Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Setembro 2012

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Dan 1 Set 2012 às 00:08.

Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. Duarte Sousa

    Duarte Sousa
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Mar 2011
    Mensagens:
    5,512
    Local:
    Loures
    Até porque já choveu:D

    Penso que nesta altura, para o continente o GFS é mais animador do que o ECMWF, com algumas acumulações que poderiam ser interessantes no Sul.

    [​IMG]

    Mas ainda falta muita hora para falar em acumulações, para já é: chove ou não chove:p
     
  2. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    A partir do dia 20-22 parece estar a haver algum consenso numa mudança para um bloqueio de bloqueio Atlantico....descida da temperatura, tempo em geral seco, vento e uma pequena hipotese de instabilidade caso haja a progressão para sul de alguma perturbação em altura mais intensa...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. ricardop120

    ricardop120
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jul 2009
    Mensagens:
    3,245
    Local:
    Santa Comba Dão
    eu só espero é que o AA nao estacione sobre o golfo da biscaia... :angry:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Depois de olhar a vários modelos escolho o modelo JMA, é no minimo surreal.

    Podem encontrar este modelo no site http://www.meteociel.com

    Não existe ainda qualquer concordância entre os modelos, apenas sabem que se aproxima dos Açores mas eu na minha opinião aposto nos modelos que menos reputação têm e que vêem dizendo á muito tempo que curvará para Norte passando a oeste dos Açores
     
  5. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,022
    Local:
    Oeiras / Portel
    O JMA está praticamente sozinho, a maior parte dos modelos prevê isso que tu referes, eventualmente poderá afectar os Açores, mas muito dificilmente avançará para o continente, antes pelo contrário, deve voltar para oeste após passar próximo dos Açores.

    Há alguma probabilidade de instabilidade no continente, com aguaceiros localizados e trovoadas entre terça e quarta feira, com o GFS bastante mais optimista que o ECMWF:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Depois, já a caminho do fim de semana, é muito provável uma mudança de padrão, sendo já bastante clara a tendência para a subida da dorsal a oeste dos Açores, com uma possibilidade, não tão forte, de bloqueio na Rússia.

    [​IMG]

    Haveria neste cenário duas hipóteses:

    1 - Concretiza-se o bloqueio russo e os baixos geopotenciais são desviados para sul, ficando a Península Ibérica sujeita a um fluxo perturbado de oeste, que poderia originar a primeira frente fria atlântica do mês;

    2 - Não há bloqueio russo, estabelece-se a circulação zonal na Europa, mantendo-se o tempo seco pela península, apesar de se concretizar a descida de temperaturas.

    Qualquer que seja o cenário, é já extremamente provável uma importante descida de temperaturas entre quarta-feira e sábado da próxima semana, para valores já normais para a época, ou até ligeiramente abaixo da normal.
     
  6. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Ontem o JMA estava completamente sozinho, hoje já não será bem assim (não tão perto da nossa costa é certo, mas a ideia é a mesma).
    Sozinho está completamente o ECM com aquela trajectoria ultra esquisita que eles colocam, em que dão uma eternidade de vida ao Furação, aproxima-se dos Açores num movimento na parte final de sul para Norte, chega aos Açores diz "Olá, tudo bem?", depois de repente faz marcha atrás, e faz o caminho inverso de onde veio praticamente, surreal, ainda não percebi porquê esse movimento de quando chega perto dos Açores volta literalmente para trás.

    Mais depressa se tende a desfazer-se ou transformar-se numa depressão do que essa coisa esquisita que mostram.

    Volto a dizer o mesmo .... o tempo aqui em Portugal continua a depender da NADINE.

    Se ontem o JMA estava sozinho digamos naquilo que faz com a NADINE, hoje o UKMO, GFS e acho que um outro modelo segue a mesma tendência.

    No mais longo prazo parece que podemos ter uma primeira entrada fria de Noroeste.
     
  7. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,022
    Local:
    Oeiras / Portel
    A situação meteorológica dos próximos dias depende muito da Nadine, mas é uma dependência inversa, ou seja, quanto mais longe a Nadine estiver, melhor. Até às 120 horas estão todos os modelos idênticos (mantém-se a forte possibilidade de instabilidade para terça e quarta, principalmente no litoral). Nota-se, no entanto, que o ECMWF tem a Nadine ligeiramente a oeste, face ao GFS:

    [​IMG]

    Esse ligeiro desfasamento parece ser decisivo para o desenrolar de toda a acção a partir daqui, pois influencia a trajectória da pequena depressão a norte da Nadine. Enquanto que no GFS a Nadine "captura" essa depressão, no ECMWF (e também no GEM), mantém-se os dois sistemas com identidade própria e distinta. E isso é decisivo.

