Vulcanismo - 2013

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Hekla está a dar sinais de estar muito perto de uma erupção.

Subitamente desde há 2 meses que começou a ter esporádicos sismos, cerca de 1 a cada 3 ou 4 dias, parece muito pouco, mas o Hekla é geralmente um vulcão completamente assísmico, excepto horas antes da erupção. É um comportamento completamente inesperado.

Além disso, e mais importante, várias estações registaram nas últimas semanas, inflação súbida do vulcão, embora ainda pequena (em 3cm).

Amigos meus que estavam a hikar o Hekla há uns dias, ouviram um estrondo vindo do solo quando estavam nas encostas do vulcão, pode ter sido um movimento da neve ou uma libertação de pressão no solo, a confirmar-se era mais um sinal de alerta do Hekla.

A meu ver o Hekla irá ter uma erupção no final deste mês ou em ínicio de Junho, ou seja nas próximas semanas, duvido que vá continuar este comportamento inesperado por muito mais tempo. Essa erupção prevê-se que seja de intensidade VEI3, podendo até ser um ligeiro VEI4. As últimas erupções todas VEI3 foram em 2000, 1991, 1981, 1970 e 1947, esta última VEI4-5.

Quase sempre o Hekla tem um inicio bastante explosivo, seguido de libertação de volumes de magma bem elevados. Existe também a possibilidade de o vulcão estar somente a passar por uma crise e voltar ao silêncio durante mais uns anos ou décadas.

É um vulcão muito novo, com cerca de 8000 anos, e um dia terá provavelmente uma erupção formadora de caldeira, se seguir o padrão dos outros vulcões vizinhos islandeses. E sem dúvida é o vulcão que mais cinza costuma trazer para o território europeu, mais do que qualquer outro vulcão europeu, ou do que todos os outros vulcões islandeses juntos. Algumas das suas erupções mais violentas no passado causaram alguns invernos vulcânicos com fomes na Europa. Porém, a generalidade das erupções só costuma afectar a Islândia.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,092
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Filipinas
Vulcão Mayon regista explosão freática

Uma explosão freática no vulcão filipino Mayon, localizado a cerca de 360 quilómetros a sul de Manila, lançou hoje uma nuvem de cinzas e rochas sacudindo também as aldeias nas imediações.

As autoridades filipinas estão a investigar se a explosão fez vítimas entre os três grupos de 20 montanhistas que estavam na zona quando ocorreu a explosão à primeira hora do dia, refere o diário "The Inquirer".

"Tratou-se de um evento freático muito pequeno. É algo normal", assinalou um especialista do Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia.

O mesmo responsável acrescentou que uma explosão freática é menos violenta que uma erupção e não foi registado qualquer sismo nas últimas 24 horas.

A última erupção do Mayon aconteceu em 2006 e não provocou vítimas mortais, mas deixou uma grande acumulação de cinzas que, mais tarde, num tufão, se converteram em rios de barro que mataram 1.300 pessoas na cidade de Legazpi e arredores.

O Mayon é um dos vulcões mais ativos nas Filipinas e um ponto turístico que atrai muitos visitantes.

A pior das suas 45 erupções aconteceu em 1814 que provocou a morte a 1.200 pessoas e soterrou a cidade de Cagsawa.
Fonte: DN Globo

Andes do Equador
30 explosões nas últimas horas marcam atividade sísmica de vulcão Tungurahua



A atividade sísmica do vulcão equatoriano Tungurahua aumentou segunda-feira com o registo de cerca de 30 explosões e constante libertação de gases e cinza, informou o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional.

No vulcão, localizado no centro dos Andes do Equador, tinham sido registadas domingo sete explosões, número que aumentou de forma considerável esta segunda-feira.

A atividade do vulcão registou um aumento nos últimos 10 dias e os cientistas que acompanham a atividade preveem que se mantenha nos próximos dias.

Nas últimas horas o Instituto Geofísico registou 60 pequenos sismos internos e 35 períodos de tremor constante devido à libertação de gases e cinzas.

O Tungurahua, de 5.016 metros de altura e situado a 80 quilómetros a sul de Quito começou o atual processo eruptivo em 1999 e desde então tem intercalado períodos de forte atividade com lapsos de relativa acalmia.
Fonte: DN Globo
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia

Iceberg

Nimbostratus
Registo
5 Jun 2006
Mensagens
817
Local
Braga
Caro Irpsit,

Como observador privilegiado da geologia islandesa, e fazendo de certa forma um ponto de situação atualizado sobre a atual atividade vulcânica dessa ilha (e também mais objectivo, agora que passou a «febre» de erupções recentes), coloco-lhe a seguinte questão:

Qual é, na sua opinião, o próximo potencial problema (com implicações regionais e/ou globais) do vulcanismo islandês (considerando em simultâneo grau de perigosidade e probabilidade elevada de ocorrência numa escala temporal reduzida, digamos, na próxima década) ?

