Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Fevereiro 2012

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Não possuo dados concretos, mas parece-me que este ano hidrológico está semelhante a 2005, podendo contudo tornar-se pior caso a situação se mantenha inalterável nos próximos tempos ... :(

Falando sem gravidade da seca não pode ser pior, falando em precipitação ainda pode ser pior a norte e centro caso não chova agora no mês de março !!
A sul isso já não pode acontecer dado que tivemos um Novembro chuvoso, enquanto que 2004-2005 foi seco o ano hidrológico todo ......
 


Iceberg

Nimbostratus
Registo
5 Jun 2006
Mensagens
977
Local
Braga
Falando sem gravidade da seca não pode ser pior, falando em precipitação ainda pode ser pior a norte e centro caso não chova agora no mês de março !!
A sul isso já não pode acontecer dado que tivemos um Novembro chuvoso, enquanto que 2004-2005 foi seco o ano hidrológico todo ......

Informação acabada de sair do forno do IM:

Persistência de tempo frio e seco em Portugal continental
2012-02-15 (IM)

O estado do tempo no território do continente tem vindo a ser influenciado, desde o início de fevereiro, por sistemas de altas pressões que transportam na sua circulação ar frio e seco, com trajeto continental.

Esta situação provocou uma diminuição dos valores da temperatura observada, com particular relevância na mínima. Deste modo, Portugal continental tem vindo a registar desde o início do mês de fevereiro uma persistência de tempo frio e seco, com temperaturas mínimas nalguns locais com valores negativos, nomeadamente nas regiões do interior do território do continente, salientando-se os valores mais baixos registados: -10.2ºC em Miranda do Douro no dia 4 de fevereiro e em Carrazeda de Ansiães -9.5ºC, Bragança -9.0ºC, Penhas Douradas -8.3ºC, Mirandela -7.3ºC, Sabugal, Chaves e Montalegre -7.0ºC e Arouca -6.0ªC, no dia 3 de fevereiro. Não foram, no entanto, ultrapassados os menores valores históricos observados nestas localidades, ficando mesmo bastante aquém do menor valor observado no continente em fevereiro de 1954, -16.0ºC nas Penhas da Saúde.

Por outro lado, observaram-se nos primeiros 45 dias do ano valores pouco significativos de precipitação (>=1mm), tendo mesmo ocorrido 31 dias sem precipitação. Este valor encontra-se muito próximo do registado no mesmo período da última seca meteorológica do ano de 2005, em que foram observados 29 dias seguidos sem precipitação. Para o mesmo período a quantidade média de precipitação acumulada em 2005 e em 2012 foi, respetivamente, de 10.4mm e 22.4mm.

De acordo com o centro de previsão do IM, prevê-se para os próximos dias, em particular até dia 23, a manutenção de tempo frio e seco, sem ocorrência de precipitação significativa. No entanto, existe uma tendência para o enfraquecimento do anticiclone e uma mudança da direção do vento para oeste a partir de dia 21, com previsão de subida da temperatura mínima e aumento da nebulosidade.

A ausência de precipitação significativa até dia 23 deverá agravar a situação de seca meteorológica que hoje, 15 de Fevereiro, coloca ¾ do continente nos níveis mais elevados de severidade, com 5% do território em seca extrema, 70% em seca severa e 25% em seca fraca.

Esta situação está consistente com a informação anteriormente divulgada pelo IM como o cenário mais provável para a evolução da seca meteorológica no mês de fevereiro, baseado nas previsões mensais e sazonais do Centro Europeu de Previsão a Médio Prazo (ECMWF). No final do mês será apresentado novo cenário provável para a evolução mensal da situação de seca, suportado na mesma fonte de informação, ainda que as previsões mensais e sazonais para Portugal continental devam ser sempre encaradas com a devida reserva, em resultado das limitações atuais do conhecimento científico aplicado nos modelos de previsão para o médio-prazo, particularmente nas latitudes onde se situa o território continental português.
 

MarioCabral

Cumulonimbus
Registo
14 Jan 2010
Mensagens
2,367
Local
Senhora da Hora - 100m /Povoa de Cervães - 420m
O pessimismo também se apoderou um pouco deste fórum...sejamos acima de tudo realistas...
É verdade que mesmo que o mês de Março seja chuvoso, o que para já não parece ser a tendência dos modelos com previsões mais alargadas, já não nos livramos de um Inverno seco...
Mas tal como muitos de nós recordam o ano de 2005, também outros se recordarão de Invernos secos seguidos de Primaveras bem chuvosas e que apesar de tudo acabou por contrabalançar as contas finais do ano...
Estou de acordo que os recursos hídricos devem ser melhor geridos e devemos aproveitar anos de maior precipitação para armazenar e fazer frente a anos mais complicados...mas nisto o Português infelizmente parece relutante em mudar...já deve ser erro genético...só quando tivermos 2/3 anos seguidos de seca é que vamos acordar para a realidade...
 

martinus

Cumulus
Registo
22 Dez 2006
Mensagens
438
Local
Portugal
Já agora, Vince, fala-se muito desse Fevereiro de 1983, do qual, au ainda menino, não tenho memória presencial; nessa altura vivia no Porto.

