Seguimento Meteorológico Livre - 2020

"Charneca" Mundial

Cumulonimbus
Registo
28 Nov 2018
Mensagens
3,905
Local
Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
Não sei quanto a vocês me parece que vem aí uma semana bem fresca pelo frente, e depois na última semana a compensação com uma semana bem quente!
Vamos ver!
Esta semana terá temperaturas máximas e mínimas próximas ao normal no Interior e Algarve, e abaixo do normal no Litoral Oeste. A semana a seguir deverá ser chuvosa e fresca e a última semana será bem quente.
Para além disso, já existe a tendência para um verão (julho e agosto) bem quente. :calor:
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

Tonton

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2017
Mensagens
1,295
Local
Mactamã
Para além disso, já existe a tendência para um verão (julho e agosto) bem quente. :calor:

Onde viste isso?
Na última saída do S5, a tendência não é essa:

i-RBzS2HQ.gif
 

Gprof

Cirrus
Registo
7 Jun 2020
Mensagens
1
Local
Picoto
Parece que esta noite nas montanhas a norte da serra da Estrela poderemos ter formação das primeiras geadas... do verão. Sim, do verão, esse mesmo. A esta hora mínimas já baixíssimas para a época do ano nos planaltos do interior norte e centro... em pleno junho, a fazer lembrar claramente o inverno. Deve ser excelente para a agricultura... E há pessoas, aquelas que detestam o verão, que tanto adoram estas sinópticas, e eu pergunto como é possível.
Aliás, no famigerado e aborrecido mês de fevereiro até houve mínimas mais altas do que aquelas que se irão registar esta noite e que foram registadas dias a fio em junho de 2019. A mesma coisa se aplica às máximas, com dias mais quentes em fevereiro nalguns locais do que agora em junho. São de facto as alterações climáticas no seu melhor. Verão no inverno e inverno no verão.
Temperaturas acima dos 30°C bem poderemos esperar sentados que elas não regressam tão cedo, para gáudio e delírio dos "summer haters" que tanto anseiam por um verão igual ao de 1977.
Estas temperaturas são claramente de março ou abril, de início de primavera. Nem sequer de maio são, quanto mais de junho. E pelas previsões para os próximos dias parece que uma vez mais o mês de junho está condenado a ser frigorífico, tal como em 2018 e 2019. Estamos condenados...
Que eu saiba junho é já um mês de pleno verão. É já um mês de dorsais africanas e de 40°C. Ah, os incêndios, o país a arder... bla bla bla, whiskas saquetas, bla bla bla. Não venham com as desculpas dos incêndios, porque cerca de 99% desses mesmos é de origem CRIMINOSA, tal como um user acima já disse. Não usem as desculpas das altas temperaturas como foco de propagação de incêndios. Que eu saiba quando um monte começa a arder, tal não acontece por obra divina do Espírito Santo. Nem que estivessem 50°C!!! Para um monte começar a arder é necessária uma "mãozinha marota" dum delinquente que tem prazer em presenciar tais coisas, estejam 20, 30, 40 ou até mesmo temperaturas de 0°C ou negativas no inverno. Já vi deflagrar incêndios florestais com temperaturas negativas em pleno inverno, os invernos de 2005, 2012 e 2017, que foram invernos muito frios, são exemplos disso mesmo. Portanto para haver incêndios florestais tanto podem estar 0°C no inverno como 40°C no verão. Basta haver essa "mãozinha marota"!!! E depois usam as desculpas da "trovoada seca" (aquando do incêndio de Pedrógão Grande) ou então a bizarra desculpa do criminoso que ateou fogo ao monte ter perturbações mentais. Essas desculpas para mim não pegam. No incêndio de Pedrógão Grande, quando ocorreu a tal "trovoada seca" já haviam sido gastas horas a fio de combate ao mesmo, sendo portanto uma desculpa totalmente esfarrapada só para tentar proteger o criminoso da prisão e de uma "way of life" aos quadradinhos (desculpem o off-topic). Esse CRIMINOSO, que manchou o excelente junho de 2017 (a nível de temperaturas, tendo sido este o último até ao momento) ao provocar todas as mortes que houve, anda à solta, tal e qual como os ladrões que roubam bancos (desculpem o off-topic) e irá continuar na boa, como se não fosse nada na vida.
Essas desculpas a mim não pegam. Digo e volto a repetir: 99% da origem dos incêndios florestais (faço minhas as palavras de um user acima) é CRIMINOSA, estando 0°C no inverno ou 40°C no verão. Basta haver tempo seco e humidade relativa baixa para os criminosos com "problemas mentais" passarem da teoria à prática e assim presenciarem tal "prazer"!!!
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

