Previsão e Seguimento Tufões (Pacífico Oeste 2007)

Tópico em 'Tempo Tropical' iniciado por Rog 22 Mai 2007 às 20:50.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Depressão tropical Lekima se transforma em tufão na China

    A depressão tropical Lekima, que matou 12 pessoas em sua passagem pelas Filipinas no último final de semana, se transformou nesta terça-feira em tufão e se aproxima da ilha de Hainan, no sul da China, onde 100 mil moradores foram retirados. Segundo a agência estatal Xinhua, o tufão está cerca de 110 quilômetros a sudoeste de Sanya, a cidade mais ao sul da Província da ilha, e tem ventos de até 118,8 km/h.
    Os meteorologistas previram sua chegada à ilha para a noite de hoje ou na quarta-feira de manhã. No entanto, seus efeitos começaram a ser notados, e seis vôos tiveram que ser cancelados hoje no aeroporto de Meilan, em Haikkou, a capital Provincial. As comportas de 17 represas da Província foram abertas para desviar a água em caso de inundações, segundo um porta-voz do Centro de Controle de Inundações, Tufões e Seca de Hainan.
    Mais de 20 mil embarcações pesqueiras foram chamadas ao porto pelas autoridades marítimas para se proteger da depressão. O Escritório Estatal de Controle de Inundações e Secas enviou avisos de urgência tanto à ilha de Hainan quanto às províncias de Cantão, Yunnan e Guangxi Zhuang, no sul da China, para que se preparem para o tufão.
    As autoridades locais determinaram a paralisação dos serviços ferroviários e marítimos no estreito de Qiongzhou [entre a ilha e o continente], além dos serviços ferroviários entre as principais cidades de Hainan, e entre esta e o continente. O governo também pediu à população que tome precauções contra possíveis desastres, como inundações.

    Folha Online
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Tufão provoca pelo menos três mortos e 14 feridos

    Pelo menos três pessoas morreram e 14 ficaram feridas devido à passagem do tufão Lekima pelo Vietname, disseram hoje as autoridades locais, que admitiram a possibilidade de o número de vítimas mortais ser superior. Com ventos de 130 quilómetros por hora, a tempestade atingiu as províncias de Ha Tinh e Quang Binh, no centro do Vietname.
    Le Duc Thanh, do Departamento de Controlo de Cheias e Tempestades, disse que pelo menos uma pessoa está dada como desaparecida e admitiu que o número de vítimas poderá ser superior, porque não há ainda informações sobre as áreas costeiras, "que foram as mais atingidas pelo tufão". Entre as vítimas mortais já confirmadas está um rapaz de 13 anos, que se afogou quando tentava amarrar o barco da família durante a passagem da tempestade.
    Na província de Quang Binh, o tufão destruiu ou provocou estragos em mais de 25 mil habitações, segundo Nguyen Ngoc Dien, das equipas de socorro. Antes da chegada do tufão, as autoridades retiraram da zona cerca de 400 mil pessoas. Depois de passar pelo Vietname, o Lekima perdeu intensidade e passou a tempestade tropical ao chegar ao Laos.
    Inicialmente, o Lekima dirigia-se para China, onde 100.000 pessoas foram retiradas das zonas mais desabrigadas por precaução, mas acabou por mudar a rota e atingir o Vietname.

    © 2007 LUSA
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #33 Gerofil, 4 Out 2007 às 11:20
    Última edição: 6 Out 2007 às 23:19
  4. mocha

    mocha
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Dez 2006
    Mensagens:
    1,596
    Local:
    Barreiro
    Taiwan: tufão Krossa sopra a 184 quilómetros/hora

    O tufão Krosa atingiu este sábado Taiwan com ventos e chuvas fortes, que provocaram ondas altas na costa oriental da ilha e perturbaram o tráfego aéreo e marítimo, anunciaram as autoridades locais, citadas pela Lusa.

    Às 08:30 locais (01:30 em Lisboa), o centro da tempestade estava localizado no mar a cerca de 210 quilómetros a sudeste de Ilan (nordeste de Taiwan), com ventos de 184 quilómetros por hora, e dirigia-se para noroeste, à velocidade de 15 quilómetros por hora, segundo informação dos serviços meteorológicos de Taipé.

    O raio de acção da tempestade é de 300 quilómetros.

    Nas próximas horas, o olho da tempestade deverá atravessar o norte de Taiwan e dirigir-se para o sul da China.

