Inversões Térmicas no Oeste Algarvio: que potencial?

Tópico em 'Meteorologia Geral' iniciado por Jorge_scp 9 Jan 2019 às 18:27.

  1. Jorge_scp

    Jorge_scp
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    17 Fev 2009
    Mensagens:
    821
    Local:
    Sesimbra/Amadora
    A região Oeste do Algarve tem um clima bastante particular: ameno no Verão devido à circulação típica de NW, particularmente na Costa Ocidental, é também conhecido pelos Invernos suaves, devido à sua influência marítima, com oceano em 2 quadrantes (W e S). No entanto, esconde temperaturas absolutamente gélidas em várias noites ao longo do ano em vários locais. É bastante conhecido pela comunidade neste fórum o caso de Aljezur, onde uma estação oficial do IPMA localizada na grande várzea regista, não poucas vezes durante o ano, a temperatura mínima mais baixa da rede nacional de EM. Nesta altura em que muito se discute as inversões térmicas, muito desconhecidas do público em geral, abro aqui uma discussão sobre o potencial desta região: Será que Aljezur é o local mais frio, ou existem pontos com ainda maior potencial? Em Invernos passados, esta estação já registou temperaturas abaixo dos -8ºC, é possível atingir-se a barreira dos -10ºC no Oeste Algarvio?

    [​IMG]

    Começo por caracterizar a topografia desta região. É sem dúvida muito particular, única no país: Temos a Serra de Monchique com um pico de 902 m de altitude na Fóia, e 20 km para Oeste em linha recta, encontra o mar. Pelo meio, terreno extremamente acidentado, com centenas de pequenas ribeiras que se vão juntando ao longo do caminho e formar grandes várzeas (Odeceixe e Aljezur). A costa em si é constituída por sistemas dunares, que terminam em altas falésias de xistos e grauvaques, interrompidas por vários barrancos fundos e estreitos, ou por praias de dunas onde desembocam as maiores ribeiras (Praia Amoreira, Odeceixe, Carrapateira, Amado, etc...).
    Portanto, são dezenas e dezenas de vales e convergências, barrancos e outros buracos para explorar o potencial das inversões térmicas que naturalmente ocorrem neste tipo de terreno tão acidentado. Eu próprio estive a investigar alguns locais onde, na minha opinião, seria interessante fazer umas medições nas noites certas, que passo a apresentar.

    Começo por Aljezur só para ter um contexto e um ponto de comparação, por ter observações bem conhecidas.

    [​IMG]

    É uma das estações com maiores inversões térmicas da rede IPMA, e talvez muito se deva à enorme quantidade de "fontes de frio". A EM encontra-se num local de convergência de muitos vales, alguns dos quais descem desde a Serra de Monchique e dos seus 902 m de altitude. A EM encontra-se a 12 m de altitude e está rodeada de encostas entre os 60/130 m de altura, de vegetação preferencialmente rasteira.

    Vou deslocar-me um pouco para o interior de Aljezur, a um vale bem encaixado num local chamado Moinho do Bispo:

    [​IMG]

    É um dos vales que vai desembocar na vila de Aljezur:
    [​IMG]
    [​IMG]

    Vales estreitos, entre 70/85 m de altitude, rodeados de montes entre 230 a 350 m de altitude, portanto com desníveis enormes de 200 m ou mais. Com certeza o sol deixa de incidir nalguns pontos muito cedo. Muito potencial, na minha opinião, para excelentes mínimas. Mais que Aljezur? Não sei...

    Odeceixe é um local com várias semelhanças a Aljezur. E com inversões que já detectei nas poucas passagens nocturnas que ali fiz (normalmente viajo para o Rogil, 5 km a sul, durante o dia). Vários vales em convergência para uma várzea bastante grande, a apenas 2/5 metros acima do nível do mar, e com montes em volta a rondar os 100 metros. Parece ter tudo para dar mínimas valentes, possivelmente com um nível de potencial semelhante ao de Aljezur...

