Erupção do Pico do Fogo, Cabo Verde

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,296
Local
Ponta Delgada - Açores
1459695_881251511907381_4527722723435088317_n.jpg


10734218_881209181911614_1848581647689787882_n.jpg


1899874_881180478581151_5546036483047485774_n.jpg

FogoNews, fotos, notícias e videos da erupção do vulcão Fogo.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,049
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Cabo Verde - Lava de vulcão obriga centro de operações a mudar de local

O aumento da velocidade da lava expelida pelo vulcão que assola desde domingo a ilha do Fogo obrigou hoje de madrugada à evacuação do centro de operações de segurança que monitoriza também a erupção em Chã das Caldeiras.


Em declarações à agência Lusa, Nuno Oliveira, diretor das operações no terreno do Serviço Nacional de Proteção Civil (SNPC) cabo-verdiano, adiantou que o centro, situado na escola de Portela, em Chã das Caldeiras, planalto que funciona como base de vigilância junto das bocas da erupção vulcânica, tem as lavas a menos de 50 metros.

lg.php

Hoje de manhã, era visível lava a sair de quatro bocas eruptivas do vulcão. Em declarações à Lusa, Hélio Semedo, geólogo da Proteção Civil cabo-verdiana, indicou que a velocidade da lava aumentou de três para cinco metros por hora, fruto da intensificação das erupções e do relevo do terreno.

A lava, disse Hélio Semedo, está perto de destruir a 16.ª casa em Portela, depois de quarta-feira ter arrasado com 15 habitações, duas casas de apoio à agricultura, 14 cisternas e 15 currais, matando também alguns animais de criação.

Hoje de madrugada, acrescentou o responsável, a lava avançou e destruiu uma vasta área de cultivo, que "é muito difícil" de quantificar.

A lava tem agora uma frente de cerca de 600 metros de largura a caminho de Portela, de onde já fora retirada toda a população, mantendo-se, porém, alguns jovens nas encostas da Bordeira, as "paredes" da grande cratera de Chã das Caldeiras, com 11 quilómetros de extensão.

Às primeiras horas de hoje, a Lusa observou o contínuo vaivém de carrinhas de caixa aberta em que estão a ser retirados os pertences dos habitantes de Portela, algo que prosseguiu pela madrugada fora e pela manhã.

"Ao contrários dos dias anteriores, já não há populares a entrar ou a deslocarem-se à Portela, porque finalmente ganharam consciência da seriedade da situação", frisou novamente à Lusa Nuno Oliveira.

Em São Filipe, o primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, que se deslocou quarta-feira ao Fogo para se inteirar da situação, reúne-se hoje de manhã com todas as entidades oficiais e de segurança no terreno antes de regressar à Cidade da Praia.

Na maior cidade do Fogo, José Maria Neves é acompanhado pelas ministras cabo-verdianas da Administração Interna, Marisa Morais, Infraestruturas, Sara Lopes, Desenvolvimento Rural, Eva Ortet e do Ambiente, Antero Veiga, bem como de autoridades militares, policiais e da proteção civil e da coordenadora residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, Ulrika Richardson-Golinski.

Quarta-feira, em declarações à Lusa, o primeiro-ministro cabo-verdiano indicou que Portugal disponibilizou-se para enviar uma fragata para apoiar as operações no Fogo, que, disse hoje à Lusa fonte da embaixada de Portugal na Cidade da Praia, tem a bordo um helicóptero, meios de comunicação por satélite (com 18 antenas), equipamentos de proteção civil, medicamentos e especialistas em geofísica e vulcanologia.
Notícias ao Minuto
 
  • Gosto
Reactions: vamm e fablept

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,296
Local
Ponta Delgada - Açores

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,296
Local
Ponta Delgada - Açores
Neste video dá para ver a facilidade que a lava tem em destruir edifícios :(

http://videos.sapo.cv/H62Z7G3etFViHhZO2mA5

A velocidade da "parede de lava" tem diminuido, nas últimas horas estava com uma velocidade de 1m/h, enquanto nos últimos dias era de 20m/h.

