Previsões médio prazo (até 2 semanas) - Abril 2022

Gilmet

Staff
Registo
12 Dez 2007
Mensagens
9,128
Local
Cacém (180 m) / Mira-Sintra (188 m)
Previsões médio prazo: até 2 semanas

Leia com atenção as condições de utilização do fórum.
A participação neste tópico, além das condições gerais, está sujeita a estas condições específicas.

Existem 3 tópicos diferentes para previsões a que poderá aceder directamente nos links do cabeçalho do fórum.

Previsões curto prazo: até 3 dias

Tópico para nowcasting (previsões de curtíssimo prazo) de situações meteorológicas em formação e/ou aproximação nas próximas horas, usando por exemplo satélite, radar, cartas superfície, etc.;
e análises e previsões de curto prazo até 3 dias (72 horas), com ênfase nos modelos de maior resolução.

Previsões médio prazo: até 2 semanas (este tópico em que se encontra)
Tópico para previsões de modelos a médio prazo, com maior incerteza, de 4 a 14 dias (2 semanas). A participação neste tópico deve ter maior ênfase na comparação de modelos globais e ensembles, analisar convergência de cenários, tendências, etc.

Previsões longo prazo: mensal e sazonal
Tópico para previsões de longo prazo, como por ex. previsões probabilísticas mensais e sazonais

Links úteis

Modelos globais:

- GFS: MeteoPT | Meteociel | Wetterzentrale | Weatheronline | Meteostar | Wetter3
- ECMWF: Meteopt | Meteociel | Wetterzentrale | Weatheronline | IPMA
- CMC/GEM: Meteopt | Meteociel | Wetterzentrale | Weatheronline
- MetOffice UKMO: Meteociel | Wetterzentrale
- Vários: tcgengifs (Atlântico) | tropicaltidbits (Atlântico)


Ensembles:
- Meteociel (GFS, ECMWF, CMC, etc)
- Wetterzentrale (GFS)
- Weatheronline (GFS, ECMWF, CMC, etc)
- ECMWF Ensemble mean and spread (média ensemble e spread em 4 parâmetros)

Use este tópico apenas para:
- colocar, comentar ou debater previsões ou saídas de modelos.
- comentar e colocar previsões; se forem suas fundamente-as bem. Seja cauteloso e responsável, evite alarmismo não fundamentado que possa gerar alarme social. Não se esqueça, é você o responsável pelo que escreve e assume as consequências do que escreve.

Não use este tópico para:
- seguimento da situação meteorológica corrente, relato das condições meteorológicas, para isso existem os tópicos de seguimento.
- conversa de circunstância, meros palpites ou desabafos ("nunca mais chove", "nunca mais acaba o calor", etc), evite ou use para esse fim o tópico de Seguimento Meteorológico Livre. O reiterado desrespeito poderá ser penalizado.
- criticar avisos ou alertas oficiais, para isso use por exemplo tópicos como "IPMA - Novidades, dúvidas e críticas".
- discutir climatologia ou outro tema, para isso use por exemplo o tópico de Monitorização do Clima Portugal.
- off-topic, evite em absoluto mensagens neste tópico que não se enquadrem no tema do tópico, previsões do tempo.
- se ocorrer uma deriva natural de tema ou se se proporcionar um outro rumo interessante para discussão, pode comentar ou fomentar um debate noutro tópico ou mesmo criar um mais apropriado baseado numa discussão nascida aqui, citando a mensagem original.
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

"Charneca" Mundial

Cumulonimbus
Registo
28 Nov 2018
Mensagens
4,172
Local
Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
Abril águas mil? Se calhar não. Depois da vaga de frio, teremos uma situação em que teremos um anticlone bem potente nos Açores e uma depressão a norte a puxar a dorsal africana sobre o Mediterrâneo. Saídas anteriores previam que a zona de colisão das duas massas fosse aqui em Portugal Continental, no entanto as novas saídas apontam que essa zona de colisão será feita no Atlântico. Em vez de chuva, teremos uma situação de calor abafado, pouco característico da região onde nos situamos, e não é a melhor situação para a seca em que vivemos! :calor:
I7grTtzh.png

Veremos o que acontece... :pray: :rain:
 

Thomar

Cumulonimbus
Registo
19 Dez 2007
Mensagens
2,579
Local
Cabanas - Palmela (75m)
O modelo europeu a prever uma grande rega para o litoral norte na próxima semana (especialmente sexta 22 e sábado 23), com grandes acumulados para os próximos 8 dias, + de 50mm acima de Coimbra e 80/90mm em alguns locais (na zona do Gerês e no distrito de Aveiro e zonas de Esposende e Viana do Castelo).
Será?

bLYJsgv.png
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
15,157
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
O modelo europeu a prever uma grande rega para o litoral norte na próxima semana (especialmente sexta 22 e sábado 23), com grandes acumulados para os próximos 8 dias, + de 50mm acima de Coimbra e 80/90mm em alguns locais (na zona do Gerês e no distrito de Aveiro e zonas de Esposende e Viana do Castelo).
Será?

bLYJsgv.png

Por um lado será muito bom que esta previsão venha a concretizar-se, para as regiões com acumulados superiores a 10-20 mm, por outro lado isto também significa que a sul da cordilheira central as zonas com situações de carência vão continuar com acentuado défice de água no solo.
 

Snifa

Furacão
Registo
16 Abr 2008
Mensagens
10,390
Local
Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
Informação especial
Comunicado válido entre 2022-04-18 15:56:00 e 2022-04-22 23:59:00
Assunto: Mudança do estado do tempo em Portugal Continental
A partir de hoje dia 18 de abril e até Domingo dia 24 de abril, prevê-se uma mudança do estado do tempo em Portugal continental, com aumento de nebulosidade, descida gradual de temperatura, e vento forte no litoral oeste e nas terras altas até dia 20.

