Seguimento Europa - 2008

Tópico em 'Europa' iniciado por Mário Barros 5 Jan 2008 às 14:46.

  1. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Itália: Mau tempo causa um morto em Roma, inundações em todo o país

    Violentas intempéries causaram a morte por afogamento de uma mulher em Roma hoje de madrugada, danos materiais e inundações em toda a Itália, disseram fontes dos bombeiros e das autoridades locais.

    Os bombeiros encontraram hoje de manhã o corpo de uma mulher que ficou bloqueada no seu veículo quando se encontrava numa passagem subterrânea inundada pelas chuvas que se abateram durante a noite sobre a capital, de acordo com a agência noticiosa italiana Ansa.

    A circulação foi fortemente perturbada em Roma, onde várias estradas ficaram intransitáveis devido às inundações e à queda de árvores.

    O presidente da câmara municipal de Roma, Gianni Alemanno, pediu que a cidade seja declarada em estado de «catástrofe natural» e pediu aos residentes para «limitarem as deslocações», referiu a Ansa.

    De acordo com a protecção civil italiana, fortes chuvas, ventos violentos e importantes quedas de neve causaram já numerosos danos no resto do país desde terça-feira à noite, prevendo-se que as condições atmosféricas se mantenham hoje idênticas.

    Na região montanhosa de Trentino-Alto Ádige (nordeste), a neve obrigou ao encerramento de várias escolas e estradas.

    No sul de Itália, nomeadamente na Sicília, também várias estradas ficaram bloqueadas.

    Na quarta-feira, a neve perturbou o tráfego aéreo em Milão (norte) e bloqueou na fronteira centenas de veículos pesados provenientes de França.

    In: Lusa
     
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Mau tempo na Grécia e na Itália

    A chuva e ventos fortes que esta semana se registam na Grécia e em Itália fizeram cinco mortos, dois em território grego e três em solo italiano, disseram hoje as autoridades locais. Na ilha grega de Cefalónia, duas mulheres - mãe e filha - morreram quinta-feira à noite afogadas, quando o veículo em que seguiam, numa estrada junta à costa, foi arrastado pelas ondas, de acordo com as autoridades gregas.
    O único sobrevivente foi o filho, de 16 anos, que conseguiu sair do veículo antes de este se afundar.
    A chuva e ventos fortes registados quinta-feira à noite o país provocaram inundações em várias cidades gregas e obrigaram os bombeiros a efectuar várias operações de socorro.
    Em Itália, a chuva e ventos fortes que atingem o país desde quarta-feira fizeram quinta-feira uma terceira vítima no sul do país, referiu hoje a protecção civil italiana. O homem, de 55 anos, que tentava socorrer um automobilista na região de Polistena, a 70 quilómetros de Reggio Calabria, sul de Itália, morreu na sequência da queda de uma ponte danificada pela chuva.
    A protecção civil italiana alertou hoje para a subida das águas do rio Tibre que poderá fazer transbordar os esgotos inundados nas ruas de alguns bairros de Roma.
    Na quinta-feira de manhã, os bombeiros resgataram os corpos de uma mulher encurralada no seu automóvel devido a uma inundação numa passagem subterrânea da periferia de Roma e de um homem, de 76 anos, que morreu no mesmo dia de enfarte após a queda de um ramo de uma árvore sobre o seu veículo, em Reggio Calabria.

    DNOTICIAS
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Itália : 800 cães mortos ou desaparecidos devido ao mau tempo, quedas de neve recorde na Áustria

    Cerca de 800 cães morreram ou são dados como desaparecidos na sequência das cheias no Rio Petrace que inundaram o canil onde estavam estes animais, na Calábria, Sul de Itália, revelou hoje a agência Ansa.

    O canil, nos arredores de Reggio di Calabria, acolhia 1.070 cães, dos quais só 270 conseguiram ser salvos e para os quais terá de ser encontrada uma nova estrutura de acolhimento, segundo a mesma fonte.

    As chuvas e ventos violentos que assolam a Itália desde quarta-feira causaram três mortos, enquanto em Roma as águas do Rio Tibre, engrossado pela cheia mais importante dos últimos 40 anos, continuavam a subir devendo atingir um pico noite dentro.

