental.

    ---

    [​IMG]
     
    #15 Orion, 10 Out 2017 às 17:23
    Última edição: 10 Out 2017 às 17:36

Partilhar esta Página