    [​IMG]

    Um pouco para o interior temos a Zambujeira de Baixo. É um buraco situado num vale muito comprido onde corre a ribeira de Seixe (que desagua na Praia de Odeceixe). Com apenas 24 m de altitude, está rodeado de montes entre 100 a 250 m de altitude, portanto um desnível muito considerável. Por ser estreito, deixa de ter sol bastante cedo. Mais um "buraco" cujas mínimas gostava de investigar...

    [​IMG]

    [​IMG]
    Bem perto do mar, a sul de Aljezur temos uma pequena aldeia chamada Bordeira. Fica num vale rodeado por colinas com cerca de 100 m de altitude.

    [​IMG]

    Agora mais numa de curiosidade e não propriamente de potencial. A Praia da Amoreira é onde desagua a Ribeira de Aljezur, que passa junto da EM de Aljezur. Já fiz a viagem na estrada para a praia, que acompanha o vale, de manhã bem cedo em dias de inversão. No princípio de Outubro de 2017, em dias ainda bastante quentes, com máximas a rondar os 25ºC, registei no carro 3ºC junto da EM de Aljezur às 7:00h, e na Praia da Amoreira, junto ao areal, estavam somente 5ºC. Noutros dias, sem registo de temperaturas, mas com geada, o frio na Praia era insuportável com uma pequena brisa de leste. O frio era tanto, que se via a olho nu a evaporação da "quente" àgua do mar, obsevando-se fumo ascendente nas primeiras centenas de metros mar adentro. Demonstra o potencial daquele vale e do ar frio que se mantém e desloca mar adentro.

    [​IMG]

    Por fim, vou referir os barrancos que terminam no mar, e que são imensos nesta costa. Há vários buracos muito fundos, quase ao nível do mar, com encostas ingremes de cerca 100 m. Muitos pontos nunca vêm sequer a luz do dia. Que potencial terão estes locais?

    [​IMG]

    Deixo terminando um exemplo de uma viagem que fiz para uma pescaria de manhã bem cedo, na 2a semana de Dezembro, que pode ajudar na interpretação: Saímos do Rogil, um planalto aos 90 m, com 6ºC. Passámos em Aljezur, com queda de temperatura para os -1,5ºC. Depois de uma subida na estrada a sul, seguimos em direcção à Carrapateira. Na passagem pela Bordeira, a temperatura desceu novamente, para os 0ºC. Ao chegar ao local onde estacionámos o carro (ponto a vermelho na imagem), num planalto junto do mar, a temperatura era de 10ºC. Agora o mais espantoso: ao iniciar o caminho a pé, temos de passar por um pequeno barranco com um desnível de apenas 20/25 m como se vê na imagem seguinte, antes de subir novamente. Ao descer apenas aqueles metros, sentiu-se no corpo uma descida enorme da temperatura, com geada visível na erva. O local ainda não tinha apanhado sol. Ora, se aquilo acontece em apenas 20 m, o que dizer dos barrancos, mesmo junto ao mar, com desníveis de 100 m e que nunca vêm sol?

    [​IMG]

    Vimos alguns tipos de locais com características diferentes: vales e buracos estreitos e bem encaixados, rodeados por elevações consideráveis; várzeas largas, com bastante convergência de pequenos vales e ribeiras; barrancos. Para terminar, deixo algumas perguntas no ar onde podem dar a vossa opinião:

    1- Qual dos locais tem maior potencial?
    2- Será possível atingir -10ºC nesta região do país?
    3- Qual o potencial verdadeiro destes barrancos encaixados nas falésias marítimas?
     
