Hora do Planeta 2010

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Apagar as luzes por uma hora - a Hora do Planeta - é não só contribuir para a preservação do nosso Planeta, como fazer parte da maior plataforma voluntária de cidadãos contra as alterações climáticas.

Pelo segundo ano consecutivo, Portugal adere à Hora do Planeta e os resultados têm sido além das expectativas!

Já temos confirmadas oficialmente as cidades de Lisboa, Faro, Loulé, Águeda, Aveiro e Vila Nova de Famalicão. E todos os dias várias cidades e vilas do país procuram saber como aderir a este movimento que este ano já está a ultrapassar os números atingidos em 2009.

Monumentos nacionais (como: Cristo-Rei, Castelo de São Jorge, Museu da Electricidade e Padrão das Descobertas em Lisboa; Arco e Muralhas da Cidade de Faro; Biblioteca Manuel Alegre, em Águeda; ou o Mosteiro do Landim, em Vila Nova de Famalicão) engrossam a lista de mais de 70 monumentos que em todo o mundo irão ficar às escuras em nome desta mensagem poderosa da WWF e da Hora do Planeta: ajudar a manter o nosso Planeta Vivo!


O Planeta conta consigo e com milhares de empresas e organizações nesta luta para marcar a diferença e fundamentar uma mudança real!

As expectativas para a HP2009, eram elevadas, mas foram superadas em todo o mundo de forma estrondosa!

Durante uma hora mais de 4 mil cidades, das quais 11 cidades portuguesas, em 88 países, 21 mil empresas e o estrondoso número de 1 200 milhões e pessoas em todo o mundo deram o seu voto ao Planeta.

A Hora do Planeta em 2009, alargava sua mensagem a Copenhaga, onde decorreu a Cimeira das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas - de onde deveria sair um novo acordo climático.

Os olhos estavam postos na cidade dinamarquesa, nos líderes mundiais e num Acordo Climático que fosse ambicioso, justo e realmente eficaz. Os países mais desenvolvidos, de quem se esperava um progresso em acções sustentáveis, minaram este objectivo.

E esta atitude vai ter repercurssões no futuro de todos nós!

http://www.wwf.pt/o_que_fazemos/hora_do_planeta/hora_do_planeta_2010/

Pessoalmente acho isto uma palhaçada, mas enfim, para mim isto é apenas marketing deslavado a n marcas :rolleyes:
 

Paulo H

Cumulonimbus
Registo
2 Jan 2008
Mensagens
3,159
Local
Castelo Branco 386m(489/366m)
Concordo, Mário!
O verdadeiro objectivo destas campanhas não está nos efeitos alcançados em termos de impacto ambiental, mas apenas e só pela consciencialização ambiental, por uma boa causa movida por quem tenha conhecimento e queira participar. Eu acho que é um pouco como rezar ao fim do dia, ir ao confissionario para remissão dos pecados.

Ora vejamos no que se traduz esta medida em termos económicos:

Se o preço do kwh for de 17centímos/kwh, se os nossos 10 milhões de habitantes se distribuirem por lares de 4 pessoas e se apenas 10% aderirem ao apagar de 1 lâmpada de 100w durante 1h, temos a seguinte poupança nacional: 1h x 0.1kw x 250000 lares x 0.17 eur x 10% aderência = 4250 Euros poupados numa hora pelo país!

É um valor insignificante se traduzido em CO2, podemos imaginar um gerador queimando 4250eur de gasoleo, aprox 4000litros, para produzir a energia necessária nessa hora.

Na verdade os maiores consumidores de energia são a indústria, depois os transportes e por fim os nossos lares.
 

joseoliveira

Cumulonimbus
Registo
18 Abr 2009
Mensagens
2,889
Local
Loures (Moninhos) 128m
Concordo, Mário!
O verdadeiro objectivo destas campanhas não está nos efeitos alcançados em termos de impacto ambiental, mas apenas e só pela consciencialização ambiental, por uma boa causa movida por quem tenha conhecimento e queira participar. Eu acho que é um pouco como rezar ao fim do dia, ir ao confissionario para remissão dos pecados.

Tais iniciativas são sempre louváveis e ao mesmo tempo não passam de uma intenção colectiva que na prática pouco ou mesmo nada significam.

Um mero simbolismo no qual a nossa participação fica sempre bem mesmo que diariamente as nossa vidas tão pouco possam reflectir essa preocupação!

