Seguimento Brasil - 2009

Tópico em 'Brasil e outros países de expressão portuguesa' iniciado por Gerofil 31 Jan 2009 às 22:27.

  1. BARROS

    BARROS
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Set 2007
    Mensagens:
    119
    Local:
    jardim peri -zona norte de são paulo
    Re: Seguimento Previsão do Tempo e Modelos - Junho 2009

    Hoje foi pior(ou melhor:D) que ontem. Oficialmente fez 8,6°, mas na região norte da cidade onde moro, beirou os 5°. No bairro mais distante(parelheiros) fez 3,4°:cold:. Isso é facilmente esplicável pois é um lugar de mata e cheio de arvores e represas. Em Campos do Jordão, interior do estado de São Paulo, fez -3° e uma camada de gelo cobriu os carros por lá. O Sul do país registrou ontem a madrugada mais fria do ano. A temperatura chegou a -7,1ºC no distrito do Cruzeiro, em São Joaquim (SC), de acordo com o instituto Metsul. Ao menos 25 municípios gaúchos e de Santa Catarina tiveram temperaturas negativas.
    Em Porto Alegre, onde a mínima foi de 3,4ºC, geou pela primeira vez no ano. A mínima no RS foi anotada em São José dos Ausentes, onde nevou anteontem: -5,2C.

    Temos frio no Brasil também:thumbsup:
     
  2. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,023
    Local:
    Oeiras / Portel
    Eu pessoalmente, e provavelmente a maioria dos utilizadores portugueses do fórum, desconheço muitos dos locais que mencionas. Poderias referir a que cotas se situam esses lugares, para melhor percebermos a real importância dessa onda de frio?
     
  3. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,545
    Local:
    Bragança (675m)
    Ontem em São Joaquim (mais ou menos a 1400m de altitude).

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #18 Dan, 3 Jun 2009 às 18:31
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:58
  4. Rafael Santos

