Dúvidas do curso de Meteorologia, Oceanografia e Geofísica

MiguelTang

Cirrus
Registo
25 Mar 2016
Mensagens
1
Local
MACAU
Ola, eu sou Miguel de Macau. Eu muito gusto de Meteorologia, portanto eu quero tirar o curso de Meteorologia, Oceanografia e Geofísica na UL ou UA em Portugal. Vocês acham que este curso é adequado para mim? Eu não domino a língua portuguesa, é bom que vocês usam a língua inglesa para responder para mim. Muito obrigado! ;):D:D
 
Última edição:

rokleon

Nimbostratus
Registo
2 Abr 2016
Mensagens
589
Local
S. M. da Feira
Hello Miguel,
I'm a first year student on Meteorologia, Oceanografia e Geofísica (MOG), in the University of Aveiro.
Well, I haven't enough experience to tell you clearly and objectively about the most important stuff about the course. But here's my opinion:
- I love this course now, despite all the struggles I've had on the first semester, with an adaptation to some subjects that seem hard, like Calculus and Physics. YOU HAVE TO WORK HARD! (This is literally like an Engeneering course)
- You asked if this course is the adequate for you. I don't know! If you say this is a thing you love, then go ahead and come here to experiment! Does this course pays off? I think so. Here on UA, we have a great preparation for the future. And I'm sure that in UL it's the same thing.
- The teachers are nice here! And the Managment of the main staff of the Physics Department want to make sure we are motivated. I mean, I've been on three visits related to the course (and the next one will be the awesomest!!!)
- You have to contact the university and know what are the necessary requirements, because I have no ideia of how it works for foreigners (I'm sure you know it better than me now)

So, go ahead if this is your passion. A lot of students here go to this course because they didn't need high grades to get in(and maybe this was a low average cool course for them). So, this it's a good sign if you start the course with a little bit of extra motivation and a good background of knowledge on this amazing field.

Greetings.
 
Última edição:

4ESTAÇÕES

Cumulonimbus
Registo
30 Dez 2010
Mensagens
3,142
Local
Lisboa (20/30m)
Boas! Alguém aqui do fórum dentro da "cena" sabe-me dar algumas informações acerca da situação atual de MOG (nomeadamente na FCUL) e mestrados/doutoramentos relacionados (como Geofísicas), em termos de mercado de trabalho e/ou até mesmo dar a própria perspectiva do percurso académico, ambiente das aulas, etc? Penso que já li todos os tópicos do assunto aqui no fórum, mas pensei que talvez por serem relativamente antigos o panorama possa ter sofrido alterações de algum modo (ou não).

Muito obrigado desde já!
 
Última edição:

Gilmet

Staff
Registo
12 Dez 2007
Mensagens
9,107
Local
Cacém (180 m) / Mira-Sintra (188 m)
Olá 4ESTAÇÕES!

Como deves calcular a "nossa" área (em conjunto com muitas outras) tem as saídas bastante condicionadas, pelo menos numa perspectiva clássica do mercado de trabalho, em que todos os "moguistas" saíriam do curso em direcção à sede do IPMA para uma vida de meteorologista. :D Não quero com isto dizer que não possa acontecer, mas para ser honesto, no meu percurso académico (que já dura há 6 anos), os únicos colegas que vi efectivamente a saírem para o IPMA (ou para institutos em geral) foi em vínculos de estágio e nada mais. Nesta área o que acontece na maioria dos casos daqueles que efectivamente seguem o percurso até um grau avançado (mestrado/doutoramento) é seguirem uma vida de investigador universitário, pelo menos nos primeiros tempos. Oportunidades podem surgir posteriormente, quer em Portugal quer no estrangeiro, mas como não são muito frequentes, o trabalho de investigador dá para ocupar o tempo e formar, preenchendo os buracos resultantes dessa escassez de saídas, até que algo melhor surja.

