Seguimento América Central, Sul e Caraíbas - 2010

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
México tem temperaturas mais baixas dos últimos 124 anos

O México vem registrando as temperaturas mais baixas dos últimos 124 anos, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

O inverno rigoroso no hemisfério norte provocou o fechamento dos três principais portos de exportação de petróleo - por lá passam 97% da produção mexicana.

Os portos de Acyo Arcas, Tres Bocas e Coatzacoalcos, localizados no Golfo de México, devem permanecer fechados até que o clima fique mais ameno, de acordo com o Ministério das Comunicações do México.

O SMN afirmou que uma frente fria já atinge 22 dos 32 Estados mexicanos. As zonas montanhosas de Coahuila, Durango e Chihuahua, no norte do país, registraram temperaturas de -11°C. As aulas foram suspensas nas escolas de oito Estados e, em quatro outros, os alunos das escolas primárias estão sendo instruídos a chegar mais tarde.

O governo decretou estado de emergência em Zacatecas e Durango, e as autoridades sanitárias estão atentas para um possível aumento da incidência de gripe suína - doença que afetou duramente o país em 2008.

De acordo com o Ministério da Saúde, até o momento a onda de frio causou a morte de nove pessoas em várias partes do país.

Vento

A onda de frio no México tem consequências diferentes em cada região. No Estado de Oaxaca, no sudoeste do país, o Instituto Estatal de Proteção Civil disse que ventos de até 140 quilômetros por hora provocaram o capotamento de quatro caminhões de carga.

Em várias cidades no Estado de Coahuila, no norte do país, o abastecimento de água potável foi suspenso porque os canos congelaram. As autoridades pediram que as pessoas tomem providências para evitar que os canos de suas casas estourem.

Partes elevadas da Cidade do México estão cobertas de neve. Centenas de pessoas buscaram essas áreas para recreação, mas a polícia está impedindo o acesso para prevenir acidentes.

Segundo o repórter da BBC Mundo, Alberto Nájar, as imagens mais comuns na televisão mexicana no momento são de pessoas com casacos pesados para enfrentar o frio - mesmo os moradores de zonas de clima quente como Yucatán e Tabasco.

Nesses Estados as autoridades distribuíram cobertores para os mais necessitados.
 
Registo
12 Fev 2006
Mensagens
25
Local
Cascavel - PR
México tem temperaturas mais baixas dos últimos 124 anos

O México vem registrando as temperaturas mais baixas dos últimos 124 anos, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

O inverno rigoroso no hemisfério norte provocou o fechamento dos três principais portos de exportação de petróleo - por lá passam 97% da produção mexicana.

Os portos de Acyo Arcas, Tres Bocas e Coatzacoalcos, localizados no Golfo de México, devem permanecer fechados até que o clima fique mais ameno, de acordo com o Ministério das Comunicações do México.

O SMN afirmou que uma frente fria já atinge 22 dos 32 Estados mexicanos. As zonas montanhosas de Coahuila, Durango e Chihuahua, no norte do país, registraram temperaturas de -11°C. As aulas foram suspensas nas escolas de oito Estados e, em quatro outros, os alunos das escolas primárias estão sendo instruídos a chegar mais tarde.

O governo decretou estado de emergência em Zacatecas e Durango, e as autoridades sanitárias estão atentas para um possível aumento da incidência de gripe suína - doença que afetou duramente o país em 2008.

De acordo com o Ministério da Saúde, até o momento a onda de frio causou a morte de nove pessoas em várias partes do país.

Vento

A onda de frio no México tem consequências diferentes em cada região. No Estado de Oaxaca, no sudoeste do país, o Instituto Estatal de Proteção Civil disse que ventos de até 140 quilômetros por hora provocaram o capotamento de quatro caminhões de carga.

Em várias cidades no Estado de Coahuila, no norte do país, o abastecimento de água potável foi suspenso porque os canos congelaram. As autoridades pediram que as pessoas tomem providências para evitar que os canos de suas casas estourem.

Partes elevadas da Cidade do México estão cobertas de neve. Centenas de pessoas buscaram essas áreas para recreação, mas a polícia está impedindo o acesso para prevenir acidentes.

Segundo o repórter da BBC Mundo, Alberto Nájar, as imagens mais comuns na televisão mexicana no momento são de pessoas com casacos pesados para enfrentar o frio - mesmo os moradores de zonas de clima quente como Yucatán e Tabasco.

Nesses Estados as autoridades distribuíram cobertores para os mais necessitados.

O México não faz parte da América Central!

picture2ozz.png


As temperaturas na região de Porto Príncipe, onde houve o terremoto que matou mais de 100.000, se mantiveram elevadas e o tempo bom deve ajudar na busca por sobreviventes nos próximos dias.
Sobre Cuba a massa polar perde força devagar, mas as temperaturas continuam amenas.
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Vejam um sítio tropical como Havana (com mínimas nesta altura do ano de 16-20ºC e máximas 27-30ºC) marcaram 5ºC e 4ºC nos dias 11 e 12 de Janeiro e máximas de 13ºC!!

Miami, cidade tropical, também no Golfo do México, registou 2ºC de mínima em dois dos dias!!!

Melhor ainda foi Nova Orleans, também junto ao Golfo do México; por cinco dias seguidos a mínima foi negativa, e num deles registaram-se -5ºC de manhã e 4ºC à tarde!!

Outro sítio tropical, Merida, no Yucatán, também junto ao Golfo do México marcou 12ºC e 19ºC de máxima, nesses dias, note-se que as normais geralmente são de 20 a 32ºC nesta altura.
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Frio já matou pelo menos 362 pessoas no Peru
Pelo menos 362 pessoas morreram desde o início do ano de doenças relacionadas com o frio nas regiões andinas do Sul do Peru, informou hoje o Ministério da Saúde.

De acordo com um relatório da tutela, 182 crianças perderam a vida devido ao frio e ao isolamento das suas casas, distantes de centros de saúde, enquanto as outras 180 vítimas mortais eram pessoas com mais de 60 anos.

O Ministério esclarece num relatório que "as principais causas de morte são as infecções respiratórias agudas".

A maioria das vítimas vivia em municípios do Sul e do Sudeste do Peru, tendo-se registado um pico de frio (22 graus Celsius negativos) em Masocruz, a 4200 metros de altitude na região de Puno, que faz fronteira com a Bolívia.

O ano passado, entre Janeiro e meados de Agosto, o Ministério da Saúde registou 514 mortes por doenças respiratórias relacionadas com as baixas temperaturas nas regiões andinas.

Esta mortalidade em áreas pobres e remotas dos Andes tem levado o Governo peruano a ser acusado de não combater de forma estrutural o problema, apesar de distribuir roupas, remédios e alimentos.

DN

Anomalia negativa bastante considerável.

temp8o.png
 

Minho

Cumulonimbus
Registo
6 Set 2005
Mensagens
4,091
Local
Melgaço
Umas fotos em Mar del Plata, 400 km a sul de Buenos Aires

12354765316899.jpg


12354785357010.jpg


+ info
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Puerto Rico





(não foi um tornado, ao contrário do referido nos títulos dos vídeos)
 
Editado por um moderador:

Serrano

Nimbostratus
Registo
9 Nov 2005
Mensagens
1,980
Local
Covilhã - 775m
Deu no Jornal da Tarde (RTP1) uma notícia sobre uma vaga de frio polar na América do Sul, mas como estava num restaurante não percebi de onde eram em concreto as imagens cheias de neve.