    Rafael Santos
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    16 Nov 2006
    Mensagens:
    50
    Local:
    Nova Friburgo - RJ
    O gelado amanhecer de 3 de junho de 2009 em algumas cidades:
    Entre Rios (PR) -5,4ºC
    Morro da Igreja (SC) -4,4ºC
    General Carneiro (PR) -4,3ºC
    Lapa (PR) -4,2ºC
    Guarapuava (PR) -4,0ºC
    Caçador (SC) -4,0ºC
    Major Vieira – Inmet (SC) -2,9ºC
    São Joaquim – Cruzeiro (SC) -2,9ºC
    Palmas (PR) -2,8ºC
    Celso Ramos (SC) -2,8ºC
    Urupema (SC) -2,6ºC
    Castro (PR) -2,5ºC
    São Joaquim – Francioni (SC) -2,5ºC
    Curitibanos – Inmet (SC) -2,4ºC
    Rio Negrinho (SC) -2,4ºC
    Joaçaba – Inmet -2,4ºC
    Inácio Martins (PR) -2,3ºC
    Irati – Inmet (PR) -2,3ºC
    São Joaquim – Inmet (SC) -2,2ºC
    Bom Retiro (SC) -2,0ºC
    Abdon Bastista (SC) -1,9ºC
    Toledo (PR) -1,8ºC
    Major Vieira – Ciram (SC) -1,8ºC
    Rio Negrinho – Ciram (SC) -1,7ºC
    Lagoa Vermelha (RS) -1,5ºC
    Curitibanos – Ciram (SC) -1,5ºC
    Santa Rosa – Inmet (RS) -1,4ºC
    Campos do Jordão – Horto (SP) -1,4ºC
    Pinhão (PR) -1,3ºC
    Ivaí (PR) -1,2ºC
    União da Vitória (PR) -1,1ºC
    Ivaí – Inmet (PR) -1,0ºC
    Farroupilha – Vicentina (RS) -0,9ºC
    Campos Novos – Inmet (SC) -0,8ºC
    Telêmaco Borba (PR) -0,8ºC
    Chapecó (SC) -0,8ºC
    São Gabriel (RS) -0,8ºC
    São José dos Ausentes – MetSul (RS) -0,8ºC
    São José dos Ausentes – Inmet (RS) -0,7ºC
    Cerro Azul (PR) -0,7ºC
    Maria da Fé (MG) -0,7ºC
    Alegrete (RS) -0,6ºC
    Erechim (RS) -0,6ºC
    Campo Mourão – Inmet (PR) -0,6ºC
    Passo Fundo – Automática (RS) -0,5ºC
    Frederico Westphalem (RS) -0,4ºC
    Concórdia (SC) -0,4ºC
    Curitiba – Inmet (PR) -0,4ºC
    Rancharia (SP) -0,3ºC
    Quaraí (RS) -0,2ºC
    Cruz Alta – Automática (RS) -0,1ºC
    Palotina (PR) -0,1ºC
    Foz do Iguaçu – Aeroporto (PR) 0,0ºC
    Anitápolis (SC) 0,0ºC
    Vacaria (RS) 0,0ºC
    Uruguaiana – Convencional (RS) 0,0ºC
    Santa Maria – Base Aérea (RS) 0,0ºC
    Rio do Campo (SC) 0,1ºC
    Canoinhas (SC) 0,1ºC
    Monte Castelo (SC) 0,1ºC
    Campo Belo do Sul (SC) 0,1ºC
    Ituporanga (SC) 0,2ºC
    Passo Fundo – Convencional (RS) 0,2ºC
    Porto União (SC) 0,2ºC
    Rosário do Sul 0,2ºC
    São Bento do Sul (SC) 0,2ºC
    Três Barras (SC) 0,2ºC
    Irienópolis (SC) 0,3ºC
    Soledade (RS) 0,4ºC
    Papanduva (SC) 0,5ºC
    Dois Vizinhos (PR) 0,6ºC
    Novo Horizonte (SC) 0,6ºC
    Santa Maria – Automática (RS) 0,7ºC
    Farroupilha – Centro (RS) 0,7ºC
    Bagé (RS) 0,8ºC
    Itapoá (SC) 0,8ºC
    Livramento – Convencional (RS) 0,8ºC
    Bagé – Automática (RS) 0,8ºC
    Bom Jesus (RS) 1,0ºC
    Lages – Inmet (SC) 1,0ºC