Cumprimentos.
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Caro Irpsit,

Como observador privilegiado da geologia islandesa, e fazendo de certa forma um ponto de situação atualizado sobre a atual atividade vulcânica dessa ilha (e também mais objectivo, agora que passou a «febre» de erupções recentes), coloco-lhe a seguinte questão:

Qual é, na sua opinião, o próximo potencial problema (com implicações regionais e/ou globais) do vulcanismo islandês (considerando em simultâneo grau de perigosidade e probabilidade elevada de ocorrência numa escala temporal reduzida, digamos, na próxima década) ?

Cumprimentos.

O próximo potencial problema a nível global, na próxima década? O mais provavel é nada acontecer. Em minha opinião, existe demasiado alarmismo hoje em dia. Demasiado alarmismo e ignorância.

Se me perguntares nos próximos séculos? Já diria que sim, existe uma probabilidade significativa de algo acontecer que cause não só disrupção na aviação superior á de 2010, mas impacto climático global a curto prazo, mas um impacto de apenas causa problemas na agricultura, não é de modo algum uma catástrofe global!

Provavelmente poderá ser uma nova erupção larga do sistema Bardarbunga - Veidivotn ou Torfajokull, de intensidade VEI4 até VEI6, ou seja, existe uma probabilidade embora não muito elevada de a quantidade de gás e cinza ser similar à do Pinatubo em 1991, suficiente para causar algum arrefecimento climático, mas nada de muito dramático. Em casos raros, esse impacto poderia causar um ano sem verão, semelhante ao de 1816, com consequências sérias para uma parte considerável do mundo. Mas a probabilidade disso ocorrer é, estatisticamente e historicamente, bastante pequena.

Quiçás num espaço de vários séculos, uma erupção violenta do Oraefajokull ou do Snaefellsjokull é bastante provável. As intensidades destes variam entre VEI4, VEI5 até VEI6, ou seja ou semelhante ao Eyjafjallajokull ou à do Mt St Helens ou Pinatubo.

A probabilidade de algo com muito impacto global é quase nula, já que nos últimos 100.000 anos nenhum evento desse tipo parece ter ocorrido.

O próximo potencial problema a nível de voos, em parte considerável da Europa?

Mais provável é igualmente não acontecer nada que condicione a aviação europeia na próxima década, excepto uma pequena percentagem de ocorrer uma erupção do Katla. Esta poderá ser no próximo ano, mas também pode ocorrer somente 30 anos no futuro. Ninguém sabe. O vulcão é irregular. De qualquer modo, o Katla teve uma erupção em 2011 mas não furou o glaciar, portanto a cinza nunca chegou a ser lançada para cima.

Se ocorrer uma futura erupção mais larga (eventualmente ocorrerá nas próximas décadas, devido aos dados de GPS e sismos) ninguém sabe se essa cinza será fina da mesma forma que em 2010.

Se for cinza grossa, esta cairá quase toda à volta da Islândia. Em caso de ela ser de novo invulgarmente fina, depois depende do padrão climático (direcção do vento). Se for o vento dominante de leste ou oeste, nada acontece. Se o vento for de norte, pode causar um cenário semelhante ao de 2010, mas nada de muito superior.

Já a nível islandês, esperámos uma erupção moderada do Hekla nos próximos meses ou anos, uma erupção larga do Katla nas próximas décadas, e uma erupção pequena mas bastante próxima de Reykjavík (Krisuvík ou Bláfjoll) algures nos próximos séculos. O impacto destas será quase só local mas suficiente para aparecer nas notícias internacionais.
 

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,311
Local
Ponta Delgada - Açores
Editado por um moderador:

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,311
Local
Ponta Delgada - Açores
Fotos da erupção do vulcão Sakurajima no Japão em Fevereiro deste ano.

Jp13-084-5DII.jpg


Jp13-063D8.jpg


Mais fotos - Rietze
 

jonas_87

Furacão
Registo
11 Mar 2012
Mensagens
16,370
Local
Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
Etna 2-12-13


ugyb.jpg

mxib.jpg

mxib.jpg


[ame="http://www.youtube.com/watch?v=vDp-Dcw0Rww"]Fountains of lava: Stunning night images of Mount Etna eruption - YouTube[/ame]
 
  • Gosto
Reactions: CptRena