Trovoada - Vista de Braga e Amares - 31 de Agosto e 1 de Setembro 2021

guimeixen

Nimbostratus
Registo
5 Jun 2013
Mensagens
1,898
Local
Real, Braga 105m
Já sentia falta de uns dias assim, passaram aí uns 2 meses e meio desde as últimas trovoadas :D. Pelas previsões estava a contar que pudesse haver alguma coisa de madrugada, mas nada como o que tivemos, a frequência de relâmpagos era impressionante, havia momentos em que eram praticamente seguidos. A frequência era tanta que numa só exposição a máquina apanhou mais do que um raio. A trovoada tinha também uma estrutura interessante com uma shelf cloud, visível em várias fotos. Ao aproximar das 6h a trovoada principal estava nas últimas e a partir daí começaram a haver relâmpagos mais ocasionais em várias direções o que tornava difícil escolher para onde me virar. Perto das 7h passaram umas pequenas trovoadas por cima de onde estava e virei-me para uma delas pois foi a primeira a ter relâmpagos. Foi aí que apanhei o raio enorme da última foto. Enquanto estava virado para essa, a outra, que estava por trás de mim, produziu também alguns raios que não apanhei, mas certamente devem ter sido enormes dado que estavam ambas mais ou menos à mesma distância de mim e os trovões foram potentes.
Deixo também três registos das trovoadas que se formaram no dia 31 durante a tarde.

Dia 31:

onc7DFy.jpg

5rQ3izf.jpg

HtUNaBX.jpg


Dia 1:

0CQwDK7.jpg

77EqfX3.jpg

b8OSccq.jpg

khO1GFP.jpg

YnltInG.jpg

jE3s7U8.jpg

pbzIZ5l.jpg

xmtlGn1.jpg

LwbI1TM.jpg

SHJefTa.jpg

GW4ZyTO.jpg

iur4q53.jpg

eCsgYaA.jpg

31EXUq8.jpg
 

Ricardo Carvalho

Cumulonimbus
Registo
23 Jul 2015
Mensagens
2,923
Local
Azeitão/Sesimbra
Simplesmente brutal Guilherme :palmas:
 

mirtilo

Cirrus
Registo
15 Set 2015
Mensagens
2
Local
Braga
Já sentia falta de uns dias assim, passaram aí uns 2 meses e meio desde as últimas trovoadas :D. Pelas previsões estava a contar que pudesse haver alguma coisa de madrugada, mas nada como o que tivemos, a frequência de relâmpagos era impressionante, havia momentos em que eram praticamente seguidos. A frequência era tanta que numa só exposição a máquina apanhou mais do que um raio. A trovoada tinha também uma estrutura interessante com uma shelf cloud, visível em várias fotos. Ao aproximar das 6h a trovoada principal estava nas últimas e a partir daí começaram a haver relâmpagos mais ocasionais em várias direções o que tornava difícil escolher para onde me virar. Perto das 7h passaram umas pequenas trovoadas por cima de onde estava e virei-me para uma delas pois foi a primeira a ter relâmpagos. Foi aí que apanhei o raio enorme da última foto. Enquanto estava virado para essa, a outra, que estava por trás de mim, produziu também alguns raios que não apanhei, mas certamente devem ter sido enormes dado que estavam ambas mais ou menos à mesma distância de mim e os trovões foram potentes.
Deixo também três registos das trovoadas que se formaram no dia 31 durante a tarde.

Dia 31:

onc7DFy.jpg

5rQ3izf.jpg

HtUNaBX.jpg


Dia 1:

0CQwDK7.jpg

77EqfX3.jpg

b8OSccq.jpg

khO1GFP.jpg

YnltInG.jpg

jE3s7U8.jpg

pbzIZ5l.jpg

xmtlGn1.jpg

LwbI1TM.jpg

SHJefTa.jpg

GW4ZyTO.jpg

iur4q53.jpg

eCsgYaA.jpg

31EXUq8.jpg
Magnificas fotos Guilherme, muitos parabéns! Gostava que me ajudasses a satisfazer algumas curiosidades, se possível. 1. De que ponto é que as tiraste e o que mostram no horizonte? 2. Acho que consigo ver o Santuário do Sameiro em algumas delas... 3. A última parece ter sido tirada a partir do monte S. Mamede d'Este, com a serra do Carvalho em fundo?

Cumprimentos cordiais de um amarense que vive em Braga e que gosta de vaguear pelos montes :)
/Miguel
 

guimeixen

Nimbostratus
Registo
5 Jun 2013
Mensagens
1,898
Local
Real, Braga 105m
Magnificas fotos Guilherme, muitos parabéns! Gostava que me ajudasses a satisfazer algumas curiosidades, se possível. 1. De que ponto é que as tiraste e o que mostram no horizonte? 2. Acho que consigo ver o Santuário do Sameiro em algumas delas... 3. A última parece ter sido tirada a partir do monte S. Mamede d'Este, com a serra do Carvalho em fundo?

Cumprimentos cordiais de um amarense que vive em Braga e que gosta de vaguear pelos montes :)
/Miguel
Obrigado!
As fotos, tirando as do dia 31, foram tiradas do monte São Pedro de Fins, ao lado de Amares. Nas primeiras fotos, sim vê-se o Sameiro e todas apanham o vale do rio Cávado. A última foi tirada para o lado contrário, mais ou menos E/ENE, lado de Terras de Bouro e Gerês.
 

bandevelugo

Cumulus
Registo
3 Jan 2008
Mensagens
319
Local
Lisboa
Já sentia falta de uns dias assim, passaram aí uns 2 meses e meio desde as últimas trovoadas :D. Pelas previsões estava a contar que pudesse haver alguma coisa de madrugada, mas nada como o que tivemos, a frequência de relâmpagos era impressionante, havia momentos em que eram praticamente seguidos. A frequência era tanta que numa só exposição a máquina apanhou mais do que um raio. A trovoada tinha também uma estrutura interessante com uma shelf cloud, visível em várias fotos. Ao aproximar das 6h a trovoada principal estava nas últimas e a partir daí começaram a haver relâmpagos mais ocasionais em várias direções o que tornava difícil escolher para onde me virar. Perto das 7h passaram umas pequenas trovoadas por cima de onde estava e virei-me para uma delas pois foi a primeira a ter relâmpagos. Foi aí que apanhei o raio enorme da última foto. Enquanto estava virado para essa, a outra, que estava por trás de mim, produziu também alguns raios que não apanhei, mas certamente devem ter sido enormes dado que estavam ambas mais ou menos à mesma distância de mim e os trovões foram potentes.
Deixo também três registos das trovoadas que se formaram no dia 31 durante a tarde.

Dia 31:

onc7DFy.jpg

5rQ3izf.jpg

HtUNaBX.jpg


Dia 1:

0CQwDK7.jpg

77EqfX3.jpg

b8OSccq.jpg

khO1GFP.jpg

YnltInG.jpg

jE3s7U8.jpg

pbzIZ5l.jpg

xmtlGn1.jpg

LwbI1TM.jpg

SHJefTa.jpg

GW4ZyTO.jpg

iur4q53.jpg

eCsgYaA.jpg

31EXUq8.jpg
Fotografias formidáveis, não há palavras para descrever. E espero que haja seguros que cubram estas atividades!