Seguimento Rios e Albufeiras - 2009

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,636
Local
Olhão (24 m)
Situação das Albufeiras no Algarve

Dados referentes a 30 de Setembro de 2009

Albufeira do Arade: 3074 dam3 ( 10.83 %)

Albufeira do Beliche: 27900 dam3 ( 58.13 %)

Albufeira da Bravura: 22082 dam3 ( 63.41 %)

Albufeira do Funcho: 10442 dam3 ( 21.88 %)

Albufeira de Odeleite: 85400 dam3 ( 65.69 %)


Fonte: INAG

Acabou ontem o semestre seco e são estes os volumes de água armazenados no Algarve e a sua percentagem. Valores muito preocupantes, na barragem do Arade e do Funcho, de salientar que neste momento toda a água fornecida ao Algarve é proveniente da Barragem do Beliche e de Odeleite, devido aos baixos níveis das barragens do barlavento (a única barragem que abastece a população do barlavento é a barragem do Funcho em caso de seca o sotavento fornece água ao barlavento) se isto não é preocupante então o que será. Se não chove este ano não temos água, Nem Odelouca vai salvar-nos. Este princípio de Outono foi um dos mais secos nos últimos anos, o ano passado que salvou foi o mês de Setembro, este ano nem Setembro salvou-nos.:disgust::disgust:
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,045
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Situação das Albufeiras em Setembro de 2009






Destaques


No Douro, o destaque vai para a albufeira do Torrão no rio Tâmega, que está nos 41%, quando a média para Setembro é de cerca de 75%.

No Mondego, a barragem das Fronhas, em Arganil, está apenas a 18,7%, já a baixo do nível mínimo de exploração.

No Tejo, a baragem do Divor, concelho de Arraiolos, apenas a 4,4%.

No Guadiana, a barragem de Vigia, no Redondo, está a 12,5%.

No Sado, a situação é mais grave. A baixo dos 20% temos: Campilhas (Santiago do Cacém) a 2,5%, Pego do Altar , Roxo (Aljustrel) a 14,3% e Pego do Altar (Alcácer do Sal) a 15,8%.

Sobre o Arade, o algarvio1980 já comentou.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,045
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Atendendo ao ano hidrológico seco, as nossas albufeiras nem estão tão mal assim. O escoamento dos rios, é que como não poderia deixar de ser, foi muito baixo.
Ficam alguns dados dos principais rios (e que têm os dados completos):


Lima.png
Douro.png




Mondego.png
Zezere.png




Tejo.png
Guadiana.png




Mira.png
Arade.png
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,045
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Espanha tira água a Portugal

Batalha ibérica: pela primeira vez, as autoridades nacionais admitem que Madrid não cumpriu o acordo das águas e reteve 200 milhões de metros cúbicos do Tejo .


Em Vila Velha de Ródão voltaram a ver-se gravuras rupestres há muito submersas. No Tejo Internacional, um manto de algas verdes (eutrofização) cobriu 50 quilómetros de troço durante cerca de cinco meses, quando o habitual era este fenómeno acontecer só no Verão. E quem desceu o rio de canoa entre Alpiarça e Santarém, há uma semana, encontrou vários troços com apenas dois palmos de água.

A redução do caudal tem uma explicação: Madrid "não cumpriu a convenção" que regula os rios luso-espanhóis, revelou ao Expresso Orlando Borges, vice-presidente da Comissão portuguesa que tutela a Convenção de Albufeira que dita as regras do aproveitamento sustentável das bacias hidrográficas comuns. Em causa estão 200 milhões de metros cúbicos de água que não passam o Tejo para cá da fronteira.

Se os caudais continuarem a diminuir e a poluição do Tejo se mantiver, os ecossistemas do rio serão postos em causa tal como as actividades que deles dependem.

Situação preocupante

"A situação é preocupante sobretudo agora que entrou em vigor o novo regime de caudais que impõe mínimos mensais e semanais", admite Orlando Borges, que tutela o Instituto da Água (Inag). Feitas as contas, no início de Outubro, concluíram que os nossos vizinhos só passaram 2500 milhões de metros cúbicos de água quando estavam previstos 2700 milhões. Detectada a falha, as autoridades nacionais notificaram as de Madrid, que responderam quarta-feira argumentando que o incumprimento se deveu à falta de chuva. Para corrigir a situação, iniciaram-se conversações e "as autoridades espanholas garantem que a água será reposta", esclarece o embaixador Santa Clara Gomes, que preside à Comissão.