    Santa Maria – Convencional (RS) 1,0ºC
    Uruguaiana – Automática (RS) 1,1ºC
    Cascavel (PR) 1,2ºC
    Itajaí (SC) 1,2ºC
    Santiago (RS) 1,6ºC
    Santo Augusto (RS) 1,8ºC
    Canela (RS) 1,9ºC
    São Marcos (RS) 1,9ºC
    Cianorte (PR) 1,9ºC
    Urussanga (SC) 1,9ºC
    São Lourenço (MG) 1,9ºC
    Canoas – Base Aérea (RS) 2,0ºC
    Rio Pardo (RS) 2,1ºC
    Londrina – Inmet (PR) 2,2ºC
    Teutônia (RS) 2,2ºC
    Apucarana (PR) 2,3ºC
    São Simão (SP) 2,3ºC
    Jaguarão (RS) 2,3ºC
    Bento Gonçalves (RS) 2,3ºC
    Canguçu (RS) 2,3ºC
    Livramento – Automática (RS) 2,4ºC
    Irai (RS) 2,4ºC
    Pradópolis (SP) 2,4ºC
    Maringá (PR) 2,5ºC
    São Miguel do Arcanjo (SP) 2,5ºC
    São Miguel do Oeste – Ciram (SC) 2,5ºC
    Foz do Iguaçu – Simepar (PR) 2,7ºC
    Bagé – Convencional (RS) 2,7ºC
    Juti (MS) 2,9ºC
    Taubaté (SP) 3,0ºC
    São Borja (RS) 3,0ºC
    Piracicaba (SP) 3,1ºC
    Encruzilhada do Sul (RS) 3,1ºC
    Porto Alegre – Lomba do Pinheiro (RS) 3,1ºC
    Campo Bom (RS) 3,2ºC
    São Paulo – Parelheiros (SP) 3,4ºC
    Chuí (RS) 3,4ºC
    Uberaba (MG) 3,4ºC
    Caçapava do Sul (RS) 3,5ºC
    Catanduva (SP) 3,5ºC
    São Luiz Gonzaga (RS) 3,6ºC
    Amambaí (MS) 3,6ºC
    Maringá – Inmet (PR) 3,7ºC
    Valparaíso (SP) 3,7ºC
    São Carlos (SP) 3,7ºC
    Itapeva (SP) 3,8ºC
    Itapira (SP) 3,9ºC
    Sete Quedas (MS) 3,9ºC
    Camaquã (RS) 4,0ºC
    Torres (RS) 4,0ºC
    Ibitinga (SP) 4,1ºC
    Jataí (GO) 4,1ºC
    Ponta Porá – Convencional (MS) 4,1ºC
    Florianópolis – Ciram (SC) 4,1ºC
    Rio Grande (RS) 4,1ºC
    São Luiz Gonzaga – Automática (RS) 4,1ºC
    Porto Alegre – Sertório (RS) 4,1ºC
    Ourinhos (SP) 4,2ºC
    Ponta Porã – Automática (MS) 4,2ºC
    Sacramento (MG) 4,3ºC
    Maracaju (MS) 4,3ºC
    Araranguá (SC) 4,5ºC
    José Bonifácio (SP) 4,5ºC
    Londrina – Simepar (PR) 4,6ºC
    Rio Verde (GO) 4,7ºC
    Florianópolis – Inmet (SC) 4,8ºC
    Pelotas – Cpmet (RS) 4,8ºC
    Porto Alegre – Jardim Botânico (RS) 4,8ºC
    Bauru (SP) 4,9ºC
    Casa Branca (SP) 5,0ºC
    São Leopoldo (RS) 5,0ºC
    Campina Verde (MG) 5,1ºC
    Itumbiara (GO) 5,2ºC
    Rio Verde (GO) 5,2ºC
    Dourados (MS) 5,2ºC
    Presidente Prudente (SP) 5,4ºC
    Conceição das Alagoas (MG) 5,4ºC
    Campinas (SP) 5,4ºC
    Porto Alegre – Belém Novo (RS) 5,5ºC
    Porto Alegre – Chácara das Pedras (RS) 5,6ºC
    Votuporanga (SP) 5,6ºC
    Sorocaba (SP) 5,7ºC
    Iguape – Convencional (SP) 5,9ºC
    Porto Alegre – Auxiliadora (RS) 6,0ºC
    Porto Alegre – Menino Deus (RS) 6,3ºC
    Porto Alegre – Mont’Serrat (RS) 6,3ºC
    Campo Grande – Automática (MS) 7,0ºC
    Tramandaí (RS) 7,5ºC
    Porto Alegre – Centro (RS) 7,7ºC