Tonton

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2017
Mensagens
1,295
Local
Mactamã
Parece que esta noite nas montanhas a norte da serra da Estrela poderemos ter formação das primeiras geadas... do verão. Sim, do verão, esse mesmo. A esta hora mínimas já baixíssimas para a época do ano nos planaltos do interior norte e centro... em pleno junho, a fazer lembrar claramente o inverno. Deve ser excelente para a agricultura... E há pessoas, aquelas que detestam o verão, que tanto adoram estas sinópticas, e eu pergunto como é possível.
Aliás, no famigerado e aborrecido mês de fevereiro até houve mínimas mais altas do que aquelas que se irão registar esta noite e que foram registadas dias a fio em junho de 2019. A mesma coisa se aplica às máximas, com dias mais quentes em fevereiro nalguns locais do que agora em junho. São de facto as alterações climáticas no seu melhor. Verão no inverno e inverno no verão.
Temperaturas acima dos 30°C bem poderemos esperar sentados que elas não regressam tão cedo, para gáudio e delírio dos "summer haters" que tanto anseiam por um verão igual ao de 1977.
Estas temperaturas são claramente de março ou abril, de início de primavera. Nem sequer de maio são, quanto mais de junho. E pelas previsões para os próximos dias parece que uma vez mais o mês de junho está condenado a ser frigorífico, tal como em 2018 e 2019. Estamos condenados...
Que eu saiba junho é já um mês de pleno verão. É já um mês de dorsais africanas e de 40°C. Ah, os incêndios, o país a arder... bla bla bla, whiskas saquetas, bla bla bla. Não venham com as desculpas dos incêndios, porque cerca de 99% desses mesmos é de origem CRIMINOSA, tal como um user acima já disse. Não usem as desculpas das altas temperaturas como foco de propagação de incêndios. Que eu saiba quando um monte começa a arder, tal não acontece por obra divina do Espírito Santo. Nem que estivessem 50°C!!! Para um monte começar a arder é necessária uma "mãozinha marota" dum delinquente que tem prazer em presenciar tais coisas, estejam 20, 30, 40 ou até mesmo temperaturas de 0°C ou negativas no inverno. Já vi deflagrar incêndios florestais com temperaturas negativas em pleno inverno, os invernos de 2005, 2012 e 2017, que foram invernos muito frios, são exemplos disso mesmo. Portanto para haver incêndios florestais tanto podem estar 0°C no inverno como 40°C no verão. Basta haver essa "mãozinha marota"!!! E depois usam as desculpas da "trovoada seca" (aquando do incêndio de Pedrógão Grande) ou então a bizarra desculpa do criminoso que ateou fogo ao monte ter perturbações mentais. Essas desculpas para mim não pegam. No incêndio de Pedrógão Grande, quando ocorreu a tal "trovoada seca" já haviam sido gastas horas a fio de combate ao mesmo, sendo portanto uma desculpa totalmente esfarrapada só para tentar proteger o criminoso da prisão e de uma "way of life" aos quadradinhos (desculpem o off-topic). Esse CRIMINOSO, que manchou o excelente junho de 2017 (a nível de temperaturas, tendo sido este o último até ao momento) ao provocar todas as mortes que houve, anda à solta, tal e qual como os ladrões que roubam bancos (desculpem o off-topic) e irá continuar na boa, como se não fosse nada na vida.
Essas desculpas a mim não pegam. Digo e volto a repetir: 99% da origem dos incêndios florestais (faço minhas as palavras de um user acima) é CRIMINOSA, estando 0°C no inverno ou 40°C no verão. Basta haver tempo seco e humidade relativa baixa para os criminosos com "problemas mentais" passarem da teoria à prática e assim presenciarem tal "prazer"!!!

