Vulcanismo - 2006

Tópico em 'Sismologia e Vulcanismo' iniciado por Luis França 30 Ago 2006 às 15:58.

  1. dj_alex

    dj_alex
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    14 Dez 2005
    Mensagens:
    1,913
    Local:
    Lisboa
    Acho que em itália com o historial deles nesse tipo de eventos, devem conhecer bem os planos de emergencias...digo eu...Mas como é um povo latino ....:rolleyes: :unsure:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Bruno Campos

    Bruno Campos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Out 2005
    Mensagens:
    646
    Local:
    V. N. Famalicão
    Regra geral as escoadas de lava são em direcção ao mar!!!

    Fica um mapa das erupções históricas do vesuvio!

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Bruno Campos

    Bruno Campos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Out 2005
    Mensagens:
    646
    Local:
    V. N. Famalicão
    Uma bela cidade sob um gigante adormecido... mas de vez em quando dá alguns sinais... o problema por vezes é interpreta-los!!:p

    [​IMG]



    O vulcão Vesúvio, que há mais de 2 mil anos matou 3 mil habitantes de Pompéia e deixou a cidade italiana escondida durante séculos, está ameaçando os moradores mais uma vez. Autoridades italianas estão oferecendo o equivalente a R$ 90 mil para os moradores da encosta do vulcão irem para um local mais seguro.As equipes que monitoram as atividades do Vesúvio afirmam que ele pode entrar em erupção a qualquer momento. Atualmente, Pompéia tem uma população de 600 mil habitantes. De acordo com a Globonews poucas pessoas demonstraram interesse me deixar suas casas.
    http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI270325-EI314,00.html
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Rog

    Rog
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2006
    Mensagens:
    4,515
    Local:
    Norte Madeira (500m)
    Por vezes esses incentivos tem um efeito contrário, ou seja, pessoas que vivem em outros locais podem vir a criar morada perto do vulcão com a intenção de aproveitar esses "cobres"...
    O problema do Vesúvio é ser andesítico, quando entra em erupção é sempre de maneira explosiva, e prever isso é sempre muito complicado...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. Bruno Campos

    Bruno Campos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Out 2005
    Mensagens:
    646
    Local:
    V. N. Famalicão

    O Vesúvio é um vulcão do tipo composto, que expele material em fluxo intenso. Localiza-se em Nápoles, atingindo uma altura de 1.281 metros. Antes da tragédia de Pompéia em 79, o Vesúvio encontrava-se inativo havia 1500 anos. Só foram iniciadas escavações na região em 1738. Elas revelaram ruas, paredes de edifícios e até pinturas inteiras.

    Tipo de atividade vulcânica:

    Segundo Lacroix é designado «Vulcano-estromboliano» porque umas vezes existem explosões com grande produção de cinzas e lava espessa (do tipo vulcaniano) e outras eclodem com magma fluído, poucas cinzas, mas muitos gases explosivos, projectando materiais sólidos (do tipo estromboliano). Segundo Scarth é Pliniano, porque a sua lava é muito fragmentada e espalha-se por uma grande área, atingindo grande espessura (pode exceder os 100 km3 de volume). A coluna de gases e cinzas pode ter alguns km de altura.

    Tipo de erupção vulcânica:

    O Vesúvio é um vulcão misto, que se encontra em margens de placas destrutivas (margens convergentes), geralmente associados a arcos insulares e a cadeias de montanhas litorais. O magma, rico em sílica, tem essencialmente origem no material da própria placa. As lavas produzidas são muito viscosas e solidificam rapidamente, formando um relevo vulcânico com vertentes abruptas. Segundo outros autores o vulcão é considerado explosivo, mas tendo em conta que, ao longo do seu período de actividade, ocorreram erupções alternadas, é mais correcto designá-lo por misto.


    http://pt.wikipedia.org/wiki/Vesúvio
    :p
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Rog

    Rog
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2006
    Mensagens:
    4,515
    Local:
    Norte Madeira (500m)

    ok, os meus termos é que começam a estar desactualizados.:lol: De grosso modo, os vulcões podem ser andesítico (mais viscosos e onde o magma se vai acumulando na câmara magmática, ganhando pressão) ou basálticos (mais fluídos tipo os do Hawai). Mas claro, outra terminologia pode ser utilizada para defenir o mesmo tipo de vulcão...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Seringador

    Seringador
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    29 Ago 2005
    Mensagens:
    2,984
    Local:
    Canelas - Vila Nova de Gaia
    Boas Luis!

    Se não és tu até ando a leste dos riscos vulcânicos, impressionou-me esta noticia e o facto de terem registado uma subida de 20 cm num dia e a bolhas na água, pq são indicativos que existe muita pressão debaixo da área:
    Pode ser a qq momento que a panela de pressão rebente:( :eek: :surprise:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Santos

    Santos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Jan 2006
    Mensagens:
    1,110
    Local:
    -------
    Obrigado pela fantástica informação Luis.
    Salvo erro Pompeia no Império Romano já foi destruída pelo Vesuvio :shocking:
     
  9. kimcarvalho

    kimcarvalho
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Nov 2005
    Mensagens:
    1,775
    Local:
    Elvas
    Vamos ver o que dá! Mas pelos sinais dele, coisa boa não vem ai com certeza, esperemos que os italianos não descurem a capacidade do vulcão! :unsure:
     