    Mínimas observadas em estações meteorológicas do Instiuto Nacional de Meteorologia, MetSul Meteorologia, Epagri/Ciram, Insituto Tecnológico Simepar, Climaterra, Sistema Metroclima, CGE, IAC, Cpmet e PWSs.
     
  5. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Cheia do rio Negro em Manaus supera recorde histórico

    O rio Negro subiu mais dois centímetros em Manaus, no Amazonas, e estabeleceu um novo recorde histórico. Hoje, a medição indicou uma altura de 29,71 metros, superando o antigo recorde histórico de 29,69 metros, alcançado ontem e registrado pela primeira vez em 1953. A medição do rio é feita desde 1902, portanto é possível dizer que a cheia é a maior, pelo menos, dos últimos 107 anos. Ontem, a cheia do rio igualou-se ao recorde histórico, 29,69 metros, registrado antes em 1953
    De acordo com Alice Amorim, técnica em hidrologia do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a tendência é que as águas continuem subindo mais lentamente e estabilizem, começando a baixar a partir da semana que vem. A previsão é feita com base na medição de duas estações à montante de Manaus, em Tefé e Coari, onde o rio Solimões já estabilizou e começa a baixar. O alto volume das águas do Solimões funciona como uma represa para o rio Negro, provocando alagamentos em Manaus.
    As chuvas estão concentradas na região oeste da Amazônia, a chamada "Cabeça do Cachorro", região de São Gabriel da Cachoeira. Esse volume de água no rio Negro corre para Manaus, mas o efeito nas enchentes não deve ser tão significativo. "Quem manda é o Solimões. As enchentes em Manaus são mais em função do represamento do que das águas que vem do próprio rio Negro", explica Alice.
    As maiores alturas do rio Negro são registradas de maio a julho, sendo que 77% das cheias máximas são registradas em junho. De acordo com a Defesa Civil de Manaus, 11 bairros da cidade sofreram com os alagamentos, atingindo mais de 4 mil famílias. Os bairros mais afetados são Raimundo e Glória - na zona oeste - e Raiz, na zona sul.
    As inundações causadas já atingem pontos turísticos de Manaus, como o Relógio Municipal, o prédio da Alfândega, a Feira Manaus Moderna e a praia da Ponta Negra. Parte das avenidas Eduardo Ribeiro e Sete de Setembro, no centro, foram interditadas.

    Primeira Edição
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Metsul:

     
  7. BARROS

    BARROS
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Set 2007
    Mensagens:
    119
    Local:
    jardim peri -zona norte de são paulo
    Aqui em SP, o que não para é a chuva. Voltou a trovejar e a chover moderadamente hoje pela manhã. E pelo estado do céu vai ser assim o dia inteiro. Já choveu mais de 3 vezes a média histórica da cidade no mês que é de 40mm.:rain::rain::rain:
     
  8. BARROS

    BARROS
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Set 2007
    Mensagens:
    119
    Local:
    jardim peri -zona norte de são paulo
    Re: Seguimento Previsão do Tempo e Modelos - Julho 2009

    Enquanto isso no Brasil e Argentina uma onda de frio marcou recordes históricos. Nevadas em regiões andino-tropicais da argentina, frio intenso no sul e centro-oeste do Brasil. Já na Região Metropolitana de São Paulo não registrava um mês de julho tão chuvoso como este há 66 anos. Desde 1943, quando teve início a medição do índice de chuva, não caía tanta água em São Paulo. De acordo com o meteorologista Marcelo Pinheiro, da Climatempo, até a segunda-feira, 27, já havia chovido 163 milímetros. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
    Há uma enorme massa de ar polar estacionada numa ampla área da Região Sudeste, mas pegando também o Paraná e Mato Grosso do Sul. Esse sistema forma um bloqueio muito forte, provocando toda essa precipitação de água nunca vista antes. O normal para o mês é de 40mm.

    O mais incrível desta onda pra mim, foi o fato de uma cidade chamada Campo Grande(olhem o mapa), localizada em plena zona tropical, ter registrado no dia 24, uma temperatura máxima de apenas 7,6°, enquanto São Paulo, mais ao sul e mais fria nesse quesito nunca teve uma máxima abaixo de 10°.
    [​IMG]
     
  9. duncan

    duncan
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    24 Set 2006
    Mensagens:
    150
    Local:
    palmela
    Re: Seguimento Previsão do Tempo e Modelos - Julho 2009


    boas,pois foi uma maxima muito baixa para essa latitude. e a que altitude se situa essa cidade?
     