:maluco: :facepalm: :facepalm: :facepalm: :suicidio:
 

comentador

Cumulus
Registo
2 Out 2012
Mensagens
404
Local
Évora
Parece que esta noite nas montanhas a norte da serra da Estrela poderemos ter formação das primeiras geadas... do verão. Sim, do verão, esse mesmo. A esta hora mínimas já baixíssimas para a época do ano nos planaltos do interior norte e centro... em pleno junho, a fazer lembrar claramente o inverno. Deve ser excelente para a agricultura... E há pessoas, aquelas que detestam o verão, que tanto adoram estas sinópticas, e eu pergunto como é possível.
Aliás, no famigerado e aborrecido mês de fevereiro até houve mínimas mais altas do que aquelas que se irão registar esta noite e que foram registadas dias a fio em junho de 2019. A mesma coisa se aplica às máximas, com dias mais quentes em fevereiro nalguns locais do que agora em junho. São de facto as alterações climáticas no seu melhor. Verão no inverno e inverno no verão.
Temperaturas acima dos 30°C bem poderemos esperar sentados que elas não regressam tão cedo, para gáudio e delírio dos "summer haters" que tanto anseiam por um verão igual ao de 1977.
Estas temperaturas são claramente de março ou abril, de início de primavera. Nem sequer de maio são, quanto mais de junho. E pelas previsões para os próximos dias parece que uma vez mais o mês de junho está condenado a ser frigorífico, tal como em 2018 e 2019. Estamos condenados...
Que eu saiba junho é já um mês de pleno verão. É já um mês de dorsais africanas e de 40°C. Ah, os incêndios, o país a arder... bla bla bla, whiskas saquetas, bla bla bla. Não venham com as desculpas dos incêndios, porque cerca de 99% desses mesmos é de origem CRIMINOSA, tal como um user acima já disse. Não usem as desculpas das altas temperaturas como foco de propagação de incêndios. Que eu saiba quando um monte começa a arder, tal não acontece por obra divina do Espírito Santo. Nem que estivessem 50°C!!! Para um monte começar a arder é necessária uma "mãozinha marota" dum delinquente que tem prazer em presenciar tais coisas, estejam 20, 30, 40 ou até mesmo temperaturas de 0°C ou negativas no inverno. Já vi deflagrar incêndios florestais com temperaturas negativas em pleno inverno, os invernos de 2005, 2012 e 2017, que foram invernos muito frios, são exemplos disso mesmo. Portanto para haver incêndios florestais tanto podem estar 0°C no inverno como 40°C no verão. Basta haver essa "mãozinha marota"!!! E depois usam as desculpas da "trovoada seca" (aquando do incêndio de Pedrógão Grande) ou então a bizarra desculpa do criminoso que ateou fogo ao monte ter perturbações mentais. Essas desculpas para mim não pegam. No incêndio de Pedrógão Grande, quando ocorreu a tal "trovoada seca" já haviam sido gastas horas a fio de combate ao mesmo, sendo portanto uma desculpa totalmente esfarrapada só para tentar proteger o criminoso da prisão e de uma "way of life" aos quadradinhos (desculpem o off-topic). Esse CRIMINOSO, que manchou o excelente junho de 2017 (a nível de temperaturas, tendo sido este o último até ao momento) ao provocar todas as mortes que houve, anda à solta, tal e qual como os ladrões que roubam bancos (desculpem o off-topic) e irá continuar na boa, como se não fosse nada na vida.
Essas desculpas a mim não pegam. Digo e volto a repetir: 99% da origem dos incêndios florestais (faço minhas as palavras de um user acima) é CRIMINOSA, estando 0°C no inverno ou 40°C no verão. Basta haver tempo seco e humidade relativa baixa para os criminosos com "problemas mentais" passarem da teoria à prática e assim presenciarem tal "prazer"!!!

