Modelos de Previsão Numérica, Entidades, Novidades

Tópico em 'Meteorologia Geral' iniciado por mirones 7 Set 2007 às 09:25.

  1. PCorreia

    PCorreia
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    5 Jan 2009
    Mensagens:
    8
    Local:
    Pamplona
    Olá, eu sou um pouco suspeito para falar neste tema porque sou eu o responsável pelas nossas previsoes, mas fica aqui mais um site para quem quiser dar uma olhada.

    Sao previsoes até horizontes de 180 horas (7,5 dias), baseadas no modelo de mesoescala SKIRON(Evoluçao do modelo ETA pela Univ de Atenas) que usa dados de entrada GFS (1x1 graus) e tem resoluçao horizontal de 10x10 km e 38 niveis verticais.

    Já fizemos vários estudos de precisao(para velocidade e direcçao do vento) deste modelo em relaçao a muitos outros (WRF, MM5, HIRLAM, ALADIN, etc..) e este modelo sempre obteve melhores resultados, principalmente em terreno complexo, mesmo usando reslouçoes mais baixas que os demais.

    O link é:
    http://www.cener.com/es/energia-eolica/prediccion-meteograma.asp

    Podem ver as imagens para toda a península(em baixo) para ver as previsoes de Precipitaçao, Velocidade e direcçao de vento, Temperatura, Neve, Nebulosidade...

    Podem também fazer click em cada um dos pontos do mapa (para Portugal só temos Lisboa, Porto e Faro por agora) e ver as previsoes para cada um desses locais.

    Brevemente serao disponibilizadas previsoes de ondulaçao para toda a costa Espanhola e Portuguesa.
     
  2. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    5,271
    Local:
    Estarreja; Costa da Caparica
    Boa tarde!

    Em primeiro lugar obrigado pela partilha! Não conhecia o modelo Skiron, mas em termos de mesoscala e atendendo às variações peninsulares, consegui, numa primeira olhadela, descortinar um perfil bastante realista ao nível, por exemplo, dos perfis de temperaturas. O grafismo para os diversos parâmetros está muito bem conseguido!
    Acreditando na fiabilidade das previsões (terei todo o gosto em seguir atentamente) pode ser um óptimo modelo a ter em conta! Mais uma vez muito obrigado :)
     
  3. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    2,288
    Local:
    Montijo/Lisboa
    Olá, antes de mais também obrigado pela partilha!

    Claro como já trabalhei com verificação de modelos, fui ver com alguma atenção..
    E gostava de perguntar que tipo de verificação fizeram para dizer isso, até porque também fiz esses testes com ALADIN, ECMWF e MM5 para o vento para fins de éolica!
    :)

    Quanto ao resto, estive a dar uma olhada, e sinceramente logo à primeira vista, na temperatura em Lisboa, vejo o problema típico de modelos, em locais junto ao mar.. Bastante atenuado o ciclo diurno...
    O que pode ser não problema da previsão do modelo, mas apenas da interpolação ou método de selecção dos pontos certo? Digo isto pois os valores em locais interiores parecem razoáveis a uma primeira vista..
    Quanto à verificação objectiva da qualidade do modelo e comparação com outros.. Só vendo realmente "scores" e tabelas de contingência completas...
    ;)
     
  4. PCorreia

    PCorreia
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    5 Jan 2009
    Mensagens:
    8
    Local:
    Pamplona
    Tenho que dizer que este modelo está calibrado para se obter o melhor vento possível porque é aquilo que nos interessa.

    Quanto à temperatura em Lisboa, nota-se esse problema que mencionas, tal como em todos os modelos quando te aproximas da costa (como se trata de uma malha de 10 km, é possível que se tenha célula com terra e mar, aumentando os erros).

    Quanto às comparações entre outros modelos (apenas de vento), foram feitos bastantes estudos internos com MM5, HIRLAM, ALADIN, etc em vários parques eólicos e chegou-se à conclusão que em terreno complexo (como é o caso de Navarra) este modelo com resolução de 10km superava todos os outros que tinham resolução de 7km (alimentados com os mesmos dados de entrada).
    A maior vantagem deste modelo em relação aos demais é que usa coordenadas verticais ETA melhorando a precisao em terreno irregular.

