Seguimento Meteorológico Livre 2019

Aurélio Carvalho

Nimbostratus
Registo
5 Out 2018
Mensagens
1,026
Local
Faro
Algo não está a bater certo no seu raciocínio.. não sei se foi engano ou distração, mas as minhas definições de barragem e albufeira não são bem iguais às suas.

Barragem é a infraestrutura construída para "barrar" o curso de água. Ou seja, é o elemento construído.
Albufeira é o elemento de água que a barragem "barrou".

Desta forma, qualquer barragem apresenta uma albufeira. A barragem do alqueva tem a albufeira do alqueva, tal como a barragem do monte da rocha tem a albufeira do monte da rocha, e assim sucessivamente. Assim, as barragens não têm mais ou menos água, mas sim as albufeiras ;)

P.S. Referir ainda que são muitas as albufeiras no Alentejo abaixo dos 50%, ao contrário do que anteriormente referiu. Para além destas albufeiras, existem muitas outras pequenas represas e charcas de forncecimento ao gado e rega que estão praticamente secas.. nem todas as produções recebem água das grandes barragens, outras mais pequenas têm as suas formas de aprovisionamento, e a situação infelizmente não é a melhor para estes pequenos agricultores.


Sim foi mera distracção minha.. Eu sei o que é uma barragem e a respectiva Albufeira... Só que troquei me!!
 
  • Gosto
Reactions: JPAG

RedeMeteo

Nimbostratus
Registo
13 Nov 2017
Mensagens
830
Local
Serpa
O amigo RedeMeteo não passa sem deixar uma boca foleira aqui, de tempos a tempos...
Nem sei qual é o "interessante" de dia 1 e 2...???
Então máximas de 35-36º nos dias anteriores, ainda no mês de Maio, são menos "interessantes"???? :wacko:
dia 1 e 2 posso chegar aos 38ºC
 

squidward

Cumulonimbus
Registo
4 Abr 2007
Mensagens
2,381
Local
Azambuja
O que aconteceram às trovoadas típicas de Maio que ha muitos anos desapareceram de Portugal? Agora já não existem mas ha uns bons 15 anos eram muito comuns, algumas bem violentas...pelo menos na Região Oeste deixaram de ocorrer. :buh::trovao:

O ultimo verdadeiro Maio das trovoadas que me lembre, foi para aí em 2011, ou seja, já lá vão 8 anos. Em 2017 tambem houve umas trovoadazitas mas nada de importante. Cada vez mais se confirma a mudança climática de Portugal para pior. :(
 

jamestorm

Nimbostratus
Registo
12 Jan 2010
Mensagens
1,848
Local
Lisboa e Alenquer
O que aconteceram às trovoadas típicas de Maio que ha muitos anos desapareceram de Portugal? Agora já não existem mas ha uns bons 15 anos eram muito comuns, algumas bem violentas...pelo menos na Região Oeste deixaram de ocorrer. :buh::trovao:
O ultimo verdadeiro Maio das trovoadas que me lembre, foi para aí em 2011, ou seja, já lá vão 8 anos. Em 2017 tambem houve umas trovoadazitas mas nada de importante. Cada vez mais se confirma a mudança climática de Portugal para pior. :(

Pois Maio de 2016 não estive em Portugal e o de 2011 tenho sim tenho alguns registos de trovoadas e até com queda de granizo. 2014 houve uma tarde com alguns trovões dispersos e 2009 tb houve algumas trovoadas por aqui. de resto nada nos ultimos 10 anos. Já me disseram aqui que as trovoadas são eventos algo random de acontecerem, mas não deixa de ser estranho algo que acontecia todos os anos e com intensidade , deixar de acontecer de uma forma tão consistente.

Alguém aqui aponta algum significado para este facto?? Cada vez menos trovoadas ? Estará relacionado com aquecimento do território? Clima cada vez mais estável? Obrigado.
 
  • Gosto
Reactions: RStorm

joralentejano

Super Célula
Registo
21 Set 2015
Mensagens
7,222
Local
Arronches (272m) | Leiria
Alguém aqui aponta algum significado para este facto?? Cada vez menos trovoadas ? Estará relacionado com aquecimento do território? Clima cada vez mais estável? Obrigado.
O nosso problema sempre foi e será cada vez mais o anticiclone, que não deixa aproximar nada ao território e o que consegue chegar, rapidamente desaparece. A situação da próxima semana podia gerar perfeitamente algo que originasse a instabilidade típica desta altura (cut-off), mas não, o anticiclone manda tudo para longe daqui. Não é por acaso que se teme pelo futuro disto porque há vários anos que o anticiclone não permite que tenhamos um ano hidrológico decente, do início ao fim.. Aquilo que precisamos aparece nas previsões mas nunca se concretiza porque simplesmente o bloqueio não permite acabando por ficar tudo na mesma. Não fosse Março do ano passado e em que estado isto estaria...
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,657
Local
Açores
:D