No fundo a mensagem que pretendo passar é que não é fácil, se a perspectiva for estudar e saír automaticamente para uma outra instituição ou empresa (especialmente em Portugal), mas a verdade é que as pessoas acabam sempre por encontrar o que fazer, dentro daquilo que querem, que lhes é possível, ou que a universidade / institutos têm para oferecer. Parado ninguém fica, e pessoalmente não tenho razão de queixa (sou investigador / estudante de doutoramento).

Quanto ao curso de MOG, é interessante, sem dúvida, mas talvez demasiado geral, pelo que uma pessoa deve ir preparada para fazer algo mais (mestrado) se quer vir a fazer alguma coisa na área. No ano passado uma entidade avaliadora deslocou-se à FCUL para ouvir os alunos e nessa perspectiva foram feitas algumas queixas, pelo que é possível que a situação agora esteja melhor (no que toca à supressão de cadeiras desnecessárias, adição de novas, possibilidade de fazer cadeiras externas...).

Para terminar, quanto às pessoas, tudo na maior. Nunca tive problemas e sempre foram todos muito simpáticos, quer a nível de estudantes quer a nível de docentes. Claro que existem sempre aquelas pontualidades e aqueles professores/as que não lembram ao menino Jesus, mas nada que desmotive face ao grande orgulho de ser "moguista" e de estudar aquilo que se gosta. :thumbsup:
 

4ESTAÇÕES

Cumulonimbus
Registo
30 Dez 2010
Mensagens
3,142
Local
Lisboa (20/30m)
Olá 4ESTAÇÕES!

Como deves calcular a "nossa" área (em conjunto com muitas outras) tem as saídas bastante condicionadas, pelo menos numa perspectiva clássica do mercado de trabalho, em que todos os "moguistas" saíriam do curso em direcção à sede do IPMA para uma vida de meteorologista. :D Não quero com isto dizer que não possa acontecer, mas para ser honesto, no meu percurso académico (que já dura há 6 anos), os únicos colegas que vi efectivamente a saírem para o IPMA (ou para institutos em geral) foi em vínculos de estágio e nada mais. Nesta área o que acontece na maioria dos casos daqueles que efectivamente seguem o percurso até um grau avançado (mestrado/doutoramento) é seguirem uma vida de investigador universitário, pelo menos nos primeiros tempos. Oportunidades podem surgir posteriormente, quer em Portugal quer no estrangeiro, mas como não são muito frequentes, o trabalho de investigador dá para ocupar o tempo e formar, preenchendo os buracos resultantes dessa escassez de saídas, até que algo melhor surja.

No fundo a mensagem que pretendo passar é que não é fácil, se a perspectiva for estudar e saír automaticamente para uma outra instituição ou empresa (especialmente em Portugal), mas a verdade é que as pessoas acabam sempre por encontrar o que fazer, dentro daquilo que querem, que lhes é possível, ou que a universidade / institutos têm para oferecer. Parado ninguém fica, e pessoalmente não tenho razão de queixa (sou investigador / estudante de doutoramento).

Quanto ao curso de MOG, é interessante, sem dúvida, mas talvez demasiado geral, pelo que uma pessoa deve ir preparada para fazer algo mais (mestrado) se quer vir a fazer alguma coisa na área. No ano passado uma entidade avaliadora deslocou-se à FCUL para ouvir os alunos e nessa perspectiva foram feitas algumas queixas, pelo que é possível que a situação agora esteja melhor (no que toca à supressão de cadeiras desnecessárias, adição de novas, possibilidade de fazer cadeiras externas...).

Para terminar, quanto às pessoas, tudo na maior. Nunca tive problemas e sempre foram todos muito simpáticos, quer a nível de estudantes quer a nível de docentes. Claro que existem sempre aquelas pontualidades e aqueles professores/as que não lembram ao menino Jesus, mas nada que desmotive face ao grande orgulho de ser "moguista" e de estudar aquilo que se gosta. :thumbsup:

Muito obrigado pela partilha da tua experiência! Calculei muito do que tu disseste! Em relação a alterações recentes do curso realmente notei, em relação ao ano passado, que para além da mudança do layout da página de apresentação (que penso que foi geral, não tendo a ver com o curso em si), o plano de estudos previsto também sofreu algumas alterações, com cadeiras optativas novas, internas ao curso, e também transversais à FCUL, ou que pelo menos não estavam visíveis no site do Fenix.