Completamente de acordo com todas estas palavras.
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

Crazyrain

Cumulus
Registo
16 Jan 2020
Mensagens
461
Local
Viana do Castelo
Parece que esta noite nas montanhas a norte da serra da Estrela poderemos ter formação das primeiras geadas... do verão. Sim, do verão, esse mesmo. A esta hora mínimas já baixíssimas para a época do ano nos planaltos do interior norte e centro... em pleno junho, a fazer lembrar claramente o inverno. Deve ser excelente para a agricultura... E há pessoas, aquelas que detestam o verão, que tanto adoram estas sinópticas, e eu pergunto como é possível.
Aliás, no famigerado e aborrecido mês de fevereiro até houve mínimas mais altas do que aquelas que se irão registar esta noite e que foram registadas dias a fio em junho de 2019. A mesma coisa se aplica às máximas, com dias mais quentes em fevereiro nalguns locais do que agora em junho. São de facto as alterações climáticas no seu melhor. Verão no inverno e inverno no verão.
Temperaturas acima dos 30°C bem poderemos esperar sentados que elas não regressam tão cedo, para gáudio e delírio dos "summer haters" que tanto anseiam por um verão igual ao de 1977.
Estas temperaturas são claramente de março ou abril, de início de primavera. Nem sequer de maio são, quanto mais de junho. E pelas previsões para os próximos dias parece que uma vez mais o mês de junho está condenado a ser frigorífico, tal como em 2018 e 2019. Estamos condenados...
Que eu saiba junho é já um mês de pleno verão. É já um mês de dorsais africanas e de 40°C. Ah, os incêndios, o país a arder... bla bla bla, whiskas saquetas, bla bla bla. Não venham com as desculpas dos incêndios, porque cerca de 99% desses mesmos é de origem CRIMINOSA, tal como um user acima já disse. Não usem as desculpas das altas temperaturas como foco de propagação de incêndios. Que eu saiba quando um monte começa a arder, tal não acontece por obra divina do Espírito Santo. Nem que estivessem 50°C!!! Para um monte começar a arder é necessária uma "mãozinha marota" dum delinquente que tem prazer em presenciar tais coisas, estejam 20, 30, 40 ou até mesmo temperaturas de 0°C ou negativas no inverno. Já vi deflagrar incêndios florestais com temperaturas negativas em pleno inverno, os invernos de 2005, 2012 e 2017, que foram invernos muito frios, são exemplos disso mesmo. Portanto para haver incêndios florestais tanto podem estar 0°C no inverno como 40°C no verão. Basta haver essa "mãozinha marota"!!! E depois usam as desculpas da "trovoada seca" (aquando do incêndio de Pedrógão Grande) ou então a bizarra desculpa do criminoso que ateou fogo ao monte ter perturbações mentais. Essas desculpas para mim não pegam. No incêndio de Pedrógão Grande, quando ocorreu a tal "trovoada seca" já haviam sido gastas horas a fio de combate ao mesmo, sendo portanto uma desculpa totalmente esfarrapada só para tentar proteger o criminoso da prisão e de uma "way of life" aos quadradinhos (desculpem o off-topic). Esse CRIMINOSO, que manchou o excelente junho de 2017 (a nível de temperaturas, tendo sido este o último até ao momento) ao provocar todas as mortes que houve, anda à solta, tal e qual como os ladrões que roubam bancos (desculpem o off-topic) e irá continuar na boa, como se não fosse nada na vida.
Essas desculpas a mim não pegam. Digo e volto a repetir: 99% da origem dos incêndios florestais (faço minhas as palavras de um user acima) é CRIMINOSA, estando 0°C no inverno ou 40°C no verão. Basta haver tempo seco e humidade relativa baixa para os criminosos com "problemas mentais" passarem da teoria à prática e assim presenciarem tal "prazer"!!!