    No Sul da Áustria, quedas de neve recorde perturbaram hoje a circulação ferroviária e rodoviária e causaram cortes da corrente eléctrica, enquanto as autoridades alertavam para o perigo de avalanchas.

    No vale de Gailtal, situado na província de Caríntia (Sul), caíram 102 centímetros de neve em 48 horas, um recorde que não se registava há 80 anos, segundo o centro meteorológico austríaco ZAMG.

    O vale de Lesachtal registou uma altura de neve fresca que varia entre 160 e 200 centímetros, segundo fontes não oficiais.

    A intempérie levou ao fecho de estradas na Caríntia e no vizinho Tirol, designadamente as que permitem aceder às suas estações de ski.

    Os caminhos-de-ferro austríacos anunciaram a suspensão do tráfego ferroviário entre Villach e Udine (Norte de Itália)

    A companhia de caminhos-de-ferro apelou ao exército para manter ao serviço outras ligações ferroviárias.

    Cerca de 3.000 lares estão sem electricidade porque os cabos partiram, vergados pelo peso da neve ou arrancados pelas quedas de árvores.

    No Tirol, os bombeiros tiveram de intervir para limpar a neve dos telhados das casas a fim de evitar derrocadas. Uma massa de neve com a largura de 35 metros caiu do telhado de um prédio, esmagando seis viaturas, mas ninguém ficou ferido.

    As escolas permaneceram encerradas pelo segundo dia consecutivo nas cidades de Spittal e Hermagor na Caríntia.

    In: Lusa
     
  4. iceworld

    iceworld
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Dez 2007
    Mensagens:
    1,051
    Local:
    coimbra ( 85m )
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Roma - Itália

    Um video das inundações em Roma

     
    #350 Vince, 13 Dez 2008 às 12:54
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:58
  6. Lightning

    Lightning
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    25 Jul 2008
    Mensagens:
    4,114
    Local:
    Corroios
    Chuva em Itália

    Roma continua em estado de emergência devido ao mau tempo
    Itália continua debaixo de chuva e inundações e Roma continua em estado de emergência, mas o rio Tibre não transbordou na capital, afastando as piores previsões. Já morreram quatro pessoas devido ao mau tempo no país

    A Itália está a sofrer com as maiores cheias dos últimos anos, com o rio Tibre, que passa no centro de Roma, a subir o caudal 7,5 metros.

    Apesar de o pior, aparentemente, já ter passado, uma vez que o rio não transbordou no centro histórico da capital, mantém-se o estado de emergência decretado pelo presidente da câmara, Gianni Alemanno.

    Já morreram pelo menos quatro pessoas vítimas das tempestades e inundações dos últimos dias, e um irlandês de 27 anos permanece desaparecido após ter caído de uma ponte.

    Foi na quinta-feira que Gianni Alemanno declarou o estado de emergência, numa altura em que as fortes chuvas e vento deitaram abaixo várias árvores, arrastadas depois pelo rio.

    Um dos acessos a Roma, pelo Norte, esteve fechado devido ao transbordo das águas do Aniene, afluente do Tibre.


    in Sol

    Cheias em Itália
     
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Espanha

    Temporal de nieve y viento en la mitad norte peninsular

     
  8. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Mais de 3.000 carros presos na neve em Madrid

    Mais de 3.000 carros ficaram este sábado presos na neve em Madrid, numa gigantesca fila em plena estrada nacional. O nevão tornou impossível qualquer desvio para outras estradas.
    Espanha assistiu este sábado um dos maiores nevões de sempre, com a tempestade a criar uma gigantesca fila de carros perto de Madrid, que afectou mais de 3.000 carros na estrada M-601. Foram 20 quilómetros de carros parados, num e noutro sentido da auto-estrada. Os automóveis não tinham qualquer hipótese de fuga, uma vez que todas as saídas e estradas que se seguiam à M-601, de Navacerrada estavam também cobertas de neve.
    O pior momento foi a partir das 17h00, quando milhares de turistas e esquiadores deixaram a estância de Navacerrada, a cerca de 50 kms da capital espanhola, encerrada a essa hora. Os automóveis, a maioria sem correntes, tiveram de aguardar por um limpa-neves, que abriu apenas uma via, seguindo-se uma lenta marcha em direcção à capital.
    A Comunidade de Madrid activou o nível 1 de emergência devido à neve, pedindo aos habitantes da região para não saírem de carro a não ser que seja absolutamente necessário. A neve está a cair em Espanha a altitudes de apenas 400 metros em várias regiões, muito abaixo do normal, que são 800 a mil metros.

