Novas descobertas em Geociências

Tópico em 'Sismologia e Vulcanismo' iniciado por luismeteo3 17 Fev 2017 às 19:20.

  1. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    4,071
    Local:
    Viseu
    Era só mesmo no sentido figurado...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 gostou disto.
  2. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,636
    Local:
    Sintra
    Já calculava, mas aproveitei para falar no assunto. :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    ClaudiaRM e luismeteo3 gostaram disto.
  3. Pequi

    Pequi
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    3 Dez 2017
    Mensagens:
    10
    Local:
    indigena
    Que disparate
     
  4. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    É disparate para ti ora essa!
     
  5. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
  6. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    Há mais de uma década que se conhece uma jazida única em Porto de Mós. É um portal de acesso a um fundo marinho com cerca de 169 milhões de anos.

    Texto e Fotografia Gonçalo Lemos

    [​IMG]

    Alguns exemplares foram recolhidos no início deste ano para protecção, limpeza e investigação. Entre o espólio, agora à guarda do Museu Geológico do Laboratório Nacional de Engenharia e Geologia, encontra-se provavelmente uma nova espécie de equinóide.



    [​IMG]
    VER GALERIA
    4 FOTOS



    Cinco graus e a manhã já vai a meio. O vento frio cortante e as nuvens carregadas antecipam a queda de chuva a qualquer momento, mas os técnicos, no terreno, não parecem notar. Trabalham metodicamente, limpando com látex pequenas depressões no solo. Estamos numa pedreira de calcário desactivada e, se aprendemos algo com as pistas de dinossauro da Pedreira do Galinha, em Ourém, classificadas há exactamente 23 anos, a rocha nua, por vezes, esconde outras histórias.
    ... https://nationalgeographic.sapo.pt/historia/grandes-reportagens/287-uma-praia-jurassica-out2014
     
    vamm, rokleon e 4ESTAÇÕES gostaram disto.
  7. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    Foram descobertos 3 novos minerais na zona do vulcão do Fogo na ilha de São Miguel! A descoberta foi feita por geólogos italianos. Estou a ver na TV não tenho link por enquanto...
     
  8. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    Isto é fascinante e representativo da grande riqueza mineralógica dos Açores, pois sendo assim juntamente com a faialite são já 4 os minerais pela primeira vez encontrados e descritos que os Açores deram à ciência. Não é nada comum...
     
    vamm e guisilva5000 gostaram disto.
  9. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    Isto é mesmo extraordinário porque vai atrair sobre os Açores a atenção de Geólogos e Vulcanólogos de todo o mundo! Um dos minerais irá chamar-se Fogoite...
     
  10. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    14,663
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
  11. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
  12. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    Nova espécie de dinossauro carnívoro pode ser sido descoberta em Torres Vedras
    19 set 2018 18:03

    Paleontólogos portugueses e espanhóis disseram hoje que poderão ter identificado uma nova espécie de dinossauro carnívoro no litoral de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, que seria o primeiro ‘carcarodontossaurio’ em Portugal e um dos mais antigos do mundo.
    [​IMG]
    Foto de arquivo do ano de 2003 da sequência de vértebras caudais do exemplar de dinossauro terópode durante os trabalhos de escavação na jazida de Cambelas. Paleontólogos portugueses e espanhóis disseram hoje que poderão ter identificado uma nova espécie de dinossauro carnívoro no litoral de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, que seria o primeiro ‘carcarodontossaurio’ em Portugal e um dos mais antigos do mundo, Torres Vedras. 19 de setembro de 2018. SOCIEDADE DE HISTÓRIA NATURAL DE TORRES VEDRAS/LUSA © 2018 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

    “Este exemplar, por um lado, apresenta características diferentes de todas as outras espécies conhecidas até ao momento do grupo ‘carcarodontossaurios’, por outro lado, é o único vestígio conhecido deste grupo neste momento em Portugal e os registos mais próximos do Jurássico Superior conhecidos são de África, em relação aos quais apresenta também algumas características diferentes. Toda esta informação leva-nos a crer que poderá tratar-se de uma nova espécie”, afirmou à agência Lusa a investigadora Elisabete Malafaia, especialista em dinossauros terópodes.

    A hipótese é levantada num artigo publicado na terça-feira na revista internacional Journal of Paleontology por esta paleontóloga da Universidade de Lisboa e por Pedro Mocho, do Museu de História Natural de Los Angeles, Pedro Dantas, da Sociedade de História Natural de Torres Vedras, e pelos espanhóis Fernando Escaso e Francisco Ortega, da Universidade de Educação à Distância de Madrid.

    O conjunto de fósseis agora descrito, composto por uma sequência de vértebras caudais articuladas, um pé direito praticamente completo, a medir meio metro, e diversos fragmentos do esqueleto do animal foram descobertos e escavados entre 2002 e 2003 nas arribas da praia de Cambelas, freguesia de São Pedro da Cadeira, por elementos da Sociedade de História Natural.

    Para os paleontólogos, os fósseis pertencem a um dinossauro carnívoro aparentado a ‘Allosaurus’ mas mais evoluído, sendo identificado ao grupo dos ‘carcarodontosaurios’, que mediria 10 metros de comprimento por quatro ou cinco de altura. Os paleontólogos esperam identificar a espécie com exatidão, dando continuidade ao estudo de outros fósseis pertencentes a pelo menos três espécies de dinossauros terópodes, provenientes de outras jazidas do Jurássico Superior de Portugal.

