Ocorrência de secas nos Açores?

Fran

Cirrus
Registo
23 Jun 2012
Mensagens
9
Local
Açores
Aquilo que o David sf escreveu foi que as secas nos Açores são menos frequentes que as secas no Continente ou na Madeira, que ocorrem de uma forma quase anual e com maior duração. Não disse que as secas nos Açores eram raras.

Olhando para os últimos anos os Açores registaram períodos de seca em 2009, 2011 e 2012. De raro não tem nada. Não se aproximam é da duração e frequência das do continente.

Aliás o próprio clima do Grupo Oriental no Verão é considerado seco e suave, daí o facto deste tipo de ocorrências acontecerem com alguma frequência.
 

miripico

Cirrus
Registo
23 Jun 2012
Mensagens
7
Local
sao mateus pico
O Grupo Oriental? Sao 2 Ilhas e as Formingas.Nao será que está a falar apenas de Santa Maria?...Sao Miguel que eu saiba nao tem clima seco,além disso se o Sr. conhecer a Ilha Graciosa vai ver que ela tem um clima mais seco,por isso faça um favor aos Açoreanos e nao entre em delirios.É incrivel como o Sr. tem a capacidade de aldrabar a realidade das coisas.O assunto fecha aqui de minha parte porque os seus argumentos nao tem fundamento nenhum!
 

Fran

Cirrus
Registo
23 Jun 2012
Mensagens
9
Local
Açores
O Grupo Oriental? Sao 2 Ilhas e as Formingas.Nao será que está a falar apenas de Santa Maria?...Sao Miguel que eu saiba nao tem clima seco,além disso se o Sr. conhecer a Ilha Graciosa vai ver que ela tem um clima mais seco,por isso faça um favor aos Açoreanos e nao entre em delirios.É incrivel como o Sr. tem a capacidade de aldrabar a realidade das coisas.O assunto fecha aqui de minha parte porque os seus argumentos nao tem fundamento nenhum!

Claro que não tem fundamento, assim como os do I.M:

"Açores o Grupo Oriental é do tipo Csb clima temperado com verão seco e suave no Grupo Oriental "

http://www.meteo.pt/pt/oclima/normais.clima/

Mas claro que o I.M. deve estar a mentir....

A própria Universidade dos Açores diz que o clima dos Açores está a mudar para mediterrâneo.

http://www.rtp.pt/acores/index.php?article=22571&visual=3&layout=10&tm=7

Eu coloco factos e opiniões, não boatos ou ditados populares.
 

Fran

Cirrus
Registo
23 Jun 2012
Mensagens
9
Local
Açores
Se quiser tem aqui mais uma definição do clima dos Açores. Onde chega a ser refirida a existência de uma estação seca:

REGIÕES AUTÓNOMAS
 Arquipélago dos Açores (clima temperado marítimo)
o Temperaturas médias amenas ao longo de todo o ano, com uma amplitude
da variação térmica anual moderada ou fraca;
o Precipitação abundante, sobretudo no Outono e no Inverno;
o Estação seca nunca superior a dois meses e só nas ilhas mais orientais.
 

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,743
Local
Bragança (675m)
Parece que está por aqui a fazer-se uma confusão entre a seca meteorológica e período seco ou estação seca.

Seca Meteorológica - uma medida do desvio da precipitação em relação ao valor normal; caracteriza-se pela falta de água induzida pelo desequilíbrio entre a precipitação e a evaporação, a qual depende de outros elementos como a velocidade do vento, temperatura e humidade do ar, insolação. A definição de seca meteorológica deve ser considerada como dependente da região, uma vez que, as condições atmosféricas que resultam em deficiências de precipitação podem ser muito diferentes de região para região.

Fonte


Quando falamos de seca estamos normalmente a referimo-nos à seca meteorológica ou à seca agrícola. A um fenómeno extremo, manifestação da variabilidade do clima. E esse tipo fenómeno pode ocorrer nos Açores, bem como em muitos outros locais do planeta também bastante chuvosos.

