Seguimento Meteorológico Livre - 2024

Duarte Sousa

Moderação
Registo
8 Mar 2011
Mensagens
6,717
Local
Loures
Este tópico destina-se ao seguimento meteorológico do tipo "conversa de café", que não pertence aos tópicos de seguimento das regiões do país.

Desabafos, críticas, desejos, e outro tipo de conversa que não se enquadre nos outros seguimentos enquadra-se só e apenas neste tópico, e todas as mensagens off-topic que sejam encontradas nos outros tópicos serão movidas para este mesmo tópico ou mesmo eliminadas.

Para facilitar a leitura do tópico, apelamos ao mínimo de spam, triple/quadruple-posting (mensagens sucessivas do mesmo membro) e discussões sem nexo que "poluem" o tópico (i.e. repetições do mesmo desabafo, discussões sem fim sobre uma opinião contrária, etc.).

Insultos e outro tipo de discussão pejorativa será punida, desde advertências, até banimentos temporários ou permanentes, tal como os membros que façam spam ou trolling serão alvo de advertências aplicadas à sua conta do fórum, ou uma punição à discrição da moderação após avaliação da situação.
 
  • Gosto
Reactions: Cesar e joselamego


Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,965
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
As perspectivas não são nada más para a zona a sul do Tejo nesta semana.
Haja alegria!:w00t:
 

jamestorm

Cumulonimbus
Registo
12 Jan 2010
Mensagens
2,812
Local
Lisboa e Alenquer
A longo prazo, tendência clara para a divisão do vórtice polar, e no local que nos dá mais jeito, com um forte bloqueio na Gronelândia.
Até custa a acreditar que venha a ocorrer, tal é a raridade destas situações nos últimos anos, mas a tendência está fortíssima no ECMWF e, a confirmar-se este milagre, certamente que o mês de janeiro seria extremamente interessante.

Ver anexo 9023
Se isso acontecer que tipo de consequências pode vir a ter neste inverno para Portugal continental? E a partir de quando pode influenciar?
 

Mr. Neves

Cumulonimbus
Registo
22 Jan 2013
Mensagens
3,971
Local
Tondela-290m
Se isso acontecer que tipo de consequências pode vir a ter neste inverno para Portugal continental? E a partir de quando pode influenciar?
A confirmar-se poderá ter dois desfechos possíveis, podendo acontecer os dois (em momento distintos) ou um só deles:

1 - Descida em latitude do frio continental até à península Ibérica o que se associado a alguma instabilidade poderia gerar neve em cotas pouco usuais (As famosas depressões retrógradas) ou no mínimo frio seco mais intenso.

2 - Corredor de tempestades atlânticas, abrindo portas a um período chuvoso. Isto acontece com instalação de um padrão negativo da Oscilação do Atlântico Norte (NAO -) através da colisão da célula polar com a célula de hadley, fazendo unir as correntes de jato polares com as correntes de jato sub-tropicais (mais energéticas) em latitudes da península ibérica.

Este cenário este ano sai menos reforçado devido à fase em que a Madden-Julian-Oscilation (MJO) se encontra, já que tendencialmente irá evoluir para a fase 3/4, mais associada a regimes de NAO + no atlântico norte.

Quanto ao espaço temporal em que pode ocorrer, estaríamos eventualmente, a falar daqui a 2/3 semanas, altura em que toda a propagação da perturbação estratosférica sobre a troposfera deverá ocorrer, levando ao colapso do vórtice.
 
Última edição:

fcapelas

Cirrus
Registo
24 Out 2012
Mensagens
50
Local
Terrugem Elvas
Relativamente á quebra do vortice tenho uma questão, sou agricultor e tenho bem presente em mim 3 anos de quebra de vortice com comboio de depressões, os que me lembro melhor são 2013 e 2018, nestes a quebra deu-se mais tarde, em 2013 começou a chover dia 3/4 de março e em 2018 começou a chover dia 28 fev. a minha pergunta é, sendo que este ano a quebra se dá mais cedo é mais ou provável que as depressões se prolonguem primavera adentro?
 

Snifa

Furacão
Registo
16 Abr 2008
Mensagens
11,931
Local
Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
Se isso acontecer que tipo de consequências pode vir a ter neste inverno para Portugal continental? E a partir de quando pode influenciar?

Podem acontecer situações deste género, vaga de frio na Europa, inclusivé Portugal, mas com grande hipótesse de ser maioritariamente seco, especialmente aqui mais na nossa localização:

7xbsqDc.png


animohy0.gif
 

Meninodasnuvens

Cumulus
Registo
9 Fev 2020
Mensagens
412
Local
Carvalhais de Baixo, Coimbra
Podem acontecer situações deste género, vaga de frio na Europa, inclusivé Portugal, mas com grande hipótesse de ser maioritariamente seco, especialmente aqui mais na nossa localização:

7xbsqDc.png


animohy0.gif
Os modelos continuam muito inconsistentes hora metem o anticiclone mais a norte e temos um corredor de depressões ou mete o anticiclone mais a sul e temos uma entrada fria continental, esperar para ver.
 

jamestorm

Cumulonimbus
Registo
12 Jan 2010
Mensagens
2,812
Local
Lisboa e Alenquer
A confirmar-se poderá ter dois desfechos possíveis, podendo acontecer os dois (em momento distintos) ou um só deles:

1 - Descida em latitude do frio continental até à península Ibérica o que se associado a alguma instabilidade poderia gerar neve em cotas pouco usuais (As famosas depressões retrógradas) ou no mínimo frio seco mais intenso.

2 - Corredor de tempestades atlânticas, abrindo portas a um período chuvoso. Isto acontece com instalação de um padrão negativo da Oscilação do Atlântico Norte (NAO -) através da colisão da célula polar com a célula de hadley, fazendo unir as correntes de jato polares com as correntes de jato sub-tropicais (mais energéticas) em latitudes da península ibérica.

Este cenário este ano sai menos reforçado devido à fase em que a Madden-Julian-Oscilation (MJO) se encontra, já que tendencialmente irá evoluir para a fase 3/4, mais associada a regimes de NAO + no atlântico norte.

Quanto ao espaço temporal em que pode ocorrer, estaríamos eventualmente, a falar daqui a 2/3 semanas, altura em que toda a propagação da perturbação estratosférica sobre a troposfera deverá ocorrer, levando ao colapso do vórtice.
Muito obrigado, excelente explicação!!