    Como se tratam de validações feitas em parques de clientes, infelizmente não posso mostrar os artigos, mas existe um mapa eólico de toda a península grátis na página se quiseres consultar.
     
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Sobre as diferenças nas diversas saídas do GFS



    O GFS tem 4 saídas. O ECMWF apenas duas. O problema com as saídas das 6z e das 18z do GFS tem a ver com observações injectadas nos modelos.

    Cada saída de um modelo é alimentada com observações (data dump). Milhões de registos meteorológicos de todo o mundo são assimilados pelo modelo de cada vez que corre. Dados de estações, bóias, navios, aviões, satélite, radares, etc,etc e as sondagens.

    Mas as sondagens que traçam um importante perfil da atmosfera em toda a vertical não são lançadas a toda a hora, são caras, não é tão simples como ter uma estação à superfície num local. Na maioria são apenas lançadas duas vezes por dia, e muitos locais apenas uma vez por dia, como Lisboa ou Funchal por exemplo, em que só existe às 12z, mas penso que mais tarde ou mais cedo haverá também a das 00z.

    Na Corunha por exemplo há ambas, às 00z e às 12z. Por essa razão as saídas das 06z e 18z nunca são tão boas em termos gerais, pois não possuem tantos dados importantes da atmosfera como as outras duas.

    Contudo é preciso notar que em teoria uma saída destas é sempre pior em termos de circulação geral da atmosfera mas pode perfeitamente acontecer que numa ou noutra circunstância os restantes dados para além duma sondagem ajudem a fazer uma previsão melhor localmente, ou seja, os restantes dados ajudarem a melhorar uma previsão onde os dados da sondagem não sejam assim tão importantes.

    Um exemplo que ajuda a perceber o que disse, que mostra dados das últimas 4 saídas no que se refere a sondagens disponíveis numa coisa chamada Global Tropospheric Analysis (FNL) que depois alimenta os modelos como o GFS.

    [​IMG]
     
  6. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,040
    Local:
    Madeira - Funchal
    O GEM é o CMC remodelado com os dados do instituto de meteorologia da Alemanha. O CMC disponibiliza o modelo gratuitamente online o seu modelo de alta resolução, o problema é retirar e processar a informação dos gribs que tão no FTP que são a vontade alguns Gigas por cada run...

    Alguém ajuda?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,040
    Local:
    Madeira - Funchal
    Alta resolução do Hirlam
    Apanhei uma preciosidade deste grande modelo que cada vez mais me surpreende :)
    [​IMG]

    Nesta imagem o modelo assinala as zonas mais quentes e mais frias da região dando para notar-se bem o efeito de existir terreno (ilha da Madeira)

    Assinalando a zona mais urbanizada onde o calor do sol é reflectido e aquece o ar (Funchal) e a zona com maior arborizarão / efeito do vento no ponta da ilha causando o chillout (Porto Moniz)
    :cool:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
  9. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O GFS terá uma grande actualização a 27 de Julho, quer na física, quer na resolução que passará dos actuais 35km para 27km, o output de 3 horas estende-se das 180 para as 192 horas e o output de baixa resolução prolonga-se até às 574 horas.
    O output desta versão tem sido disponibilizado pelo Meteociel (run paralela) e por acaso nos últimos dias não me agradou muito, mas pode ter sido coincidência.
     
  10. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    4,325
    Local:
    Oeiras / Portel
    Já a anterior actualização, no Outono passado, foi bastante prejudicial, desde aí creio que este modelo tornou-se menos fiável. Nos últimos dias pareceu-me que, pelo menos quanto à precipitação, a run paralela está um pouco melhor que o actual.

    Onde está a previsão até às 574h? Não é que sirva de muito, mas tinha curiosidade de ver a previsão a quase um mês de distância.
     
  11. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    David, peço desculpa, afinal enganei-me, ao procurar um output percebi que não há alteração nas horas, tinha interpretado mal o que vinha na notificação pensando que T574 tinha a ver com o tempo, mas tem a ver com número de ondas no modelo ou qualquer coisa assim que não entendo (spectral triangular truncation n waves).