Se por exemplo é cada vez maior o número de aparelhos eléctricos que utilizamos diariamente denominados de classe A, possuindo capacidades de uma melhor gestão energética, que pelo menos em teoria a elevada eficiência é proporcional ao nível de consumo, ou que exista uma boa relação entre ambos, por outro lado, é difícil resistir ao cada vez mais elevado número de propostas publicitárias que inconscientemente nos induzem a tudo menos à poupança com vista a um consumo de energia mais racional e equilibrado. :(
 

Lousano

Cumulonimbus
Registo
12 Out 2008
Mensagens
3,635
Local
Lousã/Casais do Baleal
Penso que já foi falado sobre este tipo de iniciativa, e caso ela tenha mesmo sucesso poderá até ser mais prejudicial que benéfica.

1- A energia que irá ser produzida não irá ser inferior só pelo facto da iniciativa, visto que que a entidade distribuidora desconhece qual será o impacto.

2- Caso exista uma diminuição repentina da demanda de energia, poderá originar um colapso nas linhas.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,098
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Penso que já foi falado sobre este tipo de iniciativa, e caso ela tenha mesmo sucesso poderá até ser mais prejudicial que benéfica.

1- A energia que irá ser produzida não irá ser inferior só pelo facto da iniciativa, visto que que a entidade distribuidora desconhece qual será o impacto.

2- Caso exista uma diminuição repentina da demanda de energia, poderá originar um colapso nas linhas.

Foi falado o ano passado neste tópico:

-> Apagão em Lisboa alerta para mudança climática
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Vocês lembra-se de à uns anos atrás (? 94/95 ?), a iluminação pública ser desligada por volta das 4h nos pequenos centros urbanos ?

Esta ideia nos dias que correm, e no estado económico em que estamos não seria totalmente descabida. Digo eu. Para além de que isto, poderia aliviar um pouco toda a preocupação com os níveis de CO2 e aliviar um pouco a factura energética visto nos importarmos grande parte da energia que consumimos.

Se formos lógicos ninguém numa aldeia de 300 habitantes anda na rua às 4h, as pessoas só começam a sair de casa ou a ir para o campo quando já existe alguma luz natural, nunca antes.
 

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,188
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Apagar totalmente as luzes parece-me uma ideia errada. O que me parece mais lógico é diminuir a potência da intensidade luminosa a partir das 00h até às 6h.
Tecnicamente falando, não sei se as nossas lâmpadas em uso na iluminação pública o permitem (das electrónicas economizadoras electrónicas, quase nenhuma permite), mas uma diminuição entre os 30 e os 50% da intensidade seria benéfico. Não sei se é possível utilizar algum tipo de regulação à imagem do que habitualmente se utiliza nos nossos lares.

O facto é que a horas em que a esmagadora maioria das pessoas estão a dormir, não faz sentido gastar "balúrdios" em energia luminosa.

E começa-se a colocar um ênfase que tem a haver com o excesso de luminosidade nocturna no planeta: poderá haver uma perturbação do ciclo circadiano (o efeito dia\noite no organismo humano) o que poderá levar a distúrbios na saúde.
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,720
Local
Olhão (24 m)
Aristocrata tens razão apagar as luzes isso seria uma anarquia em termos de roubos, mesmo com luz é o que nós vemos, agora sem luz devia ser lindo.

Quanto à poluição luminosa nas nossas cidades, a iluminação é exagerada, mas no mercado existem muitas opções para que possa-se fazer baixar a factura energética, os leds são a iluminação do futuro, dão uma luz muito mais intensa e o seu consumo é reduzíssimo. Mas quem percebe alguma coisa de luminotecnia, em Portugal a maioria das luminárias existentes na via pública, não iluminam aquilo que nós queremos, umas apontam mais para o ar, do que para a superfície que queremos iluminar. Existem no mercado, luminárias já com leds e com a luz direccionada para aquilo que queremos iluminar, e não para iluminar o céu.:lol:

Com sensores existem já em alguns semafóros para acenderem o verde em vias secundárias só qd existe trânsito, quando não existe a via principal encontra-se sempre em sinal verde.
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Vinte e cinco municípios portugueses ficam hoje às escuras a partir das 20h30m

A hora planeada para hoje se apagarem as luzes em defesa do planeta vai bater este ano o recorde de adesão de cidades à iniciativa, em Portugal e no mundo, revelou o Fundo Mundial para a Natureza (WWF), responsável pela iniciativa

Até sexta-feira à tarde tinham aderido, em Portugal, 25 municípios (mais do dobro dos de 2009) à iniciativa que vai deixar parte do país às escuras entre as 20h30 e as 21h30, num gesto simbólico de luta contra as alterações climáticas.

A Hora do Planeta terá recordes de adesão também no resto do mundo, com 121 países e regiões a confirmar a sua participação.

Lusa / SOL
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Uma campanha massiva de florestação teria muito mais impacto...