Já o mesmo não aconteceu com o célebre 14/01/1987, em que aí sim, a minha memória perdura para sempre.

Podes dizer-me, caso saibas, nesses dias de Fev 1983, que registos de queda de neve existem no Porto e Braga ? Nevou alguma coisa, pouco, muito, um dia, alguns dias ... ?

Obrigado ! :thumbsup:

Em 1983 não nevou nada que se visse em Braga. Nada que se saiba. Antes de 1987 o único episódio de neve que vale a pena registar é um que tenho de memória de infância, e que terá sido equivalente ao de 1987. Disseram-me aqui que deve ter sido em Dezembro de 1970 ou Janeiro de 1971, quando eu tinha 5 anos.

p.s Lembro-me de ter acordado um dia de manhã e ter visto bocaditos de neve no quintal, mas depois já não vi mais neve em lado nenhum. Foi tudo com o sol. Pode ter sido por 1983, sim. Sem história, portanto. Já o episódio de infância lembro-me de os carros circularem muito devagarinho na minha rua, aproveitando o sulco dos pneus dos que tinham passado antes, outra história portanto.
 

Iceberg

Nimbostratus
Registo
5 Jun 2006
Mensagens
977
Local
Braga
/Obrigado, Martinus, pelo teu registo ! :thumbsup:

Pela tua descrição esse episódio de 1970/1971 terá sido equivalente a 1987, que eu presenciei ainda no Porto.

Segundo a população mais antiga de Braga, antes era habitual ter uma boa nevada em média de cinco em cinco anos. ;)
 

cova beira

Nimbostratus
Registo
29 Dez 2008
Mensagens
668
Local
Tortozendo
começa o europeu a modelar nova situação retrograda na Europa como eu referi à dias, para já a NAO não vai ficar com valores muito altos e parece voltar a entrar em descida para o final do mês, com um inverno tão fraco uns dias de NAO negativa já animava o forum e de que maneira
nao.sprd2.gif
 

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,871
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Apenas um pequeno aparte relativo ao fevereiro de 1983.
Estava eu no ciclo preparatório. Era 6ª feira (de carnaval) se bem me lembro, e nevou bem, com boa acumulação aqui por Paços de Ferreira, entre 5 e 10 cm.
O tempo ia muito frio, dias consecutivos de frio marcado em que a geada permanecia no solo dias a fio.
E eis que na 3ª feira seguinte (dia de carnaval portanto) volta a nevar. Mais uma acumulação jeitosa de cerca de 10 cm.:rolleyes:
Na 5ª feira seguinte ainda tínhamos neve no solo nalguns locais mais protegidos (não necessariamente à sombra) onde acumulou mais.

Lindos dias foram esses...e numa altura em que tivemos anos de calor e precipitação (parece-me) abaixo da média, de 1980 a 1983.

Bom ano de colheita de neve esse!:D

-----------------
Os modelos começam a mostrar alguma mudança. Não ainda para chuva mas para quebra do padrão reinante (teimoso!) até agora.
Quem sabe em março teremos alguma emoção para nos distrairmos deste marasmo? Aguardemos então...
 

Chingula

Cumulus
Registo
16 Abr 2009
Mensagens
327
Local
Lisboa
Em 1983 não nevou nada que se visse em Braga. Nada que se saiba. Antes de 1987 o único episódio de neve que vale a pena registar é um que tenho de memória de infância, e que terá sido equivalente ao de 1987. Disseram-me aqui que deve ter sido em Dezembro de 1970 ou Janeiro de 1971, quando eu tinha 5 anos.

p.s Lembro-me de ter acordado um dia de manhã e ter visto bocaditos de neve no quintal, mas depois já não vi mais neve em lado nenhum. Foi tudo com o sol. Pode ter sido por 1983, sim. Sem história, portanto. Já o episódio de infância lembro-me de os carros circularem muito devagarinho na minha rua, aproveitando o sulco dos pneus dos que tinham passado antes, outra história portanto.

Em 11 de Fevereiro de 1983, nevou em várias regiões de Portugal de forma significativa, nomeadamente em Coimbra onde a neve atingiu 3 cm de altura.
 

David sf

Moderação
Registo
8 Jan 2009
Mensagens
5,237
Local
Oeiras / VN Poiares
E amanhã teremos um evento, que só é evento porque estamos num inverno extremamente seco, caso contrário ninguém dava por ele. Uma cut-off em circulação retrógrada atravessará o sul de Espanha, passando posteriormente perto da costa algarvia, e afectando o sul do país ao longo de cerca de 24 horas. Em princípio não dará para nada de especial, há demasiado frio instalado e a temperatura a 500 hpa não é nada de especial, pelo que o mais provável é a convecção acontecer toda no mar, mas já sabemos como os modelos têm alguma dificuldade em lidar com situações deste tipo. E há ali um período, próximo da meia noite de sábado, que o fluxo será de sueste no sotavento algarvio e baixo alentejo, e que poderá permitir a entrada de alguma humidade.