    Além de poder tratar-se de uma nova espécie, este dinossauro é o primeiro ‘carcarodontossaurio’ encontrado em Portugal e um dos mais antigos do mundo, sendo o mais completo do Jurássico Superior.

    “No Cretácico, está muito bem representado, nomeadamente no hemisfério sul e, na Europa, em Espanha [existem exemplares do Cretácico Inferior, com 120 milhões de anos] e Inglaterra. Sendo do Jurássico Superior [datado de há 145 milhões de anos], é uma das referências mais antigas a nível mundial, porque, do Jurássico Superior, conhece-se um exemplar em África, mas muito incompleto”, adiantou Elisabete Malafaia.

    Por ser um dos mais antigos do mundo, este dinossauro permite também “perceber melhor como foi a evolução inicial deste grupo e a dispersão destes dinossauros no hemisfério norte”.

    A diversidade de espécies encontradas na mesma jazida também sugere uma maior diversidade nas faunas de terópodes ‘allosauroides’ do Jurássico Superior da Bacia Lusitana.

    Os achados integram a coleção paleontológica da Sociedade de História Natural de Torres Vedras.
    https://24.sapo.pt/atualidade/artig...oro-pode-ser-sido-descoberta-em-torres-vedras
     
    João Pedro e bluejay gostaram disto.
  13. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    É arqueologia mas aqui vai... :D

    Descobertas mais gravuras rupestres no Vale do Côa
    25.10.2018 às 22h31

    [​IMG]
    RUI DUARTE SILVA

    Nova rocha com gravuras rupestres foi descoberta no sítio da Penascosa e é considerada “uma surpresa”, para os especialistas, por ser gravada “num período mais recente da 'Arte do Côa'”

    Uma equipa de arqueólogos colocou a descoberto uma nova rocha com gravuras rupestres, no sítio da Penascosa, no Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC), revelou esta quinta-feira à agência Lusa, um dos investigadores envolvidos nas sondagens arqueológicas.

    "Esta descoberta revela não só a riqueza da arte rupestre de um dos sítios mais visitados do Vale Côa, como confirma a importância da continuação de trabalhos arqueológicos, mesmo em locais que se julgam muito bem estudados ou conhecidos", explicou o arqueólogo Thierry Aubry, um dos profissionais envolvidos na investigação.

    Segundo o especialista na "Arte do Côa", os motivos desta nova rocha apresentam um estilo que é, de facto, mais característico de fases mais recentes do Paleolítico Superior, com uma idade de 18 mil a 12 mil anos, do que os da maioria das rochas do sítio, com 25 mil a 28 mil anos.
    ... https://expresso.sapo.pt/sociedade/...-gravuras-rupestres-no-Vale-do-Coa#gs.bXfaJ8E
     
    João Pedro e guisilva5000 gostaram disto.
  14. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    12,729
    Local:
    Fatima
    Portugal tem o mais antigo fóssil de crocodilo do mundo
    6 dez 2018 18:03

    Paleontólogos de duas universidades portuguesas anunciaram hoje a descoberta de um fóssil com 95 milhões de anos que revela uma nova espécie de crocodilo, que é a mais antiga do mundo.
    [​IMG]

    “Pensava-se que os verdadeiros crocodilos, que faziam parte de um grupo que se chama 'Crocodylia', existiam apenas há 75 milhões de anos e este novo fóssil foi descoberto em rochas com 95 milhões de anos, logo 20 milhões de anos mais antigo do que aquilo que se pensava”, afirmou à agência Lusa o paleontólogo Octávio Mateus.

    O crânio e a mandíbula deste réptil foram encontrados em 2003 pela geóloga Matilde Azenha, em Tentúgal, concelho de Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra, e foram estudados pelos investigadores Octávio Mateus e Eduardo Puértolas-Pascual, da Universidade Nova de Lisboa, e Pedro Callapez, da Universidade de Coimbra.


    Os três paleontólogos confirmaram agora a descoberta da nova espécie num artigo publicado na revista científica "Zoological Journal of the Linnean Society".

    A nova espécie, denominada ‘Portugalosuchus azenhae’ em homenagem à responsável pelo achado, possui características únicas que a distingue de todas as outras espécies.

    "A mandíbula tem uma abertura que ajuda a definir o que é um verdadeiro crocodilo em contraste com répteis parecidos com crocodilos, os crocodilomorfos, que ainda não faziam parte do grupo ‘Crocodylia’, e não tinham essa abertura nos ossos da mandíbula", explicou Eduardo Puértolas-Pascual, especialista em crocodilos.

    Os crocodilomorfos existiam desde os primórdios da era dos dinossauros, mas os verdadeiros crocodilos, pertencentes ao grupo ‘Crocodylia’, surgiram apenas no final dessa era, mas 20 milhões de anos mais cedo do que até agora os cientistas pensavam.

    O que resta deste crocodilo mais antigo do mundo vai estar em breve em exposição no Museu da Lourinhã, instituição a que os investigadores doaram os fósseis.
    https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/portugal-tem-o-mais-antigo-fossil-de-crocodilo-do-mundo
     
    fablept, João Pedro e Prof BioGeo gostaram disto.

Partilhar esta Página