Biodiversidade

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por psm 15 Nov 2008 às 20:50.

  1. ct1gnd

    ct1gnd
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    7 Jan 2010
    Mensagens:
    384
    Local:
    Gouveia
    Por aqui vejo também muitos melros, pardais, pintassilgos, lugres (por aqui acho que os chamam de zigres) carriças, muitas rolas, estorninhos e tantos outros que não sei o nome, mas não gostam da minha paparoca, tenho que mudar a ementa.
    As passas e os figos são daqueles que se compram em supermercados que se vendem em saquetas?
    Vou tentar arranjar desses suportes de vasos e colocar próximo do comedouro que já lá tenho.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Mr. Neves e luismeteo3 gostaram disto.
  2. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,117
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Eu ultimamente tenho tido por aqui umas boas visitas de uma comunidade de corvos, cerca de uns 10, os sons que eles reproduzem ouve-se á distancia.
    Tenho observado também alguns exemplares de águia-calçada, isto falando em áves de grande porte, porque das mais pequenas é uma imensidão enorme de espécies.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    14,274
    Local:
    Fatima
  4. Mr. Neves

    Mr. Neves
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    22 Jan 2013
    Mensagens:
    3,696
    Local:
    Tondela-290m
    A fruta de qualquer modo só agrada como disse a alguns. Sim, as passas são as que se adquirem no supermercado, embora não seja nenhuma fortuna, nos hiper(s) banais não compensa comprar (mais no meu caso, já que um pacote pequeno acaba numa semana:lol:), porque fica caro face à pouca quantidade que traz, por isso quando posso prefiro adquirir numa spfc grossista, traz mais, dura-me para mais tempo e acaba por sair mais barato.

    Os figos são mesmo figos normais, em Setembro colhi-os e congelei uma parte para agora. Infelizmente são até os últimos exemplares, porque a figueira que os deu, ardeu em Outubro e não me parece que se recomponha, até porque já era uma árvore bastante antiga. Quanto aos figos secos, também comem, mas têm de ser partidos em pedacinhos mais pequenos.

    As sementes só atraem uma parte das espécies nomeadamente as granívoras, que são as mais simples de atrair. Depois há uma série de insetívoros, em que uns gostam mais de fruta que outros e alguns até de sementes, é o caso das toutinegras-de-barrete-preto, alguns piscos, melros e rabirruivos-pretos (entre outras). No ano passado lembro-me bem de um melro que passava a vida a comer sementes aqui no quintal, e o que metia mais piada na história toda é que ele conseguia empoleirar-se nas colheres de pau (que são pequenas) e fazer sair as sementes da garrafa de plástico:lol:, um verdadeiro contorcionista, enfim a necessidade tem destas coisas.

    Isto de atrair aves é todo um processo de tentativa e erro, no início fiz até uns testes engraçados, que curiosamente resultaram muito bem para algumas espécies tomarem conhecimento do quintal, resumidamente peguei numas colunas e coloquei vários vídeos de vocalizações de determinadas espécies, fiz com vocalizações de chapins, verdilhões e piscos. Foi muito giro, porque os piscos que são todos territorialistas vieram até ao quintal e cantaram cantaram como se efetivamente tivessem a comunicar com o video:lol:. Já com os chapins e verdilhões resultou no início mas depois viram que havia gato no processo:lol:. Na altura fui até criticado, enfim nota-se que as mentalidades aqui à volta são muito abertas, mas eu é que devo ser anormal:rolleyes:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993, belem, ct1gnd e 1 outra pessoa gostaram disto.
  5. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    2,327
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    tens de ter calma a bicharada nem sempre faz o que pensamos, como já disse, já vi um pisco a comer da ração dos gatos os ouriços cacheiros também, os melros e pardais andam na terra a cata das minhocas que são muitas pois tenho uma pilha de compostagem, tenta uma mistura de ração para rolas e outra para melros assim ficas com a maioria da passarada alegre, cuidado com o local, se for muito movimentado e ou com gatos e cães esquece
     
    ct1gnd, luismeteo3 e Mr. Neves gostaram disto.
  6. Mr. Neves

    Mr. Neves
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    22 Jan 2013
    Mensagens:
    3,696
    Local:
    Tondela-290m
    Eu tenho e já estou habituado, e não me queixo;), o colega ct1gnd é que se está a iniciar no assunto. Rolas tenho-as cá de sobra:D, chegam a ser mais de 20 a comer no quintal uma autêntica nuvem:lmao:Tivesse eu visitas de tantos indivíduos de outras espécies como tenho de rolas-turcas e montava aqui uma estação de birdwatching :lol:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    belem, ct1gnd, MSantos e 2 outras pessoas gostaram disto.
  7. ct1gnd

    ct1gnd
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    7 Jan 2010
    Mensagens:
    384
    Local:
    Gouveia
    @Mr. Neves e @camrov8 apreciei os vossos comentarios.
    Vou experimentar colocar um prato de um vaso pendurado ao lado do comedouro existente, desta vez com uma mistura para aves e vamos lá ver se resulta.
    Obrigado pelas vossas sugestões.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Mr. Neves e luismeteo3 gostaram disto.
  8. Thomar