Fazendo uma resenha aos modelos, parece-me quase certo que o Algarve verá algumas pingas, o Baixo Alentejo estará na corda bamba e o resto do país ficará a zeros.

Mas há de tudo. O ECMWF mete precipitação residual no Algarve na madrugada de sexta para sábado, com a maior quantidade a cair no mar:

ecm54.gif


O GFS está semelhante:

gfs-2-48_rwo2.png


O UKMO ainda está pior, tudo a cair no mar, porque posiciona a cut-off um pouco mais a este que os restantes modelos:

UW48-594_mew7.GIF


O GEM é o pior de todos, não põe precipitação nem sequer no mar.

gem-2-48_nom4.png


Indo aos mesoscalares o panorama é mais animador. Em todos ele a precipitação estende-se ao interior algarvio e em alguns deles o Baixo Alentejo também é afectado. O ALADIN favorece a serra de Monchique e a zona de Barrancos, na tarde de amanhã. Com as temperaturas a 850 hpa a rondar os 0ºC, até poderia nevar na Fóia:

aladin39.gif


aladin42.gif


O WRF da MeteoGalicia, baseado no GFS, tem precipitação no interior alentejano, zona de Barrancos:

wrf42.png


O HIRLAM afecta todo o Baixo Alentejo, colocando o centro da depressão mais a norte:

hirlam-2-42_pjz1.png


O COAMPS (eu este acho este modelo péssimo, mas ponho na mesma), é o melhor de todos:

coamps-2-42_rxz1.png


coamps-2-48_yxc5.png
 

stormy

Super Célula
Registo
7 Ago 2008
Mensagens
5,149
Local
Lisboa
................Analise a curto prazo................

Algarve e baixo alentejo, 6f10z -> sab16z

Uma perturbação de nucleo frio em altura deverá passar a sul do Algarve, no Golfo de Cadiz e na faixa costeira parece haver condições dinamicas minimamente favoraveis a instabilidade convectiva.
No entanto é a S e SE do centro da ULL/cut-off que a actividade electrica é mais favoravel.

Nas areas mais altas do Algarve é possivel algum efeito orografico, fraco, dado haver um aporte de ar humido de origem Mediterranea sobre a região.

Pelo baixo alentejo até á latitude 38ºN é possivel alguma precipitação fraca estratiforme.

A cota de neve ronda os 1100-1300m, não deverá nevar na Foia.

Quanto á precipitação, o Litoral entre Faro e VRSA poderá ter acumulações de cerca de 2 a 5mm com maximos locais de até 8-10mm.

A serra terá cerca de 2-4mm e o baixo Alentejo ( Almodovar, Casto verde, Mertola) poderão acumular entre 0.5 e 1.5mm.

Região NE sab12z -> dom18z

Uma frente fria, com actividade restrita aos niveis medios e baixos, deverá afectar a região, proporcionando um aumento de nebulosidade e um incremento dos movimentos verticais.
Possibilidade de aguaceiros fracos nas areas montanhosas.

Nas vertentes voltadas a N é onde a precipitação é mais provavel, com neve a cotas de 1000m.
 

MarioCabral

Cumulonimbus
Registo
14 Jan 2010
Mensagens
2,367
Local
Senhora da Hora - 100m /Povoa de Cervães - 420m
As alterações dos modelos nas consecutivas runs não têm sido muito significativas...
Já se falou na pequena depressão que passará a sul do Algarve, a meu ver o risco é de nada mais que meia dúzia de pingas...se tanto...
De resto há uma notória intensificação notória do AA no inicio da próxima semana, devendo haver depois uma quebra do mesmo e a sua deslocalização mais para oeste...
O mês de Fevereiro está quase feito, mas acredito que os últimos dias do mês ou no inicio do próximo já teremos melhores notícias...
 

stormy

Super Célula
Registo
7 Ago 2008
Mensagens
5,149
Local
Lisboa
As alterações dos modelos nas consecutivas runs não têm sido muito significativas...
Já se falou na pequena depressão que passará a sul do Algarve, a meu ver o risco é de nada mais que meia dúzia de pingas...se tanto...
De resto há uma notória intensificação notória do AA no inicio da próxima semana, devendo haver depois uma quebra do mesmo e a sua deslocalização mais para oeste...
O mês de Fevereiro está quase feito, mas acredito que os últimos dias do mês ou no inicio do próximo já teremos melhores notícias...

Sim...acho que vai melhorar para fim do mes...este padrão tem sido dificil de mudar.
Já se notam evoluções...mas a coisatá dificil:(