O clima do interior Algarvio

duero

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2009
Mensagens
1,038
Local
valladolid
Na minha opinião, não é certamente dos locais mais quentes do vale do Guadiana, mas já atinge bons valores.

A zona baixa de Alcoutim, deve ter um valor semelhante ao de Sanlucar Guadiana, pois existe bastante proximidade entre ambas as localidades.

Mesmo assim, acho que mais informações sobre as condições de medição dessa estação, deviam ser providenciadas.

A 5 kms al Noreste se encuentra El Granado (no confundir con Granada, ninguna relación).

http://www.ucm.es/info/cif/station/es-el-gr.htm
 


Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Penso que esses valores estão um pouco exagerados.. Percebo o que queres dizer, mas de qualquer forma não é comparável o que acontece no NW do país com o que acontece no Algarve, não só pelo tipo de regime de precipitação, não só pelos valores médios, mas mais que tudo pela abrangência espacial dos sistemas montanhosos, portanto as áreas com médias elevadas de precipitação são enormes, generalizadas no NW do país, enquanto nas serras do Algarve que referes são praticamente pontuais, não representam a região.




No que toca ao tópico em si, (se se quiser continuar a discussão das serras do Algarve sff outro tópico noutro local) é de facto impressionante a magnitude dos valores, mas a verdade é que não é assim tão raro, pelo contrário, até é relativamente frequente existirem eventos assim na Madeira dada a orografia tão acentuada em pleno oceano.

Normalmente situações mais graves a ocorrerem na ilha não são causados por um evento destes sozinho (a não ser que seja de proporções extraordinárias) mas sim pela acumulação de vários eventos desta ordem no mesmo Inverno, como em 2010, que apesar do evento de Fevereiro ter sido muito importante, já vinha com um historial de outros importantes ao longo dos meses anteriores, e provavelmente se não tivesse esse background, poderia causar alguns problemas, mas não comparáveis à tragédia que foi.

Não são exagerados ...
Posso dizer que São Brás de Alportel tem uma média na ordem dos 900 mm anuais, portanto penso ser mais do que normal que Barranco Velho tenha 1100 mm.

Quanto á Serra de Monchique essa resolução é muito baixa e errada, dado não haver distinções na altitude da Serra, que para quem conhece a zona é bastante ingreme em especial na sua parte final.
No mapa que havia visualizado respeitante á serra de Monchique a precipitação variava entre os 1000 e os 2000 mm, na serra numa distribuição circular ao largo da serra, sendo que zona com precipitação entre 1600 a 2000 mm dizia respeito á zona da Foia.
A zona de Monchique é incomparavelmente mais chuvosa do que a maior parte do Algarve !

Em relação ao mapa apresentado que mostras agora, e diferente da AEMET, essa é para a normal de 71 - 2000, que é algo mais baixa (penso eu !!) do que a de 61-90.
O mapa que eu falava era de um periodo que era aquele mais chuvoso penso eu de que era de 61-90, e de qualquer forma mesmo este que apresentas podes ver que na zona de Monchique existe aí precipitação na ordem dos 1600 mm, comparável com algumas regiões do litoral norte, e era isso que estava tentando comparar obviamente nunca seria com as serras do norte, que aí sei eu que em algumas zonas dos Minho se calhar chega aos 2500 mm !

Em termos espaciais nem podia comparar, pois a minha comparação era local e não espacial, e a serra algarvia não é assim tão alta .. loooooll
__________________
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,384
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Não são exagerados ...
Posso dizer que São Brás de Alportel tem uma média na ordem dos 900 mm anuais, portanto penso ser mais do que normal que Barranco Velho tenha 1100 mm.

Quanto á Serra de Monchique essa resolução é muito baixa e errada, dado não haver distinções na altitude da Serra, que para quem conhece a zona é bastante ingreme em especial na sua parte final.
No mapa que havia visualizado respeitante á serra de Monchique a precipitação variava entre os 1000 e os 2000 mm, na serra numa distribuição circular ao largo da serra, sendo que zona com precipitação entre 1600 a 2000 mm dizia respeito á zona da Foia.
A zona de Monchique é incomparavelmente mais chuvosa do que a maior parte do Algarve !

Em relação ao mapa apresentado que mostras agora, e diferente da AEMET, essa é para a normal de 71 - 2000, que é algo mais baixa (penso eu !!) do que a de 61-90.
O mapa que eu falava era de um periodo que era aquele mais chuvoso penso eu de que era de 61-90, e de qualquer forma mesmo este que apresentas podes ver que na zona de Monchique existe aí precipitação na ordem dos 1600 mm, comparável com algumas regiões do litoral norte, e era isso que estava tentando comparar obviamente nunca seria com as serras do norte, que aí sei eu que em algumas zonas dos Minho se calhar chega aos 2500 mm !