    Thomar
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Dez 2007
    Mensagens:
    1,974
    Local:
    Cabanas - Palmela (75m)
    Hoje vi pela primeira vez aqui um mocho pequeno em cima de um fio de postes de electricidade, ia de carro e não houve tempo para vê-lo melhor que de depois de eu passar e fazer marcha-atrás levantou vou, mas era de um tamanho maior que uma rola.
    Fiz uma pesquisa pela net e "talvez" fosse um mocho galego.
    http://www.avesdeportugal.info/images/ath_noc_f3.jpg
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. bluejay

    bluejay
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Jun 2007
    Mensagens:
    88
    Local:
    Leiria
    É muito provável que seja o galego. Estamos em época de criação :)
     
    MSantos e luismeteo3 gostaram disto.
  10. bluejay

    bluejay
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Jun 2007
    Mensagens:
    88
    Local:
    Leiria
    Se são uma comunidade, o mais provável é serem gralhas (Corvus corone). Os corvos raramente se encontram em bandos e quando acontece são de reduzida dimensão.
     
    Pedro1993, MSantos e luismeteo3 gostaram disto.
  11. remember

    remember
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jan 2016
    Mensagens:
    2,300
    Local:
    Póvoa de Santa Iria (12 m)
    Podem adicionar mais fotos destas :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Mr. Neves e luismeteo3 gostaram disto.
  12. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    2,327
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    como são nocturnos são difíceis de observar, mas do que sei as espécies da família das corujas e mochos são facilmente identificados pelo seu piar que é de facil identificação
     
    Thomar, remember e luismeteo3 gostaram disto.
  13. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    8,581
    Local:
    Sto. Estêvão (Benavente) Monte da Barca (Coruche)
    O piar do mocho galego é muito fácil de identificar, diria que soa quase a um miado e é audível por vezes ainda durante o dia! :)

    http://www.avesdeportugal.info/athnoc.html
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 e Thomar gostaram disto.
  14. Thomar

    Thomar
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Dez 2007
    Mensagens:
    1,974
    Local:
    Cabanas - Palmela (75m)
    Na descrição do mocho galego no site diz que:

    Mocho-galego
    Athene noctua
    Este pequeno mocho
    é a ave de rapina nocturna mais fácil de observar, devido aos seus hábitos parcialmente diurnos.
    O seu hábito de pousar em pontos altos, à beira da estrada, torna esta espécie bastante conspícua.

    Devido ás dimensões do Mocho, à sua coloração, formato de asa e avistamento diurno, por isso inclino-me para esta espécie, já que é observável na zona da Caparica e no Cabo Espichel. Foi a descrição mais parecida com o que eu vi. Vou estar atento a ver se o avisto novamente e tentar um registo fotográfico.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 gostou disto.
  15. Nickname

    Nickname
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Fev 2012
    Mensagens:
    2,126
    Local:
    Rio de Loba, Viseu (520m)
    Foram lançadas 15.000 trutas nos rios de Vila Nova de Paiva
    8 Março, 2018

    [​IMG]

    Para mitigar os efeitos nocivos de um verão e outono secos, em 2017, que se refletiram na drástica diminuição de água nos rios do concelho e consequentemente na fauna local, o Município em parceria com o Clube de Caça e Pesca de Vila Nova de Paiva, colocaram em prática ações de repovoamento por todo o concelho, nos rios Paiva, Côvo e Mau, com a participação do autarca José Morgado.

    [​IMG]


    O Rio Paiva é o habitat propício ao desenvolvimento da chamada “truta de pinta vermelha”, que povoa as suas águas frias e bem oxigenadas. Manter o equilíbrio faunístico e permitir o desenvolvimento destas trutas tão apreciadas, sensibilizar para a preservação dos rios e das suas espécies autóctones, são alguns dos objetivos a que o Município e os Clubes de Caça e Pesca concelhios se propõem, com estas ações de repovoamento.

    Fotos: CMVNP

    http://daoedemo.com/foram-lancadas-15-000-trutas-nos-rios-de-vila-nova-de-paiva/
     
    bluejay, dahon, Mr. Neves e 4 outras pessoas gostaram disto.

Partilhar esta Página