Previsão e Seguimento Furacões (Atlântico 2012)

Tópico em 'Tempo Tropical' iniciado por Vince 4 Jan 2012 às 19:26.

Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    A 91L tem boas hipoteses de se transformar no proximo ciclone tropical da época, sendo que todos os modelos a tornam uma TS daqui a umas 48h.

    Tambem nas médias dos ensembles vem com bastante congruencia a hipotese de ela recurvar antes dos 50/55ºW, o que geralmente é sinal para termos em conta a possibilidade de vir a afectar os Açores..

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Hazores

    Hazores
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Out 2008
    Mensagens:
    1,440
    Local:
    AGH,terceira,açores
    Calma é apenas um invest..... com 40% de hipoteses. As próximas 48 serão importantes para o seu desenvolvimento
     
  3. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O GFS nesta última saída das 00z já não desenvolve muito o 91L, parece apenas um sistema fraco
    http://moe.met.fsu.edu/cgi-bin/gfstc2.cgi?time=2012090900&field=Sea+Level+Pressure&hour=Animation

    Mas o ECM insiste no mesmo de forma mais agressiva e a passar nos Açores:
    http://moe.met.fsu.edu/cgi-bin/ecmw...90812&field=Sea+Level+Pressure&hour=Animation

    O CMC também tem apenas um sistema fraco
    http://moe.met.fsu.edu/cgi-bin/cmctc2.cgi?time=2012090900&field=Sea+Level+Pressure&hour=Animation

    Os modelos nestas coisas são bastante limitados, e não confio muito no ECMWF no que toca à ciclogenese tropical na fase inicial, já confio bastante mais numa fase posterior, em que tenha o ciclone bem assimilado no modelo. Aguardemos mais uns dias, pois os modelos erram sempre imenso nestas coisas, basta ver como o actual Leslie tem vindo a ser sobrestimado pelos modelos, e o Michael subestimado.

    O Atlântico está muito dinâmico, o GFS das 00z tem uma depressão não tropical nos Açores daqui a uma semana, o ECM tem uma depressão tropical, são diferenças enormes.


    Para já o NHC mantém os 40%

     
  4. Afgdr

    Afgdr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Set 2011
    Mensagens:
    1,848
    Local:
    Lagoa - São Miguel, Açores
    Atualização
    Houve um aumento de 40% para 70% relativamente à possibilidade de se tornar Tempestade Tropical :shocking:
     
  5. Afgdr

    Afgdr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Set 2011
    Mensagens:
    1,848
    Local:
    Lagoa - São Miguel, Açores
    Atualização

     
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O 91L continua gradualmente a apanhar forma, já parece uma depressão tropical, na verdade hoje pelas 14 horas utc foi oficialmente a depressão tropical nº14 durante uns minutos, apareceu nos sistemas de mensagens automáticas, mas passado meia hora reverteram para 91L novamente, não sei porquê, é bastante raro isso acontecer, talvez tenham ficado com algumas dúvidas em cima da hora do aviso das 15utc, e quisessem esperar mais umas horas.

    http://ftp.nhc.noaa.gov/atcf/tcweb/invest_RENUMBER_al912012_al142012.ren
    http://ftp.nhc.noaa.gov/atcf/tcweb/invest_RENUMBER_al142012_al912012.ren

    A ver o que dizem no próximo aviso das 21 utc.

    [​IMG]

    Este é o sistema que alguns modelos alternadamente e variando bastante entre saídas, tem mostrado poder-se aproximar dos Açores, para já para acompanhar sem stress, mas dada a permanência de baixas pressões na região dos Açores durante imensos dias, é uma razoável possibilidade de que este ciclone se se desenvolver decentemente possa mesmo aproximar-se mais das ilhas do que os anteriores devido à fraqueza das altas pressões no Atlântico mais a norte. Mas para isso teremos que ver como se desenvolve e como tudo evolui.
     
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Isto é bastante interessante, não sei se se recordam de eu me queixar a quando do Gordon nos Açores não existirem voos de reconhecimento naquela zona do Atlântico e como tal não se saber bem na verdade a intensidade do vento dado que as estimativas por satélite são falíveis.

