IPMA - Novidades, dúvidas, sugestões e críticas

Tópico em 'Meteorologia Geral' iniciado por J.S. 8 Jul 2008 às 00:24.

  1. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    15,010
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Tu nesta palavra dizes tudo, tenho a mesma opinião, e por cá também sofremos do mesmo mal, mas relacionado com o vento, o IPMA tem que ser uma entidade responsável. Falando do calor, convém não esquecer que não temos estações em todo lado, nem quer imaginar o calor que fez naqueles autênticos buracos onde estão enfiadas centenas e centenas de aldeias.
    Isto em Portugal só quando as coisas correm mal é que se faz alguma coisa, é, e será sempre assim, infelizmente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. guisilva5000

    guisilva5000
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Set 2014
    Mensagens:
    4,484
    Local:
    Belas, Sintra | Lisboa
    Pena é não interagirem tanto com a comunidade. Bastava um meteorologista frequentar ativamente o fórum para perceber melhor. Aliás, se eu fosse meteorologista de certeza que visitava o fórum, é a melhor fonte para relatos de eventos e fotos, e para perceber melhor o clima de Portugal.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    james, Davidmpb, CptRena e 3 outras pessoas gostaram disto.
  3. manchester

    manchester
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    25 Ago 2007
    Mensagens:
    264
    Local:
    Ermesinde
    Relativamente ao IPMA faz-me confusão terem, por exemplo, conta no Tweeter e pouco o utilizarem como forma de interacção com a sociedade. Vejo o exemplo do Meteogalicia ou do Metoffice que utilizam não só o Tweeter como o Facebook para irem dando informações sobre a evolução meteorológica.
    40ºC aqui pelo litoral norte 2 dias seguidos justificava mais do que apenas um comunicado dando conta dos valores de temperatura e recordes de algumas estações.
    O critério dos alertas, sinceramente não os entendi para este evento...mais valia terem 1 só cor para temperatura elevada e punham lá o valor a partir do qual seria activado em cada região.
     
    Névoa, CptRena, jonas_87 e 2 outras pessoas gostaram disto.
  4. guisilva5000

    guisilva5000
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Set 2014
    Mensagens:
    4,484
    Local:
    Belas, Sintra | Lisboa
    O radar de Arouca está off há quanto tempo? Será por causa dos incêndios?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. Tiagolco

    Tiagolco
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Jul 2015
    Mensagens:
    5,262
    Local:
    Carnaxide, Oeiras/ Sta Mta de Penaguião, Vila Real
    Ontem ainda esteve online. O incêndio de Arouca limpou a serra da Freita, vamos lá ver se está tudo bem com o radar...
     
    guisilva5000 gostou disto.
  6. lmviana

    lmviana
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    21 Dez 2009
    Mensagens:
    96
    Local:
    Felgueiras (Longra) (Alt. 245m)
    O radar não está ligado por links radio, usa a rede fixa (adsl talvez) provavelmente devem ter ardido os cabos que o ligam...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    guisilva5000 e lserpa gostaram disto.
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Talvez cabos de comunicações ou de electricidade queimados
     
    guisilva5000 gostou disto.
  8. criz0r

    criz0r
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    11 Abr 2008
    Mensagens:
    4,234
    Local:
    C.Piedade/Belver/Porto
    Conheço os responsáveis pela gestão do Parque de Campismo do Merujal e esta foi a informação colocada no respectivo site,

    http://naturveredas.com/

    Presumo que algo do género tenha acontecido ao Radar tendo em conta que ambos ficam a meros 7km de distância um do outro.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    guisilva5000 gostou disto.
  9. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,338
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    PROJETO ÍCARO

    Apresentação

    ÍCARO é um instrumento de observação no âmbito do qual se estuda o efeito de fatores climáticos na saúde humana. Trata-se de um projeto nacional que engloba atividades de investigação, vigilância e monitorização, fundamentalmente, do efeito de ondas de calor na mortalidade e morbilidade humanas.

    No que se refere à vigilância e monitorização de ondas de calor com potenciais efeitos na saúde humana, sazonalmente, implementa-se o Sistema de Vigilância Ícaro. Este sistema começou a ser desenvolvido em 1999, em parceria com o Instituto de Meteorologia e conta com a participação da Direção Geral da Saúde e da Autoridade Nacional de Proteção Civil. Desde 2004 faz parte integrante do Plano de Contingência de Ondas de Calor.

    Metodologia

    O "Sistema de Vigilância ÍCARO" é ativado, todos os anos, entre maio e setembro emitindo relatórios diários do Índice Alerta Ícaro. É constituído por três componentes:
    1. A previsão dos valores da temperatura máxima a três dias realizada pelo CAPT do IPMA e comunicada ao DEP, todas as manhãs;
    2. A previsão do excesso de óbitos eventualmente associados às temperaturas previstas, se elevadas, realizada pelo DEP, através de modelos estatísticos desenvolvidos para esse fim;
    3. O cálculo dos índice Alerta ÍCARO, que resumem a situação para os três dias seguintes, calculado com base na previsão dos óbitos.
    Este conjunto de operações é realizado diariamente.