  10. Rog

    Rog
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2006
    Mensagens:
    4,515
    Local:
    Norte Madeira (500m)
    Infelizmente as pessoas se habituam a uma certa rotina, porque passam os anos e embora informem que algo pode ocorrer, no dia a dia nada vêm, com alguns sinais de aviso falsos pelo meio.
    Chegará o dia em que o aviso será ignorado, e o desastre irá bater à porta, com a violência que achavam impossível de ocorrer. O mundo, infelizmente, precisa destes abanos de tempos a tempos para acordar, porque facilmente adormece e subestima a força da Natureza. Assim foi com o Tsunami em Java, assim foi com o Katrina nos EUA.... E assim se faz a história do mundo...
    (E não ando a ler o Apocalipse como como possa parecer:) )
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. Bruno Campos

    Bruno Campos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Out 2005
    Mensagens:
    646
    Local:
    V. N. Famalicão
    Erupções vulcânicas criam «mini-buracos» na atmosfera
    2006-11-09

    Gases vulcânicos levam à formação de partículas de gelo e ácido nítrico
    Os gases libertados durante as erupções vulcânicas aceleram reacções que levam à destruição da camada de ozono, indica um estudo conjunto de investigadores das universidades de Cambridge e Oxford, no Reino Unido. Segundo este trabalho, dirigido por Genevieve Millard, do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Cambridge, até erupções vulcânicas relati vamente pequenas podem destruir o ozono e criar "mini-buracos" na estratosfera. Anteriormente os cientistas tinham-se concentrado nos efeitos climáticos das pequenas partículas de sulfato vulcânico criadas pelo dióxido sulfúrico em itido durante as erupções.



    Agora, ao analisarem dados de uma erupção do vulcão Hekla (Islândia) no ano 2000, os investigadores constataram pela primeira vez que os gases vulcânicos podem também levar à formação de partículas de gelo e ácido nítrico. "Trata-se de uma descoberta crítica, porque essas partículas activam gases clorados vulcânicos, acelerando reacções que levam à destruição do ozono", assinala o estudo, divulgado pelo centro europeu de informações científicas "AlphaGalileo".

    "Mostrámos pela primeira vez que as erupções vulcânicas que penetram na estratosfera podem levar à formação do tipo de nuvens que promovem reacções com gases clorados vulcânicos. Esses gases destroem ozono estratosférico e conduzem à formação de mini-buracos de ozono" - afirmou a professora Millard.

    As perdas de ozono causadas pela pequena erupção do Hekla duraram cerca de duas semanas, restabelecendo-se depois a normalidade. Foi a primeira vez que se observou a remoção completa de ozono local depois de uma erupção vulcânica. "Queremos agora saber o que poderá acontecer à camada de ozono depois d e uma erupção muito maior", adiantou David Pyle, da Universidade de Oxford, que coordenou o projecto.

    "Haverá por exemplo perda significativa de ozono, e aumento das radiação ultravioleta, a baixas latitudes, após grandes erupções? - Queremos compreender isto, para podermos ter uma imagem melhor tanto do que poderá ter acontecido no passado e do que poderá acontecer no futuro", assinalou.

    http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=9620&op=all
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Bruno Campos

    Bruno Campos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Out 2005
    Mensagens:
    646
    Local:
    V. N. Famalicão
    N é erro n...

    A sua erupção mais intensa ocorreu no dia 24 de agosto do ano de 79, quando o vulcão entrou em erupção e a lava quente cobriu as cidades de Pompéia e Herculano com uma camada de dois metros de espessura. Em seguida, o vulcão lançou cinzas e pedras que formaram outra camada de dez a quinze metros. Entre 20 mil e 30 mil habitantes morreram sufocados pelas cinzas ou sob os tectos das casas que desabavam.

    • Os documentos históricos dizem que a tragédia do ano 79 aconteceu num tempo relativamente curto. A erupção começou às 13h de 24 de Agosto, quando o Vesúvio expeliu uma nuvem super aquecida. Doze horas depois, com a erupção já teriam morrido milhares de pessoas.


    http://pt.wikipedia.org/wiki/Vesúvio

    Todo o sul da europa sofreu consequências dessas cinzas lançadas pra atmosfera, que chegaram até constantinopla (istambul)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Bruno Campos

    Bruno Campos
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Out 2005
    Mensagens:
    646
    Local:
    V. N. Famalicão
    Todos nós somos um pouco assim... mas felizmente existem casos em que as experiências e a cultura se transmite de gerações em gerações! O caso de uma tribo indonésia que soube interpretar o sismo e consequente tsunami de Java, e todos se refugiaram antes de chegarem as primeiras ondas! Regra geral, nós humanos não temos uma cultura e percepção do Risco! Se nos batessem à porta a dizer FUJAM VEM AÍ UM TSUNAMI! Quantos de nós acreditavam!!!!

    Vou contar um episódio que se passou com o Prof. Fernando Rebelo, que para quem não sabe é uma das pessoas mais influentes em Portugal no estudo de Riscos Naturais. Com tantos anos de experiencia e estudo em riscos, uma certa altura estava no porto e estava a dormir. nisto sentiu a terra a tremer (era um sismo) e a primeira coisa errada que fez foi vir espreitar à janela a ver o que é que se estava a passar cá fora!!!!

    Estes últimos episodios de inundações no centro e sul do país... quantas delas não são recorrentes... e as pessoas já deviam saber desse risco e estarem preparadas para o mitigar da melhor forma...

    Desculpem lá o desabafo....;)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página