Entretanto, novas manobras se preparam do lado de lá da fronteira que deixam em alerta os senhores que tutelam as águas do lado de cá. Fala-se em novos transvases do Tejo que põem em causa o futuro do rio. "Oficialmente dizem-nos que não há projecto nenhum", garante Orlando Borges. Porém sabe-se que a Junta da Estremadura anunciou um segundo transvase do Tejo, a partir da albufeira de Valdecanas, com o objectivo de 'salvar' o parque natural de Tablas de Daimiel. Este parque (com uma área equivalente ao concelho de Portalegre) está a arder devido a uma seca que se prolonga há cinco anos.

A agricultura intensiva esgotou os aquíferos do país vizinho e Bruxelas já avançou com um processo contra Madrid por causa da catástrofe ecológica. A concretizar-se, o transvase atravessará a bacia do Guadiana o que levará as comunidades locais a quererem alguma da água para elas. A guerra da água já agita as autonomias espanholas.

Queixa na Europa em equação

Porém, Madrid não poderá autorizar o transvase sem consultar Lisboa e sem realizar uma Avaliação de Impacte Ambiental. E Portugal pode sempre recorrer a Bruxelas acusando Madrid de violar a Directiva-Quadro da Água ou a convenção de Ramsar. Tal dependerá das negociações que se seguirem. Para já são os ambientalistas reunidos no Movimento pelo Tejo que estão a equacionar "avançar com uma queixa junto do provedor europeu de justiça pelo facto de a Comissão Europeia não fiscalizar o cumprimento da directiva-quadro da água".

Este será o primeiro passo, segundo o porta-voz Paulo Constantino. Pedro Serra, presidente da empresa Águas de Portugal e vogal da Comissão que tutela as bacias luso-espanholas, critica os espanhóis: "Criaram um problema e estão a procurar uma solução que nos causa a nós problemas". Este será um assunto quente nas mãos da nova ministra do Ambiente.

EXPRESSO
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Espanha deverá devolver a água retirada ao Tejo

Espanha deverá devolver a água retirada ao Tejo

A afluência de água no Tejo está a ser corrigida por Espanha, depois de se ter verificado que no ano hidrológico que terminou em 30 de Setembro entraram em Portugal menos 200 hectómetros que o caudal mínimo convencionado.

De acordo com o Protocolo Adicional à chamada Convenção de Albufeira sobre o aproveitamento sustentável dos rios internacionais ibéricos, o caudal anual mínimo acordado para a secção da barragem de Cedilho, no Rio Tejo, é de 2700 hectómetros cúbicos (hm3). No entanto, segundo os registos do Instituto da Água (INAG) a afluência total no final do último ano hidrológico foi de cerca de 2500 hm3.

Trata-se de um incumprimento por parte de Espanha, que já foi notificada e explicou que isso se deveu à diminuição da quantidade de precipitação, tendo-se comprometido a repor o caudal não enviado, explicou ao JN o presidente do INAG, Orlando Borges.

De acordo com Orlando Borges, que também é vice-presidente da comissão internacional para o acompanhamento da convenção sobre a partilha sustentada dos rios Minho, Douro, Tejo e Guadiana, foi a primeira vez que se verificou um incumprimento por parte de Espanha e não afectou outros rios.

Por causa da seca de 2005, Espanha pôde socorrer-se da norma do protocolo sobre regime de caudais para enviar para Portugal um caudal menor do que previsto. No ano passado, ocorreu uma situação semelhante no Guadiana. Ambos os casos foram objecto de negociação bilateral, pelo que não houve incumprimento.

O mesmo responsável garantiu que não estão sobre a mesa das relações ibéricas planos para a realização de novos transvases a partir de bacias hidrográficas partilhadas, incluindo a do Tejo.

O transporte de água do transvase Tejo-Segura para o Parque Nacional de Tablas de Daimiel (província de Cidade Real, na região de Castela-a-Mancha) está na ordem do dia em Espanha devido à seca que afecta aquela reserva da Biosfera. Mas enquadra-se na autorização de mil milhões de metros cúbicos autorizada e cuja utilização real "não chega a metade".