    Aparentemente a NASA está a planear fazer voos ao actual 91L com um UAV dum projecto experimental que eles tem desde há uns anos, o "Hurricane and Severe Storm Sentinel (HS3)", projecto que estava meio na gaveta até agora, basicamente voos não tripulados com um Global Hawk, para lançar sondagens. O Global Hawk é um UAV usado sobretudo em missões militares mas a NASA tem dois para fins científicos. Estes UAV's especiais foram apetrechados com um radar meteorológico, um sensor de descargas eléctricas e preparados para lançarem até dezenas de sondagens. Já fizeram o mesmo há dias no Leslie, e parece que vão fazer com este sistema também, se ele se desenvolver.

    http://www.nasa.gov/mission_pages/hurricanes/missions/hs3/news/hs3-begins.html

     
  8. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Entretanto esta perturbação 91L também não foi classificada para já no aviso mais recente, a convecção parece estar a ter dificuldades, o NHC vai esperar mais algum tempo

    [​IMG]
     
  9. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    9,343
    Local:
    Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
    Formou-se a 14ª depressão tropical Atlântico este ano, as previsões indicam que curve para Norte cedo, o que pode levar este sistema para perto dos Açores, como indicam alguns modelos, situação a acompanhar nos próximos dias.

    NHC
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    9,343
    Local:
    Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. adiabático

    adiabático
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    19 Nov 2007
    Mensagens:
    315
    Local:
    Lumiar
    Aqui vai uma comparação rápida da época em curso (2012) com as duas anteriores (2011 e 2010).

    Tomei os valores da ACE para cada ciclone e integrei-o na data em que o ciclone se dissipou ou passou a extra-tropical.

    É interessante ver surgir os padrões na macro-escala, apesar das diferenças quando se analisa à lupa :)

    A época em curso tem tido mais tempestades, mas de menor intensidade - no entanto, a "energia" que se dissipou na forma de ciclones segue aproximadamente a dos dois anos anteriores.

    No ano passado fiz o mesmo e incluí a época de 2005 como referência, mas perdi o ficheiro e desta vez ainda não tive paciência para mais!

    [​IMG]
     
  12. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Invest96L

    Boas noites.


    Nos proximos dias teremos muita actividade no Atlantico subtropical.
    Uma cut-off desprender-se-há da circulação subpolar, e mover-se-há para sudeste até aos Açores.
    Pelo caminho deverá absorver o ciclone tropical Nadine...e a Nadine enquanto estiver a interarir com a cut-off deverá ser acelerada para NE, podendo atingir os Açores.

    Depois, a energia que a Nadine dará á depressão em cut-off assim como o padrão em larga escala será favoravel ao establecimento de um bloqueio no Atlantico, com a bipartição da dorsal subtropical.

    Ai entra em jogo esta perturbação 96L.

    Muitos modelos colocam-na a evoluir para NW e depois a ser capturada nessa brecha, podendo vir a curvar para norte acabando por ser absorvida na depressão que se manterá pela região dos Açores.

    Ora...no processo, a 96L poderá vir a afectar os Açores, ou no caso da depressão no Atlantico estar mais para leste, a RAM ou mesmo o continente.


    [​IMG]


    (Peço encarecidamente aos moderadores que coloquem aqui a seguinte animação:)
    http://www.cpc.ncep.noaa.gov/products/hurricane/hurricane-AMMA/hgt_vort_850_atl_animation.html

    :::::::::::::::::::


    Para já
    , não temos certezas de nada, até porque não sabemos como a 96L se vai comportar nos proximos dias.
    É certo que as condições atmosfericas serão um pouco melhores para a 96L se desenvolver ao longo dos proximos 2 a 3 dias, mas não sabemos se é mesmo assim que as coisas vão suceder...pode ocorrer que ela degenere antes de ter qualquer hipotese.

    No entanto caso ela evolua, ao se tornar um sistema mais profundo, ou seja, com maior dimensão em altitude e longitude, começe a ser afectada por essa conjugação sinoptica de larga escala que estará presente no Atlantico, e seja arrastada para norte na brecha da cintura subtropical.

    NHC

    A BROAD LOW PRESSURE AREA ASSOCIATED WITH A TROPICAL WAVE IS LOCATED
    A FEW HUNDRED MILES SOUTHWEST OF THE CAPE VERDE ISLANDS. ALTHOUGH
    SHOWERS AND THUNDERSTORMS REMAIN DISORGANIZED...ENVIRONMENTAL
    CONDITIONS ARE EXPECTED TO BECOME CONDUCIVE FOR GRADUAL
    DEVELOPMENT OF THIS DISTURBANCE OVER THE NEXT FEW DAYS. THIS
    SYSTEM HAS A LOW CHANCE...10 PERCENT...OF BECOMING A TROPICAL
    CYCLONE DURING THE NEXT 48 HOURS AS IT MOVES WEST-NORTHWESTWARD
    AT 10 TO 15 MPH.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O 96L tornou-se a 15ª depressão tropical da temporada. O NHC prevê que se torne Tempestade tropical.
    Mas estranho já ter classificado o sistema tão cedo, não parece grande coisa

    [​IMG]


    Agora a parte curiosa, segundo os modelos terá uma vida muito curta, sendo absorvida ou destruída pela mesma depressão extra-tropical do Atlântico norte, aparentemente ainda antes da própria Nadine :D Deve ser para compensar a longa vida desta.