    #1 Jorge_scp, 9 Jan 2019 às 18:27
    Última edição: 9 Jan 2019 às 18:35
    GoN_dC, N_Fig, Rajujas e 8 outras pessoas gostaram disto.
  2. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    334
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    Boa noite,
    É uma reportagem bastante interessante e, pensando melhor, até pode ser verdade: Aljezur pode ser somente a cereja no topo do bolo. Alguns lugares da Costa Vicentina podem ter temperaturas bem inferiores à de Aljezur.
    O vale de Pedralva é um bom exemplo. Pedralva tem uma estação meteorológica desde 2012 e a mínima absoluta foi de cerca de -7,5°C, em janeiro de 2017. :cold: O problema é que só há pouco tempo é que se começou a falar das particularidades do clima naquela região. A estação de Aljezur só existe desde a década de 1990, e até aos inícios de 2000 pouco se ouvia falar de Aljezur. :)
    É totalmente possível que hajam lugares na região que sejam dos mais frios de Portugal, mas "os" mais frios eu não sei. Há sítios no Centro e Norte também com bastante potencial.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3, guisilva5000 e remember gostaram disto.
  3. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    14,831
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Bom topico Jorge, se por acaso precisares de cartas militares para uma melhor análise, avisa. :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 e remember gostaram disto.
  4. 1337

    1337
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Jun 2010
    Mensagens:
    1,737
    Local:
    Ponte de Lima (centro)
    Já agora onde arranjas essas cartas?

    Outra questão que poderá ser estúpida. Podem-me explicar porque razão em lugares com corpos de água (rios,ribeiros,lagos) faz descer tanto a temperatura?
     
    luismeteo3 gostou disto.
  5. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    14,831
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Atendendo que é nas linhas de água que a cota de altitude é mais baixa, como por exemplo num simples vale, o ar frio por ser mais pesado acumulará nesses locais.
    Tens também o facto de certos troços de vales apresentarem ligações com muitas linhas de água(rede hidrográfica densa) , isso também ajuda a intensificar as baixas temperaturas pois o ar frio vem de vários pontos, sendo as linhas de água/vales importantes condutores dessas massas de ar frias.

    Em relação às cartas militares, arranjei na net há uns bons anos atrás.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    1337 e luismeteo3 gostaram disto.
  6. Jorge_scp

    Jorge_scp
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    17 Fev 2009
    Mensagens:
    821
    Local:
    Sesimbra/Amadora
    De referir que nos 13 e 14 de Janeiro, Aljezur foi a estação da rede IPMA com a mínima mais baixa. Atingiu, respectivamente -5.3ºC e -5.6ºC. Isto em dias com excelentes condições para ocorrerem inversões, mas com pouco frio em altitude e máximas relativamente elevadas.

    De referir que um membro do fórum (Vamm) fez o percurso Carrapateira-Aljezur num destes dias:

    "Dia de passeio :D
    Carrapateira às 17h50 com 12,5°C
    Bordeira às 18h com 7°C
    Aljezur pelas 18h e pouco com 5,5ºC
    São Marcos da Serra agora com 5ºC"

    De notar a inversão na Bordeira, um dos locais por mim identificados neste post. A essa hora é quando a queda de temperatura acontece mais rapidamente (pode ir aos 5/6ºC numa hora). Nos cerca de 20 min que certamente demorou entre a Bordeira e Aljezur, pode perfeitamente ter caído 1/2ºC, colocando esse local praticamente ao nível de Aljezur.

    Muito interessante seria o Vamm reportar o valor que o carro mediu ao passar na várzea de Odeceixe (passou por lá certamente).

    Gostava, se morasse mais perto, de fazer ali uma investigação mais profunda, mas o potencial para atingir -10ºC em dias extremos parece-me presente!

    PS: Jonas, claro que gostaria de analisar as cartas militares da região se for possível, deve ser mais fácil que pelo google Earth :thumbsup:
     
    Dias Miguel gostou disto.
  7. Dias Miguel

    Dias Miguel
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Jan 2015
    Mensagens:
    1,719
    Local:
    Portalegre

    Isto pode ajudar ;)

    http://mapas.dgterritorio.pt/viewer/index.html
     
    "Charneca" Mundial gostou disto.

Partilhar esta Página