    Sol
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. iceworld

    iceworld
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Dez 2007
    Mensagens:
    1,051
    Local:
    coimbra ( 85m )
  10. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

    El peor temporal de lluvia en 30 años anega Mallorca y causa 1.500 incidentes

    Un temporal histórico no dio tregua en Mallorca. Desde 1944 en Lluc no se habían recogido 276 litros por metro cuadrado. Las copiosas lluvias caídas en las últimas 24 horas causaron más de un millar de incidentes de consideración en toda la isla. Inundaciones en domicilios, comercios y calles, desprendimientos de tierra y piedras, árboles caídos, carreteras cortadas y torrentes desbordados fueron la mayoría de los servicios que los equipos de emergencias tuvieron que atender. Una quincena de carreteras quedaron cerradas al tráfico y media docena de torrentes se desbordaron. Además de estos siniestros, las persistentes precipitaciones provocaron por la mañana una situación caótica en los principales accesos a Palma, problemas en el transporte marítimo y cortes de luz en distintos puntos de la ciudad. Centenares de conductores se vieron atrapados en medio de retenciones kilométricas y unas 30 familias tuvieron que ser desalojadas de la urbanización Can Gallard, situada en las proximidades del hospital de Son Llàtzer.
    Las zonas más afectadas por el temporal fueron Palma, Calvià y localidades de la Serra de Tramuntana como Andratx, Sant Elm, Puigpunyent, Estellencs, Esporles, Escorca, Bunyola, Alaró, Sóller, además de otras zonas como Alcúdia, sa Pobla, Selva, Muro e Inca.
    El servicio de Emergencias 112 registró desde el pasado lunes por la tarde más de 1.500 incidentes, 500 de ellos de consideración, si bien la central atendió más de 2.600 llamadas. Centenares de agentes y efectivos se movilizaron en Mallorca, después de trabajar durante toda la madrugada de ayer. Los equipos se reforzaron por la mañana. Los siniestros fueron atendidos por los Bombers de Mallorca, bomberos de Palma, Guardia Civil, Policía Local, Policía Nacional, 061, Ibanat, Protección Civil y la Dirección General de Emergencias.
    Debido a los desprendimientos de tierra, las inundaciones y los torrentes desbordados, una quincena de carreteras se cerraron al tráfico.
    Las vías afectadas fueron la MA-10, del mirador de ses Barques a Lluc; MA-1001, de Puigpunyent a Estellencs; MA-1101, de Puigpunyent a Esporles; MA-1042, de Establiments a Palma; MA-15, la autovía de Manacor, a la altura del kilómetro 3, junto a Son Llàtzer; MA-3011, la carretera vieja de Sineu, también en las cercanías del hospital; MA-5011, el camí Fondo; MA-3521, de Santa Margalida a Muro; MA-3433, de sa Pobla a Alcúdia, dirección a s´Albufera; MA-3420, de sa Pobla a Pollença; MA-3421, a la altura de sa Pobla con la autopista de Inca; MA-1140, de Palmanyola a s´Esgleieta; MA-3321, de Manacor a Son Serra; MA-2210, de Pollença a Formentor, a la salida del hotel y también la carretera de Cala Tuent, según informó la conselleria de Interior.
    Estas vías sufrieron cortes intermitentes y algunas de ellas estuvieron cerradas durante prácticamente toda la jornada de ayer. Otras carreteras secundarias de la isla también se vieron afectadas por pequeños desprendimientos en Petra, Ariany, Sant Llorenç, Artà, Santa Margalida y Capdepera. El colapso viario se agravó debido a largas retenciones en los accesos a Palma. En la autopista del aeropuerto se produjo un embotellamiento kilométrico.
    Las importantes cantidades de agua recogidas en la Serra, con más de 250 litros por metro cuadrado en 24 horas, también causaron problemas en más de media docena de torrentes de la isla que finalmente se desbordaron.
    El conseller de Medio Ambiente, Miquel Àngel Grimalt, apuntó ayer que los torrentes en general funcionaron bien, exceptuando problemas puntuales. Las incidencias principalmente se produjeron en Palma en el torrent Gros, el de Na Bàrbara, La Vileta y Sant Magí. El desbordamiento del torrent Gros hizo que se cerrara al tráfico la autovía de Manacor, la carretera vieja de Sineu al caerse una pared y el camí Fondo. Otros torrentes afectados fueron el de Almadra (en Consell), el de Puigpunyent, Canyamel y Coanegra (a la altura de Marratxí). El torrent de Búger, en su tramo final en s´Albufera, también provocó inundaciones. S´Albufera ayer estaba al límite de su capacidad, a pesar de que las compuertas llevaban varios días abiertas. Grimalt también informó de que los acuíferos de la isla estaban a un 70 por ciento de su capacidad, una situación que no se producía desde hace quince años. El conseller también recordó que el pasado mes de noviembre fue el más lluvioso de los últimos 50 años.