Sinceramente dificilmente me vejo noutra coisa a não ser isto, as saídas podem ser algo limitadas, mas parece-me tudo tão interessante e acho que o gosto pelo que se estuda e se faz é meio caminho para o sucesso, se com isso e com dedicação e trabalho acrescentarmos algo de útil à nossa área e/ou até mesmo à sociedade. O futuro ingresso neste curso foi a minha motivação no secundário, principalmente durante este último ano, e espero que realmente consiga alcançar este objectivo tão desejado. Apesar de vir com uma média interna bastante acima da nota de ingresso em MOG, por sinal relativamente baixa na área de Ciências, só me falta mesmo o exame de Matemática A, que é o meu maior receio, mas espero que o estudo compense. :p

A ver vamos. :bombar:
 
  • Gosto
Reactions: Rajujas e Tiagolco

Tiagolco

Super Célula
Registo
15 Jul 2015
Mensagens
6,102
Local
Carnaxide, Oeiras
Muito obrigado pela partilha da tua experiência! Calculei muito do que tu disseste! Em relação a alterações recentes do curso realmente notei, em relação ao ano passado, que para além da mudança do layout da página de apresentação (que penso que foi geral, não tendo a ver com o curso em si), o plano de estudos previsto também sofreu algumas alterações, com cadeiras optativas novas, internas ao curso, e também transversais à FCUL, ou que pelo menos não estavam visíveis no site do Fenix.

Sinceramente dificilmente me vejo noutra coisa a não ser isto, as saídas podem ser algo limitadas, mas parece-me tudo tão interessante e acho que o gosto pelo que se estuda e se faz é meio caminho para o sucesso, se com isso e com dedicação e trabalho acrescentarmos algo de útil à nossa área e/ou até mesmo à sociedade. O futuro ingresso neste curso foi a minha motivação no secundário, principalmente durante este último ano, e espero que realmente consiga alcançar este objectivo tão desejado. Apesar de vir com uma média interna bastante acima da nota de ingresso em MOG, por sinal relativamente baixa na área de Ciências, só me falta mesmo o exame de Matemática A, que é o meu maior receio, mas espero que o estudo compense. :p

A ver vamos. :bombar:
Admito que me senti atraído por este curso no passado, mas a fotografia e o vídeo tomaram conta de mim e agora não quero mesmo seguir outra coisa (não menosprezando a meteorologia, claro). :D
De futuro universitário para futuro universitário, muito boa sorte! ;)
 

4ESTAÇÕES

Cumulonimbus
Registo
30 Dez 2010
Mensagens
3,142
Local
Lisboa (20/30m)
Admito que me senti atraído por este curso no passado, mas a fotografia e o vídeo tomaram conta de mim e agora não quero mesmo seguir outra coisa (não menosprezando a meteorologia, claro). :D
De futuro universitário para futuro universitário, muito boa sorte! ;)

Entendo perfeitamente! :D Aliás, em muitos casos uma coisa (o gosto em documentar fenómenos meteorológicos ou a natureza em geral) leva naturalmente à outra (à paixão pela fotografia). Numa altura em que estive realmente activo neste fórum cheguei a agarrar-me ao hobbie da fotografia (que no teu caso já ultrapassará de longe esse estatuto) , mas entretanto, por diversas mudanças que aconteceram, distanciei-me destas minhas actividades regulares e não fui mais longe, inclusive desactivei a estação meteo. pessoal. Foi pena. Mas estou sempre a tempo de voltar à actividade meteorológica amadora, enquanto em princípio não for académica/profissional, se tudo correr bem. :p

Obrigado e igualmente :thumbsup:
 