:suicidio::suicidio::suicidio::suicidio::suicidio:
 

Jorge_scp

Nimbostratus
Registo
17 Fev 2009
Mensagens
1,072
Local
Casal do Rato (Odivelas)
Parece que esta noite nas montanhas a norte da serra da Estrela poderemos ter formação das primeiras geadas... do verão. Sim, do verão, esse mesmo. A esta hora mínimas já baixíssimas para a época do ano nos planaltos do interior norte e centro... em pleno junho, a fazer lembrar claramente o inverno. Deve ser excelente para a agricultura... E há pessoas, aquelas que detestam o verão, que tanto adoram estas sinópticas, e eu pergunto como é possível.
Aliás, no famigerado e aborrecido mês de fevereiro até houve mínimas mais altas do que aquelas que se irão registar esta noite e que foram registadas dias a fio em junho de 2019. A mesma coisa se aplica às máximas, com dias mais quentes em fevereiro nalguns locais do que agora em junho. São de facto as alterações climáticas no seu melhor. Verão no inverno e inverno no verão.
Temperaturas acima dos 30°C bem poderemos esperar sentados que elas não regressam tão cedo, para gáudio e delírio dos "summer haters" que tanto anseiam por um verão igual ao de 1977.
Estas temperaturas são claramente de março ou abril, de início de primavera. Nem sequer de maio são, quanto mais de junho. E pelas previsões para os próximos dias parece que uma vez mais o mês de junho está condenado a ser frigorífico, tal como em 2018 e 2019. Estamos condenados...
Que eu saiba junho é já um mês de pleno verão. É já um mês de dorsais africanas e de 40°C. Ah, os incêndios, o país a arder... bla bla bla, whiskas saquetas, bla bla bla. Não venham com as desculpas dos incêndios, porque cerca de 99% desses mesmos é de origem CRIMINOSA, tal como um user acima já disse. Não usem as desculpas das altas temperaturas como foco de propagação de incêndios. Que eu saiba quando um monte começa a arder, tal não acontece por obra divina do Espírito Santo. Nem que estivessem 50°C!!! Para um monte começar a arder é necessária uma "mãozinha marota" dum delinquente que tem prazer em presenciar tais coisas, estejam 20, 30, 40 ou até mesmo temperaturas de 0°C ou negativas no inverno. Já vi deflagrar incêndios florestais com temperaturas negativas em pleno inverno, os invernos de 2005, 2012 e 2017, que foram invernos muito frios, são exemplos disso mesmo. Portanto para haver incêndios florestais tanto podem estar 0°C no inverno como 40°C no verão. Basta haver essa "mãozinha marota"!!! E depois usam as desculpas da "trovoada seca" (aquando do incêndio de Pedrógão Grande) ou então a bizarra desculpa do criminoso que ateou fogo ao monte ter perturbações mentais. Essas desculpas para mim não pegam. No incêndio de Pedrógão Grande, quando ocorreu a tal "trovoada seca" já haviam sido gastas horas a fio de combate ao mesmo, sendo portanto uma desculpa totalmente esfarrapada só para tentar proteger o criminoso da prisão e de uma "way of life" aos quadradinhos (desculpem o off-topic). Esse CRIMINOSO, que manchou o excelente junho de 2017 (a nível de temperaturas, tendo sido este o último até ao momento) ao provocar todas as mortes que houve, anda à solta, tal e qual como os ladrões que roubam bancos (desculpem o off-topic) e irá continuar na boa, como se não fosse nada na vida.
Essas desculpas a mim não pegam. Digo e volto a repetir: 99% da origem dos incêndios florestais (faço minhas as palavras de um user acima) é CRIMINOSA, estando 0°C no inverno ou 40°C no verão. Basta haver tempo seco e humidade relativa baixa para os criminosos com "problemas mentais" passarem da teoria à prática e assim presenciarem tal "prazer"!!!

Temperaturas de geada esta noite só mesmo na Torre (Serra da Estrela). Até aos 1500 m a mínima rondou os 3ºC. Na Guarda a temperatura mínima rondou os 7ºC, em Bragança os 8ºC. Quando os mínimos históricos para Junho são de 1 e 3ºC respectivamente. Onde está a anormalidade? São provavelmente mais frequentes estas mínimas que os tais 40ºC que falas. O nosso país está numa localização geográfica (latitude) que potencia uma variabilidade climática muito acentuada, não só entre anos, como em poucos dias. As ondulações do jacto e o posicionamento do vales e cristas de geopotencial são proponderantes, e podem por vezes resultar num mês muito quente (ou muito frio) se houver persistência de um padrão, ou até um mês a rondar a média com alguns dias muito frios e outros muito quentes relativamente à mesma se há uma alteração do padrão algures a meio do mês. Qual o espanto?
 