    O que acontece 24 horas depois? No GFS a Nadine cava mais, sobre os Açores, torna-se totalmente extratropical, e fica nos Açores a impulsionar a dorsal para cima da península:

    [​IMG]

    No ECMWF e no GEM, a Nadine fica a encher a sudoeste dos Açores, e a outra depressão aproxima-se da península, afectando a partir de sábado o estado do tempo em Portugal continental:

    [​IMG]

    [​IMG]

    O cenário da run operacional do GFS é contrariado por quase todas as perturbações do seu ensemble. O cenário do ECMWF é confirmado pela média do seu ensemble, sendo que esta média até parece colocar a depressão do próximo fim de semana mais próxima do continente.

    Mesmo se for o GFS a acertar, isso significaria apenas um adiar da mudança de padrão, que neste momento é bastante provável, cada vez é mais vincada a tendência para a formação de uma cavado na Europa ocidental, com dorsais na Europa de leste e no Atlântico ocidental.
     
  8. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    É assim ... ou a Nadine vai ainda mais para Oeste dos Açores, e força a descida daquela depressão que se formaria algures a oeste do UK, ou então a NADINE ia para os Açores receberia aquelas "vitaminas" de ar frio proveniente das latitudes mais a norte, seria extra-tropicalizada como dizes e depois avançando rumando á PI como mostrava a run das 12h do JMA de ontem.

    Oviamente que ficando a patinar em cima dos Açores apenas forçaria a dorsal a subir e seria o adiar da mudança.
    Mas o que me agradaria mais era NADINE na forma de cut-off aqui em frente á PI
     
  9. CptRena

    CptRena
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    16 Fev 2011
    Mensagens:
    1,504
    Local:
    Gafanha da Encarnação, Aveiro
    O IM anda à nora com as previsões. Na previsão gráfica tem chuva moderada aqui para o distrito de Aveiro e para Coimbra e aguaceiros para Vila Real e Guarda.

    [​IMG]
    © Instituto de Meteorologia 2008

    Na previsão textual não referem qualquer tipo de precipitação

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Duarte Sousa

    Duarte Sousa
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Mar 2011
    Mensagens:
    5,512
    Local:
    Loures
    Também vi, mas já actualizaram, já não vejo chuva/aguaceiros para o continente.
     
  11. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,999
    Local:
    Olhão (24 m)
    Eu, neste momento, gosto muito mais do ECM. O ECM tem levado run atrás de run, a dar essa trajectória à Nadine. Vendo os mapas da precipitação do ECM ela é bem generosa por daqui a uma semana. Seria as primeiras chuvas no Algarve desde há 4 meses o que seria óptimo.

    Mas, até lá ainda pode mudar tudo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. supercell

    supercell
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    3 Mai 2012
    Mensagens:
    1,146
    Local:
    Aveiro
    Teremos chuva na 2ª, 3ª ou 4ª feira desta próxima semana?:rolleyes:
     
  13. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Ainda não tinha vista uma depressão tropical e quem sabe pós tropical, com um trajecto previsto tão doido (pareçe uma dança), e com um tempo de vida tão longo, ela vai para a frente, ela vem para trás, ela vai para cima, ela vem para baixo.

    Bom o que dizer ..... simplesmente os modelos estão completamente, mas completamente á nora:lmao:
     
  14. CptRena

    CptRena
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    16 Fev 2011
    Mensagens:
    1,504
    Local:
    Gafanha da Encarnação, Aveiro
    Desta vez parece que vem mesmo chuva :D

    [​IMG]
    © Instituto de Meteorologia 2008

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,022
    Local:
    Oeiras / Portel
    Já se pode afirmar com alguma segurança que terça-feira tenhamos no continente, especialmente no litoral, um bom dia de instabilidade, graças ao deslocamento da cut-off que está a afectar os Açores para as proximidades do continente, onde será absorvida. A maior parte dos modelos aponta para que a região de Lisboa possa ter um acumulado já interessante, superior a 5 mm, na manhã desse dia.

    Depois, paira grande incerteza na previsão a partir de quinta feira. Há duas peças fundamentais neste puzzle, a Nadine ou os restos dela, e uma depressão cut-off que se forma a sul da Gronelândia. Se houver interacção entre as duas, a Nadine extratropicaliza-se, cava um pouco mais e ganha amplitude, e por estar localizada nos Açores impulsionaria a subida da dorsal sobre a Península Ibérica. Caso a cut-off não interaja com a Nadine, seguirá o seu caminho até perto da península, abrindo um cavado que permitirá a entrada de uma depressão polar uns dias depois, e permitindo igualmente a subida da dorsal na Europa de Leste, originando um padrão eventualmente duradouro de instabilidade e tempo fresco. Algo assim:

    [​IMG]

    A grande incerteza na previsão é evidenciada no boletim do NHC sobre a Nadine:

     
Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Partilhar esta Página