Já a aridez que se observa no Verão, na maior parte de Portugal continental, é uma das principais características dos climas mediterrâneos, ou seja, a existência de uma estação seca na parte mais quente do ano. É algo que ocorre todos os anos.
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
Todas as ilhas do Arquipélago dos Açores, sem excepção, desde o Grupo Ocidental ao Oriental, têm registado, com maior ou menor grau, períodos de seca meteorológica. O mesmo fenómeno pode ser sentido com diferente intensidade entre os vários locais de uma mesma ilha.

Bibliografia recomendada (páginas 100 a 103):

Plano de Gestão da Região Hidrográfica dos Açores RH9
 

Azor

Nimbostratus
Registo
8 Out 2011
Mensagens
1,477
Local
Ilha de São Miguel - Açores (Eiras Velhas)
Aliás o próprio clima do Grupo Oriental no Verão é considerado seco e suave, daí o facto deste tipo de ocorrências acontecerem com alguma frequência.

Realmente com valores em S. Miguel, na Achada das Furnas e Serra da Tronqueira, de médias anuais compreendidas entre 2500 e 3500 mm, sim, realmente o clima nesta ilha deve de ser bem seco e suave não haja dúvida! :assobio:

Ponta Delgada mais uma vez não fala por toda a ilha e se passou a existir agora mais recentemente uma "estação seca", saiba que deve ser mais específica em P. Delgada. É em P. Delgada que se situam a maior parte das estações meteorológicas da ilha, logo só poderão fazer referência à mesma e não à ilha toda.

Há até quem defenda que estas situações obedecem a padrões cíclicos.

Sim o clima nos Açores parece estar a mudar como também parece estar em mudança em todo o globo, mas não são esses exemplos que o senhor demonstrou de episódios de anos recorrentes de secas que podem falar do clima dos Açores, porque ele nem sempre foi assim, a questão é que presentemente parece que tem havido a tendência de haver menor precipitação nos Açores durante o Verão,e isto desde o Grupo Ocidental ao Oriental mas isso é até compensado nas maiores altitudes pela constante humidade relativa elevada. Até porque estas secas são pontuais e muito específicas e não cobrem toda a ilha.
Porque será que em tempos de menor escassez de chuvas no Verão, só se vê as pastagens ao redor da área de P. Delgada secas, enquanto que as demais situadas a uma altitude mais elevada estão sempre verdes? Lógico que a humidade tem um papel preponderante e essencial aqui e muitas vezes no verão se está sol em P. Delgada, no interior da ilha está nublado, e até por vezes ventoso ou mesmo chuvoso. Aliás é quase sempre assim!


Segundo Köppen-Geiger (Cfb), as ilhas dos Açores não têm meses secos no Verão,(obedecendo a um clima temperado marítimo) em que há uma ausência de meses secos no Verão. Ele faz apenas referência a uma espécie de clima de características mediterrânicas em S. Maria (isto na sua parte ocidental mais seca e plana) e em algumas zonas litorais da costa sul de S. Miguel (P. Delgada).

Falando mais recentemente destas situações de secas no verão, saiba mesmo que elas até podem ser cíclicas, e como são extremamente recentes no arquipélago, não sei se será correcto querer se já alterar à força o clima nos Açores para um outro tipo de clima.

Curiosamente e nos anos que referiu, a falta de água nesta ilha registou-se apenas na lavoura. Já em outras ilhas dos Açores a seca foi mais grave e houve mesmo até alguns cortes de água no abastecimento público de algumas ilhas, entre as quais Santa Maria, Terceira, Graciosa, Pico e Faial.
 