    Diário de Mallorca
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Mau tempo em Espanha provoca quatro mortos

    Uma tempestade na costa mediterrânica de Espanha provocou a morte a quatro pessoas, três delas levadas pelas ondas do mar.
    Um homem de 53 anos morreu depois de ter sido arrastado por uma onda no porto de Gandia, no sul de Valência. O mesmo aconteceu a um outro homem no porto de Barcelona, nas primeiras horas deste sábado. Ainda na região de Barcelona, um carro, com um ocupante no interior, foi arrastado por uma onda em El Prat del Llobregat, na sexta-feira à noite. A quarta vítima era um praticante de pesca submarina que morreu quando pescava com dois companheiros.
    Um ferry boat carregado com passageiros e 19 membros da tripulação ficou à deriva no porto de Palamos, perto de Barcelona e teve de ser resgatado pelos serviços de salvamento marítimo. Joaquim Nadal, membro do governo regional da Catalunha, informou que vários barcos de pesca e recreio tiveram de se abrigar nos portos para fugir à ondas de quatro metros de altura provocadas pelo mau tempo.
    A tempestade foi acompanhada por forte queda de neve na Catalunha, onde uma dezena de estradas e uma linha de caminho de ferro foram fechadas ao trânsito.

    JN
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. nimboestrato

    nimboestrato
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Jan 2008
    Mensagens:
    1,865
    Local:
    Pedras Rubras-Aeroporto
    E se pelas Américas há notícias de extremos na Europa salvo as expeções já aqui referidas tudo segue dentro dos parâmetros:
    Frio onde ele é habitual, nesta altura do ano e temperaturas mais tépidas onde também é habitual.
    As mínimas de hoje por essa Europa fora, Ásia dentro, reflectem bem a importância da continentalidade em detrimento da latitude na diferença abismal dos registos das várias estações meteorológicas:

    [​IMG][/URL][/IMG]

    E qual era o cantinho "mais quentinho" ( a vermelho no mapa) na Europa hoje de manhã? Qual era?
    O português pois então.....
     
  13. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Ainda em 2008 ...

    En Ukraine on pouvait relever hier jusqu’à –19.9°C à Luhans’k soit 14°C en dessous des normales saisonnières, -17.8°C à Zaporizhzhia (température moyenne en décembre –3°C) , -17.7°C à Sumy, -15.9°C à Donets’k, -9.7°C sur la capitale Kiev (moyenne saisonnière –5°C).
    En Roumanie, le mercure est descendu jusqu’à –22.4°C à Miercurea Ciuc (altitude 662 m), -16.3°C à Varfu Omu, -14.7°C à Botosani (moyenne saisonnière –3°C).
    On atteignait les –17°C à Sonnblick en Autriche, -9°C à Salzburg soit 6°C en dessous des normales.
    La température la plus basse a été observée dans les montagnes turques à Erzurum (1758m) avec –27.9°C, une température de 17°C en dessous des normales saisonnières.

    Météo World

    Numerosas vítimas na Roménia devido a esta vaga de frio.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página