Normal climatológica 1991-2020 (Portugal Continental)

Tópico em 'Climatologia' iniciado por almeida96 15 Jan 2021 às 20:16.

  1. almeida96

    almeida96
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    9 Fev 2020
    Mensagens:
    156
    Local:
    Algueirão - Sintra (194 m)
    Findo Dezembro de 2020, tal significou que é agora possível construir a nova normal climatológica 1991-2020.

    Baseei-me nos dados do IPMA, nas séries longas (http://www.ipma.pt/pt/oclima/series.longas/) e nos boletins climáticos mensais (http://www.ipma.pt/pt/publicacoes/boletins.jsp?cmbDep=cli&cmbTema=pcl&idDep=cli&idTema=pcl&curAno=-1).

    Os dados correpondem apenas ao território de Portugal Continental, sendo por isso uma média das estações do IPMA, que nem sempre são as mesmas (novas estações; estações com falhas...).

    -Temperatura:

    Começo por apresentar um gráfico com as temperaturas máxima; média e mínima:

    [​IMG]

    -Temperatura máxima:

    [​IMG]

    O aumento de temperatura foi maior para a temperatura máxima. Entre 1971-2000 e 1991-2020 a temperatura média aumentou 0,69 °C, com grande destaque para Maio com +1,56 °C; Junho com +1,34 °C; Abril com +1,12 °C e Agosto com +1,1 °C!

    Apenas Novembro viu diminuir a máxima média muito ligeiramente; com Dezembro apresentando uma estabilização do valor.

    O maior número de eventos extremos de calor, mesmo no Inverno, countribuiu largamente para este aumento expressivo das máximas. O tempo anticiclónico levou também à redução da precipitação.

    -Temperatura média:

    [​IMG]

    Entre 1971-2000 e 1991-2020 a temperatura média aumentou 0,45 °C, com grande destaque para Maio com +1,12 °C; Junho com +0,93 °C e Abril com +0,82 °C!

    A Primavera aqueceu muito! Os meses de Verão aumentaram mais moderadamente, bem como Março e Outubro. Já Fevereiro; Novembro e Dezembro arrefeceram...

    Cada vez mais o Verão se alarga para Maio e Outubro, potenciando eventos extremos de calor; seca e grandes incêndios florestais (como Junho e Outubro de 2017).

    -Temperatura mínima:

    [​IMG]

    A temperatura mínima teve um aumento muito mais moderado (+0,19 °C) entre 1971-2000 e 1991-2020, relativamente à tempertaura máxima. E diminuiu até o seu valor entre 1981-2010 e 1991-2020 ( - 0,05 °C) em 8 meses (Fevereiro; Setembro e Dezembro com as maiores diminuições; Abril e Maio com os maiores aumentos). Talvez tal se deva a uma maior preponderância de tempo anticiclónico e seco, potenciando as mínimas (menor perturbação atmosférica).

    - Precipitação:

    Agora o mais interessante (:D), a precipitação. Novamente, começo por um gráfico, permitindo uma comparação visual com as normais anteriores de 1971-2000 (ainda usada pelo IPMA) e a de 1981-2010:

    [​IMG]

    É muito visível a perda de precipitação de Fevereiro; Junho e Dezembro. Por outro lado, Março e Outubro aumentaram o seu valor médio entre cada normal.

    A tabela com os valores das 3 normais indica isso mesmo:

    [​IMG]

    Analisando por estação do ano, entre 1971-2000 e 1991-2020, vemos o seguinte:

    Inverno (Dez;Jan;Fev): 361,4 -> 293,9 mm - uma queda de 19 % na precipitação!
    Primavera (Mar;Abr;Mai): 211,3 -> 214,8 mm - aumento de 2 %.
    Verão
    (Jun;Jul;Ago): 59,7 -> 44,8 mm - queda de 25 %! (mas a partir de valores baixos)
    Outono (Set;Out;Nov): 249,7 -> 265,9 mm - aumento de 6%.

    -------

    É uma análise muito superficial e que não tem em conta as diferentes realidades de cada território, mas que nos dá uma clara ideia da tendência:

    -Queda na precipitação
    -Aumento nas temperaturas, com destaque para a temperatura máxima.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. N_Fig

    N_Fig
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    29 Jun 2009
    Mensagens:
    3,323
    Local:
    Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
    A comparação com 1971-00 é legítima por ser a normal que o IPMA usa agora, mas tendo nós acesso ao período inteiro 1931-20, acho que não é a mais adequada. Também há situações em que a normal 1971-00 é que pode ser considerada a anomalia e a nova normal é mais... "normal" (a precipitação muito baixa em março por comparação com os meses à volta, por exemplo). A descida de temperatura/menor subida nos meses de fevereiro, novembro e dezembro perde relevância quando constatamos que a normal 1971-00 era já anormalmente quente nesses meses em comparação com as décadas anteriores...
    Esta década (2011-2020) foi claramente a mais quente (a década de 90 era anteriormente a mais quente), e teve de longe o maior valor da temperatura máxima, mas a temperatura mínima foi a mais baixa desde a década de 70, e apenas umas centésimas superior à década de 40. Não há um único mês com temperatura média ou máxima inferior ao valor médio do período total 1931-20... A temperatura mínima é inferior nalguns meses (fevereiro, março e junho), e mesmo nos outros meses a anomalia positiva não é assim tão significativa, o que só reafirma a maior amplitude térmica derivada da referida maior persistência de tempo anticiclónico.
    Foi a 2ª década mais seca, ligeiramente mais húmida que a anterior. Quase todos os meses tiverem precipitação inferior ao valor médio 1931-20, exceto abril (razoavelmente superior, nos últimos 5 abris, 4 tiveram mais de 150% da precipitação média), outubro e novembro (ligeiramente superior para ambos). A queda de precipitação no inverno e especialmente no verão é notória, enquanto que na primavera e no outono se mantém praticamente igual
     
    almeida96 e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  3. N_Fig

    N_Fig
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    29 Jun 2009
    Mensagens:
    3,323
    Local:
    Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
    Ah, a normal 1991-20 é a mais seca e a mais quente de todas, mas tendo em conta que junta as 3 décadas mais quentes e mais secas, isso não é novidade nenhuma...
     
    frederico e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  4. almeida96

    almeida96
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    9 Fev 2020
    Mensagens:
    156
    Local:
    Algueirão - Sintra (194 m)
    Sim,na última década a precipitação aumentou no período Janeiro-Maio e em Novembro, mas isto comparando com a muito seca década 2000-2009. Já o Verão perdeu muita precipitação, bem como Outubro e Dezembro.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    "Charneca" Mundial e frederico gostaram disto.

Partilhar esta Página