Azor

Nimbostratus
Registo
8 Out 2011
Mensagens
1,477
Local
Ilha de São Miguel - Açores (Eiras Velhas)
Todas as ilhas do Arquipélago dos Açores, sem excepção, desde o Grupo Ocidental ao Oriental, têm registado, com maior ou menor grau, períodos de seca meteorológica. O mesmo fenómeno pode ser sentido com diferente intensidade entre os vários locais de uma mesma ilha.

Bibliografia recomendada (páginas 100 a 103):

Plano de Gestão da Região Hidrográfica dos Açores RH9

Muito obrigado!

Foi o que dei a entender antes para não haver confusões!

Cumprimentos!
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Em relação ao que já referiram, dos vários tipos de seca (Meteorológica, Agrícola, Hidrológica e Socioeconómica) no que toca à primeira, convem também referir como a mesma é estimada.
O IM usa nos seus relatórios o Indíce PDSI embora também use o SPI.


Para análise da Seca em Portugal Continental, o IM vem utilizando o índice de seca PDSI (Palmer Drought Severity Index) o qual foi desenvolvido por Palmer em 1965 e implementado e calibrado para Portugal Continental em 2003 (Pires, 2003).

Entretanto tem vindo a ser trabalhado no IM um outro índice SPI (Standardized Precipitation Index) , quer internamente, quer através da participação em projetos de investigação, como por exemplo, recentemente no projeto “Gestão de Risco em Secas”, conjuntamente com o ISA, FCT, FCUL, e FCSH.

Como resultado destes trabalhos implementou-se a execução regular do índice SPI (Standardized Precipitation Index) por bacias hidrográficas para Portugal Continental que passa também a ser disponibilizado no Observatório de Secas. O IM optou pela produção regular deste índice, que foi recentemente considerado, pela OMM, como o índice aconselhado a utilizar pelos serviços de Meteorologia e Hidrologia de todo o mundo, para caracterizar a seca meteorológica, incentivando a divulgação da informação nos respetivos websites em complemento aos outros índices já em uso.

http://www.meteo.pt/pt/oclima/observatoriosecas/

Nos Açores a Secretaria regional do ambiente usa o SPI.
E sim, as secas meteorológicas acontecem normalmente nos Açores.
Vinha precisamente pôr uma tabela dum documento a que o Gerofil se adiantou

RKrrV.gif



Exemplo de gráficos SPI 12 meses que encontrei noutro documento referente a estações em São Jorge

Xu2Bd.gif



A Sec. Regional daí provavelmente monitoriza as diversas secas e tem essa informação também disponível nalgum lado.
 

Fran

Cirrus
Registo
23 Jun 2012
Mensagens
9
Local
Açores
Muito obrigado!

Foi o que dei a entender antes para não haver confusões!

Cumprimentos!

lool

Você disse foi isto: "
É graças aos valores persistentes de humidade elevada durante todo o ano que os Açores nunca entram em seca e nunca estão seco""

"porque de resto falar-se de seca propriamente dita nos Açores é utópico até"

E o Gerofil diz isto:
"Todas as ilhas do Arquipélago dos Açores, sem excepção, desde o Grupo Ocidental ao Oriental, têm registado, com maior ou menor grau, períodos de seca meteorológica"

E você diz que é igual ao que disse.......
 

Azor

Nimbostratus
Registo
8 Out 2011
Mensagens
1,477
Local
Ilha de São Miguel - Açores (Eiras Velhas)
lool

Você disse foi isto: "



E o Gerofil diz isto:

E você diz que é igual ao que disse.......

Mais uma vez acho que não me dei a entender mas aqui vai de novo:

As secas nos Açores não cobrem todas as ilhas --à excepção das ilhas mais secas como Santa Maria e Graciosa! São específicas e são sempre mais expressivas ao nível agrícola, logo quando eu disse que elas não existiam ou quase nunca existiam eu não estava a falar de P. Delgada ou da área de P. Delgada ao nivel da agricultura, mas sim do resto da ilha. Já entendeu o que eu quis dizer?