    Tens acompanhado a paralela então ? Achaste melhor ? Dá-me ideia que está melhor na precipitação, mas se calhar a exagerar. Por exemplo esta tarde tinha bastante no norte do país.
     
  12. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    4,325
    Local:
    Oeiras / Portel
    A paralela esteve melhor na precipitação convectiva do fim de semana, mas não tão boa como outros modelos. De resto, têm previsões parecidas, creio que se fosse inverno era mais fácil de aferir qual era o melhor, agora prever a posição da cut-off é complicado e nenhuma das saídas, operacional e paralela, tem uma previsão consistente, estão sempre a mudar. E de resto, prever a posição de anticiclones ou dorsais enormes no verão é bastante fácil e todos acertam até médio prazo.
     
  13. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Parece que tinha sido adiada há dias atrás a introdução da nova versão do GFS, em princípio será só amanhã, na saída das 12z

     
  14. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O tema volta sempre à baila, e aqui há uns tempos procurei por respostas, encontrei umas coisas interessantes, mas esqueci-me de pôr no fórum.

    Porque é que o ECMWF é o melhor modelo global, e porque é que é superior ao GFS ?

    O ano passado fizeram uma experiência muito interessante. Correram o modelo GFS com dados de inicialização do ECMWF. E o que descobriram foi um pouco surpreendente. O modelo GFS com dados do ECMWF teve melhor perfomance do que o GFS normal, embora não tão boa como o ECMWF em si.

    Isso mostrou que parte do problema do GFS não está no modelo em si, mas nos dados que o alimentam. Ou seja, todo o esquema de aquisição, ingestão e validação de dados do ECMWF é muito superior ao GFS. Como as condições de partida tem melhor qualidade, o ECMWF em média tem melhor perfomance.
    E até foram encontradas algumas pistas para a origem de alguns problemas, nomeadamente temperaturas medidas por aviões que depois no GFS geram erros pois dados satélite (que são a maioria dos dados hoje em dia) são erradamente calibrados por temperaturas que tem maior erro do que deviam.

    Apresentação de 15 minutos: (requer player WebEx)
    http://ams.confex.com/ams/89annual/wrfredirect.cgi?id=10587


    A resolução disto não é tão simples como parece. Como sabemos, o ECMWF é um modelo "atrasado", ou seja, demora muito mais horas que outros modelos a correr, e isso deve ter precisamente a ver com a melhor qualidade/quantidade da recolha/validação de dados de inicialização.

    Mas em previsão do tempo a velocidade é um factor importante para os americanos ou mesmo critico (tornados, furacões, etc) bem como terem 4 runs, mesmo sabendo-se que as das 6z e 18z não tem observações ou tem muito poucas podem gerar grandes erros no médio/longo prazo. Como quer a velocidade quer as 4 runs são factores bastante importantes para os americanos, é provável que o ECMWF continue a reinar como melhor modelo durante muito tempo. Reparem numa coisa, o ECMWF demora já umas boas horas a mais que outros modelos, e depois é necessário injectar o output dele em modelos de mesoescala, ou modelos de furacões, etc. O que adiciona mais umas quantas horas a tudo. No final, o atraso é tão grande que é simplesmente inaceitável em certas situações. Por exemplo o NHC diz muita vez, que o ECMWF é em média o melhor modelo, mas na prática com todos estes atrasas, informação critica chega demasiado tarde nalguns casos. Os americanos num furacão põe um avião a fazer dezenas de sondagens que depois injectam por exemplo numa run das 6z obtendo resultados fiáveis poucas horas depois. No ECMWF podem perder horas cruciais.

    Todas estas coisas vão sendo melhoradas com ao longo dos anos, com a melhoria da capacidade de processamentos dos computadores, etc.
     
  15. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Re: Meteorologia - Cursos, Livros e Manuais (online)

    Um vídeo sobre a importância do ECMWF (modelo meteorológico).

     
    #30 Mário Barros, 16 Set 2010 às 01:41
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52

Partilhar esta Página