AEMET dá acesso livre e gratuito a todos os seus dados

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Uma verdadeira revolução em Espanha :thumbsup:
Ainda não consegui fechar a boca de espanto

AEMET establece el acceso libre y gratuito a todos sus datos por medios electrónicos

La Agencia Estatal de Meteorología (AEMET) facilita de forma progresiva el acceso libre y gratuito a todos sus datos mediante vía electrónica a partir de hoy, 30 de noviembre.

AEMET adopta así una nueva política de datos que tiene en cuenta de este modo la importancia de la información meteorológica como elemento clave de apoyo a la sociedad y su papel dinamizador tanto de la I+D como de muchas actividades ligadas a la meteorología. Por otra parte, este nuevo enfoque está de acuerdo con las directrices europeas y españolas en materia de información medioambiental.

El acceso a la información gratuita se lleva a cabo por medios electrónicos. La página web incrementa de forma notable sus contenidos de datos de observación ( http://www.aemet.es/es/eltiempo/observacion/ultimosdatos) al tiempo que se pone en operación un servidor de ficheros ( ftp://ftpdatos.aemet.es) al que se accede tanto directamente como a través del enlace “Servidor de datos” de la propia página web y en el que, en una primera fase, se tiene disponible lo siguiente:

* Datos diezminutales de unas 250 estaciones de observación de las redes de superficie de AEMET.
* Resúmenes diarios de más de 600 estaciones de observación de las redes de superficie de AEMET.
* Datos horarios de radiación solar de la red de medida de AEMET.
* Datos diarios de ozono total y sondeos semanales de ozono.
* Datos diezminutales de las redes de radares y de detección de rayos a intervalos de quince minutos.
* Salidas numéricas del modelo numérico de predicción HIRLAM-AEMET actualizadas cuatro veces al día (mas de 1000 campos por salida).
* Series completas de resúmenes diarios y mensuales de unas 110 estaciones climatológicas seleccionadas con, al menos, 15 años de antigüedad.
* Boletines codificados de observatorios españoles de intercambio internacional.

Por otra parte, a lo largo de 2011, se ampliarán los contenidos de los conjuntos de datos anteriores y se incorporarán nuevos datos y productos.


http://www.aemet.es/es/zona_portada_destacada/politicadatos
 

Knyght

Cumulonimbus
Registo
10 Mai 2009
Mensagens
2,042
Local
Madeira - Funchal
Grande passo, Madeira, Açores e alguns Continentais que prefiram as informações do lado de lá lololol
 

Z13

Cumulonimbus
Registo
20 Set 2006
Mensagens
3,027
Local
Bragança - 690m
Grande noticia! Assim dá gosto pagar impostos!;)
 

HotSpot

Cumulonimbus
Registo
20 Nov 2006
Mensagens
3,614
Local
Moita, Setubal
De louvar. Parabéns AEMET.

Já andei a "escarafunchar" o que está disponível e é brutal.

Boa Noticia: O Hirlam ficar disponível.
Má Noticia: Os dados dos raios não abrangem Portugal.

I.M. mete os olhos nisto...
 

actioman

Cumulonimbus
Registo
15 Fev 2008
Mensagens
2,052
Local
Elvas (~300m)
Bem, que espectáculo!!!!:surprise:

Ando já por ali meio perdido à procura e nem dou credo ao que vejo! O sentimento é mais do género "deixa-me rapinar tudo o que posso que isto não deve ser para durar!" :D

Isto sim é a forma correcta de um organismo público actuar! Só estão a disponibilizar o que todos os contribuintes tem direito e mai nada!


Pelo que vi não têm é normais e dados do passado. Ou seja só vejo por lá informação total desde finais deste Novembro. Estarei a ver bem?
 

HotSpot

Cumulonimbus
Registo
20 Nov 2006
Mensagens
3,614
Local
Moita, Setubal
Actionman:

"Por otra parte, a lo largo de 2011, se ampliarán los contenidos de los conjuntos de datos anteriores y se incorporarán nuevos datos y productos."
 

HotSpot

Cumulonimbus
Registo
20 Nov 2006
Mensagens
3,614
Local
Moita, Setubal

actioman

Cumulonimbus
Registo
15 Fev 2008
Mensagens
2,052
Local
Elvas (~300m)
Espectacular, muito obrigado Vince e HotSpot! :thumbsup::thumbsup:

Realmente isto é uma coisa incrível, ainda estou a digerir! :confused:

PS- Nesse fatídico dia vinha eu de Tancos para Elvas, via Abrantes - Ponte de Sor - Monforte e foi um terror de viagem. Ainda sem saber o que se estava a passar temi logo o pior, pois as estradas simplesmente não existiam!! Em alguns locais era água por todo o lado!

Tenho de procurar por um 25 de Dezembro do final da década de 90, se a memória não me atraiçoa, em que fiz essa mesma viagem e as estradas estavam quase todas cortadas pelas ribeiras que pareciam verdadeiros rios, foi uma aventura ainda pior pois tive de andar (eu e um grupo de automobilistas que nos íamos encontrando no caminho) em busca de alternativas. Perto de Alter do Chão tivemos de voltar para trás e a alternativa encontrada foi via Avis - Fronteira - Monforte - Elvas.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Realmente isto é uma coisa incrível, ainda estou a digerir! :confused:

Estamos todos :shocking:

Coisas como dados históricos das estações é relativamente banal noutros países europeus, mas fornecerem os dados em bruto de coisas como o radar surpreendeu-me mesmo muito, ou seja, é como nos EUA, qualquer pessoa ou entidade se quiser faz uma aplicação ou site para visualizar o radar de Espanha, eventualmente de uma forma melhorada, etc. Grande passo da AEMET. Mais surpeendente ainda porque quando o Instituto passou para Agência, a ideia que ficou é que o acesso a dados seria ainda pior no futuro.
 

actioman

Cumulonimbus
Registo
15 Fev 2008
Mensagens
2,052
Local
Elvas (~300m)
Estamos todos :shocking:

Coisas como dados históricos das estações é relativamente banal noutros países europeus, mas fornecerem os dados em bruto de coisas como o radar surpreendeu-me mesmo muito, ou seja, é como nos EUA, qualquer pessoa ou entidade se quiser faz uma aplicação ou site para visualizar o radar de Espanha, eventualmente de uma forma melhorada, etc. Grande passo da AEMET. Mais surpeendente ainda porque quando o Instituto passou para Agência, a ideia que ficou é que o acesso a dados seria ainda pior no futuro.

Ora nem mais, retiram muitos produtos que existiam, passaram a ter um site moderno graficamente falando, mas com serviços reduzidos ao máximo. Recordo-me da grande onda de protesto contra o fecho da possibilidade de se visualizarem os radares regionais e por fim lá retrocederam.
Mas pelos vistos foi mesmo para melhorar a sério!