Aquela situação, garante, não tem relação com a intenção da Junta da Estremadura, de propor um transvase a partir da barragem de Valdecanas, no troço intermédio do Tejo espanhol. Se a ideia evoluir para estudos, estes cabem às autoridades nacionais, que tem de notificar Portugal para participar neles, e de realizar uma avaliação de impacte ambiental

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1406083
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,636
Local
Olhão (24 m)
Situação das Albufeiras no Algarve

Dados referentes a 30 de Outubro de 2009

Albufeira do Arade: 2825 dam3 ( 9.95 %)

Albufeira do Beliche: 26498 dam3 ( 55.20 %)

Albufeira da Bravura: 21174 dam3 ( 60.80 %)

Albufeira do Funcho: 9320 dam3 ( 19.53 %)

Albufeira de Odeleite: 81654 dam3 ( 62.81 %)

Fonte: INAG

Passado mais um mês que hei-de dizer, o semestre que dizem que é húmido começou muito seco, e isso nota-se no volume armazenado e na sua percentagem. A Albudeira do Arade já está abaixo dos 10%, a do Funcho abaixo dos 20%, e as outras a rondar os 55% a 63%. Nos próximos 15 dias pouco ou nada choverá no Algarve e vendo as previsões sazonais não são nada animadoras, por isso, é altura de começar a poupar água senão podemos ter problemas caso não chova, um Verão e princípio de Outono de 2010 muito preocupante.
Todas as barragens exceptuando a Albufeira da Bravura estão abaixo da média, por isso, a situação começa a ser preocupante.
Não esquecendo que as terras estão secas, logo para que possa existir armazenamento é preciso que chova abundantemente, para que os ribeiros corram, e isso olhando para os modelos é uma miragem.:disgust::disgust:
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Ponto de situação do INAG (isto está lindo está ... só estão cheias as barragens que não têm escoamento .. repare-se que estas tem mantido praticamente sempre o mesmo valor !!

INAG:
No último dia do mês de Outubro de 2009 e comparativamente ao último dia do mês anterior verificou-se um aumento do volume armazenado em 3 bacias hidrográficas e uma descida em 9.
Das 56 albufeiras monitorizadas, 3 apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e 22 têm disponibilidades inferiores a 40% do volume total.
Os armazenamentos de Outubro de 2009 por bacia hidrográfica apresentam-se inferiores às médias de armazenamento de Outubro (1990/91 a 2008/09), excepto para as bacias do CÁVADO/RIBEIRAS COSTEIRAS, AVE, GUADIANA e RIBEIRAS DO ALGARVE.

Isto está bonito está .... tá .. tá !!
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,045
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Bem, em Braga nos próximos dias até os peixes podem vir à rua :lmao:

beber.png


Mas quem diz Braga diz o Porto, é o Minho todo, o penico de Portugal :D


Com uma previsão destas, e tendo em conta que os terrenos no alto Minho já estão saturados de água, nos próximos dias vai ser interessante ver o evoluir do caudal afluente da barragem do Alto do Lindoso. :D

 

belem

Cumulonimbus
Registo
10 Out 2007
Mensagens
4,311
Local
Sintra/Carcavelos/Óbidos
Governo não vai recuar no programa nacional de barragens


http://economia.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1409481

Obrigado pela referência.
Parece-me que o Governo Português já foi avisado das asneiras que tem feito. Se insistir nas mesmas infantilidades, vão acontecer sanções que seriam altamente prejudiciais numa fase económica tão sensível como esta.
Se alguns projectos hídricos já não são sustentáveis e são altamente dependentes de anos húmidos, imagine-se o que será se forem sancionados.


Situação da Barragem do Sabor

http://diario.iol.pt/ambiente/barragem-ambiente-tvi24-sabor-ue-ultimas-noticias/1090038-4070.html


E...

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=114&id_news=419819


Interessante ponto de vista:

http://resistente.3e.com.pt/joomla/...xo-sabore-agora&catid=3:em-defesa-da-barragem

Existe alguém aqui da Plataforma Sabor Livre?
Ou alguém que defenda a não construção da Barragem nesta região?
Por favor, apresentem os vossos argumentos, para não termos apenas uma versão sobre este assunto.
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,636
Local
Olhão (24 m)
Clima: Algumas albufeiras e aquíferos da região em níveis preocupantes

Água já escasseia

A falta de chuva começa a colocar as albufeiras das barragens e os aquíferos da região em níveis preocupantes. A zona do Barlavento é a mais afectada e, se o Sol continuar a brilhar, como apontam as previsões do Instituto de Meteorologia, a situação pode tornar-se grave.


"A situação das diversas albufeiras é pouco favorável, nomeadamente, aquelas que se situam na bacia do Arade, que se encontram muito abaixo de metade da capacidade útil máxima", admite-se no relatório da Administração dos Recursos Hídricos do Algarve (ARH-A) relativo a Outubro deste ano.

No Funcho, a água apenas ocupa 9,3 por cento da capacidade máxima da barragem e, no Arade, 9,9%. Nas restantes albufeiras, os níveis ainda estão acima da metade da capacidade, mas é preciso chuva para aumentar o volume de água armazenada.