Na Islândia, erupção de Eldfell, conseguiram desviar o fluxo de lava com recurso a muita água do mar, que estava a dirigir-se para um porto fundamental da ilha, infelizmente Cabo Verde não tem recursos para tal..é deixar seguir, e reconstruir de novo (viver junto a vulcões)..

Gos_i_eyjum-300x190.jpg

Erupção de 1973 em Eldfell.

Entretanto a fragata portuguesa, Pedro Alvares Cabral, já chegou a Cabo Verde, é sempre mais algum apoio..
10171821_886720284693837_31799092806909839_n.jpg

Fonte

O CVARG (Centro de Vulcanologia e Avaliação dos Riscos Geológicos) tambem está a prestar apoio ao Centro de Vulcanologia de Cabo Verde..mas não sei se fizeram deslocar alguem.
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
IPMA APOIA O REFORÇO DA REDE SISMOLÓGICA DO FOGO
Paulo Alves e Guilherme Madureira, técnicos da Divisão de Geofísica do IPMA apoiam a operação da rede sismológica da Ilha do Fogo, integrando a equipa da Fundação da Ciência e Tecnologia (C4G) e em colaboração com o Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica de Cabo Verde.

Cinco estações de banda larga do Instituto foram já enviadas para reforço da capacidade de observação sismológica. Outras cinco estações foram igualmente disponibilizadas pela Universidade de Évora.

vulcao-fogo-7022.JPG


vulcao-fogo-7045.JPG
http://www.ipma.pt/pt/media/noticia...edia/noticias/textos/vulcao-cabo-verde_2.html

Fragata Álvares Cabral chegou à ilha cabo-verdiana do Fogo e descarregou sismógrafos
São Filipe, Cabo Verde, 04 dez (Lusa) - A fragata portuguesa Álvares Cabral chegou hoje ao largo de São Filipe, na ilha cabo-verdiana do Fogo e já deixou em terra um conjunto de sismógrafos que irão reforçar os já existentes em Chã das Caldeiras.

Ao final da tarde, a fragata, com 201 tripulantes a bordo, começou a descarregar para pequenas embarcações de borracha parte do equipamento que trás para auxiliar as operações ligadas às erupções vulcânicas que assolam a ilha do Fogo desde 23 de novembro e que já causou elevados danos materiais, mas sem vítimas.

A bordo, entre outras personalidades, subiu a ministra da Administração Interna cabo-verdiana, Marisa Morais, que se reuniu pouco depois, durante duas horas, com os responsáveis da fragata Álvares Cabral envolvidos nas operações, tendo ficado previsto para sexta-feira um voo de helicóptero para Chã das Caldeiras.



Cabo Verde tinha dados suficientes para prever erupção no Fogo -- especialista espanhol
O diretor do Instituto Tecnológico e das Energias Renováveis das Canárias (ITER) criticou hoje a "inércia" das autoridades cabo-verdianas na prevenção da erupção vulcânica em curso na ilha do Fogo desde 23 de novembro.

Nemesio Pérez Rodriguez, que se encontra na ilha do Fogo em missão do ITER, disse à Lusa que toda a informação recolhida desde março, que apontava uma situação "preocupante", foi enviada ao Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) cabo-verdiano, que nunca respondeu, facto já reconhecido por uma geóloga da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV).

O diretor do ITER lembrou que foi informando, com frequência, as autoridades cabo-verdianas sobre todos os dados disponíveis e atualizados, que apontavam para uma "forte possibilidade" de se registar, a qualquer momento, uma erupção vulcânica na ilha do Fogo.

De acordo com um relatório da instituição espanhola a que a Lusa teve acesso, o Observatório Vulcanológico de Cabo Verde (OVCV) - um consórcio de várias parcerias, entre elas com o ITER - instalou em abril de 2012 uma rede de seis estações de rastreio na ilha do Fogo.

