Seguimento Sul - Dezembro 2019

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Pedro1993 1 Dez 2019 às 09:59.

  1. Ricardo Carvalho

    Ricardo Carvalho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Jul 2015
    Mensagens:
    2,397
    Local:
    Azeitão/Sesimbra
    O azar não podia durar sempre Algumas zonas do Algarve e Baixo-Alentejo tiveram hoje mais de 50% de acumulado que os modelos previam para os próximos 5/6 dias, simplesmente maravilhoso E já a partir de quarta-feira e até sexta-feira o Sul vai continuar com probabilidades de fazer o acumulado disparar! Sem dúvida um grande empurrão na terrível seca que a zona se encontra! Caso para dizer que hoje choveu mais, onde era realmente preciso, porque o interior centro/norte também não estava numa situação facil! Quarta-feira a festa contínua

    Enviado do meu SM-A510F através do Tapatalk
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #151 Ricardo Carvalho, 17 Dez 2019 às 00:09
    Última edição: 17 Dez 2019 às 01:06
  2. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    2,145
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    Eu até considero que os valores estão, de certa maneira, corretos. ;)
    Digo isto também por alusão às imagens dinâmicas do radar. A zona mais instável passou de raspão pela zona entre Tavira e Cabanas, e talvez seja essa a razão pela qual Cabanas de Tavira acumulou quase 3 vezes mais que Tavira. :eek:

    A zona que teve menos chuva no dia de ontem foi a costa entre Faro e Tavira, acumulando, em certos pontos, menos de 10 mm. :angry: No entanto, não nos podemos esquecer que muitos acumulados são bastante localizados. Por exemplo, ontem acumulei 12,5 mm na minha zona, e a apenas 1500 metros de distância o acumulado diário numa outra estação foi metade do meu. :)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,270
    Local:
    Porto
    A maldição continua sobre o sotavento e Andaluzia. A frente perdeu a força a leste do cabo de Santa Maria. Parece que Tavira, cidade com média anual a rondar os 580 mm, nem chegou aos 10 mm. O ano hidrológico segue com menos de 50 mm em boa parte do sotavento. E o ano civil com menos de 150 mm, a caminho do recorde desde que há registos. Ao menos, choveu um pouco mais no Barlavento e no Baixo Alentejo. Isto dá raiva pois pela sinóptica e pelo radar aparentemente parecia que era desta que vinham uns 40 ou 50 mm. E só de pensar que há exactamente 10 anos caíram facilmente 300 mm em duas semanas neste mês...
     
  4. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Se no Redondo (@Kraliv) a precipitação acumulada foi de 62,0 mm, então o valor para Estremoz afinal estará correcto: 70,4 mm de precipitação acumulada esta Segunda-feira (máximo horário de 16,0 mm entre as 08h00 e as 09h00).
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. SpiderVV

    SpiderVV
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2010
    Mensagens:
    7,580
    Local:
    Portalegre (400m) / Lisboa (60m)
    Assim termina o primeiro evento da semana, terminei o dia com 43.4mm acumulados, um excelente acumulado que há muito não via. A estação do IPMA na Serra deve ter chegado perto dos 60mm. Sigo agora com 7.2ºC e vento moderado, com 0.6mm acumulados.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Prof BioGeo

    Prof BioGeo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Dez 2006
    Mensagens:
    642
    Local:
    Moura, Alentejo
    Dia muito interessante em termos meteorológicos, passado entre Moura e Évora. Viagem para Évora, de manhã (09h00m), com chuva moderada, pontualmente forte, em especial até Portel. Depois, boa parte da manhã passada dentro de um auditório, sem noção do que se passava cá fora... por volta das 12h50m, saída para almoço e... dilúvio absoluto! Molha valente até entrar no carro, com "direito" a molhar os pés, tal a força da água... A água corria com força e cobria as rodas do carro até meia altura, isto junto ao parque de estacionamento da DGEstE. Na circular, junto à escola Gabriel Pereira, caos absoluto: estrada "invisível", apenas um caudaloso rio de água. Cheguei a pensar que não dava para circular... Água por todo o lado! Depois do almoço, tudo bem mais tranquilo. Na viagem de regresso a Moura, já por volta das 17h00m, chuva normal até Monte do Trigo. A partir daí, nada de chuva. Já em Moura, voltou a chover bem a partir das 18h30m, mas nada de exagerado. Agora apenas algum vento.
    Em suma, belo dia de chuva a fazer lembrar outros tempos! Que venha mais, que apesar de chatear, é daquela chatices que dão gosto!
     