    O Krosa deverá provocar mau tempo ao longo do dia de hoje em Taiwan, mas até agora não há notícias de vítimas.

    Devido à intensidade da chuva, registou-se sexta-feira um deslizamento de terras numa auto-estrada no leste de Taiwan e pescadores tiveram de se abrigar num porto do norte da ilha.

    As autoridades disseram que o serviço de transporte marítimo entre Taiwan e diversas ilhas foi suspenso e que vários voos domésticos foram cancelados devido ao mau tempo provocado pelo tufão.

    Os serviços de protecção civil lançaram alertas de cheias para 17 rios e aconselharam as autoridades locais a evacuarem áreas onde poderão ocorrer deslizamentos de terras.

    in portugal diario
     
  5. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Tufão deixa desaparecidos e vários de feridos em Taiwan

    O tufão Krosa, com ventos de entre 184 e 227 km/h, chegou neste sábado (6) à ilha de Taiwan com fortes ventos e chuva intensa, deixando quase meio milhão de residência sem luz e pelo menos dois desaparecidos. Além disso, os fortes ventos interromperam o tráfego aéreo e ferroviário e obrigaram que centenas de pessoas deixassem suas casas.
    O centro do tufão passa por Taiwan perto da cidade de Ilan, ao nordeste da ilha, e, se seguir a trajetória prevista, sairá por Dansui, a 20 quilômetros de Taipé, antes de continuar seu caminho em direção à costa oriental chinesa, que já está em alerta. O norte e o centro de Taiwan estão sendo castigados por fortes ventos e chuvas, que derrubaram árvores e impedem a normal circulação dos veículos, especialmente dos milhões de motocicletas que existem na ilha.
    Na capital Taipé, no distrito de Yangmingshan, várias casas foram derrubadas. Os serviços de emergência informaram que seis sobreviventes, sem ferimentos, foram resgatados dos escombros de uma casa soterrada por um deslizamento de terra no subúrbio de Taipé. Contudo, as equipes de resgate ainda procuram por dois homens que, acredita-se, ainda estejam sob os escombros.
    Segundo a televisão TVBS, uma mulher grávida perdeu seu filho porque a estrada que une o leste e o oeste de Taiwan foi interditada e ela não pôde chegar ao hospital para dar à luz. As pesadas chuvas provocaram um deslizamento que bloqueou a principal rodovia no leste da ilha, segundo reportou a United Evening News. A
    utoridades disseram ainda que os ventos fortes também arrancaram mais de 500 árvores na cidade. A área residencial no subúrbio de Peitou está inundada, com o nível da água alcançando a altura dos joelhos. A Cathay Pacific Airways cancelou os vôos de Taipé para Hong Kong, Japão e Coréia do Sul. A Dragon Airlines também cancelou os vôos entre Taiwan e Hong Kong. Os serviços ferroviários foram suspensos entre Taiwan, Ilhas Verdes e a ilha
    de Lanyu, e vários vôos domésticos foram cancelados, segundo autoridades locais.
    O Centro de Assistência de Desastres emitiu alertas de enchentes para os 17 principais rios e alertou as autoridades locais a retirarem as pessoas de áreas de risco.

    A Tarde
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Flooding claims 42 lives in Vietnam

    Floods which hit Vietnam's central region from Oct. 29 to Nov. 5 killed 42 people and left six others missing, according to the Central Steering Committee for Flood andStorm Prevention on Monday. Thua Thien Hue province suffered the biggest human loss with 11 deaths, followed by the provinces of Quang Nam and Quang Ngai with8 each, Phu Yen province with 7, and Binh Dinh with 3.
    Flooding also inundated at least 70,000 houses and many irrigation works, and isolated some areas in the region, said the committee. Vietnam is actively preparing to cope with typhoon Peipah, which crossed the Philippines island of Luzon on early Monday. The typhoon is forecast to trigger torrential rains in Vietnam's central region.
    Natural disasters, including typhoons and hails, killed 339 people in Vietnam, left 274 persons missing, and injured 2,065 others in 2006. The estimated losses totaled 18.6 trillion Vietnamese dong (nearly 1.2 billion U.S. dollars) in the year.

