Seguimento Litoral Centro - Outubro 2014

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
14,107
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
Fartei-me de ver EMA e RUEMA, estações amadoras e somente a Portela teve chuva com 5 mm. Vou ser irónico mas deve ser sido mais um "diluvio" direccionado a não acertar em estação nenhuma, ou será porque em Lisboa qualquer chuvinha que caia faz logo haver inundações ?

Não haver estações em funcionamento na zona em causa não significa que o fenómeno não aconteceu. E realmente pela topografia da área e condições de drenagem deficientes por falta de planeamento adequado e manutenção, bastam uns meros 10mm em vinte minutos para se obter aquela pequena inundação. A estação da Portela é efectivamente a mais próxima, a cerca de três quilómetros da zona mais próxima do Parque das Nações, numa direcção transversal à do deslocamento da célula. Até podem ter chovido localmente muito mais de 10mm que a diferença para os 5mm na Portela nada têm de especial em fenómenos convectivos localizados como este. Não compreendo a sua ironia como se estivesse a negar que tenha ocorrido realmente um aguaceiro forte muito localizado (veja a imagem de radar) e também não sei qual é a definição que atribui a "chuvinha" ou ""dilúvio" direccionado".
Duas coisas são factos inegáveis: ocorreu um aguaceiro forte na zona da Grande Lisboa e não estava prevista sequer a possibilidade de precipitação na Grande Lisboa.
 
  • Gosto
Reactions: CptRena

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Não haver estações em funcionamento na zona em causa não significa que o fenómeno não aconteceu. E realmente pela topografia da área e condições de drenagem deficientes por falta de planeamento adequado e manutenção, bastam uns meros 10mm em vinte minutos para se obter aquela pequena inundação. A estação da Portela é efectivamente a mais próxima, a cerca de três quilómetros da zona mais próxima do Parque das Nações, numa direcção transversal à do deslocamento da célula. Até podem ter chovido localmente muito mais de 10mm que a diferença para os 5mm na Portela nada têm de especial em fenómenos convectivos localizados como este. Não compreendo a sua ironia como se estivesse a negar que tenha ocorrido realmente um aguaceiro forte muito localizado (veja a imagem de radar) e também não sei qual é a definição que atribui a "chuvinha" ou ""dilúvio" direccionado".
Duas coisas são factos inegáveis: ocorreu um aguaceiro forte na zona da Grande Lisboa e não estava prevista sequer a possibilidade de precipitação na Grande Lisboa.

É muito simples, precipitação convectiva é muito localizada, mas parece que este ano em Lisboa está a ser localizado numa área extremamente pequena, por isso o diluvio direccionado. Contudo é preciso ter noção dos valores que se fala quando se olha para uma imagem de radar, ainda mais quando se olha para a reflectividade e não para o valor acumulado numa hora (não sei se o radar do IPMA tem zoom nesse aspecto). Quando uma nuvem é bastante alta a reflectividade é bastante maior e por vezes parece estar a chover bem mais do que aquilo que está.
Além disso importa referir que o principal factor de inundações da zona de Lisboa é a própria orografia da cidade, que faz transformar uma chuva de alguma intensidade parecer que passou um dilúvio.
Não existe mais nenhuma região do país que seja tão sensivel como a zona de Lisboa !

Recordo ainda que já no outro dilúvio, cheguei a ler aqui em valores de 200 mm, apontados por um membro !
Mas lá está cada um acredita naquilo que quer acreditar .....

E finalmente por aquilo que vi do video acredito em cerca de 20 a 30 mm em cerca de 20 a 30 minutos (assumindo que choveu com essa intensidade durante esse tempo todo)
 
  • Gosto
Reactions: StormRic

Microburst

Nimbostratus
Registo
10 Set 2009
Mensagens
850
Local
Laranjeiro-Feijó (Almada)
Posso confirmar que o aguaceiro foi localizado, entre a zona do Parque das Nações e praticamente Alverca, não durou mais de 20/25 minutos, estive debaixo dele e dava a impressão a dada altura da chuva ser diluviana, além de uma grande escuridão que se começou a instalar aí por volta das 15h50. Ao chegar ao Cais do Sodré por volta das 17h o que dava para ver era uma bela bigorna e um lindo arco-íris para as bandas de Lisboa oriental.
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
14,107
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
É muito simples, precipitação convectiva é muito localizada, mas parece que este ano em Lisboa está a ser localizado numa área extremamente pequena, por isso o diluvio direccionado. Contudo é preciso ter noção dos valores que se fala quando se olha para uma imagem de radar, ainda mais quando se olha para a reflectividade e não para o valor acumulado numa hora (não sei se o radar do IPMA tem zoom nesse aspecto). Quando uma nuvem é bastante alta a reflectividade é bastante maior e por vezes parece estar a chover bem mais do que aquilo que está.
Além disso importa referir que o principal factor de inundações da zona de Lisboa é a própria orografia da cidade, que faz transformar uma chuva de alguma intensidade parecer que passou um dilúvio.
Não existe mais nenhuma região do país que seja tão sensivel como a zona de Lisboa !

Recordo ainda que já no outro dilúvio, cheguei a ler aqui em valores de 200 mm, apontados por um membro !
Mas lá está cada um acredita naquilo que quer acreditar .....