Thomar

Cumulonimbus
Registo
19 Dez 2007
Mensagens
2,455
Local
Cabanas - Palmela (75m)
No espaço de uma semana já são 3 membros com nomes e localizações diferentes com a mesma conversa (demasiado semelhante), para mim (e posso estar enganado) são apenas um membro com o intuito de lançar confusão, um troll.
 

Davidmpb

Cumulonimbus
Registo
7 Jul 2014
Mensagens
4,383
Local
Portalegre( 600m)/ Fundão
No espaço de uma semana já são 3 membros com nomes e localizações diferentes com a mesma conversa (demasiado semelhante), para mim (e posso estar enganado) são apenas um membro com o intuito de lançar confusão, um troll.
É a mesma pessoa de certeza, não vale a pena dar conversa a este troll.
 

Aurélio Carvalho

Nimbostratus
Registo
5 Out 2018
Mensagens
1,063
Local
Faro
Tenho uma sensação que este mês de Junho ainda vou ter que sacar de uma sweat pois sente se fresco de manhã pelo menos e depois do dia 10 essa sensação será ainda mais acentuada com maximas que não deverao passar dos 22 ou 23c, o que não sendo inédito será certamente muito pouco usual, assim como é pouco usual a onda de calor q tivemos em Maio!
Só para a última dezena do mês teremos temperaturas de acordo para a época!
 

"Charneca" Mundial

Cumulonimbus
Registo
28 Nov 2018
Mensagens
3,905
Local
Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
No espaço de uma semana já são 3 membros com nomes e localizações diferentes com a mesma conversa (demasiado semelhante), para mim (e posso estar enganado) são apenas um membro com o intuito de lançar confusão, um troll.
Exato, eu ia dizer o mesmo... Já são três membros a dizer coisas parecidas. :maluco::intrigante:

Onde viste isso?
Na última saída do S5, a tendência não é essa:

i-RBzS2HQ.gif
Tinha visto algures no Accuweather, que é uma previsão baseada no GFS, mas também já foi há algum tempo. Tenho que ir ver novamente a previsão a longo prazo. :D
 
  • Gosto
Reactions: joselamego e Thomar

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,754
Local
Açores
Tenho que ir ver novamente a previsão a longo prazo.

Esta? -> https://www.accuweather.com/en/weather-forecasts/accuweathers-2020-europe-summer-forecast/740540

Tinha visto algures no Accuweather, que é uma previsão baseada no GFS,

Latest Study of 120 Million Forecasts Proves AccuWeather Forecasts Are Most Accurate

AccuWeather's proven Superior Accuracy is achieved by exclusive patented technology, the largest collection of global forecast models and data, leading-edge predictive AI and machine learning, and the best IP and procedures developed and refined over the company’s 57-year history, combined with the most talented and experienced group of meteorological forecasters anywhere. AccuWeather employs more than 100 expert meteorologists who work as forecasters as well as throughout other parts of the company.

Improvável mas depende do instituto, do tipo de previsão e do viés/preferência do meteorologista. O desempenho recente de um dado modelo inevitavelmente também contribui.

Nos EUA, por exemplo, as previsões sazonais baseiam-se em muitos modelos (incluindo o SEAS5 do ECMWF). Os institutos privados (que tendencialmente não estão a desenvolver modelos próprios), também adotam o mesmo procedimento.
 
Última edição:

SpiderVV

Staff
Registo
26 Ago 2010
Mensagens
8,302
Local
Portalegre (400m)
No espaço de uma semana já são 3 membros com nomes e localizações diferentes com a mesma conversa (demasiado semelhante), para mim (e posso estar enganado) são apenas um membro com o intuito de lançar confusão, um troll.
Yep, correcto, andamos em cima dele, é ignorar e denunciar os posts se suspeitarem de alguma coisa se não virmos a tempo. Dar trela aos trolls é ainda pior. :D