    China View

    6 die as 'Kabayan' hammers N. Luzon

    Tropical storm "Kabayan" (international codename: Peipah) already left the north Luzon landmass, but as many as six people have already been reported killed in its wake on Monday afternoon. Radio dzMM identified six fatalities amid the storm's wrath, mostly in hard-hit Isabela province. They are Alberto Liban, Samuel Panisigan, Alejandro Bosi, Janet delos Santos and Francisco Pauig.
    The sixth fatality was reportedly a drowning victim in Kalinga province. The radio report said Delos Santos was a woman who was about to give birth but was unable to get medical attention because of rising flood waters.
    QTV Live on Q said one of the deceased died of electrocution, while another was pinned to death after the latter was crushed inside his or her own home. Ilagan City, Cauyan City and Roxas town were most affected, the QTV report said.
    Local officials in Ilagan said about 500 families in Camunatan village waded through floodwaters. Saturnino Fenider, Magat Dam instrumentation chief, said the water level in the dam has risen because of the recent heavy rains. The report, however, did not say if the dam's danger level was about to be breached.
    For her part, Isabela Gov. Grace Padace said her office will be needing assistance from the Air Force to monitor the flooded areas and reach affected families in far-flung areas. "Kabayan" exited northern Luzon and is moving toward the South China Sea, the Philippine Atmospheric, Geophysical and Astronomical Services Administration (Pagasa) said Monday.
    Pagasa said another low-pressure area was spotted Monday morning, estimated at 820 kilometers east of northern Mindanao. In its 11 a.m. advisory, Pagasa said that as of 10 a.m., "Kabayan" was 80 km west of Vigan City in Ilocos Sur, with maximum sustained winds of 105 kilometers per hour near the center and gustiness of up to 135 kph.
    "Kabayan" was moving west northwest at 15 kph and is forecast to be 390 km west of Vigan City Tuesday morning. By Wednesday morning, it is expected to be 670 km west southwest of Vigan City or 660 km west northwest of Dagupan City.
    Still under Storm Signal 2 are Ilocos Norte, Ilocos Sur, La Union, Pangasinan, Benguet, Abra, Ifugao, Mt. Province, Kalinga, Apayao, and Nueva Vizcaya. Under Storm Signal 1 are Zambales, Pampanga, Tarlac, Nueva Ecija, Quirino, Aurora, Isabela, Cagayan, and the Babuyan group of Islands.
    Public storm warning signals elsewhere have been lowered. Power outages, uprooted trees and floods were reported in parts of Cordillera and Cagayan Valley as "Kabayan" made landfall in Northern Luzon on Sunday night.
    Fallen trees blocked the national highway and several roads in Isabela province, which bore the brunt of the storm's onslaught. Most of the damage occurred between 8 p.m. and midnight Sunday, affecting virtually all 65 villages of Cauayan City, along with neighboring towns in the province.
    "Vehicles cannot pass through the main roads. We have mobilized heavy equipment to clear the roads of trees," Nestor de Villa, general services head of Cauayan City, said in Filipino on dzRH radio. In Cordillera, classes at all levels were suspended in Baguio City, Abra, Ifugao, Kalinga, Benguet and Mt. Province, as floodwaters raged in many parts of the region Sunday night.
    Power outages were reported in many parts of Ifugao, Kalinga and Apayao provinces.

    GMANewsTV
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    'Peipah' se transforma em tufão após chegar à China

    Peipah" se transformou hoje em tufão após chegar à China e depois de deixar ao menos cinco mortos no norte das Filipinas, informou hoje o observatório meteorológico da província de Hainan, no sul do país. Desta forma, "Peipah" se torna o 22º tufão a atingir a China este ano.
    Atualmente, o fenômeno se encontra no Mar da China Meridional e continuará ganhando força enquanto se move em direção a oeste, de acordo com dados do observatório citados hoje pela agência de notícias "Xinhua". A transformação em tufão ocorreu às 11h (1h de Brasília), com ventos de até 118 km/h. Apesar de seu centro se deslocar lentamente, teme-se que "Peipah" ganhe força ao longo do dia.
    O observatório de Hainan lançou uma série de advertências aos cidadãos devido aos fortes ventos que são esperados na ilha para as próximas horas, mas ainda não foi necessário dar início às tarefas de evacuação na região.