E finalmente por aquilo que vi do video acredito em cerca de 20 a 30 mm em cerca de 20 a 30 minutos (assumindo que choveu com essa intensidade durante esse tempo todo)

Então estamos de acordo um com o outro :) .
Talvez esses 200mm se referissem a intensidade instantânea (rain rate). Há duas coisas que Lisboa tem de singular relativamente ao resto do país, uma é a sua orografia com zonas baixas relativamente extensas junto ao rio para onde confluem as escorrências das zonas altas que têm uma área considerável; zonas que são aterros acrescentando área limítrofe conquistada ao estuário e às zonas húmidas baixas originais. Alcântara, a Baixa, Parque das Nações são alguns exemplos. Esta expansão ribeirinha e a impermeabilização das zonas altas foram sempre à frente da concepção dos sistemas de drenagem. Há zonas mesmo para as quais pode não haver solução de drenagem só por recurso à gravidade, em parte devido às marés ribeirinhas. A segunda característica é o ser uma zona urbana muito extensa e rodeada de água por três lados (a Grande Lisboa já é praticamente uma mancha urbana quase ininterrupta), o efeito de ilha de calor potencia os fenómenos convectivos localizados e a humidade abundante está disponível. Toda a minha vida tenho assistido a estes fenómenos localizados, e já lá vai mais de meio século de observações, são incontáveis.
 
  • Gosto
Reactions: CptRena

Vitor TT

Nimbostratus
Registo
21 Jan 2014
Mensagens
595
Local
Odivelas ( 160 mts )
Umas imagens vistas da ponte pedonal junto ao CCColombo pelas 14:00h

por uns momentos ainda sonhei que iria ter "festa" aqui pela zona, mas pelos vistos foi noutra região de Lisboa :)

15429003501_525f26c464_o.jpg

15245598768_f0b1a686b4_o.jpg
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
14,107
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
Umas imagens vistas da ponte pedonal junto ao CCColombo pelas 14:00h

por uns momentos ainda sonhei que iria ter "festa" aqui pela zona, mas pelos vistos foi noutra região de Lisboa :)

15429003501_525f26c464_o.jpg

15245598768_f0b1a686b4_o.jpg

Estes congestus foram o início da convecção mas foi tudo para a zona ribeirinha oriental. Fotos com uma bela luminosidade, muito bonitas.:thumbsup:
 

StormRic

Furacão
Registo
23 Jun 2014
Mensagens
14,107
Local
Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
O poente hoje já anuncia a mudança de padrão de tempo que se avizinha, primeiros cirrus arautos da frente que por este fim de semana ainda entrará algo dissipada
Vjv0jDK.jpg


A neblina hoje já estava em movimento, não estratificada e calma mas amontoando-se junto á superfície, empurrada pelo vento de noroeste. Assim o sol não exibiu a variedade de formas de ontem mas desceu até se ocultar mantendo-se sempre mais ou menos redondo
YaN8ZUD.jpg


Esses cirrus e as cores que tomaram a seguir ao ocaso podem ver-se aqui também http://www.meteopt.com/forum/topico/seguimento-litoral-centro-outubro-2014.7882/page-4#post-447911 , mensagem do guisilva5000
 

jonas_87

Furacão
Registo
11 Mar 2012
Mensagens
16,337
Local
Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
Boas,

Nota-se bem que o tempo mudou, está ventoso, a serra segue com o capacete.
T.actual: 17,5ºC
 
  • Gosto
Reactions: StormRic

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,045
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
É muito simples, precipitação convectiva é muito localizada, mas parece que este ano em Lisboa está a ser localizado numa área extremamente pequena, por isso o diluvio direccionado. Contudo é preciso ter noção dos valores que se fala quando se olha para uma imagem de radar, ainda mais quando se olha para a reflectividade e não para o valor acumulado numa hora (não sei se o radar do IPMA tem zoom nesse aspecto). Quando uma nuvem é bastante alta a reflectividade é bastante maior e por vezes parece estar a chover bem mais do que aquilo que está.

Além disso importa referir que o principal factor de inundações da zona de Lisboa é a própria orografia da cidade, que faz transformar uma chuva de alguma intensidade parecer que passou um dilúvio.
Não existe mais nenhuma região do país que seja tão sensível como a zona de Lisboa!

Recordo ainda que já no outro dilúvio, cheguei a ler aqui em valores de 200 mm, apontados por um membro !
Mas lá está cada um acredita naquilo que quer acreditar .....

E finalmente por aquilo que vi do video acredito em cerca de 20 a 30 mm em cerca de 20 a 30 minutos (assumindo que choveu com essa intensidade durante esse tempo todo)
Mas quando uma célula é relativamente pequena ou "minúscula", como foi o caso, devido à fraca resolução da imagem do radar disponível no site do IPMA, o que vês é um ponto de intensidade média da precipitação. Portanto, aquilo que apontaste, não se aplica para este caso.

Na precipitação acumulada, além da fraca resolução disponível, a escala não vai além dos 15-20mm/h. Independentemente se isso foi acumulado em 10min ou em 60.
E essa diferença temporal, e em especial num meio urbano, faz toda a diferença.

De resto, o sensível é proporcional ao urbanismo e densidade populacional.

Destaco por fim esta opinião isenta da Marta:

Eu vivi durante muitos anos na Covilhã/Guarda, e por isso sei o que é chover a sério. ;)
Mas o que choveu hoje no Parque das Nações, onde eu estava, foi bem superior aos 5 mm registados na estação da Portela. Foi cerca de meia hora, mais coisa menos coisa, bem impressionante. As características das ruas da Expo não são grande coisa, mas que choveu mesmo muito, choveu.

G.Coutinho, ali mesmo ao lado da Portela, registou 0mm.
 
Última edição:
  • Gosto
Reactions: StormRic