"Na madrugada de 12 de abril de 2012, cerca das 02:43, a rede sísmica registou um sismo na ilha do Fogo", de magnitude 2,9 na escala de Richter, com epicentro no perímetro de Chã das Caldeiras, com um foco bastante superficial, localizado a uma profundidade de três quilómetros", lê-se no documento.

A partir de março deste ano, após a atividade sísmica ter cessado os sensores começaram a detetar um volume anormal de dióxido de carbono expelido a partir de pequenas bocas vulcânicas em Chã das Caldeiras, valores que foram subindo gradualmente até agosto e que então pararam, configurando-se, na altura, a "típica probabilidade" de ocorrência de uma erupção vulcânica a qualquer momento.

Entretanto, o ITER deixou de ter acesso ao sistema que permite a transmissão de dados, em tempo real, para as sedes do OVCV, na Cidade da Praia, do Instituto Vulcanológico das Canárias (INVOLCAN), em Puerto de la Cruz (Tenerife), e do Instituto Andaluz de Geofísica da Universidade de Granada (Espanha).

"O Laboratório de Engenharia Civil de Cabo Verde (LEC-CV, parceiro do projeto) transferiu a responsabilidade da leitura dos sismógrafos para a alçada do INMG sem o consentimento dos outros parceiros do projeto MAKAVOL, integrado pela Uni-CV, ITER e SNPC (Serviço Nacional de Proteção Civil)"; lê-se no relatório.

A geóloga cabo-verdiana Sónia Silva Vitória, do OVCV, confirmou à Lusa ter sido detetado um "aumento significativo" na emissão difusa de dióxido de carbono na ilha do Fogo entre março e agosto deste ano.

Segundo Sónia Silva Vitória, presidente da comissão técnica e científica do OVCV, "o valor bastante elevado alertou para a expectativa de ocorrência de uma erupção vulcânica", não se tendo, porém, conseguido quantificar ou prever a data precisa.

"O alerta deve ser permanente. Tendo em conta todas as erupções vulcânicas que já ocorreram em Chã das Caldeiras, esta é a 27.ª, devemos estar sempre preparados para uma nova e temos claramente a certeza de que se trata de uma zona de elevado risco vulcânico", adiantou.

A Lusa está a tentar contactar a ministra da Administração Interna cabo-verdiana, Marisa Morais, bem como responsáveis do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) de Cabo Verde.
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=787083&tm=7&layout=121&visual=49
 

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,296
Local
Ponta Delgada - Açores
Entrevista a Rui Fernandes, coordenador do Colaboratório para as Geociências
http://sicnoticias.sapo.pt/programa...-em-Cabo-Verde-a-entrevista-com-Rui-Fernandes


Depois de nas últimas 24h ter havido um abrandamento do avanço de lava, nas últimas horas apareceu um novo fluxo de lava, do tipo (aparente) havaiano (muito mais fluído) que está a deslocar a cerca de 3m por minuto, muito mais rápido do que o anterior fluxo de lava (cerca de 20m/h).


10686728_769376203111659_4210905322091389190_n.jpg

Foto de hoje.

Fonte: FogoNews.com


Acho que desde a erupção da Serreta (Açores), esta foi a primeira erupção em terras que se fala português..
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,647
Local
Olhão (24 m)
Erupção vulcânica está para durar, Proteção Civil cabo-verdiana prepara-se para o pior

A erupção vulcânica que assola a ilha cabo-verdiana do Fogo "está para durar", mas os técnicos da Proteção Civil estão "preparados para os piores cenários", afirmou hoje a ministra da Administração Interna de Cabo Verde.

Citada pela Inforpress, Marisa Morais falava numa conferência de imprensa em Cova Figueira, localidade no sudeste da ilha do Fogo, na presença dos três presidentes das câmaras municipais locais - São Filipe, Mosteiros e Santa Catarina - e de responsáveis da Proteção Civil.

Marisa Morais, que se encontra desde quarta-feira na ilha do Fogo, insistiu na questão da imprevisibilidade da atividade vulcânica, indicando desconhecer-se ser já se atingiu o pico da atividade eruptiva.

Fonte: CM