    Os valores dos índices Alerta ÍCARO são disponibilizados todos os dias úteis, através da edição do boletim ÍCARO, que é divulgado por via electrónica (e-mail) diretamente a um grupo restrito de decisores, profissionais e serviços públicos, ou com relação contratual com o Ministério da Saúde, que têm responsabilidade na decisão e prestação de cuidados, de nível populacional ou individual, à população presente em Portugal. Sempre que as previsões da temperatura e o valor do Índice Alerta Ícaro o aconselharem, é transmitida uma recomendação de alerta de onda de calor a estas entidades.

    As situações de alerta, as medidas de contingência e a respetiva informação à população são disponibilizadas à população pela DGS e as ARS de acordo com o estabelecido no Plano de Contingência para Temperaturas Extremas Adversas – Módulo Calor.

    http://www.insa.pt/sites/INSA/Portu...ogia/Unidades/UnInstrObser/Paginas/ICARO.aspx
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    CptRena gostou disto.
  10. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,338
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    PROJETO FRIESA

    Instituto Ricardo Jorge e IPMA vão desenvolver teste piloto de previsão de risco e impacte potencial de frio extremo na saúde

    O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Instituto Ricardo Jorge) e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), em conjunto com outras entidades, pretendem desenvolver um teste piloto, nos distritos de Lisboa e Porto, que permita prever, diariamente, o risco e impacte potencial de temperaturas extremas baixas na mortalidade da população, durante o inverno de 2015/16. Este teste piloto surge na sequência do projeto FRIESA (FRIo Extremo na SAúde), realizado em parceria pelo IPMA e o Instituto Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Epidemiologia, e financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.

    O projeto FRIESA teve como objetivo principal desenvolver modelos estatísticos para a previsão da mortalidade associada a temperaturas extremas baixas durante o outono e inverno, nos distritos de Lisboa e do Porto. Pretendia-se ainda que os modelos desenvolvidos servissem de base para a implementação de um sistema de vigilância, equivalente ao ÍCARO, e monitorização das temperaturas observadas e previstas, predizendo, diariamente, o risco e impacte potencial de temperaturas extremas baixas na mortalidade da população.

    Este sistema, uma vez implementado, facultará aos decisores na área da saúde, em especial em Saúde Pública, informação atempada que apoie a preparação e adequação dos níveis e tipos de intervenção em situações de perigosidade associadas ao frio extremo com efeitos na saúde.

    http://www.insa.pt/sites/INSA/Portugues/ComInf/Noticias/Paginas/IRJeIPMAtpilotofriesa.aspx
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    CptRena gostou disto.
  11. SpiderVV

    SpiderVV
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2010
    Mensagens:
    6,889
    Local:
    Portalegre / Lisboa
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    guisilva5000 e CptRena gostaram disto.
  12. SpiderVV

    SpiderVV
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2010
    Mensagens:
    6,889
    Local:
    Portalegre / Lisboa
    ESTAÇÃO METEOROLÓGICA MAIS A SUL EM TERRITÓRIO NACIONAL - SELVAGEM GRANDE
    2016-08-26 (IPMA)

    http://www.ipma.pt/pt/media/noticia...edia/noticias/textos/aws-ilhas-selvagens.html

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    MSantos, CptRena, Thomar e 6 outras pessoas gostaram disto.
  13. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    15,010
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    A estação de Lamas de Mouro regressou esta semana.
    Estou à espera da estação de Colares, está difícil...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    actioman, MSantos e guisilva5000 gostaram disto.
  14. Skizzo

    Skizzo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    24 Set 2007
    Mensagens:
    1,360
    Local:
    Porto (centro) - cerca de 7km da costa
    Adorei terem colocado uma estação nas Selvagens
     
    actioman e guisilva5000 gostaram disto.
  15. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,630
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    A frente desta madruga e manhã deu para reparar que há muitas EMA's a precisar de manutenção nos pluviometros.

    Dados suspeitos:
    - Vila Nova de Cerveira (aeródromo)
    - Viana do Castelo
    - Viana do Castelo, Chafe
    - Porto, Massarelos
    - Pinhão
    - Macedo de Cavaleiros, Bagueixe
    - Miranda do Douro
    - Viseu (aeródromo)
    - Sabugal, Martim Rei
    - Coimbra, Bencanta
    - Alcobaça
    - Proença-a-Nova, P.Moitas
    - Elvas
    - Reguengos, S. P. Corval
    - Amareleja
    - Zambujeira
    - Portimão (aeródromo)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página