  10. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    6,073
    Local:
    Viseu//Coimbra
    Re: Seguimento Previsão do Tempo e Modelos - Julho 2009

    Segundo a Wikipedia, 592metros.:thumbsup:
     
  11. almeida_almeida

    almeida_almeida
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    30 Jul 2009
    Mensagens:
    2
    Local:
    Arroio Grande/RS - Brasil
    Um racha térmico no Brasil

    A temperatura máxima, conforme o Instituto Nacional de Meteorologia, atingiu 30,5ºC em Belo Horizonte na tarde de ontem com umidade de apenas 18%. O valor superou o maior máxima em julho na cidade na série histórica 1961-1990 que era de 30,4ºC em 21 de julho de 1990. Um bloqueio atmosférico tem mantido o ar polar represado no Sul do Brasil enquanto Minas Gerais sofre com tempo seco e quente. Junto à área do bloqueio, que divide as duas enormes massas de ar (quente e frio) na América do Sul, entre São Paulo e o Paraná, tem chovido muito. Veja abaixo o mapa com a projeção de anomalias de chuva (em por cento) projetada para os próximos sete dias pelo modelo GFS.
    [​IMG]
    A estação Mirante do Santana, na capital paulista, tem o julho mais chuvoso desde o início dos registros em 1943. A dinâmica atmosférica em São Paulo, onde ontem houve fortes temporais de granizo, está se assemelhando ao verão. O Paraná também sofre com chuva em excesso neste mês, apresentando algumas localidades volumes até 200% acima do normal. O frio que persiste aqui foi reforçado ontem pela chegada de outra massa de ar polar e que atingiu mais o Sul e o Oeste. Hoje, o ar gelado atinge todas as regiões, mas amanhã de novo deve se concentrar mais do Centro para o Sul, já que a nebulosidade deve aumentar e o tempo se instabilizar nesta sexta-feira na Metade Norte. Em Santa Catarina pode chover muito entre amanhã e sábado, não se descartando chuva forte em alguns pontos da Metade Norte gaúcha já nesta sexta. Reiteramos que o ar muito seco e frio trará um amanhecer gelado no Rio Grande do Sul e com geada generalizada nesta quinta-feira. Na Metade Sul, as mínimas vão ser até mais baixas que as do sábado, quando o Estado teve uma das madrugadas mais frias da década. A temperatura pode ser negativa no Litoral Sul, fato raro para a região. Mínimas negativas são esperadas nos Aparados, mas na Campanha e na fronteira com o Uruguai, pontos de menor altitude, pode fazer entre –2ºC a -4ºC, não se descartando até valores perto de -5ºC em alguns pontos.

    fonte:http://www.metsul.com/blog/
     
  12. Ronaldo Coutinho

    Ronaldo Coutinho
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Fev 2006
    Mensagens:
    322
    Local:
    São Joaquim/ 1345 m Brasil
    EM SC, MAIS DA METADE DO TERRITÓRIO FICA ACIMA DOS 700/900 m, E +- 20% ACIMA DOS 1200 M. AQUI EM SÃO JOAQUIM, ONDE MORO, OSCILA ENTRE 1300 A 1440. O CRUZEIRO, DISTRITO, FICA A 1507 m.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Chuva e vento voltam a fustigar o sudeste do Brasil:

    [​IMG]

    Vento passou de 100 km/h no Estado (Rio Grande do Sul)

    Nas primeiras horas do dia houve queda de granizo em diversos municípios do noroeste do Estado, dentre os quais Carazinho, São Luiz Gonzaga, Santo Ângelo, Ijuí, Cruz Alta, Ibirubá e Santa Bárbara do Sul. Os prejuízos foram maiores na localidade de Vila Mineral, no interior de Porto Xavier, na fronteira com a Argentina, onde as pedras de gelo perfuraram o teto de pelo menos 20 residências.
    À tarde, rajadas de vento de mais de 100 quilômetros por hora acompanhadas de fortes chuvas derrubaram árvores e postes sobre ruas urbanas e rodovias na Metade Sul do Estado. Os vendavais levaram o telhado de mais de mil casas em Itaara, Santa Maria, Arroio Grande, Bagé e Rio Grande. Em alguns locais o granizo tinha o tamanho de uma laranja. Em Santana da Boa Vista um caminhão saiu da pista da BR–392 e tombou. Em Pelotas e Aceguá a queda de árvores interrompeu o tráfego pelas BRs 392 e 153, respectivamente.
    No começo da noite havia 170 mil famílias sem energia elétrica no Estado, segundo as distribuidoras AES Sul, CEEE e RGE. Na área da AES o maior número de clientes sem luz era na região de Santa Maria. Em Porto Alegre a chuva foi constante, porém sem ventos fortes. Na Capital foram os raios que assustaram os moradores. A previsão era de mais chuva e vento para a madrugada.(AE)