Em termos espaciais nem podia comparar, pois a minha comparação era local e não espacial, e a serra algarvia não é assim tão alta .. loooooll
__________________

Desde já é ponto assente que de 61-90 para 71-00, a generalidade do continente perdeu precipitação.
O caso mais evidente é Leonte (Gerês) a 874m, que é, em termos oficiais, o lugar com maior pluviosidade do continente.

Leonte
1941/70 - 3522,2mm
1951/80 - 3411,2mm
1961/90 - 3103,3mm
1971/00 - 2863,9mm

Para a série 71-00 tenho os seguintes valores para as serras algarvias:
Marmelete (351m): 1006,1mm
Barranco do Velho (467m): 988,9mm
Sobreira (442m): 969,9mm
São Brás de Alportel (334m): 867,2mm
Faz-Fato (214m): 750,8mm
Loulé (212m): 704,5mm
Mercador (392m): 675,7mm

Não tenho dados para Monchique.
E quanto à Foia, acho que a precipitação média anual (71-00) deve rondar os 1600mm. Não deve ir muito além disso.
 

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,960
Local
Bragança (675m)
Mesmo 1600mm já é um valor bastante simpático para a Fóia. No trabalho de Suzanne Daveau, Répartition et Rythme des Précipitations au Portugal, para dados da série 1931-1960, a região da Fóia apresenta valores entre 1200-1400mm.
 

frederico

Furacão
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
10,094
Local
Porto
Desde já é ponto assente que de 61-90 para 71-00, a generalidade do continente perdeu precipitação.
O caso mais evidente é Leonte (Gerês) a 874m, que é, em termos oficiais, o lugar com maior pluviosidade do continente.

Leonte
1941/70 - 3522,2mm
1951/80 - 3411,2mm
1961/90 - 3103,3mm
1971/00 - 2863,9mm

Para a série 71-00 tenho os seguintes valores para as serras algarvias:
Marmelete (351m): 1006,1mm
Barranco do Velho (467m): 988,9mm
Sobreira (442m): 969,9mm
São Brás de Alportel (334m): 867,2mm
Faz-Fato (214m): 750,8mm
Loulé (212m): 704,5mm
Mercador (392m): 675,7mm

Não tenho dados para Monchique.
E quanto à Foia, acho que a precipitação média anual (71-00) deve rondar os 1600mm. Não deve ir muito além disso.


Curiosamente, essa zona do Faz Fato chegou a ter grande produção de castanha durante o século XVIII. Actualmente, a zona já não tem um único castanheiro!
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Curiosamente, essa zona do Faz Fato chegou a ter grande produção de castanha durante o século XVIII. Actualmente, a zona já não tem um único castanheiro!

Não conheço essa localidade, mas o nome é no minimo original " Oh Manel faz o fato" :lol::lol:
Mas o que queria perguntar não é sobre o nome da terra, mas sim o que te leva a crer que tivessem deixado de produzir castanha?
Alterações no clima, ou simplesmente mudança de hábitos ?
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Mesmo 1600mm já é um valor bastante simpático para a Fóia. No trabalho de Suzanne Daveau, Répartition et Rythme des Précipitations au Portugal, para dados da série 1931-1960, a região da Fóia apresenta valores entre 1200-1400mm.

Ah mas essa série abrange um dos periodos mais secos do sec. XX (e frio por sinal), a série de 60 a 90 foi bem mais chuvosa, isto falando nos termos gerais de Portugal Continental, e não espaciais !
No periodo de 61 a 90 não tenho dúvidas que a região da Foia (mesmo onde está lá as antenas) tenha entre 61 a 90.
Mas não é fácil de quantificar pois penso que a estação na Foia ainda é recente, mas se estiver enganado corrigam-me se faz favor !
 

frederico

Furacão
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
10,094
Local
Porto
Não conheço essa localidade, mas o nome é no minimo original " Oh Manel faz o fato" :lol::lol:
Mas o que queria perguntar não é sobre o nome da terra, mas sim o que te leva a crer que tivessem deixado de produzir castanha?
Alterações no clima, ou simplesmente mudança de hábitos ?

A aldeia fica perto da minha terra, está já no concelho de Tavira, numa ramificação da serra de Tavira, aí a uns 15 km do litoral. A Alcaria do Cume (525 m) dá uma ramificação para leste, que atinge a freguesia de Cacela (serro Miguel Anes) e a freguesia do Azinhal, até aproximadamente às aldeias da Cortelha ou Pego dos Negros. É aquele ponto húmido a leste do concelho de Tavira, no mapa da precipitação.

