Seguimento América do Norte - 2009

Tópico em 'América' iniciado por Gerofil 2 Jan 2009 às 12:42.

  1. Minho

    Minho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2005
    Mensagens:
    4,091
    Local:
    Melgaço
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,322
    Local:
    Inverness, Escocia
    É curioso que ao mesmo tempo esteja a ocorrer o mesmo na Europa, que estão agora a trazer neves antecipadas.

    Por acaso é engraçado que as entradas frias geralmente tendem a correlacionar-se quase em simultâneo nos EUA e Europa.

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    olá

    No caso de Calgary (grandes jogos olímpicos de Inverno lá realizados há uns anos atrás), situada no vasto interior canadiano, à sombra do prolongamento das Montanhas Rochosas e acima dos 50ºN, sempre tive a noção de que tais condições não fossem anómalas para este período!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    The October 27-29th 2009 North and Northeast Colorado Snowstorm

    http://www.crh.noaa.gov/news/display_cmsstory.php?wfo=bou&storyid=35794&source=0
     
  5. Fil

    Fil
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    3,923
    Local:
    Bragança (740 m)
    Neva neste momento em parte do sul dos EUA, inclusive ao nível do mar na costa do golfo do México.

    [​IMG]

    Agora em Houston, Texas:
    [​IMG]
     
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Area forecast discussion
    national weather service lake charles la
    1112 am cst fri dec 4 2009
    [​IMG]

    [​IMG]
     
  7. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    que estranho.....é o que dá ter uma massa continental enorme a norte.....basta um ventinho de norte que começa a nevar....mas se vier leste ou sul volta o ar tropical e as minimas tropicais e maximas nos 30º....clima giro o do S/SE dos EUA no inverno, tal como é o do japao, sul da china e taiwan:p
    deixo aqui o resumo de houston durante o ano de 2008:
    http://www.mundomanz.com/meteo_p/ye...OF+AMERICA&ind=72243&year=2008&action=display
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
  9. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,322
    Local:
    Inverness, Escocia
    Simplesmente brutal!

    Está a ser um inverno memorável na Europa e América.
    Aliás se o último já foi muito interessante, este avizinha-se ainda melhor!

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Neve e frio matam pelo menos 40 nos EUA e na Europa

    O frio intenso com temperaturas de vários graus negativos atinge nos últimos dias os EUA e a Europa, onde severos nevões deixaram pelo menos 40 mortos no fim-de-semana e prejudicaram todo o sistema de transporte, paralisando estações de comboios, aeroportos e fechando estradas.

    Nos EUA, segundo a CNN, pelo menos quatro pessoas morreram no Estado de Virgínia. O governador Timothy Kaine autorizou o envio de até mil homens da Guarda Nacional para responder às chamadas relacionadas com a neve - que, em alguns lugares, chega a 45 cm de altura.

    Segundo a CNN, mais de 6.000 chamadas foram atendidos neste fim-de-semana, quase metade relacionados com acidentes de trânsito e veículos isolados pela neve.

    A neve atinge a maior parte da costa leste dos EUA e o nível da neve na rua atingiu números recordes em algumas áreas da região - o que preocupa as autoridades diante da movimentação adicional no período das festas de final de ano.

    A queda de neve atingiu Nova Iorque, Boston, New England, Maryland, New Jersey e Pensilvânia - chegando em algumas regiões a deixar mais de 55 centímetros de neve nas ruas.

    Muitos voos na região foram cancelados e as autoridades alertam para que os americanos evitem meter-se à estradas nestas condições.

    DD
     
  11. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Mau tempo faz 18 mortos nos Estados Unidos

    O mau tempo levou as autoridades a decretarem estado de emergência na parte central dos Estados Unidos, com uma forte tempestade a provocar 18 mortos, a maioria em colisões e despistes em estradas com gelo nos estados do Nebrasca e do Kansas. A tempestade estava a estender-se por cerca de dois terços do país, afirmou um porta-voz do Serviço Meteorológico Nacional, Chris Vaccaro.
    Houve centenas de passageiros retidos em aeroportos – pelo menos cem voos a sair do aeroporto de Saint Paul/Minneapolis foram cancelados; havia 200 pessoas no maior aeroporto de Oklahoma sem conseguir sair do local – e também houve motoristas a procurar abrigos em igrejas, descreve a BBC on-line. “É o primeiro Natal que eu e a minha mulher passamos juntos, por isso ela não está muito contente”, comentou Jonathan Cannon, que tinha procurado abrigo numa igreja do Oklahoma.
    Por outro lado, algumas igrejas cancelaram as missas. “Prefiro ter as pessoas em casa do que fazer os seus funerais daqui a pouco”, disse o reverendo Roger Claxton, de uma igreja de Wabasha, Minnesota. Várias estradas interestaduais no Oklahoma, Dakota do Sul e Texas foram mesmo encerradas para evitar mais acidentes. Na cidade de Oklahoma a neve chegou aos 35 centímetros, quebrando um recorde do ano de 1914. O meteorologista Dennis Cavanaugh dizia que a força da tempestade era tal que “quase todo o país vai sentir algum tipo de impacto”.
    Apesar da situação começar a normalizar no Midwest, responsáveis lançavam novos alertas: cidades como Nova Iorque ou Boston e até Washington corriam risco de inundações à medida que a chuva intensa se junta à neve derretida. Washington recuperava já de uma grande queda de neve que paralisou a capital no fim-de-semana passado.

    PÚBLICO
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página