  • Gosto
Reactions: Tiagolco

charlie17

Cumulus
Registo
6 Ago 2017
Mensagens
209
Local
Coruche, Santarém (70m)
Após pesquisar muito sobre este curso, não sei bem como, vim parar a este fórum que me pareceu bastante interessante para quem quer ingressar em Meteorologia, Oceanografia e Geofísica. Basicamente é este o meu caso. Terminei o 12º ano e, com o prazo de candidatura da 1ª fase mesmo a esgotar-se, não tenciono mudar as opções para outro curso qualquer porque tenho mesmo a certeza de que é isto que gosto (já desde pequeno que me fascina a temperatura, as trovoadas e tudo o que se relaciona com fenómenos atmosféricos). Já li muito aqui no fórum acerca do curso, de saídas profissionais, das universidades... penso que, de alguma forma, a maioria das minhas dúvidas acabou resolvida, porém, tenho sempre aquele medo de não conseguir, futuramente, trabalhar naquilo que realmente gosto. Em MOG, o leque de opções após a Licenciatura é muitíssimo variado, porém, as áreas onde os meus interesses estão mais focados é na Climatologia/ Alterações Climáticas (por enquanto... visto que, durante o curso, até posso passar a gostar de outros ramos de MOG). Como é que está a situação de emprego em Portugal nas áreas de Climatologia, mesmo com todo o mediatismo do tema "Alterações Climáticas"? :D
 

Scan_Ferr

Nimbostratus
Registo
8 Ago 2010
Mensagens
1,270
Local
Maceda (Ovar)
Após pesquisar muito sobre este curso, não sei bem como, vim parar a este fórum que me pareceu bastante interessante para quem quer ingressar em Meteorologia, Oceanografia e Geofísica. Basicamente é este o meu caso. Terminei o 12º ano e, com o prazo de candidatura da 1ª fase mesmo a esgotar-se, não tenciono mudar as opções para outro curso qualquer porque tenho mesmo a certeza de que é isto que gosto (já desde pequeno que me fascina a temperatura, as trovoadas e tudo o que se relaciona com fenómenos atmosféricos). Já li muito aqui no fórum acerca do curso, de saídas profissionais, das universidades... penso que, de alguma forma, a maioria das minhas dúvidas acabou resolvida, porém, tenho sempre aquele medo de não conseguir, futuramente, trabalhar naquilo que realmente gosto. Em MOG, o leque de opções após a Licenciatura é muitíssimo variado, porém, as áreas onde os meus interesses estão mais focados é na Climatologia/ Alterações Climáticas (por enquanto... visto que, durante o curso, até posso passar a gostar de outros ramos de MOG). Como é que está a situação de emprego em Portugal nas áreas de Climatologia, mesmo com todo o mediatismo do tema "Alterações Climáticas"? :D
Aconselho-te a procurar trabalho lá fora, seja qual for a área.
 

4ESTAÇÕES

Cumulonimbus
Registo
30 Dez 2010
Mensagens
3,142
Local
Lisboa (20/30m)
Após pesquisar muito sobre este curso, não sei bem como, vim parar a este fórum que me pareceu bastante interessante para quem quer ingressar em Meteorologia, Oceanografia e Geofísica. Basicamente é este o meu caso. Terminei o 12º ano e, com o prazo de candidatura da 1ª fase mesmo a esgotar-se, não tenciono mudar as opções para outro curso qualquer porque tenho mesmo a certeza de que é isto que gosto (já desde pequeno que me fascina a temperatura, as trovoadas e tudo o que se relaciona com fenómenos atmosféricos). Já li muito aqui no fórum acerca do curso, de saídas profissionais, das universidades... penso que, de alguma forma, a maioria das minhas dúvidas acabou resolvida, porém, tenho sempre aquele medo de não conseguir, futuramente, trabalhar naquilo que realmente gosto. Em MOG, o leque de opções após a Licenciatura é muitíssimo variado, porém, as áreas onde os meus interesses estão mais focados é na Climatologia/ Alterações Climáticas (por enquanto... visto que, durante o curso, até posso passar a gostar de outros ramos de MOG). Como é que está a situação de emprego em Portugal nas áreas de Climatologia, mesmo com todo o mediatismo do tema "Alterações Climáticas"? :D

Se fores para a FCUL deves ser meu colega, embora eu só entre na 2ª fase :p
 
  • Gosto
Reactions: charlie17 e Rajujas