Seguimento Rios e Albufeiras - 2014

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Duarte Sousa 1 Jan 2014 às 00:11.

  1. Raposeira

    Raposeira
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Mar 2013
    Mensagens:
    23
    Local:
    Almeirim
    Em Espanha Alcantara sobe a bom ritmo com uns impressionantes 456 Hm3 em uma semana o que representa uma subida de mais de 20% na sua capacidade encontrando-se com 74.25% da sua capacidade:
    http://saihtajo.chtajo.es/index.php?url=/tr/mapas/ambito:E/mapa:H12

    Em Portugal o Castelo do Bode encontra-se com uma descarga de fundo aberta e com uma cota de armazenamento na ordem dos 120 metros (123 metros enchimento pleno)

    O fratel esta a receber 1300m3/s e a deitar 240m3/s e 95%

    Pela leziria já há estradas cortadas por acção da chuva no alviela o rio está quase fora do leito em alguns lugares vamos ver como vai ser estes dias sem chuva.....
     
  2. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Se o Fratel está a receber 1300m3/s, é porque Alcantara está a trabalhar à potência máxima. Dado que Fratel, à potência máxima debita ~650m3/s, significa que nas próximas horas, se o volume a montante não baixar, deverá começar a descarregar.

    De qualquer forma acredito que assim que passe a hora de ponta, Alcantara volte a fechar.
    É de todo o interesse que a barragem encha no inverno. Aliás, nem tem sido muito utilizada por estes dias - daí o volume de armazenamento ter subido tanto.

    Quanto a Castelo de Bode, está nos 90%. Já era de prever que começasse a descarregar.
    Mais a norte, Cabril, está a reter todo o caudal do Zêzere, que esta tarde tem andado na casa dos 450m3/s. A barragem está a 75,9%, e por isso ainda tem bastante espaço para armazenar água.

    Estranho é já haver estradas cortadas. O Tejo em Almourol, às 0h, estava somente com um caudal de 112m3/s. Um caudal muito baixo, até. (Dados snirh)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Raposeira

    Raposeira
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    25 Mar 2013
    Mensagens:
    23
    Local:
    Almeirim
  4. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,337
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    Estive á procura na net, mas não encontrei nada :( :
    segundo me lembro as aguas do liz tinham algures origem pela zona do alviela, e vinham subterraneas até a nascente nas fontes, leiria.
    Se isso está assim no alviela, acho que pode ser expectavel um aumento do caudal do rio na sua nascente, o que segundo as histórias contadas pelos antigos da zona pode ser bastante perigoso, porque do "nada", a sua nascente "rebenta", e quem se encontrar nas imediações dela pode ter problemas sérios, por isso fica o aviso, se forem de visita tenham cuidado
     
  6. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Destak.pt
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    O caudal médio do Mondego a chegar à Aguiera no dia de ontem foi de 591m3/s.
    O que levou a barragem a estar em constante produção e ainda a fazer algumas descargas.

    No Zêzere a água também é muita. Cabril vai enchendo rapidamente. Está no 79,6%, e com uma caudal de entrada próximo dos 400m3/s.

    Castelo de Bode está cheia. E em produção contínua. Não há indicação que tenha descarregado no dia de ontem.
    Pracana é que descarregou.

    Alto Lindoso esteve ontem também em grande produção. A barragem está nos 90%, ainda não efectuou descargas, mas a produzir à potência máxima, liberta 230m3/s, o que somado aos afluentes do Lima explicam o caudal do rio em Ponte de Lima - mesmo num dia com pouca chuva.

    No Gerês, Alto Rabagão e Paradela continuam com espaço de armazenamento disponível. O mesmo não acontece com Vilarinho das Furnas, Vendas Novas e Salamonde.
    Toda esta água ao chegar à barragem da Caniçada, faz com que esta esteja em descarga, ainda que também em produção permanente.

    Por fim, no Douro, ontem houve uma enorme produção de energia por parte das barragens, ainda que a jusante do Pocinho todas tenham efectuado descargas.

    Dados da Ren.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    jonas_87 e CptRena gostaram disto.
  8. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,865
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Seguindo a tendência de 2011-2012 e de 2012-2013, as barragens do Algarve perdem água nos principais meses chuvosos. A água só tem aparecido em março.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Vem aí uma semana complicada no que diz respeito ao caudal dos rios.

    Começando pelo Douro e pelo Tejo.

    O Douro, em Miranda do Douro, tem estado com um caudal de saída que ronda os 700m3/s. Isso significa que a barragem de Miranda está a trabalhar à potencia máxima.
    Por norma, 700m3/s de caudal de saída em Miranda, e tendo os afluentes do Douro devem ir cheios, a jusante da Régua já devem haver descargas.

    No Tejo, o Fratel está a descarregar (caudal >650m3/s) desde as 15h da tarde.
    1200m3/s no Fratel não são só por si suficientes para causar inundações no Ribatejo. A não ser que os afluentes a jusante do Fratel estejam em leito de cheia.

    [​IMG]

    No Noroeste, o caudal do Lima já disparou, à entrada de Alto Lindoso.

    [​IMG]

    Até então, a barragem sempre conseguiu suportar o caudal do rio Lima. Mas com o armazenamento agora nos 92,6%, a tarefa será mais difícil. Provavelmente o caudal de produção (240m3/s), não será suficiente para fazer frente ao caudal de entrada.

    As restantes barragens no noroeste, à meia noite de hoje. estavam todas elas muito próximas ou acima dos 85% da capacidade de armazenamento.