Em relação à dimunuição da precipitação nos meses de Verão nos Açores eu nunca disse o contrário. Por favor releia bem o que eu escrevi acima quando disse que parece que presentemente a pluviosidade nos meses de verão no arquipélago (3 grupos) está a diminuir, mas que seria compensada pelos micro climas interiores das ilhas.

O sr está a falar de seca como se ela abrangesse toda a ilha, e desculpe mas aí não posso concordar porque não é verdade!
 

Snowy

Cumulus
Registo
28 Set 2011
Mensagens
272
Local
Ponta Delgada
Ui!!! Andei eu a queixar-me da humidade e o assunto já vai em "Seca ou não seca nos Açores? Eis a questão!" :shocking:

Bom...como dizia um grande senhor, tudo é relativo...

Para mim é humidade e água a mais...

Para o Azor é tudo verde fora de Ponta Delgada e portanto não existe secas...

Para o agricultor que perdeu mais de metade do milho numa época a seca é uma calamidade...

Para uns a seca existe a partir do momento que há uma zona numa ilha dos Açores seca, para outros é preciso que os Açores estejam 100% secos para se falar em seca...

Resumindo: tudo é relativo e cada um vê conforme lhe assenta e lhe toca no dia a dia

Que tal confiarmos nos padrões científicos e concordarmos todos que, como em tudo, as secas meteorológicas podem ser mais, menos, poucas, raras mas que nada é impossível e que não se deve usar a palavra "nunca" em nada e que tudo é relativo e toca a cada pessoa de forma diferente? :)

Tenham um bom domingo e todos bem dispostos :D:thumbsup:
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Já foi explicado que havia alguma confusão de conceitos nesta discussão, e já foram aqui colocados definições específicas. Pedia que parasse a animosidade e se querem continuar a discutir que o façam com dados concretos, de contrário não vale a pena continuar com coisas vagas.

Neste link há toneladas de dados do SPI de dezenas de estações em todas as ilhas, basta abrir o documento de cada ilha e procurar a secção de Cheias e Secas.

-> Proposta do Plano de Gestão da Região Hidrográfica Açores - Consulta Pública
 

Azor

Nimbostratus
Registo
8 Out 2011
Mensagens
1,477
Local
Ilha de São Miguel - Açores (Eiras Velhas)
201206242027.png
[/URL]

Localização do Arquipélago dos Açores no Atlântico Norte. Posição relativa dos Arquipélagos da Madeira e das Canárias, bem como da Península Ibérica. Notar a maior proximidade da Madeira e das Canárias em relação ao continente mais próximo e a posição claramente oceânica dos Açores. Imagens do satélite meteorológico METEOSAT, mostrando as perturbações da frente polar que afectam o clima no Arquipélago.


Os valores médios anuais da temperatura média do ar nos arquipélagos dos Açores e da Madeira dependem nitidamente da altitude do local e diminuem quando a altitude aumenta. Assim, os valores médios variam entre 14 °C e 18 °C nas regiões costeiras e entre 6 °C e 12 °C nas áreas de maior altitude, exceto no ponto mais alto da ilha do Pico (montanha do Pico) onde a temperatura é inferior a 2 °C.


A distribuição da precipitação média anual registada no arquipélago dos Açores nas cotas mais baixas, varia de oeste para este, sendo mais abundante nas ilhas do Grupo Ocidental, na ilha das Flores onde se regista em média 1 665,6 mm (Boca da Baleia), e registando- se as menores quantidades de precipitação no Grupo Oriental, na ilha de Santa Maria (729,5 mm). Mas, a quantidade de precipitação média anual, neste arquipélago, também é fortemente influenciada pela orografia, registando-se os valores médios anuais mais elevados em algumas ilhas com cotas mais altas, como
é o caso da precipitação registada em alguns locais na ilha do Pico, onde podem ocorrer valores superiores a 4 000 mm/ano, como por exemplo na Lagoa doCaiado, nesta ilha, que regista em média 4 694,8 mm.



O número de dias com precipitação superior ou igual a 0,1 mm nos Açores é elevado, em todas as ilhas são registados mais de 120 dias/ano, sendo o número mais alto na ilha das Flores/Aeroporto
(240 dias/ano). O número de dias com precipitação superior ou igual a 1 e a 10 mm também é elevado, registando-se mais dias, na ilha de São Miguel/Cerrado dos Bezerros com 178 dias/ano e na ilha do Faial/Cabouco/Salão com 71 dias/ano.


Normais climatológicas da precipitação no arquipélago dos Açores (1971-2000)


201206242039.png
[/URL]



Média da precipitação total nos arquipélagos da Madeira e dos Açores (1971-2000) /


201206242040.png
[/URL]

Perante este cenário tudo leva-me a crer que a ilha de S. Miguel não tenha clima seco e suave como referiu anteriormente! Pra meio entendedor meia palavra basta!

E a questão das secas que o sr Fran tanto fala não são resposta e nem traduzem o clima dos Açores, até porque mais uma vez elas não acontecem todos os anos, além do facto que elas são mais notórias em zonas de altitudes mais baixas do qual faz parte obviamente, P. Delgada na ilha de S. Miguel, algumas zonas litorais da ilha do Pico, algumas zonas litorais da ilha Graciosa, algumas zonas litorais da ilha Terceira, e zona ocidental da ilha de Santa Maria. O atenuante disto tudo como eu tinha já dito, é o factor da humidade que está sempre presente na altitude das ilhas compensando por vezes a falta de água no solo em situações extremas de falta de chuva no arquipélago durante o verão. Falar-se de seca propriamente dita nos Açores é utópico e muito complexo. Não se esqueça que nos Açores existem várias, zonas húmidas portanto não acho correcto dizer-se que a seca é normal nos Açores como é na Madeira ou no Continente! E com esta dou por encerrado este assunto!

Eu coloco FACTOS e EVIDÊNCIAS e não delírios!

Disponha sempre que precisar!


http://www.meteo.pt/export/sites/default/bin/docs/tecnicos/Atlas__Climatico_ilhas.pdf

Cumprimentos!
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
“Não há lóbi que consiga contornar a problemática das alterações climáticas”, esta foi uma das principais conclusões da conferência proferida pelo professor Eduardo Brito de Azevedo, do Departamento de Ciências Agrárias da Universidade dos Açores, no âmbito do programa da Câmara Municipal de Angra para a Semana Europeia da Mobilidade Europeia. A sessão de esclarecimento, decorrida ontem à tarde no Salão Nobre da autarquia angrense e presenciada por alunos do ensino secundário, pretendeu alertar para as preocupações “prementes” da climatologia. Para o docente trata-se cada vez mais de uma “questão incontornável” e “universal”.
“Esta é uma discussão está na ordem do dia”, enfatizou, e que não está subjacente, defendeu, a qualquer agenda política.
(...) Açores privilegiados - Eduardo Brito de Azevedo refere que os Açores são “sítio privilegiado” para o estudo da climatologia a nível global e que a partilha de estudos, e de dados relativos a este campo do saber já têm sido e estão a ser desenvolvidos, exemplificando com o projecto de medição da concentração de dióxido de carbono e de outros gases, a decorrer no cimo da ilha do Pico e na Serreta na Terceira, cujos dados são usados pelo National Oceanic & Atmospheric Administration (NOAA) ou pelos resultados do SIAM (Climate Change in Portugal) que efectua previsões do clima para o país e ilhas.
(...) Mais calor e chuvas - À semelhança do resto do mundo, as alterações climática também vão ser sentidas nos Açores. Mais calor, chuvas mais intensas, aumento do nível do mar – este é o quadro generalizado para o país e para as ilhas. As três principais variáveis – temperatura, precipitação e nível do mar – sofrerão modificações no decorrer das próximas décadas.
Apesar de ser a região do país que apresenta as menores alterações climáticas, os Açores vão ver aumentadas as suas temperaturas em 1 a 2 graus até final deste século. A título comparativo, existem outros pontos do no interior do país que, por exemplo, apontam para um acréscimo da temperatura que oscila entre os 5 e 6 graus. Quanto à precipitação, o cenário moderado é igual, não se prevendo grande variação anual, porém, a sua redistribuição ao longo do ano sofrerão uma redistribuição, facto que fará com que as chuvas concentrem nos meses de Inverno, projectando-se Verões mais secos. Em relação ao nível do mar, os estudos feitos apontam para um aumento de 50 cm para todo o país.
Oceano moderador - As alterações relativas do clima nos Açores tem a seu favor, referem os especialista, o papel modelador e moderador do oceano nas temperaturas insulares. Porém, ficam em alerta os perigos associados à erosão provocada pelas chuvadas fortes sobre os solos insulares, com particular destaque para o surgimento de deslizamento de terras. As secas do Verão, por seu turno, poderão trazer consequências para a ocupação em termos económicos desse solo.

Fonte: http://gerotempo.blogspot.pt/2006/09/conferncias-fenmenos-climticos-sem.html

Temporais da Madeira, tornado na região centro, inverno mais chuvoso em Lisboa desde o séc. XIX, ou o verão mais quente desde 1931, assim como o mau tempo na Europa, têm um ‘culpado’: a Oscilação do Atlântico Norte (North Atlantic Oscillation-NAO). O ano de 2010 foi o ano mais chuvoso da última década em Portugal Continental, enquanto o verão, quente e seco, foi o segundo com as temperaturas mais elevadas desde 1931.
(...) O Verão, foi o segundo com as temperaturas, máxima e média, mais elevadas desde 1931. Acompanhando a seca, Julho teve o valor mais alto e Agosto ficou em segundo lugar, quanto a temperaturas, desde 1931. Muito calor e menos chuva criaram condições favoráveis para a ocorrência de fogos florestais ao longo do Verão. Funchal (Madeira) e Santa Maria (Açores) com valores pluviais mais altos: no Funchal, houve mais 872,6 mm de precipitação, relativamente aos valores de referência enquanto em Santa Maria choveu 630,8 mm acima dos valores normais de 1971-2000, sendo estes os locais que nas regiões autónomas registaram as maiores anomalias.
(...) De acordo com o IM, pode explicar-se esta situação de episódios meteorológicos adversos com o comportamento da Oscilação do Atlântico Norte (North Atlantic Oscillation - NAO), que é um dos principais modos de variabilidade lenta da atmosfera que afecta a região Euro-Atlântica, e Portugal Continental em particular.
O índice NAO está relacionado com a intensidade dos ventos de Oeste e influencia o fluxo de ar atlântico para o continente europeu, bem como a trajectória dominante de sistemas depressionários, ou seja a chuva e as temperaturas que se fazem sentir. As observações indicam que, a valores baixos da Oscilação do Atlântico Norte estão associadas quantidades de precipitação acima da média em Portugal, enquanto valores elevados deste fenómeno correspondem a quantidades de precipitação abaixo da média. Daí que, no inverno de 2009/2010 onde se registaram valores recordes negativos da Oscilação do Atlântico Norte à escala mensal e sazonal, estes ventos tiveram implicações directas no clima particularmente frio, na Europa Central e Setentrional.
O mesmo fenómeno justifica também as grandes quantidades de precipitação a oeste e sul da Península Ibérica, incluindo novos recordes absolutos de inverno em Gibraltar e Lisboa, desde o início das medições regulares a segunda metade do século XIX.

Fonte: http://gerotempo.blogspot.pt/2011/02/o-que-provoca-cheias-tornados-e-ondas.html