Aquecimento Global

Tópico em 'Climatologia' iniciado por Minho 23 Set 2007 às 19:38.

  1. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,946
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    [​IMG]

    Acrescentaria que o mesmo sucede em todo o lado.

    O ambiente deve ser protegido... desde que isso não envolva grandes sacrifícios pessoais.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    "Charneca" Mundial gostou disto.
  2. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,946
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    meteo e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  3. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,946
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. meteo

    meteo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    15 Fev 2008
    Mensagens:
    1,890
    Local:
    Oeiras
    Uma das consequências das alterações climáticas é o aumento de fenómenos extremos, não apenas de temperaturas altas, eventos de grande anomalia negativa também estão incluídas. No entanto é difícil ter a confirmação que um evento extremo isolado é devido ao efeito do homem, ou apenas um evento natural. O mais importante é ver o número de eventos extremos em cada década ou períodos distintos.
    Em Portugal, em 3 anos, tivemos 1 furacão a passar ao largo do país (Com influência direta no incêndio catastrófico de outubro de 2017), no ano seguinte, um a entrar (Praticamente ainda como furacão) na Figueira da Foz, e outro (2019) nos Açores, tendo sido o furacão mais forte desde que há registos tão a Nordeste no Atlântico. Agora cada um decide se acha isto normal, ou não. Não dá nunca para ter certezas absolutas, porque é um facto que fenómenos extremos sempre aconteceram. Também dizer sempre que fenómenos extremos sempre aconteceram, como argumento para dizer que o homem não tem influência nenhuma, um bocadinho forçado..
    Será que se tivermos 10 furacões em 10 anos seguidos aqui nas redondezas vai alguém dizer que é normal? Porque já aconteceram no passado. Portanto, acontecendo hoje, é "normal".

    Quem ainda hoje, acha que este aquecimento é normal (sem influência humana), era interessante explicar ( Para se perceber melhor como ainda há quem não acredite em algo já tão disseminado na ciência - Não é uma questão de fé. É ciência! ) que ponto destes 2 está errado e porquê:

    1- Com influência humana, aumentou a concentração de gases com efeito de estufa.
    2- Há relação entre a concentração de gases com efeito de estufa e a temperatura global do planeta.
     
    4ESTAÇÕES gostou disto.
  5. Crazyrain

    Crazyrain
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    16 Jan 2020
    Mensagens:
    78
    Local:
    Viana do Castelo

    O aquecimento global deve apenas e só ter um suporte científico . Se a maioria dos cientistas , após aturadas investigações , conclui que ele se verifica , só temos que aceitar .

    Agora , se formos pelo caminho apenas da ocorrência de fenómenos meteorológicos extremos , é um caminho muito perigoso , pois dá para várias interpretações .

    Eu também posso recuar às décadas de 40 e 50 e aí os fenómenos meteorológicos extremos são imparáveis : desde secas brutais , grandes ondas de frio , ciclones , tornados .

    Quem quiser pesquisar , pois há muita matéria sobre isso , sobre o ciclone de 1941 , o tornado de 1956 na Beira Baixa , a grande seca no Litoral Norte no início dos anos 40 , os episódios de frio e neve a cota 0 nos anos 50 ( inclusive no Algarve ) , etc. Pode ver a intensidade extrema desses episódios e as suas consequências ...
     
  6. meteo

    meteo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    15 Fev 2008
    Mensagens:
    1,890
    Local:
    Oeiras
    Exatamente. Disseste o mesmo que eu referi. Difícil associar um fenómeno extremo às alterações climáticas. Sempre aconteceram, claramente. Estranho seria se não tivesses histórias de fenómenos extremos de vento, de precipitação, de calor ou de frio em décadas passadas.
    Tanto está exagerado quem diz que todos os fenómenos extremos são devido às alterações climáticas, como quem se desculpa continuamente e repetidamente que os fenómenos extremos sempre aconteceram. Tem de ser visto de forma global e em décadas. A questão não é "Antes também haviam fenómenos extremos". A questão é se não acontecem em muito maior número, e em média mais intensos. E para isso, tem de ser visto de forma global.
    No Atlântico Norte não deixa de ser surpreendente os últimos 3 anos, em termos de furacões. Há quem prefira sempre desvalorizar qualquer fenómeno extremo que exista, porque algures nos anos 30 ou 40, no tempo dos "bisavós" já aconteceu. :D
    Na Europa, nem vale a pena falar dos fenómenos de calor intenso, extensão, e eventos de calor fora de época. A conclusão final vem sempre dos cientistas, e para esses, muitos não têm duvidas, desta correlação entre aumento de fenómenos extremos e as alterações climáticas.
     
    Crazyrain gostou disto.
  7. Crazyrain

    Crazyrain
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    16 Jan 2020
    Mensagens:
    78
    Local:
    Viana do Castelo
    Não nos podemos cingir apenas a um determinado fenomeno meteorológico que esteja a tornar- se mais frequente .

    Até porque antigamente ( não há muito tempo ) havia uma NOA + que varria repetida e mais frequentemente o nosso território , muitas vezes com ciclogéneses explosivas associadas que faziam ( e fazem ) frente em termos de intensidade e estragos a qualquer furacão .

    Se nesta discussão se der primazia a comparação de fenómenos meteorológicos de hoje e de outros tempos , haverá sempre argumentos de todos os lados , até porque antigamente há o registo de muitos fenómenos documentados .

    De resto , concordo consigo , METEO . Há uma quase unanimidade na ocorrência do fenómeno de aquecimento global , que irá ter consequências imprevisíveis a médio / longo prazo .
     
    meteo e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  8. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,756
    Local:
    Olhão (24 m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    1337 gostou disto.
  9. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    2,785
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    algarvio1980 gostou disto.
  10. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    8,624
    Local:
    Viseu
    Ah, como é bom o exercício da leitura, principalmente integral.

    .
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    "Charneca" Mundial e Crazyrain gostaram disto.
  11. Crazyrain

    Crazyrain
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    16 Jan 2020
    Mensagens:
    78
    Local:
    Viana do Castelo
    Deixem a miúda fazer o papel dela no despertar das consciências ambientais...;)
     
    meteo gostou disto.
  12. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,946
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,756
    Local:
    Olhão (24 m)
    Segundo o EIA para a electrificação da linha entre Faro e VRSA:

    http://siaia.apambiente.pt/AIADOC/AIA3291/pf0016.pe.0003.rs_rev2019103120191127165242.pdf

    Actual

    Ao nível da precipitação, a precipitação distribui-se entre os meses de setembro a maio, mas concentram-se nos meses de outubro a abril (88%). O valor médio ronda os 510 mm, sendo o mês de dezembro o mês mais chuvoso, com cerca de 115 mm anuais

    Previsão para 2071-2100 no Algarve segundo RCP4.5

    Relativamente à precipitação, verifica-se um ligeiro aumento da precipitação média anual de cerca de 7% para a ordem dos 546 mm anuais. Outra característica é a concentração da precipitação no período outubro a abril, passando para concentrar 92% da precipitação anual (503mm). No período mais seco (maio a setembro) o valor da precipitação ronda apenas os 43mm, representando 8% da precipitação anual.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    "Charneca" Mundial gostou disto.
  14. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,946
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,946
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página