    Salamonde e Caniçada já ontem andaram a fazer descargas, como se pode constatar pela fotografia tirada pela Paula:

    Barragem da Caniçada:
    [​IMG]

    Na região centro, o Zêzere tem pela frente a barragem do Cabril a 92,9%, e Castelo de Bode também ela perto dos 90%. O rio ainda não apresenta um caudal de cheia à chegada de Cabril, mas a situação poderá mudar nas próximas horas.

    A Aguieira (rio Mondego), à meia-noite estava somente a meio, mas é uma albufeira mais pequena e que enche rapidamente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    CptRena, 1337, jonas_87 e 4 outras pessoas gostaram disto.
  10. FJC

    FJC
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    14 Dez 2009
    Mensagens:
    258
    Local:
    Marinha Grande
    Boas!

    Nasci e cresci numa "Barragem", e uma coisa que continuo a não entender e que aconteceu a menos de 24h destas chuvadas PREVISTAS, a EDP/REN, pára a produção das barragens em albufeiras superiores a 90%, e com previsão de descargas a breve prazo! Até parece que pretendem inundar estradas e povoações! 2 a 8 horas como se vê no Alto Lindoso e Cabril, poderão não significar muito, mas tudo que "saia", alivia a pressão.....
    Opinião pessoal de à muitos anos.... poderá não ser correta, mas já vi muitos disparates destes e piores que levaram a passar limites de segurança depois......
     
  11. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Compreendo a tua questão.
    No caso de ontem até não é difícil responder, olhando para os diagramas:

    [​IMG]

    [​IMG]

    Durante a noite, só a energia das PRE's (produção em regime especial), era praticamente suficiente para colmatar o consumo.
    A energia a carvão estava no mínimo. (Não se pode desligar totalmente porque se trata de um sistema de arranque lento)
    Havia muita hídrica de fio de água (barragem do Douro e Fratel). E portanto a energia hídricas das grandes barragens teve de ser reduzida para valores mínimos.
    Isto porque a exportação já estava no limite máximo 2000MWh.
    Daí se ter diminuído a produção das barragens de Alto Lindoso e Cabril.

    De qualquer forma há sempre muitas questões que levanto na gestão da produção de energia.
    Por exemplo, no dia de ontem, não compreendo porque é que se recorreu à energia a partir do gás natural, e não se usou mais hídrica. A % de utilização da barragem de Tabuaço foi de 14% - quando a barragem está cheia. A de Vendas Novas (com uma capacidade instalada de 270MW) também está cheia. E a utilização da mesma foi de somente 40%.
    Estas barragens poderiam, a meu ver, ter funcionado a 60-70%, evitando a utilização do gás natural, e aliviando um pouco as barragens, que irão descarregar certamente nos próximos dias.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    CptRena e FJC gostaram disto.
  12. FJC

    FJC
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    14 Dez 2009
    Mensagens:
    258
    Local:
    Marinha Grande
    A questão é que a gestão das Albufeiras ultrapassa a gestão da produção de energia, devido à influência que tem em populações. E tenho a certeza, pelas razões que apresentantes que estas são postas de lado! Julgo que o Rio Tejo seja o que maior população ponha em risco em questão de cheia. Isto em grandes rios. Aqui a EDP/REN deveria gerir melhor os caudais dos seus rios. É a minha opinião, de quem já vi e assisti a caudais em barragens, bem superiores aos projetados! Pensem, e se um dos descarregadores de uma barragem não abrir, como já aconteceu no passado!? Em que situação fica uma barragem..... difícil....
     
  13. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Mais uma vez te digo que percebo e concordo com o que dizes.

    No que toca ao Tejo, a manobra que temos é praticamente nula.
    O Fratel não tem qualquer encaixe, daí ser considerada uma barragem de fio de água, como as do Douro.
    Basta que do lado de lá, Alcantara - uma enorme barragem, esteja a funcionar em pleno (1200m3/s), para o Fratel ter que descarregar, dado que à potencia máxima, o Fratel só precisa de 650m3/s.
    Como não tem grande capacidade de encaixe, rapidamente a barragem enche e tem que descarregar.

    A única barragem que conheço que preenche exactamente as características que referes é a Aguieira. Repara que apesar do enorme caudal do Mondego nos últimos tempos, a barragem tem conseguido minimizar os dados em Coimbra, apesar de também ela já ter feito algumas descargas pontuais em dias de grande pluviosidade.
    De qualquer forma, neste momento até está a meio - no que toca a armazenamento.

    Aliás, por norma a barragem só enche em Abril, visto que de inverno a sua principal função é a de prevenção/combate às cheias.

    :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. dahon

    dahon
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    1 Mar 2009
    Mensagens:
    1,574
    Local:
    Viseu(530m)/Coimbra
    Existe uma razão para a Aguieira ainda estar a meio neste momento e provavelmente continuará.

    É que neste momento está a ser construída uma ponte(IP3) exactamente sobre a albufeira. Portanto presumo que estejam a manter este nível para facilitar a construção dos pilares. Aliás já houve inundações em Coimbra desde Novembro de 2013 e a barragem manteve sempre o mesmo nível.
     
  15. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,757
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Hum... Por acaso este inverno até já teve bastante variações.
    Já esteve inclusive à cota máxima, no dia 4 de Janeiro.

    [​IMG]

    Entretanto, Alto Lindoso já está a descarregar.
    Cabril, pelo contrário, fechou. Deixou de produzir agora no período da noite.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página