    Vamos ver se assim será, e qual o impacto nos Açores de tanta energia tropical naquela depressão.

    [​IMG]
     
  14. adiabático

    adiabático
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    19 Nov 2007
    Mensagens:
    315
    Local:
    Lumiar
    Queria dar este contributo (leigo) para o tópico de climatologia mas este está fechado :) é só para artigos "peer reviewed" ;)

    É um exame rapidíssimo da variação da ACE por época, no Atlântico Norte.

    A ACE (accumulated cyclone energy) é uma grandeza que se usa para expressar a intensidade, quer de tempestades individuais, quer de épocas numa determinada área geográfica. É gerado a partir da soma dos quadrados da velocidade máxima do vento, medida ou estimada em intervalos de 6 horas, desde que a mesma velocidade seja igual ou superior a 35 nós (mínimo para que o sistema seja considerado uma tempestade tropical).

    Para informações mais precisas pode consultar-se o artigo: http://en.wikipedia.org/wiki/Accumulated_cyclone_energy

    Os gráficos são gerados a partir da informação disponibilizada pela NOAA: http://www.aoml.noaa.gov/hrd/tcfaq/E11.html. Dado que nos encontramos perto do final da época de 2012, acrescentei à série publicada o valor da ACE deste ano, até ao momento, sendo, contudo, um valor provisório.

    Isto foi feito em google docs ;) o que limita um pouco a configuração dos gráficos. Não consegui para o segundo tipo de gráfico atribuir a coluna com os anos à legenda do eixo dos xx... Mas o intervalo é idêntico ao do primeiro gráfico, vai de 1851 a 2012. Aqui vai o link para o documento: https://docs.google.com/spreadsheet/pub?key=0Atxso_LF2CJ7dFhFZjZlbGtvbURNRVZ5ZDdfenp1Wmc&single=true&gid=0&output=html

    Fiz uma série de médias aritméticas para intervalos sucessivamente mais longos: contando os 6, 10, 30, 50 e 60 anos anteriores. No início do gráfico todas as médias se assemelham (pois os intervalos mais longos precisam do número correspondente de dados anuais). Deste modo, os primeiros 5 anos da média a 6 anos têm menor relevância, assim como os primeiros 9 da média a 10 anos, 29 da média a 30 anos e assim sucessivamente.

    É interessante verificar o famoso "sinal de multi-década", que se torna mais aparente na média dos 30 anos anteriores. É uma variabilidade que manifesta ciclos de 60 anos, sensivelmente, cuja justificação física ainda é pouco conhecida. Verificam-se "picos de intensidade" sensivelmente em torno dos anos de 1895, 1955 e 2005, intercalados por períodos de menor intensidade. (Nota: por se tratarem de médias dos anos anteriores, cada série apresenta algum "atraso" na manifestação dos valores máximos e mínimos relativamente às anteriores).

    Por se tratarem de ciclos de 60 anos, a média dos 60 anos anteriores (considerando apenas a partir de 1910 pelo motivo acima indicado) é relativamente estável. No entanto, parece significativo o facto de esta média de 60 anos ter subido de forma nítida a partir dos anos 90. Correlacioado com isto parece estar o facto de o período de menor intensidade ter sido mais curto entre os picos de 1955 e 2005 do que entre os de 1895 e de 1955.

    Dado que esta série de dados apenas permite acompanhar dois ciclos de 60 anos, é completamente insuficiente para desenvolver mais especulações; é perfeitamente admissível que estes ciclos de 60 anos sejam afectados por outros ciclos de período mais longo, cuja manifestação só se tornará aparente com o acumular de mais dados; ou poderá tratar-se de uma manifestação pontual.

    Independentemente de se tratar de um fenómeno cíclico ou não, é aparente que nos encontramos no período de maior actividade de ciclones tropicais no Atlântico Norte, desde o início desta série de dados em 1851 :)

    [​IMG]

    ------------------------[​IMG]
     
  15. Ricardo Martins

    Ricardo Martins
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    31 Mai 2012
    Mensagens:
    140
    Local:
    Magoito - Sintra
    Não sei se já foi postado, mas qui vai um pequeno contributo:



    Animação com os furacões do Atlantico de 2012
    Vale a pena ver;)
     
    #60 Ricardo Martins, 30 Nov 2012 às 11:13
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 04:01
Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Partilhar esta Página