Adicionalmente, poderá ocorrer precipitação fraca e dispersa em especial nas regiões Norte e Centro, eventualmente sob a forma de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, tornando-se mais frequente e intensa na generalidade do território a partir da tarde de dia 21 e no dia 22.

As temperaturas, em particular as máximas, deverão descer de forma acentuada até dia 22, com diferenças da ordem de 10 a 15°C em alguns locais relativamente às que se fizeram sentir no fim de semana da Páscoa.

Assim, ir-se-á passar de temperaturas acima da média para valores significativamente abaixo da média.

As temperaturas máximas não deverão ultrapassar os 12 a 15°C na generalidade do território, sendo ligeiramente superiores na costa sul do Algarve, e inferiores a 12°C no interior Norte e Centro.

As temperaturas mínimas também deverão descer, com valores entre 0 e 4°C no interior Norte e Centro, onde poderá haver formação de gelo e geada.

A partir da tarde de dia 21 a precipitação deverá estender-se a todo o território, e aumentar de intensidade, com queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo a cota para os 1100/1300 metros no dia 22. Prevê-se uma diminuição da intensidade e frequência da precipitação no dia 24.

Caso se justifique este comunicado será atualizado diariamente.


Para mais detalhes sobre a previsão meteorológica para os próximos dias consultar:



Para mais detalhes sobre os avisos meteorológicos emitidos consultar:
Data de edição: 2022-04-18 15:56:15
 
Última edição:

"Charneca" Mundial

Cumulonimbus
Registo
28 Nov 2018
Mensagens
4,172
Local
Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
Depois de um começo de abril fresco e duma segunda metade com variações grandes ao nível da temperatura, vem aí o verão (literalmente): :calor:
qzu2Hg1h.png


Com a ajuda do rio atmosférico que está neste momento a ocorrer nos Açores, a dorsal africana estará literalmente por cima de Portugal Continental nos próximos tempos, trazendo temperaturas de verão para grande parte do país. Ao que parece, no início do próximo mês o território continental será afetado por uma cut-off, que fará descer as temperaturas um pouco (não tanto como na semana passada), como trará alguma instabilidade para o Interior do país: :trovao:
gCnSmSLh.png

P6Fvt0Dh.png


Esta situação será bastante temporária e a maioria da instabilidade ficará a leste, em Espanha. Logo a seguir vem isto: :facepalm:
jqutojMh.png


Maus sinais dada a seca intensa que vivemos! :pray: :disgust:
 

Mammatus

Nimbostratus
Registo
27 Dez 2019
Mensagens
742
Local
Barreiro (actual) / Lisboa
Muito mau mesmo, nao precisávamos disto agora mas sim de um Maio fresco.
Verao pode vir a ser chato em termos de incêndios, se bem q a vegetação pouco cresceu devido a seca.
Eu creio que a tendência que se tem observado é precisamente o contrário, um padrão mais quente e seco para o mês de Maio.
O mês por excelência das trovoadas... outros tempos.
 

Davidmpb

Cumulonimbus
Registo
7 Jul 2014
Mensagens
4,486
Local
Portalegre( 600m)/ Fundão
O mês por excelência das trovoadas... outros tempos.
Trovoadas essas que têm sido uma miragem nesta primavera, tal como aconteceu o ano passado, o que houve foi tudo muito pontual e localizado, não houve ainda nenhum evento de trovoadas em condições este ano, veremos se Maio faz jus ao nome ou se é mais um ano a vê-las passar .
 

Davidmpb

Cumulonimbus
Registo
7 Jul 2014
Mensagens
4,486
Local
Portalegre( 600m)/ Fundão
Muito mau mesmo, nao precisávamos disto agora mas sim de um Maio fresco.
Verao pode vir a ser chato em termos de incêndios, se bem q a vegetação pouco cresceu devido a seca.
Mesmo que chovesse agora, já não teria qualquer impacto na seca, agora vamos ter de aguardar pelo próximo outono/inverno, pelo menos que não seja um verão demasiado quente.
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
15,157
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
Muito mau mesmo, nao precisávamos disto agora mas sim de um Maio fresco.
Verao pode vir a ser chato em termos de incêndios, se bem q a vegetação pouco cresceu devido a seca.

Está nesta altura a ocorrer uma explosão do crescimento da vegetação, pelo menos é o que tenho observado aqui na zona da AML e Região Oeste.
 

Mammatus

Nimbostratus
Registo
27 Dez 2019
Mensagens
742
Local
Barreiro (actual) / Lisboa
Mesmo que chovesse agora, já não teria qualquer impacto na seca, agora vamos ter de aguardar pelo próximo outono/inverno, pelo menos que não seja um verão demasiado quente.
Claro!

Quando o Outono e Inverno não secos vai ser sempre a correr atrás do prejuízo. Para dar uma volta de 180º na situação de seca o mês de Março e Abril teriam que ser absurdamente húmidos. Março até foi normal quanto à precipitação, mas Abril voltou a ser relativamente seco, e com o aparecimento dos primeiros episódios de calor, pese embora de curta extensão temporal.

Maio com os seus dias longos, elevada radiação e luz solares, vai puxar a evaporação para cima, portanto mesmo que ocorram episódios de precipitação de pouco vai adiantar para minimizar a seca.

Resta-nos esperar que o próximo Outono e Inverno sejam mais generosos e que até lá façamos um uso consciente dos recursos hídricos disponíveis.
 
Última edição: