Já é possível prever chuva com meia hora de antecedência

rijo

Cumulus
Registo
19 Nov 2007
Mensagens
252
Local
Queluz
Uma empresa nascida da Universidade Politécnica da Catalunha concebeu um sistema capaz de prever a queda de chuva com uma antecipação de 20 minutos a meia hora. O dispositivo vai ser testado no Campeonato do Mundo de MotoGP este fim-de-semana.

Os engenheiros da Hyds, que surgiu no final de 2007, desenvolveram um algoritmo de análise de dados que prevê a queda de chuva no espaço de um quilómetro quadrado, cerca de meia hora antes de o fenómeno acontecer. A margem de erro do resultado é de 20%.

Segundo a edição online do El País, o sistema será testado já este fim-de-semana, durante a sexta jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP, no circuito de Montmeló, próximo de Barcelona. A Hyds irá instalar ecrãs para seguir num mapa a evolução das nuvens em tempo real e a possibilidade de precipitação durante o percurso. Caso exista ameaça de chuva, o sistema enviará alertas aos computadores das equipas, uma informação chave para colocar o tipo adequado de pneus.

“O nosso forte é o prognóstico a muito curto prazo. Há mil dados meteorológicos, o complexo é desenvolver uma aplicação que os analise matematicamente e extraia previsões fiáveis”, explicou Rafael Sánchez-Diezma, o fundador da Hyds, empresa que conta já com dez empregados, meia dezena de clientes e uma facturação de 600.000 euros para este ano.

A sua tecnologia já foi utilizada nas últimas três edições do torneio de ténis Conde de Godó: na final de 2007, com o céu escuro ameaçando descargas de água, o sistema garantiu que no local não iria chover. “Nesse dia choveu em todo o sul de Barcelona, via-se a tempestade desde o court”, recorda o fundador da empresa. A organização da competição confiou na previsão meteorológica e seguiu com as provas, que não foram afectadas por quaisquer chuvas.

A Hyds quer agora aplicar este software à Fórmula1, apesar de as maiores equipas, como a Ferrari, já terem o seu próprio sistema. Além do desporto, o programa já é utilizado para estudar o efeito de chuvas torrenciais sobre a potabilidade de água; também a Confederação Hidrográfica do Guadiana controla de antemão o aumento do nível das águas do rio, pela previsão antecipada da ocorrência de aguaceiros.

Para se expandir pela Europa, o fundador da empresa aponta agora a um novo mercado: os aeroportos. Em conjunto com a Agência Aeroespacial Alemã, a Hyds aplicará o programa na análise do impacto da queda de neve na gestão do tráfego aéreo, adiantando-se a eventuais necessidades de encerrar as pistas de aviação. O sistema será aplicado pela primeira vez em Frankfurt e Munique.

No Diário de Notícias (via @PauloQuerido)
 

Chingula

Cumulus
Registo
16 Abr 2009
Mensagens
326
Local
Lisboa

Acredito para a ocorrência de precipitação associada a Sistemas Sinópticos cuja evolução, depois de correctamente diagnosticados, seja acompanhada por meios técnicos adequados. Em relação à precipitação associada a fenómenos convectivos tenho muitas dúvidas...pois são fenómenos da escala local ou da mesoscala e cuja fase e condições de desenvolvimento são factores determinantes para o desencadear ou não, da precipitação ou de outro qualquer fenómeno típico da convecção (Granizo, Saraiva, Trovoada, Rajadas de vento,Trombas).
Cumpts