Já nos aquíferos (lençóis de água subterrâneos), o caso mais grave é no sistema Querença-Silves. Aí os níveis piezométricos (volume dos lençóis de água) "tiveram uma descida acentuada durante o Verão", refere o relatório da ARH-A, e "a situação actual é preocupante, atendendo a que os níveis continuam a descer", acrescenta o documento.

Com os níveis mínimos de 2008 já ultrapassados, a ARH-A recomenda que "a situação do sistema aquífero Querença--Silves continue a ser acompanhada".

O documento destaca ainda os níveis baixos no sistema Ludo-Vale do Lobo (aquífero da Campina de Faro). Nos restantes aquíferos, no entanto, a situação "é relativamente favorável". Mas, lê--se no relatório referente a Outubro, "na maioria dos sistemas, os níveis encontram-se ligeiramente abaixo dos valores médios".

Fonte: Correio da Manhã

Este post é dedicado a todos os membros do fórum que dizem que os algarvios é que são os pessimistas, enquanto a realidade é esta dura e crua. Agora que não gostem das verdades tenho pena, mas quem diz a verdade como eu e o Aurélio não merece nenhuma crítica e isso não tem faltado nos últimos tempos aqui no fórum. Porque uma coisa é criticar se não tivéssemos razão, outra coisa é criticar porque não têm mais nada para embirrarem.:( :disgust:

Este mês é mais um mês preocupante pouco ou nada choverá só se for no final do mês e é preciso chover 150 mm ou mais, para que aumentasse o nível armazenado. Não esquecer que os meses de Novembro e Dezembro são os mais chuvosos no Algarve, só sobra o Dezembro se não chover torrencialmente em Dezembro como aconteceu em 1992. Vai ser um ano 2010 muito mas muito complicado no Algarve.
 

Lousano

Cumulonimbus
Registo
12 Out 2008
Mensagens
3,635
Local
Lousã/Casais do Baleal

Este post é dedicado a todos os membros do fórum que dizem que os algarvios é que são os pessimistas, enquanto a realidade é esta dura e crua. Agora que não gostem das verdades tenho pena, mas quem diz a verdade como eu e o Aurélio não merece nenhuma crítica e isso não tem faltado nos últimos tempos aqui no fórum. Porque uma coisa é criticar se não tivéssemos razão, outra coisa é criticar porque não têm mais nada para embirrarem.:( :disgust:

Este mês é mais um mês preocupante pouco ou nada choverá só se for no final do mês e é preciso chover 150 mm ou mais, para que aumentasse o nível armazenado. Não esquecer que os meses de Novembro e Dezembro são os mais chuvosos no Algarve, só sobra o Dezembro se não chover torrencialmente em Dezembro como aconteceu em 1992. Vai ser um ano 2010 muito mas muito complicado no Algarve.


Ninguém diz que vocês são pessimistas, já que há muito que têm razão para se lamentar.

A nossa critica é de várias vezes ao dia vocês queixarem-se do mesmo.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Esse assunto ultimamente já estava "pacificado" pelo que não vale a pena continuar a falar disso, a não ser que haja afinal interesse em estar sempre nestas disputas. Penso que toda a gente aqui sabe e concorda que a situação no Algarve é má, e que estamos solidários, sabemos que falhada a instabilidade do Outono importante no regime de precipitação do Algarve a situação pode ainda piorar mais nos próximos meses. Ponto final nas discussões em torno disso e há é que seguir a situação de forma equilibrada e sem atritos.
 

Veterano

Cumulonimbus
Registo
2 Fev 2009
Mensagens
4,026
Local
Porto-Aviz-2,5 km do mar (46 m)/Matosinhos
Este post é dedicado a todos os membros do fórum que dizem que os algarvios é que são os pessimistas, enquanto a realidade é esta dura e crua. Agora que não gostem das verdades tenho pena, mas quem diz a verdade como eu e o Aurélio não merece nenhuma crítica e isso não tem faltado nos últimos tempos aqui no fórum. Porque uma coisa é criticar se não tivéssemos razão, outra coisa é criticar porque não têm mais nada para embirrarem.:( :disgust:

A escassez de chuva no Algarve é um facto, esperemos que a situação melhore nos próximos meses. Para além da falta que obviamente faz, mesmo em termos de paisagem torna tudo mais triste e cinzento:(, para um visitante.

No vosso lugar, possivelmente também me queixaria, tentem manter o moral elevado, vocês têm o nosso apoio:thumbsup:.
 

Chasing Thunder

Cumulonimbus
Registo
13 Mai 2008
Mensagens
4,285
Local
Couço
Tenho acompanhado algumas vezes a situação que está no algarve e realmente é preocupante:(, eu no vosso lugar também me queixaria, eu sei que é dificil mas tenhem esperança:thumbsup: