Seca 2011/2012

Snifa

Furacão
Registo
16 Abr 2008
Mensagens
10,278
Local
Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
É uma situação que pode ser preocupante caso Fevereiro siga as pisadas de Janeiro..e como diz Costa Alves, Fevereiro terá que ser muito chuvoso para compensar...


a Notícia do JN:

Portugal continental poderá enfrentar uma situação de seca extrema em Fevereiro, caso se mantenha a falta de precipitação verificada em Janeiro, disse o meteorologista Manuel Costa Alves.

Nível de água nas barragens está a baixar

"Tudo depende de Fevereiro. Mas tem que ser um Fevereiro muito chuvoso para inverter a situação. Se o comportamento de Fevereiro for semelhante ao de Janeiro chegaremos à seca extrema", sublinhou o especialista.

Manuel Costa Alves considera ser extremamente importante que os próximos meses possam trazer a chuva, mas explicou que "perdida a precipitação de inverno a precipitação da primavera nunca é suficiente para inverter a situação".

Lembrando que Outubro de 2011 foi extremamente quente, o meteorologista destacou que em Dezembro, "mês que em geral contribui com a maior quantidade de precipitação no território", o nível de precipitação em Portugal ficou "praticamente a zero".

"O apuramento dos dados no final de Dezembro já dá 83% [do território] em seca fraca, seis por cento em seca moderada, oito por cento normal e três por cento húmido", afirmou.

Segundo Manuel Costa Alves, no fim de Janeiro "provavelmente uma parte muito significativa do território ficará com seca moderada", existindo também "uma percentagem significa de seca severa, antes da extrema, que é o último grau, havendo também uma parte com seca fraca".

Vamos esperar que não...
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
re: Seca em Portugal 2011/2012

Era mais que previsível, não tivéssemos tido o Outubro e Novembro que tivemos e já andava tudo cheio de auto tanques a abastecer certas regiões do país. Andamos sempre no fio da navalha no que toca nos valores de precipitação. Não se avizinham mudanças no horizonte, logo, a seca vem aí com toda a força.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,095
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
re: Seca em Portugal 2011/2012

É por isso que eu não compreendo como há alguns membros que dizem que as albufeiras "estão bem e recomendam-se"...

Pelos dados do INAG, que datam de 31 de Dezembro, eu diria que à excepção do Arade, todas as restantes bacias não se encontram em situação preocupante.

Aliás, praticamente todas se encontravam a essa data com volumes superiores aos normais.
Excepção para a bacia do Douro, influenciada pelos 20% da barragem de Vilar que se encontra em manutenção, para a bacia do Lima, influenciada pela barragem de Alto Lindoso (produção eléctrica) que se encontra nos 53%, e bacia do Cavado, devido ao baixo volume das albufeiras de Alto Rabagão e Paradela.

Uma barragem serve para isso mesmo: armazenar água para se utilizar em períodos de escassez.

Consequências disso nesta altura do ano:
- Produtividade hidroeléctrica aos níveis do mês de Agosto;
- Volume de escoamento muito baixo.

Atenção, refiro-me às albufeiras monitorizadas pelo INAG, cujos dados estão disponíveis on-line.
Haverão outras, que talvez estejam em situação diferente, mas cujos dados não são divulgados.
Por exemplo, gostaria de saber como está o volume da barragem da serra serrada.
A meio do Outono houve problemas com a escassez de água nessa barragem. Como está agora, alguém sabe?
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,715
Local
Olhão (24 m)
re: Seca em Portugal 2011/2012

Eu sempre disse, cuidado que este ano, pode ter semelhanças com o ano 2004/2005 e agora já começa a haver notícias sobre isso que a seca pode atingir seca extrema já em Fevereiro.
Olhando às previsões do NOAA, não são nada famosas, o tal Fevereiro chuvoso já desapareceu, os meses da Primavera vêem sempre abaixo da média.

Vendo o GFS que já tem a previsão até 8 de Fevereiro não se dislumbra nada de precipitação revelante. Cada vez mais, isto é de extremos ora temos precipitações intensas ora temos secas. Embora, as secas sejam cada vez mais frequentes.
 

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,186
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Cenário de seca?

No jornal online PTJornal, saiu este artigo:

Portugal enfrentará seca extrema se fevereiro não for muito chuvoso
SOCIEDADE
AUTOR: JOANA TELES | LEITORES: 2136
QUARTA, 25 JANEIRO 2012 11:09
As previsões meteorológicas colocam Portugal num cenário de seca extrema, a menos que o mês de fevereiro seja mais chuvoso do que o normal. As chuvas de fevereiro podem evitar esse cenário, segundo antevê o meteorologista Manuel Costa Alves, em declarações à agência Lusa. Janeiro trouxe muito menos chuva do que o normal e fez esquecer que estamos no inverno.

O ano começou sem chuvas e esse cenário, se não for alterado em fevereiro, colocará Portugal numa situação de “seca extrema”, segundo garante Manuel Costa Alves, em declarações prestadas à Lusa.

“O país só evitará seca extrema se o mês de fevereiro for muito chuvoso”, adianta o meteorologista. O mês de janeiro não trouxe a precipitação normal para a época do ano, daí que, se o sol continuar, Portugal terá um grave problema, com efeitos negativos para a agricultura, sobretudo.

Apesar de as chuvas no próximo mês poderem evitar este cenário de seca, há uma realidade incontornável: “A precipitação da primavera nunca é suficiente para corrigir a ausência de chuvas no inverno”.

Não é só em Portugal Continental que o problema da falta de chuvas se coloca. Também nos Açores e na Madeira há seca em perspetiva, dada a ausência de precipitação no inverno. O diretor do Instituto de Meteorologia nos Açores alertou para a ausência de chuva neste período do ano.
Ver aqui

O meteorologista Manuel Costa Alves salienta aquilo que temos discutido cá no fórum: a agricultura será o setor mais atingido se o mês de fevereiro for seco.
Apesar do título um pouco sensacionalista, o artigo remete-nos para uma realidade menos catastrófica (pelo menos para quem não seja agricultor);)
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
re: Seca em Portugal 2011/2012

Portugal já está em seca extrema
Sete anos depois, Portugal volta a viver uma situação de seca severa no Inverno. A precipitação nos últimos dois meses foi 85% inferior ao normal, pelo que, na avaliação da semana que vem, o Instituto de Meteorologia vai alterar a classificação de seca meteorológica, de há 15 dias, para seca severa.

"A situação é, de facto, anormal em alturas de Inverno. Se não chover abundantemente em Fevereiro o País entrará em seca extrema, a situação mais grave de todas", disse ao CM Vanda Cabrinha, do Instituto Nacional de Meteorologia.

Para a meteorologista, os valores deste mês de Janeiro só encontram paralelo em igual período de 2005. "A precipitação média, em Portugal, no mês de Janeiro é de 117 litros por metro quadrado. No ano passado foi de 102 e este ano, até hoje (ontem), foi de 17, um valor que tem mais a ver com Junho do que com Janeiro", disse Vanda Cabrinha.

Quem começa a manifestar grandes preocupações são os agricultores, que já falam em prejuízos efectivos devido à seca.

"Os pastos não crescem e nós somos obrigados a dar forragens ao gado, quando só o costumamos fazer a partir de Maio. O problema é que cada fardo (rolo) de palha custa cerca de 25 euros e não chega para quatro dias", disse ao CM o agricultor Joaquim Ferreira, de Braga, sublinhando que, devido à falta de pastos, se viu obrigado, na semana passada, a vender três vacas.

Segundo José Lobato, presidente da Associação de Defesa dos Agricultores, "são cada vez mais os homens da terra preocupados com a seca que, nesta altura, o nosso País atravessa".

"A situação mais complicada é a das pastagens, mas a falta de água no Inverno torna-se, por norma, um problema muito grave no Verão, uma vez que não se dá a necessária reposição dos níveis freáticos", diz José Lobato.

As previsões meteorológicas apontam para tempo seco e frio até, pelo menos, 6 de Fevereiro, o que provocará, necessariamente, um claro agravamento do actual estado de seca.

OESTE TEME DESCALABRO NA PRODUÇÃO HORTÍCOLA

"Numa zona de produção intensiva, se não chover vai ser um descalabro. O que choveu esta semana não foi nada", desabafa José Artur, presidente da administração da organização de produtores Horta Pronta, em Atouguia da Baleia, Peniche.

"Tem de chover agora, no Inverno, para depois, na Primavera, o tempo permitir às culturas crescerem", aponta, por sua vez, António Gomes, presidente da Associação Interprofissional de Horticultura do Oeste. O dirigente agrícola faz notar que "a continuar o tempo assim irá faltar água dentro de dois a três meses".

Feliz Alberto Jorge, responsável da Associação de Agricultores do Oeste, indica que os proprietários de explorações e pomares que não disponham de sistemas de rega "é que vão sentir problemas", comentando, no entanto, que a situação "até poderá levar a que os preços estabilizem, por não haver excesso de produção".

DISCURSO DIRECTO

"TEMOS DE APOSTAR NO REGADIO": José Martino, Especialista em Agronomia

CM – Como pode reduzir-se o prejuízo causado pela seca na agricultura?

José Martino – A única maneira é apostar no regadio. Há projectos na gaveta, de regadios públicos, em zonas como Trás--os-Montes ou Beira Interior, que deveriam avançar. Temos de apostar no regadio, é uma urgência nacional.

– A situação de seca que se vive é já problemática?

– É. Embora os pomares, com excepção dos citrinos, estejam em repouso vegetativo, a falta de chuva faz com que os níveis freáticos não sejam repostos, o que pode conduzir a uma situação catastrófica no Verão.

– Que culturas estão já a sofrer com a seca?

– O problema maior é o das pastagens, que não conseguem regenerar-se. Depois, os cereais.

CM

Vamos sair disto lá pra 2015 a fartura acabou basta olhar pra última década.

 

MeteoAlentejo

Cumulonimbus
Registo
20 Jan 2011
Mensagens
2,305
Local
Serpa
re: Seca em Portugal 2011/2012

Na versão impressa do Correio da manhã, também vem a referência à seca em Serpa.
Os agricultores dizem que o pasto está a esgotar-se .
 

belem

Cumulonimbus
Registo
10 Out 2007
Mensagens
4,323
Local
Sintra/Carcavelos/Óbidos
re: Seca em Portugal 2011/2012

Esta situação de seca não é nada boa, mas espero que dentro de algum tempo, não tenha sido mais do que apenas um pequeno percalço e que tudo volte à normalidade.
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
re: Seca em Portugal 2011/2012

Bragança sem água das barragens
«Tivemos de mandar vir, em Outubro, camiões com cisternas de água do concelho mais próximo para abastecer as populações» – revela ao SOL o presidente da Câmara de Bragança, Jorge Nunes. Foi a solução encontrada para evitar que, com a falta de água existente na Barragem de Serra Serrada, no Alto Sabor, os habitantes ficassem sem água para consumo.

«O nível da água na represa é muito inferior à sua capacidade», lamenta o autarca, acrescentando que é preciso «assegurar o armazenamento da albufeira para o Verão, sobretudo se não chover em breve».

Em causa estão os níveis das chuvas, «quatro vezes inferiores aos do ano passado», naquele que se arrisca, a par de 2005 e 2007, a ser «o pior dos últimos 50 anos», diz ainda Jorge Nunes, garantindo que a situação está perto de se tornar «catastrófica».

Entretanto, para não estar sempre a ir buscar águra a outros concelhos, a autarquia resolveu recuperar a técnica já usada durante a seca de 2005. «Tivemos de encontrar outras linhas de água subterrâneas», explica Jorge Nunes, lembrando que «Bragança tem um problema estrutural de falta de albufeiras». Para abastecimento do concelho, garante, «é fundamental a construção de uma nova barragem no Alto Sabor» – um projecto antigo que tem esbarrado em problemas ambientais. «Agora, temos um novo projecto que está em discussão pública», conclui.

É que, além do abastecimento da população, estão em causa os campos agrícolas do distrito. Em Fevereiro, a autarquia vai avaliar a situação e definir as medidas a tomar. Também em Fevereiro uma comissão do Instituto da Água (IA) e de outras entidades vai reunir para avaliar a situação do país, adiantou ao SOL o presidente daquele organismo, Orlando Borges.

Com o país ainda em situação de seca ligeira, o responsável reconhece que «Bragança e a margem esquerda do Guadiana são as duas situações» que apresentam os maiores cuidados. No primeiro caso, explica, o problema deve-se sobretudo ao facto de o distrito ter «uma só albufeira com uma capacidade de armazenamento muito limitada».

No Alentejo, também a Barragem de Odivelas desperta alguma apreensão. «Admitimos, se houver necessidade, recorrer à Barragem do Alvito » – diz o presidente do IA, acrescentando que, apesar de a situação merecer «acompanhamento», por enquanto «não é necessário tomar medidas adicionais» (como restringir o usos da água nas barragens).

Este cenário de um «país vulnerável a períodos de seca» justifica o investimento («muitas vezes criticado») em infra-estruturas hidráulicas, defende Orlando Borges, garantindo que as albufeiras do país «têm capacidade para abastecer as populações durante dois a três anos», sem chuvas.

Sol
 

Thomar

Cumulonimbus
Registo
19 Dez 2007
Mensagens
2,451
Local
Cabanas - Palmela (75m)
re: Seca em Portugal 2011/2012

Comunicado do IM sobre a seca em Portugal:

SITUAÇÃO DE SECA EM JANEIRO DE 2012

2012-01-31 (IM)
De acordo com a informação do Observatório de Secas do Instituto de Meteorologia, I.P., no final do mês de janeiro a totalidade do território do continente encontrava-se em situação de seca meteorológica, com 11% em seca severa, 76% em seca moderada e 13% em seca fraca.

Os valores de precipitação registados neste mês foram muito inferiores aos respetivos valores normais para janeiro, com um total mensal de 16.3mm, correspondendo a menos de 15% do valor normal o que se traduz numa precipitação total de menos 101mm.

O total de precipitação registada no mês de janeiro deste ano é comparável com os valores normais dos meses de verão, julho (13.8mm) e agosto (13.7mm).

O ano hidrológico, iniciado em outubro de 2011, apresenta valores de precipitação abaixo do normal, com exceção do mês de novembro que se classificou como chuvoso

A precipitação registada no continente neste ano hidrológico é, no entanto, superior aos valores verificados na pior situação de seca da última década (2004/2005) até final de janeiro, situação esta fundamentalmente devida à quantidade de precipitação ocorrida durante o mês de novembro.

Esta situação de seca meteorológica resulta da situação sinótica que tem prevalecido, caracterizada pela localização do anticiclone dos Açores que estendendo-se em crista para o território continental vem impedindo que este seja influenciado pelas superfícies frontais normalmente responsáveis pela precipitação em Portugal nesta época do ano.

Para os próximos 10 dias continua a não se prever precipitação, à exceção de quarta-feira, 1 de fevereiro, em que se prevê a ocorrência de chuva fraca, especialmente no litoral norte e centro do território continental.

Em termos de cenários de evolução da seca meteorológica para fevereiro, e tendo em conta a previsão elaborada pelo Centro Europeu de Previsão do Tempo a Médio Prazo, o cenário mais provável no final do mês aponta para o aumento da severidade da situação de seca meteorológica em Portugal continental.

Em termos de previsão para a primavera, a informação disponível multimodelo continua a prever valores abaixo do normal em todo o território continental a norte do sistema montanhosos Montejunto-Estrela, embora esta informação deva ser utilizada com alguma reserva tendo em conta a fiabilidade que este tipo de previsão ainda tem para a latitude de Portugal Continental.

- Para mais informação consulte documento: Ano Hidrológico 2011/2012 – Situação atual (janeiro 2012).
 

Lightning

Cumulonimbus
Registo
25 Jul 2008
Mensagens
4,114
Local
Corroios
re: Seca em Portugal 2011/2012

Pessoalmente falando, é muito triste acabar Janeiro com um acumulado total mensal de 15,7 mm... :(

Onde é que vamos parar, a este ritmo?... :(
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,715
Local
Olhão (24 m)
re: Seca em Portugal 2011/2012

Neste momento, estamos a meio termo entre Dezembro de 2004 e Janeiro de 2005. O Litoral do Sotavento Algarvio já encontra-se em seca severa, aí está o nosso maior pesadelo de todos que é a seca.

Eu disse aqui no fórum várias vezes que tudo indicava para uma situação idêntica ao ano 2004/2005 e criticavam a minha opinião que estava a ser pessimista, quando todos os modelos de previsão sazonal indicavam um Inverno super seco. Pode ser que alguma cut-off na Primavera alivie mais a situação, porque neste momento acho muito improvável que o cenário de seca acabe em Portugal até ao Verão.
 

amando96

Nimbostratus
Registo
16 Fev 2010
Mensagens
966
Local
Düsseldorf
re: Seca em Portugal 2011/2012

É mesmo a cereja no topo do bolo para o clima de crise...

A ribeira de alportel está agora como no ano passado estava em Junho/Julho, se não chover nada significativo no primeiro semestre vai ser muito mau.