Imagens de satélite interessantes

Tópico em 'Meteorologia Geral' iniciado por gouvas 1 Fev 2009 às 18:04.

  1. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Imagens de ontem do satélite «Terra», pelas 11:05

    Coloco aqui, anotada, pela interessante cobertura de neve na Serra da Estrela e Gerês, e ainda pelas Barragens pois não é assim tão frequente termos uma imagem com tantos rios e barragens bem definidos, sobretudo a sul.



    (clicar na barra para ampliar)

    [​IMG]
    (c) NASA MODIS Rapid Response System




    (clicar na barra para ampliar)

    [​IMG]
    (c) NASA MODIS Rapid Response System



    PS: Se alguém detectar algum erro, favor avisar :)
     
  2. N_Fig

    N_Fig
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    29 Jun 2009
    Mensagens:
    1,870
    Local:
    Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
    Imagem simplesmente espectacular:).
     
  3. AndréFrade

    AndréFrade
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Jun 2009
    Mensagens:
    4,557
    Local:
    Montijo / Loures (Atual)
    Exelentes imagens:).
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    4,932
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
  5. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,298
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    [​IMG]

    A peninsula iberica coberta de nuvens :D
     
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Nos últimos dias tem sido possível ver nas imagens do MODIS belas imagens do florescimento de Fitoplâncton, organismos microscópicos com capacidade fotossintética. Este florescimento vê-se muitas vezes a partir da Primavera, daí o nome anglo-saxónico Spring Bloom para o fenómeno, embora estudos recentes indiquem que começa em pleno Inverno, mas não são tão visíveis devido ao estado normalmente agitado do mar nessa altura.
    Há também a possibilidade destas concentrações que vemos agora estarem relacionadas com muitos nutrientes expelidos pelo vulcão da Islândia. As curiosas espirais são dos remoinhos das próprias correntes marítimas e os micro-organismos tem bioluminescência.

    Mais informações:
    http://www.scientificamerican.com/article.cfm?id=north-atlantic-plankton-bloom
    http://earthobservatory.nasa.gov/IOTD/view.php?id=44073
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Fitoplâncton

    [​IMG]
    http://rapidfire.sci.gsfc.nasa.gov/gallery/?2010142-0522/NorthAtlantic.A2010142.1200.1km.jpg

    [​IMG]
    http://rapidfire.sci.gsfc.nasa.gov/gallery/?2010140-0520/France.A2010140.1035.1km.jpg

    [​IMG]
     
  7. AndréFrade

    AndréFrade
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Jun 2009
    Mensagens:
    4,557
    Local:
    Montijo / Loures (Atual)
    Espectacular:surprise:.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    4,932
    Local:
    Vila Chã de Sá - Viseu(441m)//Coimbra
    Belo apanhado, Vince. Não era conhecedor do fenómeno!
     
  9. Teles

    Teles
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    7 Dez 2007
    Mensagens:
    2,210
    Local:
    Rio Maior
    Boas, uma espectacular imagem de nevoeiro no sat24 ao largo da costa portuguesa:
    [​IMG]

    [​IMG]
     
  10. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    2,251
    Local:
    Montijo/Lisboa
  11. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,032
    Local:
    Madeira - Funchal
    Não será antes vapor de água? Que esteja a forma nuvens baixas no mar e por consequência ao chegar a terra desaparecem visto já estar bastante quente e seco?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,761
    Local:
    Sintra
    Muito interessante esse fenómeno, Vince.
    Deve em parte explicar, o porquê da descrição de erupções sazonais de bioluminescência gigantescas no Atlântico, ao ponto de poderem ser observáveis de satélite.
    Na minha última viagem de campo a zonas marítimas na Península de Setúbal ainda neste mês, verifiquei que existia uma interessante profusão de bioluminescência, ao ponto de se tornar espectacular. Chegava a atirar mãos cheias de areia à água e esta em resposta, brilhava extensivamente!
    Existem também descrições em zonas mais profundas da costa ocidental, provenientes de marinheiros, que contam que quando os golfinhos acompanham os barcos durante a noite, ficam cobertos de luz em toda a extensão do seu corpo, iluminando tudo em seu redor. Isto deve a ser fosforescência provocada pelo plâncton, que quando «perturbado», brilha.

    Sobre a laurissilva ( «A living relic»):

    [​IMG]

    Uploaded with ImageShack.us

    http://earthobservatory.nasa.gov/IOTD/view.php?id=43957
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    2,251
    Local:
    Montijo/Lisboa
    São nuvens baixas/nevoeiro sim.
    E os ship-trails não são fumo, são também claro vapor de água, são nuvens, formadas pelas partículas/aerossóis expelidos dos barcos favorecerem a condensação..

    http://www.brockmann-consult.de/CloudStructures/ship-trails-description.htm
     
  14. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Excelente apanhado esse dos Shiptrails, já tinham estado uns do ano passado neste tópico.

    Embora à primeira vista no satélite sejam parecidos com os contrails dos aviões, neste caso como são nuvens baixas (neblinas e nevoeiro) só poderiam ser de navios.
    A formação é distinta dos contrails, nos navios formam-se em condições muito particulares da atmosfera favorável à formação de nuvens baixas e em que os gases de exaustão (poluentes) dos navios são mais ricos em partículas que actuam como núcleos de condensação do que as existentes na atmosfera circundante.

    Imagem Aqua 11:55z
    [​IMG]
    http://rapidfire.sci.gsfc.nasa.gov/...fl1_143.A2010151115500-2010151120000.500m.jpg


    Animação satélite
    [​IMG]
     
  15. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga

    Sim, já esperava que isto te despertasse curiosidade dado o teu particular fascínio e dedicação à bioluminescência.
    É possível que as cinzas do vulcão tenham alguma influência nisso que referes, a nível de quantidade ou eventual excepcionalidade para esta altura do ano no nosso país. Mas obviamente não sei se será assim. Penso que é também no verão quando temos poeiras de África a cair no Oceano que existe mais luminescência marinha.
     

Partilhar esta Página