Large Hadron Collider (LHC) do CERN

Tópico em 'Ciência Geral, Tecnologia e Energia' iniciado por Luis França 23 Abr 2008 às 14:04.

  1. Luis França

    Luis França
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Mai 2006
    Mensagens:
    1,467
    Local:
    Hades
  2. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Re: Experiência controversa no CERN (LHC)

    As explicações do CERN para os receios infundados:


     
  3. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    2,867
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Re: Experiência controversa no CERN (LHC)

    Se bem entendi as explicações, a probabilidade do micro-buraco negro perdurar é ínfima e sem consequências relevantes.

    Em todo o caso seria mais seguro fazê-lo no espaço, onde a densidade de matéria é menor (~vácuo), pois a segurança é que o buraco negro será tão minusculo que a sua força de atração seria insuficiente para que este "engordasse" continuamente, dada a proximidade das particulas envolventes (se pensarmos que a acção da sua influência seria inversamente proporcional ao quadrado da distância ~-1/r2). Mas há sempre o risco de "engordar" e de ir incrementando a sua micro-força "destrutiva"!

    A outra segurança, trata de abordar a existência deste micro-buraco negro como que de uma equação química se tratasse: 2H2+O2= 2H20+Energia, em que a equação é reversível!! Isto é, assim que se reunam as condições (ingredientes+energia), seria tão rápido formar o buraco-negro como este decair para o outro lado da equação libertando a sua energia.

    Digo isto, porque seria no mínimo intrigante que um buraco negro solitário "encolha" continuamente até se "evaporar".. Mesmo sendo dito por alguém como Stephen Hawking , que muito admiro! Acredito que as coisas não evaporem (no sentido de deixarem de existir), apenas voltam ao que eram antes ou se transformam em algo diferente.
     
    Collapse Signature Expand Signature
  4. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Re: Experiência controversa no CERN (LHC)

    O Phil Plait do BadAstronomy.com foi convidado a visitar o LHC e fez um pequeno video.
    Pelo video dá para perceber um pouco a enormidade do LHC.


    [ame="http://www.youtube.com/watch?v=RXjR-Jkrsvg"]YouTube - Trip to the Large Hadron Collider[/ame]



    E um video sobre o Detector ATLAS

    [ame="http://www.youtube.com/watch?v=E-nmH1p8FFo"]YouTube - Construction of the ATLAS Detector.[/ame]
     
  5. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Re: Experiência controversa no CERN (LHC)

    Um texto mais aprofundado sobre a segurança do LHC:

     
  7. Pico

    Pico
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    5 Jun 2008
    Mensagens:
    45
    Local:
    Açores
    Re: Experiência controversa no CERN (LHC)

    Bom mais uma daquelas noticias infundadas dos media
    ouviram falar em micro buracos-negros e ja pensão em o mundo ser engolido por um buraco negro....
    realmente é triste quando as noticias são assim
     
  8. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
  9. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,484
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Local mais frio do mundo fica na fronteira franco-suíça

    Um túnel debaixo da fronteira entre a França e a Suíça esconde o local mais frio do mundo e brevemente do Universo. No laboratório europeu já foram ultrapassados os 271 graus negativos, abaixo da temperatura no Espaço Profundo

    É um anel de 27 kms, dentro de um túnel gigante entre a França e a Suíça. O Large Hadron Collider (LHC), um 'colisionador' de partículas do Laboratório Europeu tem estado a baixar a temperatura através de ímans e hélio líquido.

    Resultado: 271 graus negativos, 456 Fahrenheit, 1,9 Kelvin para os cientistas; que transformaram já o laboratório no local mais frio do mundo e um dos mais gelados de todo o Universo. O próprio Espaço Exterior fica um grau (-270º) acima deste laboratório.

    O objectivo é criar um novo big bang, controlado. Quando estiver totalmente operacional, os cientistas pretendem disparar dois raios pelo interior do LHC, em direcções opostas, que terão vários obstáculos pelo caminho.

    Espera-se que o impacto cataclísmico nesses obstáculos possa criar novas partículas, até agora inexistentes, que 'recriem' e demonstrem como se processou a explosão inicial conhecida como Big Bang que terá criado o cosmos.

    Existem oito sectores do LHC e neste momento, seis deles estão entre 4,5 e os almejados 1,9 Kelvin. Mas o facto de todos os oito sectores já terem atingido essa temperatura a dada altura nos últimos meses, tranquiliza os cientistas no sucesso da experiência.

    Quando for ligado, o LHC vai trabalhar a uma potência de cinco triliões de electrovolts. Se tudo correr bem, será então desligado durante o Inverno e no próximo ano repetem a experiência a sete triliões de electro-volts.

    In: Sol

    Isto não é relativo aquela história da possivel formação de um buraco negro ?? :huh:
     
  10. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,525
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
    Causando ou não o "fim do mundo":lmao::lmao::lmao: , é já amanha que decorre esta experiência!!! Vou ficar à janela a ver se aparece algum "buraco negro" (à falta de trovoadas, também daria uma fotos interessantes:lmao::lmao::lmao:).
     