  7. meteo_xpepe

    meteo_xpepe
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    2 Mai 2016
    Mensagens:
    146
    Local:
    Cuba (253m) / Pq. Nações - Lisboa (9m)
    Por Cuba registei novo máximo diário desde que tenho a estação desde 1/Jan/2018: 32.8mm (anterior era apenas 19.6mm).
    Esperemos que quinta-feira seja pelo menos semelhante!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. cool

    cool
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    23 Nov 2012
    Mensagens:
    115
    Local:
    Grândola
    Bom dia.
    Sol e céu limpo aqui por Grândola com 8°C e vento fraco.
    A calma antes da tempestade depois de um grande dia de chuva aqui pelo Alentejo.
    Amanhã e depois de amanhã se correr tudo bem voltará a cair do céu essa "espécie" em vias de extinção que é a chuva aqui por estas bandas.
    Que assim seja ;)!
     
  9. Dias Miguel

    Dias Miguel
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Jan 2015
    Mensagens:
    1,998
    Local:
    Portalegre
    O @joralentejano creio que já viu, mas no final dos anos 80/ início dos anos 90 foram várias as vezes em que a Ponte do Porto de Manes viu a água passar pro cima da mesma. Era habitual, principalmente porque a ponte, em momentos de cheia, funciona como um dique dada a acumulação de detritos trazidos pela água. A rocha que vês nesta imagem no leito do Rio teve um tronco de um eucalipto até ao Verão, altura em que foi possível cortá~lo.
    Se recuar-mos ainda mais no tempo, sei de relatos em que a água chegava a entrar nos lagares que estavam nas duas margens e que inclusive galgava a Ponte do Crato (na imagem do @joralentejano). Actualmente, com as obras realizadas de arranjo das margens e o aprofundamento do leito junto à Ponte do Porto de Manes, não há a tendência para que a água passe por cima da ponte, com excepção para as situações em que os detritos acumulem e criem uma barreira.
    Para teres uma pequena noção da área em causa, deixo um pequeno excerto de um trabalho que realizei, em 2018, para uma pós-graduação:

    "Considerando, no concelho de Arronches, os dois tipos de Riscos Naturais que devemos observar neste trabalho, as Cheias e os Movimentos de Massa de Vertentes, estes apresentam-se como riscos moderados, mas que não devem ser descuidados em termos de ordenamento do território.

    No que se refere a Cheias (diferenciadas das inundações conforme menciona o documento Cheias do Material de Aprendizagem), dada o orografia e a rede hidrográfica do Concelho de Arronches, só poderão ocorrer e criar problemas em infraestruturas ou edificações na área de confluência da Ribeira de Arronches e do Rio Caia até à zona da ETAR de Arronches (Identificada neste mapa como Porto Mane, retirado dos Mapas On-Line da Direcção Geral do Território), tal como refere o PMEPCArronches na página 24.

    Apesar desta identificação e delimitação clara dos riscos de cheia nesta área, o Município de Arronches realizou uma ampla intervenção denominada de Limpeza e Requalificação das Margens do Rio Caia, a qual embelezou o espaço, recuperou as margens e o antigo açude, como é constatável neste vídeo. Igualmente está a reabilitar um antigo lagar de azeite para a criação de um Centro Interativo da Ruralidade de Arronches. É claro que, para estas intervenções, o Município teve autorizações de diferentes entidades (Exemplo: Agência Portuguesa do Ambiente) e de respeitar os diferentes instrumentos de Ordenamento do Território, mas não deixa de ser estranho e preocupante a intervenção humana nesta zona de risco, principalmente quando parece uma decisão à revelia do PMEPCArronches. Apesar de um recente episódio de cheias em Março (Notícia 1) e (Notícia 2) e das infraestruturas de Requalificação das Margens terem sido realizadas com a possibilidade de submersão não terem sofrido danos significativos, temo que alguma cheia excepcional com período de retorno dilatado provoque estragos irreparáveis na área em causa.