Esta ramificação, chamada serra de Água de Fusos, funciona como uma barreira de condensação, dada a sua orientação, daí a precipitação ser mais elevada que no litoral. Penso que por isso o castanheiro se adaptasse bem na serra de Cacela (designação dada no século XVIII à ramificação leste da Alcaria do Cume).

Não creio que tenha ocorrido alguma alteração climática significativa, pois em Monchique até décadas recentes havia significativa produção de castanhas, e as serras de Huelva também produzem muita castanha.

Provavelmente com a introdução da batata, e os incêndios, não houve replantações e a cultura foi abandonada.

Pessoalmente penso que seria importante reintroduzir a produção de castanha em toda a área da serra do Caldeirão e ainda em Monchique. A castanha algarvia, em tempos, era a primeira a aparecer nos mercados. Para além disso é um produto cada vez mais usado nos circuitos gourmet, e muito valorizado pelo seu conteúdo nutricional. Seria dentro de umas 3 décadas uma fonte importante de rendimento para as populações locais, e ajudaria a combater a erosão dos solos, a desertificação natural.
 

frederico

Furacão
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
10,094
Local
Porto
Não conheço essa localidade, mas o nome é no minimo original " Oh Manel faz o fato" :lol::lol:
Mas o que queria perguntar não é sobre o nome da terra, mas sim o que te leva a crer que tivessem deixado de produzir castanha?
Alterações no clima, ou simplesmente mudança de hábitos ?

A série 31-60 foi de facto muito seca! Creio que é nessa série que Faro teve média anual inferior a 400 mm!
 

Agreste

Furacão
Registo
29 Out 2007
Mensagens
10,032
Local
Terra
Estive recentemente num debate sobre as áreas ardidas da serra do caldeirão e parece-me que uma das ideias, do empresário Luís Cabrita é replantar alfarrobeiras.

«Luís Amorim Cabrita deu a conhecer o seu mais recente investimento “a plantação de 40.000 alfarrobeiras em terreno xistoso, semelhante ao da Serra do Caldeirão”. Cabrita considera que a reflorestação de 11.000 hectares, um desafio que deve integrar a plantação de alfarrobeira, “uma árvore que demora 7 ou 8 anos a crescer e que é bastante rentável, uma solução a ponderar no processo de reflorestação”.»

Por outro lado não sei dizer se a EN2 ainda fica cheia de limos da charneca dos cavalos para o vascão... diziam que antigamente ficava...
 

frederico

Furacão
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
10,094
Local
Porto
Estive recentemente num debate sobre as áreas ardidas da serra do caldeirão e parece-me que uma das ideias, do empresário Luís Cabrita é replantar alfarrobeiras.

«Luís Amorim Cabrita deu a conhecer o seu mais recente investimento “a plantação de 40.000 alfarrobeiras em terreno xistoso, semelhante ao da Serra do Caldeirão”. Cabrita considera que a reflorestação de 11.000 hectares, um desafio que deve integrar a plantação de alfarrobeira, “uma árvore que demora 7 ou 8 anos a crescer e que é bastante rentável, uma solução a ponderar no processo de reflorestação”.»

Por outro lado não sei dizer se a EN2 ainda fica cheia de limos da charneca dos cavalos para o vascão... diziam que antigamente ficava...


Pelo menos na minha zona a alfarrobeira não se dá muito bem na zona da serra. Onde elas atingem bom porte e boa produção é nos terrenos do barrocal e do litoral, nas freguesias de Cacela, Conceição de Tavira, Luz de Tavira ou Santo Estevão.
 

Agreste

Furacão
Registo
29 Out 2007
Mensagens
10,032
Local
Terra
A plantação dele é por cima de odeleite segundo eu entendi, em terrenos pobres. A árvore adaptou-se bem e a produção está dentro do normal.

A maior parte das pessoas não torceu o nariz até porque o sobreiro ainda são mais de 30 anos para descortiçar e uma alfarrobeira com 10 já produz...
 

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,960
Local
Bragança (675m)
Não tenho muito tempo para responder, mas coloco aqui alguns dados.

precvq8.png


Classificar a série de 31-60 como muito seca parece-me um grande exagero.

Nessa série Faro tem entre 400 a 500mm.
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Não tenho muito tempo para responder, mas coloco aqui alguns dados.

precvq8.png


Classificar a série de 31-60 como muito seca parece-me um grande exagero.

Nessa série Faro tem entre 400 a 500mm.

Tenho uma dúvida .....

Esse mapa é sobre Faro ou Portugal Continental ????

É que olhando a esse mapa a série de 81 a 2010 ainda é muito mais seca do que 31 a 60