  11. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    2,867
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Ecobcg, não vai haver nenhum buraco negro.:thumbsup:

    Tenho quase a certeza, mas pelo sim, pelo não, vou deixar o euromilhões para apostar noutro dia.

    Assim se amanhã nos aparecer algum buraco negro, ao menos não terei gasto o dinheiro em vão!:lmao:
     
    Collapse Signature Expand Signature
  12. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    4,595
    Local:
    Lisboa; Costa da Caparica
    A máquina de regressar ao Big Bang

    Sucesso na primeira tentativa de funcionamento do maior acelerador do mundo

    A primeira tentativa de fazer circular um feixe de milhões de protões no acelerador LHC, o mais potente do mundo, começou às 08h30 de Lisboa (07h30 GMT), no Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN).

    Minutos depois efectuou-se uma segunda tentativa de injectar protões, informaram responsáveis do CERN.

    O objectivo hoje é conseguir que as partículas dêem uma volta completa ao enorme túnel de 27 quilómetros que constitui o Grande Acelerador de Hadrões (LHC na sigla inglesa), antes de realizar experiências com colisões de protões, para tentar identificar novas partículas elementares.

    A evolução dos acontecimentos hoje é, no entanto, desconhecida, reconheceu numa conferência de imprensa Lyn Evans, director do projecto do LHC.

    "Não sabemos de quanto tempo vamos precisar" para conseguir que circulem os protões de forma estável, disse.

    O primeiro lançamento de partículas até ao acelerador fez-se no sentido das agulhas do relógio, explicou Evans.

    "Vamos confirmando que cada um dos elementos da máquina funciona, um por um", acrescentou.

    De qualquer forma, hoje não se farão lançamentos em sentidos opostos, pelo que não se produzirão colisões de partículas.

    Depois desta primeira tentativa saber-se-á se o maior acelerador de partículas do mundo funciona, mas os primeiros choques de protões apenas se produzirão daqui a alguns meses, altura em que se iniciará a obtenção de dados.

    Experiência científica do século

    O LCH, um projecto faraónico que juntou milhares de cientistas do mundo durante 20 anos, procura simular os primeiros milésimos de segundo do Universo, há cerca de 13,7 mil milhões de anos atrás, e é considerado a experiência científica do século.

    Desde 1996, o CERN construiu a 100 metros debaixo da terra, perto de Genebra, na Suiça, um anel de 27 quilómetros de circunferência, refrigerada durante dois anos para atingir 271,3º Celsius.

    À volta deste anel estão instalados quatro grandes detectores, no interior dos quais vão produzir-se colisões de protões numa velocidade próxima da da luz.

    Em plena força, 600 milhões de colisões por segundo irão gerar uma floração de partículas tal como aconteceu no início do mundo, algumas das quais nunca puderam ser observadas.

    No entanto, só daqui a alguns meses, quando se comprovar a evolução do funcionamento, é que haverá colisões de partículas e estarão criadas as condições para o estudo de novos fenómenos, através da recriação das condições que se produziram instantes depois do Big Bang.

    O objectivo final desta grande experiência é poder dar resposta a muitas perguntas sobre a origem do Universo, entender por que a matéria é muito mais abundante no Universo do que a anti-matéria, e chegar a descobertas que "mudarão profundamente a nossa visão do Universo", segundo o director do CERN, Robert Aymar.

    Uma das aspirações dos cientistas é encontrar o hipotético bosão de Higgs, uma partícula que nunca foi detectada com os aceleradores existentes, muito menos potentes que o LHC.



    In Publico online
     
  13. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,484
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Ui ui tá visto que o pessoal do apocalipse rotativo já pode sair do buraco, porque a experiência correu bem :thumbsup:

    Continuo a achar que seria mais barato perguntar como é que tudo isto começou (origem do universo) aos moços lá debaixo, mas pronto, o orgulho humano dá nisto.
     
  14. *Dave*

    *Dave*
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    29 Jun 2008
    Mensagens:
    1,912
    Local:
    ASM (Idanha-a-Nova) - Covilhã
    Re: Experiência controversa no CERN (LHC)

    Alguém uma vez disse "nada se perde, nada se ganha, tudo se transforma", esse alguém chamava-se Lavoisier e até era capaz de ter razão ;)
     
    Collapse Signature Expand Signature
  15. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    2,867
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Humm.. Não será -271.3ºC?! Ou seja, 273.15-271.3 = 1.85K para assegurar a supercondutividade, fazendo-se refrigerar um circuito preenchido com hidrogénio ou hélio no estado líquido?!

    Cheira-me a mais um tesourinho deprimente, desta vez do Publico Online!
     
    Collapse Signature Expand Signature

Partilhar esta Página