    Gazeta On Line
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Filipinas se preparam para a passagem do tufão "Mina"

    As autoridades das Filipinas trabalham hoje contra o relógio para retirar os 200 mil residentes do sudeste da ilha de Luzon diante da chegada do tufão "Mina", que se aproxima a uma velocidade maior do que a inicialmente prevista pelos meteorologistas. Nas províncias de Albay, Camarines Norte e Sur, Catanduanes, Quezon, Sorsogon e na ilha de Polillo foi declarado alerta máximo antes que o "Mina" chegue a essa região amanhã, após ter passado de tempestade tropical para tufão e mudado de direção de forma repentina.
    Os 12 milhões de habitantes da capital, Manila, também serão afetados por chuvas torrenciais na madrugada da sexta-feira, de acordo com as previsões meteorológicas. A Agência de Serviços Atmosféricos, Geofísicos e Astronômicos das Filipinas (Pagasa) disse que o "Mina" pode voltar a mudar de direção e seguir para o norte, apesar de outros especialistas considerarem isso improvável.
    O tufão, que está a menos de 500 quilômetros ao leste da província de Catanduanes, ganha cada vez mais força e avança a 15 km/h para a região de Bicol, a qual deve atingir amanhã, segundo a última previsão de serviço de meteorologia. Às 10h (0h de Brasília), os ventos do "Mina" eram sustentados e de 120 km/h e as seqüências alcançavam até 150 km/h, segundo a fonte. Não está descartada a possibilidade de que nas próximas 24 horas ele se transforme em um "supertufão", com ventos superiores a 220 km/h.
    As autoridades esperam poder concluir a tempo a retirada das pessoas em povoados propensos a enchentes e deslizamentos de terras, que a cada ano, durante a temporada de chuvas, deixam dezenas de mortos nas Filipinas. O Conselho Nacional de Coordenação de Desastre das Filipinas (NDCC), que não tem certeza se poderá completar a tempo a retirada dos cidadãos, pediu que a população estoque mantimentos suficientes e redobre a precaução perante a chegada do "Mina".
    Bicol já foi arrasada no fim de 2006 pelo tufão "Durian", que causou danos materiais avaliados em quase US$ 1 milhão e recebeu ajuda de vários Governos estrangeiros. A presidente filipina, Gloria Macapagal Arroyo, ordenou na quarta-feira a retirada de 200 mil habitantes de Bicol, 400 quilômetros a sudeste de Manila.
    Na noite de quarta-feira, diante da situação de emergência no sul de Luzon, Macapagal Arroyo decidiu antecipar seu retorno de Cingapura às Filipinas, quando participava da cúpula de líderes da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), para supervisionar pessoalmente as tarefas de ajuda aos atingidos.
    Há uma semana, a tempestade tropical "Lando" deixou 10 mortos e muitos desaparecidos com as inundações em sua passagem pelo norte de Mindanao e a região central das Visayas. "Lando" perdeu força e se dirige no momento pelo oeste para a ilha de Palawan, aonde deverá chegar transformado em uma tempestade de baixa pressão.
    No final de 2006, quatro tempestades de violência incomum alagaram vastas regiões da ilha de Luzon e foram acompanhadas por enchentes que deixaram mais de 1.300 mortos, quase 3 milhões de desabrigados e 500 mil casas destruídas.

    Último Segundo
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    [​IMG]


    Tufão Mitag (Mina), Cat 3

    [​IMG]

    [​IMG]





    Tufão Hagibis, Cat 1

    [​IMG]

    [​IMG]
     
  10. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,726
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Filipinas e Vietnã se preparam para fortes furacões

    Autoridades intensificaram, nesta sexta-feira, a evacuação de dezenas de milhares de pessoas das vilas litorâneas e ribeirinhas a medida que um poderoso ciclone se dirigia rapidamente em direção a região Leste das Filipinas, que ainda se recupera das inundações e deslizamentos mortais do ano passado. O Furacão Mitag provocou ventos de 160 quilômetros por hora com rajadas de 195 quilômetros por hora na medida que se aproximava da ilha de Catanduanes, na região de Bicol, onde estimava-se que chegaria com força no sábado, disse o chefe do Departamento de Previsão Climática, Nathaniel Cruz.
    "Há uma forte possibilidade de tempestades", disse Cruz, destacando que enquanto estiver sobre o mar, o furacão poderia se transformar num "super furacão" com ventos em torno de 220 quilômetros por hora.
    No Vietnã, as autoridades locais preparam a evacuação de 500 mil pessoas por causa do Furacão Hagibis, que matou 13 pessoas nas Filipinas nesta semana.

    ComuniWEB
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página