Seguimento Açores e Madeira - Fevereiro 2018

lserpa

Cumulonimbus
Registo
29 Dez 2013
Mensagens
3,594
Local
Horta, Matriz, (90m)
  • Gosto
Reactions: Wessel1985
Registo
28 Fev 2018
Mensagens
8
Local
France
Não é público, apenas o serviço meteorológico local tem acesso


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

Gracias por responder.
Supongo que sea una tormenta de cumulonimbus pero tuvo la impresion de una buena baja de presion fue sobre dos islas. Os sigo leyendo y espero que no hay daño sobre Madeira.
 

hfernandes

Cirrus
Registo
27 Ago 2012
Mensagens
75
Local
Funchal
Granizo, Encumeada, Ribeira Brava:
 

Hawk

Cumulonimbus
Registo
26 Nov 2006
Mensagens
2,071
Local
Funchal
Depois do 20/2/2010 até pode vir o Diabo em pessoa que nos madeirenses, aguentamos :D

Toda a gente, e principalmente os ilhéus, tem de ter um enorme respeito pela natureza e pelo meio que nos envolve.

A Madeira, por vários factores, é uma ilha propensa a episódios de aluvião e desprendimentos. Há dias li um geógrafo a referir que desde que há registos históricos houve cerca de 43 aluviões na Madeira. Isto demonstra que a repetição deste tipo de episódios é inevitável. A história e os registos também demonstram que mesmo com a evolução das estruturas edificadas, os episódios de aluvião continuam a provocar perdas humanas relevantes, ao contrário das cheias. A energia cinética e potencial associada é impossível de parar.

Quando uma ilha com um maçiço montanhoso como a Madeira tem funciona como a 1a barreira de ar muito húmido vindo arrastado por uma tempestade que atravessa meio Atlântico, ninguém pode estar muito tranquilo...

Posto isto, é óbvio que os madeirenses não podem com tudo. O 20 Fevereiro acabou por trazer um medo e um receio que hoje em dia é benéfico. As pessoas correm menos riscos, são mais comedidas e estão mais alerta.

Quanto ao comportamento das ribeiras neste evento, é preciso notar que a chuva a cotas médias e baixas foi muito inferior ao 20 de Fevereiro. E também os valores horários no maciço foram inferiores. De qualquer forma, uma grande diferença em relação ao 20 de Fevereiro, não chegou material sólido ao Funchal. Este fico retido nos novos açudes construidos a montante da cidade. Funcionaram. Ao Funchal chegou apenas água e mesmo que a ribeira transbordasse seria mais como episódio de cheia do que aluvião.

Sem receios e medos infundados, respeitemos as fragilidades que nos rodeiam. A maior parte das pessoas pensa assim e à margem para que todos pensem da mesma forma.
 

Cluster

Cumulus
Registo
23 Set 2012
Mensagens
423
Local
Lisboa
A Madeira tem de ser muito respeitada concordo, mas muitos dos problemas começaram há muitos anos atrás, quando se começou a roubar o espaço às ribeiras para construir casas ao seu lado, o resultado foi o que se viu. Quem já viu imagens das ribeiras no inicio dos anos 90 e agora até se assusta. O mesmo no mar, roubou-se ao mar as praias e constrói-se casas em cima, depois lá têm que por enrocamentos na costa toda, tornando-a bastante mais feia. Claro que percebo que agora talvez seja mesmo necessário, não se vai expulsar famílias das ribeiras e do mar, mas o betão esse sim vai custar caro, tanto a nível monetário como paisagístico. Falei com pessoas que há cerca de 50 anos atravessavam a Madalena do Mar de mota de um lado ao outro em areia preta fina, olhem o que temos hoje em dia.
 
  • Gosto
Reactions: pumabr e Wessel1985

Hawk

Cumulonimbus
Registo
26 Nov 2006
Mensagens
2,071
Local
Funchal
A Madeira tem de ser muito respeitada concordo, mas muitos dos problemas começaram há muitos anos atrás, quando se começou a roubar o espaço às ribeiras para construir casas ao seu lado, o resultado foi o que se viu. Quem já viu imagens das ribeiras no inicio dos anos 90 e agora até se assusta. O mesmo no mar, roubou-se ao mar as praias e constrói-se casas em cima, depois lá têm que por enrocamentos na costa toda, tornando-a bastante mais feia. Claro que percebo que agora talvez seja mesmo necessário, não se vai expulsar famílias das ribeiras e do mar, mas o betão esse sim vai custar caro, tanto a nível monetário como paisagístico. Falei com pessoas que há cerca de 50 anos atravessavam a Madalena do Mar de mota de um lado ao outro em areia preta fina, olhem o que temos hoje em dia.

Eu também tenho uma visão crítica do ordenamento do territótio, mas o Funchal histórico foi edificado a partir das suas principais linhas de água, as ribeiras. Isso acontece em quase todo o país, veja-se o que é a zona ribeirinha das cidades, do Porto por exemplo. Construir ao longo das ribeiras tem um sentido histórico e não pode ser visto da forma redutora que é visto hoje em dia. Há casos pontuais de erros cometidos mais recentemente, mas volto a dizer, não se pode olhar para o que é o Funchal hoje e simplesmente questionar "porquê que a cidade expande paralelamente às ribeiras?". Seria como dizer que a reconstrução de Lisboa nas zonas arrasadas pelo terramoto e tsunami foi um erro porque pode acontecer outra vez.

Quanto ao mar, é também preciso perceber que os territórios sofrem transformações e processos de erosão que são independentes da presença humama. A Madeira tem 5 milhões de anos. As fajãs, as praias, as enseadas, etc, não se formaram apenas nos últimos 600 anos com a presença humana.