    Gazeta do Sul
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Tempestade mata 10 na Argentina e quatro no Brasil

    Uma forte tempestade arrasou parte da Argentina, do Brasil e do Paraguai, deixando dez mortos no nordeste da Argentina, entre eles sete crianças, quatro no sul do Brasil, além de importantes danos materiais no Paraguai.
    Na província de Misiones, no nordeste da Argentina, dez pessoas, entre as quais sete crianças, morreram, informou o diretor da Defesa Civil, Ricardo Veselka Corrales, acrescentando que "mais de 50 pessoas foram feridas". "Casas foram totalmente destruídas, e postes e árvores foram derrubados", frisou Veselka. A localidade mais atingida pela tempestade foi Santa Rosa, no departamento de San Pedro, 1.300 km ao norte de Buenos Aires. Outras cidades argentinas, como Tobuna e Pozo Azul, também foram atingidas. A TV mostrou imagens de tetos arrancados e de edifícios em ruínas. "Percorri a área, e é incrível. Nunca vi nada igual. As casas desapareceram. Um centro de saúde inaugurado há apenas três anos também sumiu", relatou o prefeito de San Pedro, Orlando Wolfart. Vinte e quatro pessoas estão atualmente hospitalizadas em San Pedro, informou a diretora do hospital desta cidade, Alicia Pujato. Onze feridos foram internados em outras localidades. O ministro argentino da Saúde, Juan Manzur, anunciou sua ida ao local.
    No Brasil, quatro pessoas morreram e 64 foram feridas no estado de Santa Catarina, no sul do país. Fortes ventos de mais de 100 km/h destruíram cerca de 90 casas e danificaram outras 370. Em São Paulo, as fortes chuvas provocaram inundações e o atraso de dezenas de voos em Congonhas, além da interrupção de transmissão por celular e internet. Também provocou congestionamentos gigantes nas principais vias de acesso da cidade.
    No Paraguai, mais de 700 pessoas tiveram suas casas danificadas. "Os danos ocorreram nos departamentos de Neembucu, San Pedro, Paraguari, Cordillera, Canindeyu e Caaguazu", declarou à AFP Aldo Saldivar, chefe dos socorristas. Já o Uruguai, o temporal com granizo e ventos de mais de 100 km por hora derrubou casas de construção precária e cabos de alta tensão.
    Ante informações da imprensa que indicavam que no nordeste da Argentina ocorreu um tornado, o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) não descartou a possibilidade, mas informou que especialistas viajarão à região para avaliar de que fenômeno climático se tratou.

    G1

    http://video.globo.com/Videos/Playe...+AS+CAUSAS+DA+VIOLENCIA+DOS+TEMPORAIS,00.html
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #29 Gerofil, 8 Set 2009 às 21:55
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 04:11
  15. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Temporais causam estragos em 156 cidades do Sul

    Até o fim da manhã desta quinta-feira (10), 156 cidades do Sul do país comunicaram às defesas civis estaduais problemas em decorrência de temporais que atingiram a região no início da semana.
    A situação é mais grave em Santa Catarina. A cidade mais prejudicada foi Guaraciaba, que tem cerca de 10 mil habitantes e registrou quatro mortes. Dados da Defesa Civil indicam que 90% da população foi atingida. A prefeitura decretou calamidade pública na terça-feira (8).
    O Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri/Ciram) confirmou que três cidades foram atingidas por tornados, entre a noite de segunda-feira (7) e terça. Além de Guaraciaba, fazem parte dessa lista Salto Veloso e Santa Cecília.

    G1
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página