    É este mesmo o exemplo que gostaria de apresentar, porque na minha opinião pessoal, estas intervenções vão contra o disposto no n.º 2.1 do artigo 6º do PDM de Arronches, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 97/95, apesar das excepções mencionadas no nº 3 do referido artigo. Isto porque as excepções não podem ser usadas como “desculpa” para a efectivação de intervenções que se inserem em áreas claramente de risco natural.
    "

    Peço desculpa pelo Off-Topic, mas achei pertinente a análise :)
     
    #159 Dias Miguel, 17 Dez 2019 às 09:11
    Última edição: 17 Dez 2019 às 09:35
  10. Dias Miguel

    Dias Miguel
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Jan 2015
    Mensagens:
    1,998
    Local:
    Portalegre
    Bom dia

    Dia totalmente diferente ao de ontem. Céu pouco nublado, muito azul (nota-se a entrada do ar frio), manhã fria. Parece a bonança antes da tempestade, pois os próximos dias prometem a repetição do dia de ontem ;)
     
  11. cool

    cool
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    23 Nov 2012
    Mensagens:
    115
    Local:
    Grândola
    Cheguei há pouco de Grândola e pude observar que o ribeiro da Serra já leva água com fartura :)....já não tinha esse aspecto há muitos meses.
    Já o regato que alimenta aqui o açude do monte ainda não corre...mas com a chuva que está prevista (caso se verifique)...não tenho dúvidas que começará logo pois os terrenos estão já de feição.
    De qualquer maneira o açude já aumentou o volume de água armazenada apenas pela queda directa da chuva (não através do regato).
    Mesmo assim já não é nada mau ;)!
     
  12. comentador

    comentador
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    2 Out 2012
    Mensagens:
    295
    Local:
    Évora
    Boa tarde,

    O acumulado de ontem em Alvalade Sado foi de 37,5 mm. Hoje não se vê quaisquer vestígio de água em cima do solo, foi toda rapidamente absorvida, pois os solos continuam sequíssimos a certa profundidade. Necessitamos muito mas muito mais, pois há cerca de 5 anos que são todos secos, tirando o período de março/abril 2018. Este foi o primeiro dia de chuva a sério no Baixo Alentejo em 2019.
     
  13. Reportorio

    Reportorio
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    15 Jan 2009
    Mensagens:
    105
    Local:
    Miratejo, Vasco Esteves Bx (Seia)
    Segundo o radar já está "aí à porta". Venha ela
     
  14. joralentejano

    joralentejano
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Set 2015
    Mensagens:
    5,886
    Local:
    Arronches | Leiria
    Muito interessante, obrigado pela partilha! :thumbsup: Sim, nessa cheia que fiz referência, a água chegou a galgar as paredes do antigo lagar que agora é um museu. Algo muito difícil de acontecer novamente, mas nunca se sabe o que teremos no futuro.
    Vamos ver qual será o caudal do rio nos próximos dias, mas certamente que irá encher bem.
    _____________
    Algumas imagens ainda de ontem, de um afluente da Ribeira de Arronches:
    [​IMG]
    O mesmo afluente e a Ribeira de Arronches logo ali:
    [​IMG]
    Outro ribeiro, algures...
    [​IMG]

    Fotos de Emílio Moitas.

    Água pelos campos já não falta, o problema está ainda nas grandes barragens que precisam de muitas cheias destas.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,459
    Local:
    Torres Novas(75m)
    É bom ver essa água já a vir de várias direcções, e correndo já com uma boa intensidade.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página