euPrecMonInd1.gif

euPrecMonInd2.gif
 
  • Gosto
Reactions: Aristocrata e belem

Pedro1993

Super Célula
Registo
7 Jan 2014
Mensagens
8,203
Local
Torres Novas(75m)
O nosso problema sempre foi e será cada vez mais o anticiclone, que não deixa aproximar nada ao território e o que consegue chegar, rapidamente desaparece. A situação da próxima semana podia gerar perfeitamente algo que originasse a instabilidade típica desta altura (cut-off), mas não, o anticiclone manda tudo para longe daqui. Não é por acaso que se teme pelo futuro disto porque há vários anos que o anticiclone não permite que tenhamos um ano hidrológico decente, do início ao fim.. Aquilo que precisamos aparece nas previsões mas nunca se concretiza porque simplesmente o bloqueio não permite acabando por ficar tudo na mesma. Não fosse Março do ano passado e em que estado isto estaria...

Pois o anticiclone tem sido a nossa "desgraça", ano, após ano, e o problema que cada vez mais teima em afastar toda a instabilidade que venha em direcção a terra.
E como seria antigamente, quando chovia, meses "a fio", seria que nessa altura o anticiclone ainda não era nascido, isto é o que as pessoas de mais idade vão contando ainda, quando elas morrerem, nós mais novos, da geração dos 20 anos, já pouco temos para contar as nossos filhos, ou netos, principalmente sobre a chuva.

Agora com um pouco de ironia, seria que não podemos mandar o anticiclone, de férias prolongadas, durantes uns bons anos.
 

camrov8

Cumulonimbus
Registo
14 Set 2008
Mensagens
3,288
Local
Oliveira de Azeméis(278m)
Pois o anticiclone tem sido a nossa "desgraça", ano, após ano, e o problema que cada vez mais teima em afastar toda a instabilidade que venha em direcção a terra.
E como seria antigamente, quando chovia, meses "a fio", seria que nessa altura o anticiclone ainda não era nascido, isto é o que as pessoas de mais idade vão contando ainda, quando elas morrerem, nós mais novos, da geração dos 20 anos, já pouco temos para contar as nossos filhos, ou netos, principalmente sobre a chuva.

Agora com um pouco de ironia, seria que não podemos mandar o anticiclone, de férias prolongadas, durantes uns bons anos.

isso das pessoas mais velhas é algo que me tira do sério, derrepente dá me riso o clima não sabe nem quer saber das pessoas, o clima tem ciclos longos e ciclos curtos muitos desses ciclos teem a duração tal que as pessoas se apercebem da variação, a idade do gelo não chegou de um ano para o outro se falássemos com os primeiros humanos iram dizer que caloraça e não sei mais o quê. tivemos um Abril onde choveu quase o dobro e ninguém fala março foi quente e foi a febre do aquecimento global
 
  • Gosto
Reactions: MSantos

Aurélio Carvalho

Nimbostratus
Registo
5 Out 2018
Mensagens
1,026
Local
Faro
isso das pessoas mais velhas é algo que me tira do sério, derrepente dá me riso o clima não sabe nem quer saber das pessoas, o clima tem ciclos longos e ciclos curtos muitos desses ciclos teem a duração tal que as pessoas se apercebem da variação, a idade do gelo não chegou de um ano para o outro se falássemos com os primeiros humanos iram dizer que caloraça e não sei mais o quê. tivemos um Abril onde choveu quase o dobro e ninguém fala março foi quente e foi a febre do aquecimento global

As evidências que vejo claras são do mês de Maio e do mês de Outubro... Claramente mais quentes nos últimos 20 anos.
No que toca a precipitação os sinais nos últimos 20 anos também mostram um aumento da precipitacao no Outono e na Primavera.. O que normalmente acontece quando os invernos são secos!!
 

jamestorm

Nimbostratus
Registo
12 Jan 2010
Mensagens
1,848
Local
Lisboa e Alenquer
é claro que Há ciclos maiores que as gerações e memoria humana. Mas nos estamos num ciclo muito mau e de rápida alteração climática.
Voltando à questão das trovoadas: @joralentejano pensei que nesta altura as trovoadas tinham origem num regime diferente, mais do calor gerado pelo própria circulação continental. É um facto que já não existem trovoadas como ha 20 anos, as pessoas de mais idade como o meu avô estão sempre a falar nisso. Tb havia mta trovoada de Outono que desapareceu...